: Imagem de moto estacionada em rua de pedra com pessoas ao fundo
Ultima atualização: 13 de maio de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

18Horas investidas

5Estudos avaliados

70Comentários coletados

Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil, onde você encontra informações sobre os melhores produtos do mercado. E se você está procurando mais segurança para seus passeios, um alarme para moto pode ser essencial.

Hoje, mais do que apenas fazer barulho para alertar sobre um potencial risco de roubo, muitos alarmes são ligados a parte de partida da moto, impedindo que ela seja ligada ou pare de funcionar depois de alguns metros rodados.

Com isso, você consegue muito mais segurança quando precisar estacionar sua moto. Para entender mais sobre todos os benefícios e o funcionamento dos alarmes automotivos, não deixe de conferir esse artigo.




Primeiro, o mais importante

  • Os modelos de alarmes para moto mais simples apenas disparam com um ruído alto para chamar atenção.
  • Modelos mais sofisticados podem ser ligados ao sistema elétrico da moto para impedir que ela seja ligada.
  • Os alarmes também podem contar com sensores de movimento, disparando caso a moto caia ou tente ser arrastada, por exemplo.

Melhores alarmes para moto: Nossas recomendações

Alarme para moto com sensor de presença

Perfeito para motos de todas as cilindradas e para os aventureiros que desejam mais segurança, o alarme MA400 da FKS possui sensor de presença universal.

Seus sensores de movimentos cobrem o pé lateral, a suspensão e o cavalete da moto. Ele possui sirene dedicada e bloqueio do motor integrado. Além disso, conta com dois controles remotos para que você o ative ou desligue mesmo a distância.

Alarme para moto com 99% de compatibilidade

A linha PX350 G8 da Pósitron traz o que há de mais moderno para os alarmes. Universal, ele é compatível praticamente com qualquer tipo de moto, com uma porcentagem de até 99% de compatibilidade.

Ele conta com dois tipos de bloqueio por sensores, tanto passivo quanto ativo, oferecendo muito mais segurança para o motociclista. O alarme possui um botão secreto para desativação, dois controles remotos, baterias de alta duração e auxílio de localização, onde as setas piscam por 30 segundos em caso de roubo ou furto.

Alarme para moto com sirene alta

O alarme universal da MHX é perfeito para qualquer tipo de moto, permitindo que você o instale tanto nos modelos mais antigos quanto nos mais modernos.

Ele conta com uma sirene de alto volume que pode ser ligada ou desligada através de controle remoto, que também permite que você dê partida na moto mesmo à distância.

Guia de compra

Nem sempre é fácil adquirir uma moto, mas para perdê-la, pode bastar um minuto de descuido. Projetados para proteger seu veículo, os alarmes oferecem um excelente custo/benefício.

Cada vez mais modernos, com mais sensores e opções antifurtos, também pode ser difícil escolher qual a melhor opção. Por isso preparamos um guia de compra para que você entenda melhor sobre ele e todas as suas funções.

Imagem de mulher sobre uma moto preta observando a praia

Os alarmes estão cada vez mais inteligentes e práticos, para que você possa curtir seu passeio sem dores de cabeça. (Fonte: judithscharnowski/ Pixabay)

O que é um alarme para moto?

Um alarme consiste basicamente de uma sirene que emite um alerta sonoro para alertar sobre uma possível ameaça. Mas atualmente eles oferecem muito mais funções do que apenas alertar o dono ou as autoridades.

Muitos alarmes modernos possuem diferentes tipos de sensores, seja de aproximação ou de movimento. Eles contam com botões secretos de segurança e até mesmo controles remotos que permitem que você dê partida ou desligue a moto a distância.

Com baterias integradas, caixas seladas e discretas, eles oferecem muito mais segurança, seja para seus passeios ou para a rotina diária de trabalho quando você não tem um lugar protegido para deixar sua moto.

Quais as vantagens e desvantagens de um alarme para moto?

Os alarmes para motos possuem inúmeras vantagens. A sirene intimida os ladrões e alerta as autoridades nas proximidades. Muitos modelos possuem sistema antifurto que desligam a moto e eles são discretos e fáceis de esconder.

Porém, é preciso notar algumas desvantagens. Modelos mais simples não possuem controle remoto. Alguns alarmes não possuem sensores de movimento e de tempos em tempos é preciso trocar a bateria.

Vantagens
  • A sirene intimida os ladrões e alerta as autoridades nas proximidades
  • Muitos modelos possuem sistema antifurto que desligam a moto
  • Eles são discretos e fáceis de esconder
Desvantagens
  • Modelos mais simples não possuem controle remoto
  • Alguns alarmes não possuem sensores de movimento
  • De tempos em tempos é preciso trocar a bateria

Alarme para moto ou serviço de rastreamento?

Hoje em dia, além dos alarmes, também é possível contar com serviços de rastreamento por GPS. Então, qual a melhor opção? Pense da seguinte forma: um bom alarme possui alertas e sistemas antifurtos, é um investimento único e que exige pouca manutenção.

O rastreamento também é uma ótima opção, mas você precisa pagar pelo serviço de forma regular, seja em planos mensais ou anuais. Porém, ele funciona mesmo caso haja uma eventual falha do alarme ou caso um ladrão consiga desativá-lo.

Ambos são excelentes opções de pagamento e cabe a você decidir qual é o melhor e que cabe em seu bolso. Caso seja possível, o recomendando é contar com ambos os serviços e até mesmo considerar um seguro, caso sua moto seja um modelo de valor mais elevado. Convenhamos, segurança nunca é demais e precisamos estar sempre preparados para eventualidades.

Imagem de moto preta com banco marrom estacionada

Os alarmes ainda são a forma mais segura e barata de proteger a sua moto. (Fonte: Pexels/ Pixabay)

Quanto custa um bom alarme para moto?

O preço dos alarmes pode variar de acordo com o número de sensores, o tipo de sistema antifurto e até mesmo se eles contam ou não com controles remotos.

Os modelos mais simples podem ser encontrados em uma faixa de R$ 40 a R$ 100. Alarmes mais completos, com controle remoto e mais opções custam de R$ 100 a R$ 500. Os modelos apresentados nesse artigo estão em uma faixa de preço que vai de R$ 130 a R$ 260.

Imagem de homem sentado ao lado de moto esportiva

Não é preciso muito investimento para garantir que sua moto estará sempre segura. (Fonte: abhijit_sarkar/ Pixabay)

Onde eu posso comprar um alarme para moto?

Você pode encontrar os alarmes nas principais distribuidoras de peças automotivas, lojas especializadas em alarmes e até mesmo em várias oficinas mecânicas.

Mas se você não conseguiu encontrar o modelo ideal em sua cidade, também é possível encontrá-los online em grandes distribuidores como a Amazon, onde você pode encontrar as opções mostradas em nosso artigo e receber o produto em sua casa com toda praticidade, rapidez e segurança na entrega.

Imagem de moto estacionada com tanque azul e branco e farol redondo em destaque

Os alarmes para moto estão cada vez mais comum e você os encontra até mesmo na internet. (Fonte: SplitShire/ Pixabay)

Critérios de compra: O que considerar ao comprar um alarme para moto

Quando você pensa que um alarme custa muito pouco perto do valor investido na moto e o quanto ele pode ajudar a proteger seu investimento, não há motivos para não correr para adquirir um.

Porém, para escolher o modelo ideal para sua moto, é preciso que você esteja atento a alguns critérios de compra essenciais que diferenciam um produto do outro.

Verifique com atenção cada um dos tópicos abaixo para entender melhor sobre as especificações dos alarmes e a diferença entre os modelos para que você mantenha sua moto protegida.

Sensores

Cada vez mais os alarmes para motos contam com sensores que são a linha de frente para a segurança do veículo. Posicionados em pontos estratégicos, eles ajudam a estabelecer distâncias seguras e acionam os dispositivos de segurança quando a moto é movimentada.

Esses sensores são extremamente úteis não só para os sistemas antifurto, mas também para alertar e até mesmo prevenir acidentes. E o melhor, com eles é possível vincular controles remotos que facilitam a utilização, tornando-os um grande diferencial quando você for escolher o modelo ideal.

Imagem de casal posando para foto sobre uma motocicleta

Com os sensores sua moto pode te alertar sobre possíveis acidentes. (Fonte: Free-Photos/ Pixabay)

Sirenes

Certamente, um dos fatores mais importantes dos alarmes para motos é a sirena. É ela quem dá o primeiro alerta de que a moto está sendo movida sem sua permissão, por isso é importante escolher uma boa sirene com um bom volume.

Também é importante notar que existem dois tipos principais de sirenes. As dedicadas são aquelas que estão acopladas na caixa selada onde se encontram demais componentes e por isso ficam menos visíveis.

Principalmente em modelos mais simples, as sirenas são peças separadas que devem ser instaladas em um ponto estratégico da moto e nem sempre possível é escondê-las muito bem, por isso se atente a esse detalhe quando estiver escolhendo o alarme.

Controle remoto

O controle remoto também é um diferencial que vale a pena conferir. Com ele você pode controlar diferentes funções do alarme e até mesmo da moto mesmo a uma distância considerável.

Além de acionar e desligar o alarme, em muitos modelos você pode até mesmo dar partida ou desligar a moto. Também é possível acionar um sistema de localização, onde as setas piscam para facilitar a visualização.

Bateria

Os alarmes contam com baterias individuais e dedicadas quem ficam dentro de uma caixa selada com demais componentes essenciais, assim eles funcionam de forma independente e oferecem mais segurança.

Quando estiver escolhendo um alarme, verifique a duração da bateria e a disponibilidade de troca, pois isso pode fazer toda a diferença para que você não fique na mão com um alarme que não está funcionando.

(Fonte da imagem destacada: Skitterphoto / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

César Ferreira Formado em Engenharia Industrial
César é apaixonado por carros. Talvez tenha sido essa paixão que o levou a, desde pequeno, querer entender como as coisas funcionam. Essa curiosidade, por sua vez, lhe fez cursar Engenharia Industrial. Hoje, ele presta consultoria para pequenas e médias empresas e, nas horas vagas, deixa seu carro - e o de seus amigos - cada vez mais tecnológicos e especiais.