Imagem de uma mulher preparando um suplemento.
Ultima atualização: 23 de setembro de 2019

Como escolhemos

Products

15Produtos analisados
Hours

29Horas investidas
Studies

7Estudos avaliados
Comments

59Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre a albumina, um suplemento proteico de lenta absorção, ideal para quem está em busca de hipertrofia muscular.

A proteína é responsável por aumentar a força e a resistência de quem pratica atividades físicas de alta intensidade. Mas para dar o efeito desejado, o suplemento deve ser ingerido na dose e no horário correto.

Se você quer saber quais são as vantagens e desvantagens da albumina, a dose recomendada, os benefícios e os efeitos colaterais, reserve um tempo para ler este artigo.



Primeiro, o mais importante

  • Esse suplemento é ideal para pessoas que desejam obter ganhos musculares duradouros. Pois além de concentrada, a proteína isolada tem ação prolongada.
  • A albumina é ideal para atletas em geral: fisiculturistas, triatletas, maratonistas, lutadores, entre outros. Também é indicado para quem está em processo de hipertrofia.
  • Este produto é ideal para quem precisa aumentar a ingestão de proteínas e aminoácidos. A albumina é um suplemento barato e com excelente custo-benefício.

Você também pode gostar:

Os melhores suplementos de albumina: Nossas dicas

Embora seja recomendado que você procure um nutricionista para indicar o suplemento ideal e a dose recomendada, sabemos que a maioria das pessoas adquire suplementos por conta própria. Para ajudar você que está do outro lado da tela fizemos uma seleção com os melhores suplementos de albumina. Confira.

Ideal para ganho de massa muscular

A albumax da Max Titanium auxilia no ganho de massa e definição muscular. Cada porção oferece 17 g de proteína e apenas 1,2 g de carboidrato. O suplemento não tem adição de gorduras ou açúcares. Albumax está disponível em quatro sabores: baunilha, leite condensado, chocolate e morango. O saco vem com 500 g e rende 25 porções.

Opção de fácil digestão e absorção

A albumina da Probiótica é um alimento de fácil digestão e absorção, ideal para pessoas que querem aumentar a massa magra, estão em dietas de emagrecimento ou para atletas que precisam manter os níveis de aminoácidos altos. O suplemento vem com 500 g. Disponível nos sabores: chocolate, baunilha, morango com banana e natural.

Opção sem lactose e sem gordura

A albumina da Integralmedica é enriquecida com vitaminas, minerais e aminoácidos, uma excelente opção para atletas de diversas modalidades. Outra vantagem é que esse produto não tem lactose nem gordura. O suplemento é sem sabor, ideal para adicionar a sucos, vitaminas ou outra bebida de sua preferência.

A melhor opção da versão pura da proteína

A albumina da Naturovos é uma versão pura da proteína extraída da clara de ovo pasteurizado. Uma excelente opção para quem mantém uma dieta rica em proteínas para ganho de massa muscular. Também é uma excelente opção para praticantes de musculação ou outros esportes que requerem força do atleta. Esse produto tem 500 g e não possui sabor.

Guia de Compra

A albumina, também chamada de Egg protein, é um suplemento proteico de alto valor biológico, que fornece os aminoácidos que o seu corpo precisa para o ganho de massa muscular.

Para aproveitar ao máximo os benefícios da albumina, você precisa saber como o suplemento funciona, para quem é indicado, quais são os benefícios esperados, como e quando você deve tomá-lo. Essas e outras informações, você confere neste Guia de Compra.

Imagem de um homem musculoso segurando uma coqueteleira.

A albumina é uma excelente opção de suplemento proteico. (Fonte: improvisor / 123RF)

O que é albumina?

Os suplementos alimentares são utilizados por pessoas que praticam atividades físicas com diversos objetivos: melhorar a performance esportiva, aumentar a massa muscular, manter o peso ou até emagrecer.

Entre os suplementos mais procurados está a albumina, derivada da proteína da clara de ovo isolada (matéria-prima abundante e barata). É considerada uma proteína de alto valor biológico, pois conta com aminoácidos essenciais em sua formulação.

Os aminoácidos essenciais são aqueles que o organismo precisa, mas não são produzidos pelo corpo. A albumina contém os seguintes aminoácidos: leucina, lisina, isoleucina, fenilalanina, histidina, treonina, triptofano e valina.

Imagem de um grupo de mulheres se exercitando.

A albumina atende diferentes objetivos. (Fonte: Bruce Mars / Pexels)

Por causa da alta concentração de proteínas e aminoácidos, a albumina pode ser usada por quem deseja ganhar massa muscular, pois contribui para a reposição de proteína nos músculos e participa do processo de hipertrofia.

A albumina é fonte de potássio, um dos nutrientes responsáveis pela contração muscular e manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico, ácido pantatênico, responsável pelo metabolismo energético e magnésio, mineral que faz a síntese de ATP (para fornecer energia) e contração muscular.

Quais são os benefícios da albumina?

Por incrível que pareça, a albumina favorece tanto quem deseja ganhar massa muscular, quanto para aqueles que estão em dieta para perder peso.

foco

Você sabia que para quem quer ganhar massa muscular, a albumina ajuda a dar força, essencial durante os treinos?

O resultado são músculos fortes e maiores. Se você deseja perder peso, a albumina também é uma boa aliada, pois promove saciedade.

Por ser uma proteína de alto valor biológico, a albumina fornece ao corpo os aminoácidos essenciais para a formação de novas fibras musculares. Também é importante na manutenção, reparação e construção dos músculos.

Por ser fonte de minerais como zinco, magnésio e ferro, a albumina atua na reparação dos tecidos musculares e regenera as lesões causadas durante a prática esportiva. Uma vez reparados, os músculos podem crescer mais fortes.

A albumina é rica em vitaminas e minerais como fósforo, potássio e vitaminas do complexo B que fornecem energia e disposição. O suplemento também acelera a síntese proteica e inibe o catabolismo que ocorre logo após o treino.

Vantagens
  • Pode ser usado tanto para ganhar massa muscular quanto para emagrecer
  • Pode ser encontrado na versão em pó ou tabletes mastigáveis
  • É vendido em sacos com 500 g (25 porções) ou potes com 120 tabletes (10 porções)
  • Você encontra versões com ou sem sabor
  • Apresenta excelente custo-benefício
  • Você pode acrescentar a albumina em receitas de bolos e tortas
Desvantagens
  • Tem odor e sabor de ovo muito fortes
  • Provoca flatulências
  • Não é uma proteína recomendada para o pós-treino, pois a absorção é lenta

Quem deve consumir albumina?

A albumina é ideal para pessoas que praticam esportes que exigem força, resistência e rendimento. Não deve ser consumido por pessoas que praticam atividades físicas com baixo grau de intensidade. Nesses casos, uma alimentação balanceada já é suficiente.

Pessoas em dietas hiperproteicas também devem investir no suplemento, para ter um aporte de proteínas maior e por mais tempo. Afina, cada colher tem aproximadamente 10 g de proteína que é metabolizada em cerca de três horas.

O suplemento de albumina isolada também é ideal para quem tem intolerância à lactose, pois a maioria dos suplementos proteicos são extraídos da proteína do leite, enquanto a albumina é extraída da clara de ovo.

Como consumir albumina?

A albumina deve ser ingerida preferencialmente após o treino, sempre acompanhada de uma fonte de carboidrato, como maltodextrina ou dextrose, pois o macronutriente auxilia a entrada de proteína no músculo.

Se você preferir a albumina em pó, pode dissolver o suplemento em água de coco, suco, vitamina de frutas, ou outra bebida da sua preferência. Além de estar incorporando carboidratos, você também estará suavizando o forte sabor de ovo.

Imagem de um copo de leite.

Você pode dissolver a albumina em um copo de leite desnatado. (Fonte: Pezibear / Pixabay)

Evite dissolver a albumina em líquidos em temperatura ambiente, sempre prefira as bebidas frias ou geladas. Você pode dissolver o pó com o auxílio de uma colher ou até bater o suplemento em um liquidificador.

Qual é o melhor horário para consumir albumina?

Muitas pessoas ficam em dúvida sobre qual é o horário ideal para tomar o suplemento de albumina. Nó pré-treino não é interessante, por causa da absorção lenta, que pode causar desconforto gastrointestinal.

Também não deve ser tomado depois do treino, pois nesse momento é essencial ingerir um suplemento de rápida absorção, como carboidratos refinados e proteínas de fácil assimilação.

Enquanto não há um consenso sobre se a albumina deve ser ingerida no pré ou pós-treino, sugerimos o consumo da albumina em três diferentes momentos do dia (em ordem de importância):

Antes de dormir

A maioria dos nutricionistas recomenda a ingestão de albumina no período da noite, um pouco antes de dormir. Dessa forma, a característica fundamental desse suplemento é aproveitada: a lenta absorção da proteína pelo organismo.

Como durante o sono você fica em jejum, a assimilação lenta e gradual vai fazer com que o seu corpo continue absorvendo proteínas e aminoácidos enquanto você dorme, evitando o catabolismo, que prejudica a recuperação e hipertrofia muscular.

Outra vantagem interessante é o estímulo ao anabolismo, pois a albumina contém zinco, nutriente que aumenta a liberação do hormônio do crescimento (GH) durante o sono.

Imagem de uma mulher dormindo.

Ao ingerir a albumina antes de ir para a cama, você vai absorver proteínas, aminoácidos e outros nutrientes enquanto dorme. (Fonte: Bruce Mars / Pexels)

Ao acordar

Tomar albumina ao acordar também é uma excelente opção (embora menos vantajosa do que a anterior), pois você estará nutrindo o seu corpo com a quantidade de proteína necessária ao longo de todo o dia.

Esse também é um bom momento para tomar o suplemento se você treina a tarde ou a noite, pois até a hora de ir à academia o seu corpo terá absorvido toda a proteína.

Imagem de um relógio analógico.

Se você treina a tarde ou a noite, pode tomar o suplemento ao acordar. (Fonte: Pixabay / Pexels)

No lanche da tarde

Tomar o suplemento de albumina no lanche da tarde é uma excelente opção para manter a saciedade entre o almoço e o jantar. Também é ótimo para quem treina no período da manhã, pois ajuda a recuperar os músculos.

Agora que você já sabe quais são os melhores horários para tomar a albumina, vale a pena testar e ver o que funciona melhor para você.

Se preferir, você pode conversar com um nutricionista e consultar qual é o melhor horário para tomar esse suplemento de acordo com as suas necessidades nutricionais e objetivos de treino.

Qual é a quantidade recomendada de albumina?

Não existe uma recomendação pré-estabelecida sobre qual é a quantidade ideal de albumina. Os fabricantes recomendam uma porção de 20 g de suplemento de uma a quatro vezes por dia.

Mas essa definição só pode ser feita por um profissional especializado em nutrição esportiva que vai poder analisar a sua alimentação e estabelecer a quantidade adequada de proteína de acordo com a sua dieta.

A albumina tem algum efeito colateral?

Assim como qualquer outro suplemento alimentar, se consumida em excesso, a albumina pode gerar alguns efeitos colaterais. Um desses efeitos é a retenção de líquidos e inchaço.

O suplemento também pode causar complicações renais, decorrentes do excesso de proteína, como pedra nos rins. Por isso é essencial que você consuma bastante água.

A albumina também pode favorecer a hipertensão, pois o suplemento possui grande quantidade de sódio na formulação. Só para você ter uma ideia, se você consumir a dose recomendada por dia, estará ingerindo 255 mg de sódio.

Outro problema é que como a albumina é um suplemento derivado da clara de ovo, seu consumo, principalmente se for em excesso, favorece o aumento dos gases, o que pode causar desconforto gastrointestinal e constrangimento.

Algumas pessoas também se queixam de quadros de diarreia. Mas tantos os gases quanto a diarreia são males passageiros, que podem acontecer na fase de adaptação do organismo ao suplemento.

Albumina engorda?

Muita gente tem dúvida se a albumina engorda. A verdade é que esse suplemento tem poucas calorias, é isento de carboidratos e também não possui nenhum tipo de gordura.

Portanto, se você ingerir a albumina na dosagem correta, conforme orientação de um nutricionista, e praticar atividades físicas de alta intensidade, seu peso não será afetado.

Mas, assim como com qualquer outro suplemento, o consumo em quantidades exageradas favorece o ganho de peso, pois quando a energia ingerida não é gasta, ela é armazenada no tecido adiposo e vira gordura.

Muitas pessoas também podem confundir retenção de líquido que o suplemento pode causar, com aumento de peso. Ah, vale lembrar que o aumento da massa magra também eleva os ponteiros da balança.

Imagem de uma balança.

O consumo de albumina em excesso pode favorecer o ganho de peso. (Fonte: Andrea De Martin / 123rf)

Qualquer pessoa pode consumir albumina?

O suplemento de albumina é contraindicado para pessoas alérgicas ou com tendência a alergia a ovo, pois o suplemento é basicamente clara de ovo em pó (pasteurizada).

Quem tem problemas renais ou hepáticos deve evitar o uso, pois pode alterar as funções desses órgãos.

Se você for gestante ou lactante, é melhor evitar o consumo de albumina. Quem tem problemas renais ou hepáticos também deve evitar, pois o suplemento pode alterar as funções desses órgãos.

Pessoas com problemas de desequilíbrio da flora intestinal não devem usar albumina, pois o suplemento pode gerar desconforto gastrointestinal por causa do aumento dos gases.

Posso combinar albumina com outros suplementos?

Não só pode, como deve! Procure combinar o consumo de albumina com um suplemento de carboidrato, pois esse macronutriente não só dá energia, como serve de combustível para o músculo e ainda facilita a entrada de proteínas nos músculos.

São boas sugestões de suplementos de carboidrato a maltodextrina, complemento de médio índice glicêmico, ideal para o pré, intra e pós-treino ou a dextrose, que é um pós-treino de alto índice glicêmico e rápida absorção.

Albumina ou Whey Protein: qual é o suplemento ideal para mim?

Essa dúvida é comum, pensando nisso, preparamos essa seção para discutir as diferenças e similaridades entre os dois tipos de proteínas. No final, você poderá tomar a sua própria decisão com muito mais confiança.

O Whey Protein é um dos suplementos mais populares entre as pessoas que frequentam academias de musculação. Essa proteína é extraída do soro de leite, altamente digerível e absorvida rapidamente pelo organismo.

Assim como a albumina, o whey protein possui grandes quantidades de aminoácidos essenciais como triptofano, cisteína, leucina, isoleucina e lisina. Esses nutrientes estão presentes nas proteínas e são fundamentais para promover energia.

Existem três tipos de whey protein: concentrado, isolado e hidrolisado. A versão concentrada tem 89% de proteína na fórmula, na versão isolada esse índice ultrapassa os 90% e o whey hidrolisado é absorvido mais rapidamente pelo organismo.

Albumina Whey Protein
Absorção Lenta (2 a 3 horas) Rápida
Diferencial Além da proteína e aminoácidos, tem vitaminas e minerais na composição Pode ser ingerido antes ou depois do treino
Apresentação Pó ou tabletes Pó ou cápsulas
Vantagens Ideal para pessoas intolerantes a lactose (essa proteína é extraída do ovo). Oferece suporte proteico por mais tempo É o suplemento proteico mais eficaz
Desvantagens Cheiro e gosto forte de ovo. Provoca gases com cheiro forte Não deve ser usado por pessoas intolerantes à lactose
Preço Mais baixo Até 40% mais alto

É importante ressaltar que o corpo necessita de diferentes fontes de proteína. O suplemento proteico de lenta absorção, como a albumina, evita o efeito catabólico, nutre o corpo gradualmente e evita a perda de massa magra.

A fonte de proteína de rápida absorção, como o whey protein, é ideal para o consumo antes, durante e depois do treino, pois oferece suporte proteico imediato e efeito rápido. É a melhor opção para quem precisa de recuperação muscular imediata, após o treino.

Nada impede que você utilize diferentes formas de suplementação proteica, desde que sejam indicados para proporcionar os efeitos desejados e ingeridos em horários adequados.

Quanto custa a albumina?

Um saco com 500 gramas de albumina em pó custa entre R$ 25 e R$ 45. Se você preferir, dá para encontrar o suplemento em tabletes, um pote com 120 unidades custa em torno de R$ 35.

Onde comprar albumina?

Você encontra a albumina em lojas de suplementos como Mundo Verde, Dr. Shape, Magnata Suplementos e Now Nutrição Esportiva. Se preferir dá para comprar o produto em lojas virtuais como Centauro, Netshoes, Amazon, Mercado Livre, entre outras.

Critérios de Compra: Fatores para comparar as diferentes ofertas de albumina

Agora que você já sabe tudo sobre a albumina, precisa saber o que diferencia um produto do outro no momento da compra. Já adiantamos que é bem simples escolher esse suplemento, você só precisa analisar os seguintes critérios:

  • Pó ou tablete?
  • Vitaminas e minerais
  • Aspecto do produto
  • Sabor

Vamos explicar cada um dos itens ao longo desta seção.

Pó ou tablete?

A albumina em pó é a versão tradicional, vendida em sacos com 500 g, que rende até 25 porções. O suplemento pode ser sem sabor ou com sabor, depende da sua preferência. Você encontra versões enriquecidas com vitaminas e minerais.

Imagem de uma mulher caminhando com uma coqueteleira nas mãos.

A albumina em pó possui excelente custo-benefício. (Fonte: The Lazy Artist Gallery / Pexels)

Pensando na praticidade, você também pode comprar a albumina em tabletes mastigáveis. Além de ser uma versão ainda mais pura do suplemento (pois não tem adição de aromatizantes e extratos) também é mais saborosa.

Entretanto, a albumina em tabletes mastigáveis é mais cara e o custo-benefício é menor, pois a concentração da proteína é menor e o pote com 120 cápsulas só rende até 10 doses.

Vitaminas e minerais

Quando for comprar um suplemento de albumina, procure por um produto enriquecido com vitaminas e minerais, dessa forma você estará consumindo um produto completo.

  • Minerais: Cálcio, magnésio, ferro, manganês, flúor, cromo, iodo, selênio, fósforo e molibdênio.
  • Vitaminas: A, C, D, E, B1, B2, B3, B5, B6, B12, biotina e ácido fólico.

Aspecto do produto

Se você for comprar um suplemento de albumina em uma loja física, questione sobre a possibilidade de analisar o odor e a aparência do suplemento.

Se o cheiro de ovo for muito forte e o pó tiver alguns pontos escuros, não leve o produto. Na dúvida, compre um suplemento de uma marca reconhecida no mercado e que seja regulamentada pela Anvisa.

Sabor

A escolha do sabor de um suplemento tende a ser um dilema, principalmente hoje em dia, em que há uma grande variedade de sabores de um mesmo suplemento. Você encontra desde a versão mais básica, sem sabor, até sabores exóticos.

Imagem de um suplemento batido com leite desnatado.

Você pode dar uma incrementada em seu shake de albumina, dessa forma, você não vai sentir o sabor de ovo, característico desse suplemento. (Fonte: Davidenglish6 / Pixabay)

Se não quiser arriscar, fique no básico e invista em um suplemento de baunilha, morango ou chocolate. Se quiser provar novos sabores você tem como opções: leite condensado, morango com banana, chocolate com menta, abacaxi com hortelã, cappuccino e até limonada suíça.

(Fonte da imagem destacada: Belchonock / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.