Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar de uma substância que combate o envelhecimento precoce da pele: o ácido hialurônico.

Usado para combater as rugas e para preenchimento, o ácido hialurônico é tão popular que hoje em dia você pode inclusive encontrar essa substância em forma de cremes e suplementos.

Em meio a tantas opções, vamos mostrar neste artigo o que você deve levar em conta antes de comprar o ácido hialurônico que irá atender as suas expectativas e necessidades.

Primeiro, o mais importante

  • O ácido hialurônico tem propriedades anti-idade e, portanto, é normalmente utilizado como um poderoso antirrugas.
  • É preciso acompanhamento médico e hábitos saudáveis para garantir a eficácia total do tratamento com ácido hialurônico.
  • Vamos mostrar para você quais são as características que diferenciam um produto de outro e como escolher o ácido hialurônico ideal.

Você também pode gostar:

Ranking: As 5 melhores opções de ácido hialurônico

Se você busca pelo ácido hialurônico, quer a garantia dos efeitos rejuvenescedores e reparadores que ele promete para a pele, certo? Pensando nisso, os fabricantes investem cada vez mais em inovações nas fórmulas.

Por isso, a seguir, nós vamos apresentar para você as melhores opções de ácido hialurônico disponíveis hoje em dia no mercado.

1º – Ácido Hialurônico Now Foods

O Ácido Hialurônico da Now Foods é um suplemento que combina várias substâncias em forma de cápsulas veganas. No total, o frasco contém 120 comprimidos.

Cada cápsula, que é a dose diária recomendada, contém 100mg de ácido hialurônico, 100mg de L-prolina, 50mg de ácido alfa lipóico e 25g de extrato de semente de uva.

2º – Ácido Hialurônico Redermic Hyalu C La Roche-Posay

O Redermic Hyalu C da La Roche-Posay é um ácido hialurônico em forma de creme que contém ainda vitamina C, FPS 25 e água termal em sua composição.

Com textura leve e não oleosa, esse anti-idade é indicado para pessoas com idade entre 40 e 55 anos.

3º – Ácido Hialurônico Dermo Etage Pró Eudora

O Ácido Hialurônico Dermo Etage Pró da Eudora é um sérum que contém também vitamina C. Em forma de sérum, essa opção contém 30ml.

Além disso, esse ácido age como preenchedor de rugas sem agulhas e pode ser usado diretamente na pele de dia ou de noite.

4º – Ácido Hialurônico Mineral 89 Vichy

O Mineral 89 da Vichy é um gel fortificante e hidratante de 50ml. Essa opção é uma combinação do poder fortificante e reequilibrante da água termal mineralizante com o ácido hialurônico.

O Mineral 89 é fabricado sem parabenos, sem fragrâncias, corantes, óleo, silicone ou álcool.

5º – Ácido Hialurônico Hialuderme 20+ Bel Col

O Hialuderme 20+ da Bel Col é um ácido hialurônico em forma de fluido hidratante com 30ml da solução.

Formulado com ácido hialurônico biotecnológico, essa opção foi desenvolvida para peles a partir dos 20 anos de idade.

Guia de Compra

Pode parecer simples comprar o ácido hialurônico. Mas com tanta variedade é preciso que você considere fatores pessoais e as características de cada produto para ter o efeito desejado.

Por isso, criamos este Guia de Compra com todas as informações que você precisará para tomar a melhor decisão ao comprar o ácido hialurônico.

Mulher com mãos no rosto.

O ácido hialurônico é um poderoso hidratante para a pele do rosto. (Fonte: Robert Przybysz / 1123rf)

O que é ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é uma substância naturalmente presente no organismo humano, especialmente nas articulações, pele e olhos.

Trata-se de uma molécula de açúcar que atrai a água e, por isso, possui propriedades hidratantes e que estimulam a produção de colágeno.

Por isso, o ácido hialurônico pode atuar como um lubrificante, absorvendo choques em certas partes do corpo como, por exemplo, as articulações.

Mas o fato é que de todo o ácido hialurônico que está presente em nosso corpo 56% se encontra na pele.

Por isso, o seu grande sucesso vem mesmo do fato de que ele atua preenchendo o espaço entre as células, mantendo a pele lisa, elástica e bem hidratada.

Antes e depois de rosto de mulher com e sem rugas.

O ácido hialurônico é uma substância presente no nosso organismo, mas que diminui com o tempo provocando rugas e ressecamento da pele.
(Fonte: Tetiana Lovushkina / 123rf)

Com o envelhecimento, a produção de ácido hialurônico vai diminuindo. A diminuição da produção do ácido pelo corpo ocorre a partir dos 25 anos de idade.

Essa redução afeta diretamente a pele, ocasionando o aparecimento das rugas, pele ressecada, flacidez, além de problemas nas articulações.

Mas como essa substância pode ser produzida através da biotecnologia, a partir da fermentação de bactérias, a reposição do ácido no organismo pode ser feita com o uso de cremes, cápsulas ou aplicações injetáveis.

Quais são os benefícios do ácido hialurônico?

Como vimos, o ácido hialurônico é responsável por preencher os espaços entre as células e, por isso, ele é bastante utilizado para minimizar rugas e linhas de expressão.

Além disso, essa molécula é capaz de manter a pele hidratada, firme e lisa. Por isso, esse ingrediente é tão utilizado em procedimentos e produtos estéticos.

Seus efeitos positivos também são observados na cura da pele seca e sensível. A reposição de ácido hialurônico é extremamente benéfico para a pele do rosto e para as articulações do corpo.

O ácido hialurônico é capaz de estimular a formação do colágeno.

Além disso, o ácido hialurônico também é capaz de estimular a formação do colágeno e possui propriedades anti-inflamatórias, ajudando na cicatrização. Em função das suas características, este ácido pode ser usado ainda em cirurgias, cremes para a região dos olhos e na suplementação de fluido das articulações.

Confira a seguir os principais benefícios do ácido hialurônico para a pele:

  • Hidrata
  • Previne o envelhecimento precoce
  • Evita o surgimento de rugas e linhas de expressão
  • Controla a flacidez
  • Previne alguns tipos de olheiras
  • Fortalece a pele
  • Protege contra a radiação solar e poluição

Quais são as indicações de uso do ácido hialurônico?

O ácido hialurônico é indicado principalmente para melhorar o viço da pele, suavizando rugas e outras marcas da idade.

Mas ele também pode ser usado no contorno de face, lábios, olheiras e ainda para repor volume da face, mãos e algumas regiões do corpo.

No entanto, para além dos tratamentos estéticos, o ácido hialurônico também pode ser usado para melhorar processos ortopédicos e reumatológicos articulares e na oftalmologia.

Dessa forma, o ácido hialurônico é indicado para quem deseja:

  • Evitar o surgimento de sinais de envelhecimento
  • Promover a regeneração da pele, reduzindo as rugas e manchas
  • Aliviar dores da articulação

Como usar o ácido hialurônico?

O ácido hialurônico pode ser usado em sua forma tópica, com cremes e sérum; em forma de suplementação de cápsulas; ou por meio de injeção.

A seguir, você confere todas as formas de usar o ácido hialurônico e seus objetivos:

Dermocosméticos: O tratamento é feito de forma tópica, ou seja, aplicado diretamente sobre a pele cremes e outros cosméticos com ácido hialurônico em sua composição.

O uso de dermocosméticos com ácido hialurônico oferece hidratação, viço e firmeza à pele.

Uma grande vantagem desse ativo é que ele pode ser usado tanto durante o dia, aliado ao filtro solar, quanto à noite.

Imagem de frasco com creme.

O ácido hialurônico pode ser usado de forma tópica, por meio de cremes, gel e sérum.
(Fonte: : tussik13 / 123rf)

Preenchimento: O preenchimento com ácido hialurônico é uma técnica injetável para repor o volume em uma determinada parte do rosto ou para atenuar rugas bem profundos e olheiras.

O procedimento de preenchimento deve sempre ser realizado por um dermatologista, que aplica uma anestesia local e depois injeta uma pequena quantidade de ácido.

Nutricosméticos: Aqui a reposição do ácido hialurônico pode ser feita por via oral, por meio de suplementos alimentares em forma de cápsulas e comprimidos.

Para isso, é preciso consultar um dermatologista que indique a dosagem e fórmula ideal de acordo com a sua necessidade.

Quais cuidados você deve ter antes de usar o ácido hialurônico?

Antes de iniciar o tratamento com ácido hialurônico é preciso que você tenha o acompanhamento de um dermatologista.

Assim, o profissional poderá fazer uma avaliação da sua condição de saúde ou estética, além de exames clínicos para descartar possíveis contraindicações.

Além disso, para ter um resultado eficaz com o uso do ácido hialurônico, é fundamental que você adote uma alimentação balanceada.

Isso porque a alimentação também influencia na saúde da pele. Por isso, prefira gorduras insaturadas de alimentos como azeite e peixes, e evite gorduras saturadas, como as dos doces e frituras.

Outro cuidado que você deve ter é com o hábito de fumar. Mulheres que fumam tendem a ter mais problemas após qualquer tipo de procedimento.

Além disso, o cigarro está associado ao envelhecimento, já que ele libera substâncias nocivas que aumentam a formação de radicais livres, contribuindo assim para a formação de rugas.

Mulher fumando cigarro.

O ato de fumar, além de contribuir para o envelhecimento da pele, pode oferecer riscos para tratamentos com ácido hialurônico.
(Fonte: Ivandrei Pretorius / Pexels)

Também é recomendado que você evite o consumo em excesso de bebidas alcoólicas na véspera do tratamento, especialmente se a sua escolha for a aplicação de ácido hialurônico injetável.

Especialistas também alertam que medicamentos anticoagulantes, como ácido acetilsalicílico e ginkgo biloba, devem ser evitados.

Quais são os efeitos colaterais e contraindicações do ácido hialurônico?

Como esta é uma substância que está presente em nosso corpo, em tese não há contraindicações do ácido hialurônico.

Mas os especialistas alertam que pessoas com hipersensibilidade ao composto, problemas de coagulação, doença ativa de pele, inflamações ou feridas não devem usar o ácido hialurônico.

Além disso, o uso da substância também pode desencadear efeitos colaterais, se usada de forma incorreta ou exagerada.

Apesar de ser uma substância natural, o ácido hialurônico não deve ser usado por todas as pessoas e, se usado de forma errada, pode causar problemas de saúde.

Para você ter uma ideia, os cremes feitos de ácido hialurônico podem causar vermelhidão, alergias ou outras reações cutâneas.

Já a aplicação injetável da substância pode causar edema, dor, prurido, contusões, descoloração e sensibilidade.

Normalmente os sintomas passam naturalmente com o passar dos dias. Mas, em casos mais graves, pode até ocorrer necrose, cegueira ou AVC.

Grávidas podem usar o ácido hialurônico?

Especialistas concordam que você deve evitar o uso do ácido hialurônico durante a gravidez e o período de lactação.

Isso porque ainda não existem estudos que possam comprovar a segurança do uso dessa substância durante a gravidez e a amamentação.

Mulher grávida.

É proibido o tratamento com o ácido hialurônico em mulheres que estejam no primeiro trimestre de gravidez.
(Fonte: Garon Piceli / Pexels)

A única certeza que há por enquanto é que no primeiro trimestre da gravidez o uso de ácido hialurônico é proibido.

Para os demais períodos, portanto, é fundamental a orientação médica antes de usar essa substância.

Qual a relação entre o ácido hialurônico, vitamina C, E e retinol?

Vamos começar com o que essas substâncias têm em comum: as quatro são princípios ativos anti-idade.

Ou seja, eles são ingredientes que turbinam cremes, filtros solares, séruns e sabonetes usados nos cuidados com a pele.

O fato é que, apesar de haver diferenças entre eles, essas substâncias podem inclusive ser usadas juntas na mesma fórmula para potencializar os efeitos positivos sobre a pele.

Confira a seguir as características de cada uma delas:

  • Vitamina C: Esse nutriente confere firmeza à pele do rosto. Isso porque a vitamina C é um antioxidante que atua como foto protetor, cicatrizante e estimulante da síntese de colágeno.
  • Ácido hialurônico: Como vimos, é um poderoso hidratante para a pele e por isso é eficaz no combate às rugas e ao ressecamento da pele.
  • Retinol: Também conhecido como vitamina A, o Retinol renova as células e estimula a formação de colágeno, proporcionando uma pele lisa e com menos manchas. Mas pode causar reação alérgica ou irritação.
  • Vitamina E: A vitamina E, assim como a C, é um dos antioxidantes mais poderosos para a pele. Ela ajuda a melhorar a textura da pele do rosto, corrige as linhas de expressão e reduz imperfeições.

Qual a diferença entre aplicação de ácido hialurônico e o botox?

A toxina botulínica A (botox) e o ácido hialurônico são dois dos procedimentos mais usados para combater os sinais de envelhecimento no rosto.

Ambos precisam de diagnóstico e tratamento para serem realizados. Mas o fato é que a aplicação do botox é diferente do preenchimento feito com ácido hialurônico.

O botox é mais utilizado para tratar as marcas de expressão da parte superior da face, paralisando os músculos localmente.

Já o preenchimento com ácido hialurônico é utilizado para repor o volume em determinadas partes do rosto ou para atenuar sulcos profundos.

Além disso, a toxina botulínica costuma durar de quatro a seis meses. Já os efeitos da aplicação de ácido hialurônico podem chegar a durar até 2 anos.

Veja abaixo as principais diferenças entre o ácido hialurônico e o botox:

Ácido hialurônico Botox
Origem Substância natural Deriva de uma bactéria
Objetivo Preencher sulcos faciais e hidratar a pele Paralisar músculos para prevenir aprofundamento de rugas
Para que serve Amenizar rugas e linhas de expressão, aumentar volume dos lábios e
preencher olheiras profundas
Amenizar pés de galinha, levantar o olhar, prevenir piora de rugas na testa
Duração 1 a 2 anos 4 a 6 meses

Quais as vantagens e desvantagens do ácido hialurônico?

Como vimos, a principal vantagem do ácido hialurônico é que ele atua na saúde da nossa pele.

Isso porque a principal característica desse ativo é o seu poder de hidratação.

Outra vantagem do ácido hialurônico é que ele ajuda a proporcionar firmeza, proteção e sustentação à pele.

Além disso, como vimos, essa substância também é benéfica para as articulações e ainda pode ser usada para realizar preenchimentos.

Mulher com pele saudável e a mão no rosto.

O ácido hialurônico, quando utilizado da forma correta, oferece inúmeras vantagens para a pele do rosto.
(Fonte: guvo59 / Pixabay)

Outra vantagem é que, hoje em dia, não é preciso apenas recorrer à injeção de ácido hialurônico. Você pode optar por cremes e até cápsulas da substância.

Como desvantagem está o fato de que, se usado em excesso ou de forma incorreta, o ácido hialurônico pode causar efeitos colaterais incômodos e até graves.

A seguir, você confere as principais vantagens e desvantagens do ácido hialurônico:

Vantagens
  • Hidrata e protege
  • Combate rugas e ressecamento
  • Usado para preenchimento
  • Clareia olheiras
  • Tem efeito rejuvenescedor
  • Auxilia na lubrificação das articulações
  • Pode ser usado de forma tópica ou injetável
Desvantagens
  • Em excesso pode ter efeitos colaterais
  • Existe contraindicações

Quanto custa?

O preço o ácido hialurônico varia bastante de acordo com a marca fabricante, a dosagem e o número de cápsulas/mililitros do produto.

O preço da aplicação do ácido injetável pode variar entre R$ 400 e R$ 2 mil. Já o custo do produto em gel, creme ou em cápsulas varia de R$ 30 até R$ 200.

É claro que você não precisa comprar o produto mais caro. O mais importante é garantir a dosagem e o tipo de ácido hialurônico mais adequado para você.

Onde comprar?

Você vai encontrar o ácido hialurônico à venda em farmácias, lojas de produtos de beleza, de departamento e hipermercados como Lojas Americanas e Extra.

Ainda assim, nós recomendamos que você realize a sua compra em lojas online como a Amazon Brasil.

Dessa forma, você garante mais opções de marcas e de composições para escolher. Sem conta que você ainda adquire o ácido hialurônico do conforto da sua casa.

Critérios de Compra: Fatores a observar antes de escolher o ácido hialurônico

Se você está à procura do ácido hialurônico de uso tópico, é preciso que você entenda o que diferencia um produto de outro.

Isso porque, com a grande variedade de produtos com ácido hialurônico disponível hoje em dia no mercado, cada produto tem um objetivo diferente.

Por isso, listamos abaixo para você os principais fatores que devem ser levados em conta antes de comprar o ácido hialurônico:

  • Forma
  • Composição
  • Dose
  • Quantidade

A seguir, nós vamos explicar cada um desses fatores em detalhes para que você tome a melhor decisão e adquira o ácido hialurônico ideal.

Forma

O primeiro fator que você deve observar antes de comprar o ácido hialurônico é forma como o produto é utilizado.

Você poderá optar por, pelo menos, cinco formas diferentes de utilizar o ácido hialurônico em sua pele: creme, gel, sérum facial, água termal e cápsulas.

A escolha desse quesito é bem pessoal, já que não existe comprovação de diferença de eficácia entre eles.

Mas, em linhas gerais, o creme e o gel com ácido hialurônico são hidratantes potentes, que deixam a pele mais firme e menos seca.

Nesse caso, o mais comum é encontrar o ácido combinado com outras vitaminas, como veremos no próximo tópico. Ainda assim, fique atento à textura do creme que deve ser leve e não oleosa.

Frasco de creme hidratantes com rosas brancas em volta.

O ácido hialurônico pode ser usado na forma de creme, geral, sérum, água termal e até em cápsulas.
(Fonte: saponifier / Pixabay)

Se você prefere o ácido hialurônico em sua forma pura, a recomendação é utilizar o sérum, que é um produto com textura leve e aquosa.

A vantagem do sérum é que a aplicação é mais direcionada a áreas específicas do rosto.

Além disso, existe uma novidade que é a água termal fortificada com ácido hialurônico, aumentando assim as propriedades de rejuvenescimento da pele.

E, por fim, existe a opção de suplemento para ser ingerido em forma de cápsulas.

Nesse caso é importante que você tenha o acompanhamento do seu médico que vai determinar a dose mais apropriada.

Composição

Em seguida, leve em conta a composição do produto. Como vimos, a fórmula pode ser pura, contendo apenas o ácido hialurônico ou ainda combinada com outras substâncias, especialmente as que são antioxidantes.

É muito comum, por exemplo, encontrar o ácido hialurônico combinado com filtro solar, vitamina C, elastina, colágeno, zinco ou magnésio.

Existem outras opções que oferecem em sua composição a l-prolina, que é um aminoácido indispensável para a síntese de colágeno; e o ácido alfa lipóico e o extrato de semente de uva, ambos também ativos antioxidantes.

Dose

Outro fator que você deve observar antes de comprar o ácido hialurônico, especialmente se você optar pela forma de suplemento em cápsulas, é a dosagem.

Em geral, é recomendado o consumo de um comprimido por dia. Mas a dose de ácido hialurônico presente nas cápsulas pode variar entre 20mg e 150mg.

Comprimidos.

O ácido hialurônico em forma de cápsulas permite que você escolha a dosagem mais adequada da substância a ser consumida.
(Fonte: phoenixwil / Pixabay)

Essa variação ocorre porque, como vimos, a diminuição de ácido hialurônico em nosso corpo ocorre à medida de envelhecemos.

Por isso, você também vai encontrar produtos que indicam a recomendação de uso de acordo com a idade.

De qualquer forma, a dose indicada varia de pessoa para pessoa, de acordo com a idade e condição de saúde e deve ser definida junto ao seu médio.

Quantidade

Por fim, recomendamos que você verifique também a quantidade presente no produto. Isso irá refletir no custo final do produto e no período em que você irá utilizar o ácido.

Na versão do ácido hialurônico em creme, gel ou sérum essa quantidade pode variar em 30ml e 200ml.

Já na forma de comprimidos, você poderá encontrar frascos que contém entre 30 e 120 cápsulas.

(Fonte da imagem destacada: Aleksandra Gigowska / 123rf)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
40 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...