A tecnologia WiFi é uma grande evolução de comodidade e praticidade na forma que recebemos sinal de internet. No entanto, ainda há limitações, e o seu principal aliado para superá-las é o amplificador de sinal WiFi.

Além de haver diversas opções disponíveis no mercado, entender melhor como funciona esse acessório e como melhor utilizá-lo é fundamental, pois caso você não faça o uso de maneira apropriada, não terá o resultado esperado.

Nós, da ReviewBox Brasil, vamos ajudar você a evitar que isso ocorra, auxiliando na escolha do modelo de amplificador de sinal WiFi mais adequado. Também vamos mostrar como conseguir o melhor desempenho do mesmo.

Primeiro, o mais importante

  • Existem tipos diferentes de amplificador de sinal WiFi: repetidor, powerlink e antenas.
  • Os fatores ambiente e alocação apropriada são tão importantes quanto as especificações do modelo.
  • Essa é uma solução complementar, portanto é importante atentar-se também à conexão de internet e roteador WiFi, pois o amplificador de sinal WiFi depende diretamente destes para cumprir seu papel.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de amplificador de sinal WiFi

Buscando um aparelho que ajude a ampliar o sinal de internet em casa, no sítio ou no trabalho? Listamos 4 dos melhores modelos do mercado, para que você escolha o que mais servir para suas necessidades.

1º – Powerline TP-Link AV600 TL-WPA4220T KIT

O primeiro colocado de nosso ranking é o Powerline TP Link TL-WPA4220T KIT, que oferece a maior cobertura através da tecnologia PLC, que transmite o sinal WiFi através da rede elétrica.

Conta com dois repetidores, ou seja, além da zona de cobertura de seu roteador, você terá sinal WiFi em duas zonas adicionais de sua casa com este kit, desde que cobertas pela mesma rede e fase elétrica.

Outros destaques são: a fácil sincronização e a transmissão padrão HomePlug, distribuindo até 600Mbps, o que garante aproveitamento máximo de sua internet, uma vez que é superior ao que os planos de internet convencionais oferecem no Brasil. Se você possui uma casa bastante grande, esta será certamente a melhor escolha!

2º – Repetidor D-LINK Wireless AC 1200MBPS Dual BAND DAP-1620

Esse potente repetidor D-Link se destaca pela tecnologia Dualband AC (mais rápida que a N), o que permite aproveitar os canais 2.4GHz e 5GHz de qualquer roteador WiFi. Somados, esses canais permitem ao amplificador de sinal WiFi entregar a velocidade de até 1.200Mbps.

Uma de suas praticidades é o display de LED, que aponta a força do sinal recebido pelo ponto primário, ou seja, ajudará você a melhor posicionar seu amplificador de sinal WiFi para o melhor aproveitamento.

Possui também duas antenas externas e configuração com apenas um toque, o que garante a você uma excelente combinação de facilidade e grande desempenho.

3º – Repetidor TP-Link N 750Mbps Indoor (RE200)

O amplificador de sinal WiFi TP-Link N 750Mbps é Dualband, ou seja, opera entregando até 300Mbps de velocidade na frequência 2.4GHz, e 433Mbps em 5GHz.

Caso seu roteador tenha tecnologia WPS, temos outra boa notícia para você: com o clique de um botão você consegue configurar seu amplificador de sinal WiFi em até dois minutos.

Este amplificador de sinal WiFi, além de ter design arrojado e tamanho discreto, também disponibiliza porta Ethernet, o que permitirá a você conectar um aparelho cabeado, como seu computador ou videogame, por exemplo.

4º – TP-LINK Repetidor de Sinal Wireless N 300MBPS

Encontre esse produto em Amazon.com.br

O modelo mais básico de nossa lista, porém cumpre seu papel de maneira muito competente, transmitindo internet em velocidades de até 300mbps.

Apesar de não demonstrar, possui 2 antenas, que estão na parte interna do dispositivo. Outro ponto de destaque é seu baixo consumo de energia, apenas 3W por mês, o que passará praticamente despercebido em sua conta de luz.

Seu ponto fraco é operar apenas com a frequência 2.4GHz, o que pode ser incompatível com seu roteador. Portanto é importante prestar atenção neste detalhe para evitar frustrações.

Guia de Compra

Antes de comprar o seu amplificador de sinal WiFi, é preciso levar em conta alguns critérios. Quanto mais você souber sobre o produto, menor será a chance de comprar algo que não vai lhe ajudar. Por isso, continue lendo esse Guia de Compra e saiba tudo o que for preciso para escolher o amplificador certo.

mulher mexendo no celular à mesa

Hoje em dia, ninguém vive sem internet, e um amplificador de sinal WiFi pode ser a solução para problemas de conexão. (Fonte: MIOTRAN / Pixabay)

Amplificador de sinal WiFi: Antena, Repetidor ou Powerline?

O amplificador de sinal WiFi é basicamente uma tecnologia para superar limitações da propagação do sinal WiFi através do ambiente. Essas limitações se dão por conta de, principalmente, três fatores:

  • Distância
  • Paredes
  • Outros obstáculos

A princípio, há três tipos de aparelhos que cumprem esse papel de maneiras diferentes: repetidor, Powerline e antenas.

Este último, porém, é uma solução bastante limitada, restrito apenas a potencializar o sinal do roteador WiFi no mesmo local, aumentando um pouco o seu raio de alcance, sendo um recurso consideravelmente menos eficaz do que os dois primeiros.

Além disso, nem todos roteadores permitem a instalação ou troca de antena. Portanto, focaremos nossa análise nos repetidores e Powerlines.

View this post on Instagram

☆Conosci già il SOCIAL WI-FI?☆ Offri, all' interno del TUO servizio BEAUTY, la connessione WI-FI gratuita e FAI CRESCERE IL TUO BUSINESS! 📊📈 Attira NUOVI CLIENTI e resta in contatto con loro sui SOCIAL NETWORK! Il modo migliore per creare la TUA LISTA CLIENTI, far crescere la TUA PAGINA FACEBOOK o il TUO SITO WEB, e tenere TUTTI SEMPRE AGGIORNATI sulle ultime novità! Cosa aspetti a farlo anche tu? #topgest #panema #wifi #socialwifi #fidelizzazione #gestione #fast #freewifi #panemahotspot #hotspot #facebook #google #beauty #relax #parrucchieri #estetisti #barber #attività #fornitura #software #attrezzature #business #customerlist #lovesocial #socialnetwork #benessere #assistenza #socialmedia

A post shared by TOP GEST – Diego Di Cosmo (@top_gest) on

Repetidores

Os repetidores surgiram primeiro, e como o nome sugere, eles recebem e “repetem” o sinal WiFi recebido pelo roteador, funcionando como uma segunda unidade deste.

Para isso, precisam estar dentro do raio de alcance do roteador WiFi. Desta forma, criam um segundo raio de alcance abrangendo áreas que anteriormente recebiam pouco ou nenhum sinal WiFi.

Abaixo, listamos as principais vantagens e desvantagens dos repetidores:

Vantagens
  • Baixo Custo
  • Fácil Instalação
  • Compatibilidade com as diferentes marcas de roteador
Desvantagens
  • Perda de velocidade (em média 50%)
  • Eficiência consideravelmente reduzida se alocado em local inadequado
  • Menor cobertura que o Powerline

Powerlines

Já os Powerlines são uma inovação mais recente, cumprindo papel similar ao dos repetidores, porém de maneira diferente.

Esses acessórios também são conhecidos como PLC (sigla em inglês para Power Line Communication) e são utilizados para distribuir internet pela casa a partir das tomadas da rede elétrica.

Ou seja, ao invés de criar um segundo raio de alcance, igual ao dos roteadores, os powerlines fornecem a você sinal WiFi em todas tomadas de sua casa, nas quais você pode conectar múltiplos repetidores, gerando diversos pontos WiFi.

No quadro a seguir separamos para você as principais vantagens e desvantagens dos Powerlinks:

Vantagens
  • Custo um pouco maior
  • Maior distribuição de sinal
  • Não afetado por barreiras físicas
  • Consumo de energia desprezível
Desvantagens
  • Perda considerável de desempenho se a rede elétrica não estiver em boas condições
  • Funciona apenas em redes da mesma fase

Onde devo posicionar meu repetidor?

A localização do amplificador de sinal WiFi é muito importante, pois o posicionamento inadequado destes irá prejudicar o resultado que você espera. Este é um fator mais importante para os repetidores, uma vez que a transmissão mediante WiFi é mais suscetível às interferências.

Você deve evitar posicionar o roteador e o repetidor nas extremidades do ambiente, pois como o sinal é radial, muito do sinal será emitido para seus vizinhos.

Também deve-se evitar fazer a instalação muito perto de aparelhos que causam maior interferência como micro-ondas e telefones sem fio, pois este fator ocorrendo muito próximo ao aparelho tem o potencial de prejudicar consideravelmente o sinal.

Placa colada na parede dizendo “Free Wifi Zone”.

O posicionamento correto do repetidor lhe fará ter melhor proveito do sinal de WiFi, seja em casa ou em estabelecimentos comerciais. (Fonte: FotoFanni / Pixabay)

Portanto, o ideal é que você posicione seu amplificador de sinal WiFi em uma área central e alta de seu ambiente. Este segundo fator contribui para a melhor propagação do sinal WiFi, pois há menos interferências em locais mais altos.

Outra dica imperdível para você: utilização de aplicativos que analisam a intensidade do sinal WiFi. Com eles, será muito mais fácil para você identificar o melhor local para instalar seu amplificador de sinal WiFi.

Escolhendo o amplificador correto, sua casa vai ter um sinal de WiFi mais potente do que essa estátua no Vale do Silício:

Quanto custa?

Os repetidores são opções mais baratas, podendo custar a partir de R$ 119. Já as opções mais avançadas, como os Powerlines, podem custar até R$ 420.

Onde comprar?

Este produto é facilmente encontrado em lojas físicas e digitais. Porém, na internet, existe a vantagem de analisar as especificações mais claramente, uma vez que estas informações estão mais visíveis.

Na internet, os amplificadores podem ser encontrados em praticamente todos os e-commerce. Alguns exemplos são Amazon, Mercado Livre, Ebay, Submarino, Extra e Casas Bahia.

Critérios de compra: Compare os diferentes modelos de amplificadores de sinal WiFi

Existem alguns aspectos essenciais que você precisa analisar antes de tomar sua decisão na compra de um amplificador de sinal WiFi:

  • Tipo
  • Ambiente
  • Especificações

A seguir, vamos detalhar estes três fatores.

Tipo

Como explicamos anteriormente, os dois principais tipos de amplificador de sinal WiFi são o repetidor e o Powerline. Abaixo iremos discriminá-los com maior profundidade.

Repetidor: é o tipo mais comum e barato de amplificador de sinal WiFi. São responsáveis por receber e “repetir” sinal emitido pelo seu roteador, criando, a partir do local onde for alocado, uma segunda zona de sinal.

Para seu melhor funcionamento, é importante que você o instale não tão perto do roteador, pois apesar de isso ajudá-lo a receber um bom nível de sinal, seu raio de alcance será parecido com o do próprio roteador, por causa da pequena distância.

Também não se deve instalar muito distante do roteador, pois apesar de garantir um raio de ação melhor que no cenário anterior, o sinal recebido será pequeno, o que fará que a distribuição deste seja ainda pior, uma vez que no processo de repetição, perde-se também velocidade.

Imagem mostra como funciona a propagação de sinal WiFi via repetidor através de uma animação.

Como funciona a amplificação de sinal WiFi através de repetidor. (Fonte: Amazon)

Powerline: A cobertura é maior, pois uma vez conectado à rede elétrica, entregará sinal WiFi com maior velocidade. Por conta disso, você não precisa se preocupar em relação ao raio de ação como no caso do repetidor.

Com este aparelho você conseguirá distribuir internet para toda sua casa (desde que esteja interligada pela mesma rede elétrica) de forma eficiente e rápida. O que é certamente uma grande vantagem para casas e escritórios maiores.

Porém, como essa tecnologia é entregue através das tomadas é necessário complementar com os repetidores, que recebem o sinal pela rede elétrica e distribuem o sinal.

A maioria dos Powerlines são acompanhados de 1 ou 2 destes repetidores, o que pode não ser suficiente se sua casa for demasiada grande e com mais de um piso, por exemplo, sendo assim necessário complementar com repetidores extras.

 Imagem que demonstra funcionamento do amplificador de sinal WiFi powerline.

Distribuição de sinal WiFi através de powerline. (Fonte: Amazon)

Ambiente

Provavelmente o principal fator que influenciará sua compra é o ambiente onde você deseja instalar o amplificador de sinal WiFi.

Fatores como: tamanho do local, paredes (e espessura) e eletrodomésticos (e seus posicionamentos) são importantíssimos para você escolher o tipo e a melhor alocação de seu amplificador de sinal WiFi.

Todos os fatores mencionados acima influenciam negativamente para a propagação de sinal, uma vez que são limitações (dimensão do local), barreiras (paredes e encanamento, por exemplo) e interferências (aparelhos como micro-ondas e telefone sem fio).

Portanto, se você precisa melhorar o sinal em um ambiente pequeno, o repetidor certamente será suficiente para atender suas necessidades.

Em relação ao Powerline, você deverá se atentar primeiramente à sua rede elétrica. É importante que esta esteja em boas condições pois está diretamente ligada à velocidade em que será distribuído o sinal WiFi.

Caso sua necessidade de internet seja para um ambiente grande, com maior número de barreiras e aparelhos, o powerline deverá ser um investimento mais eficiente.

Especificações

Para necessidades mais básicas, como ambiente menor, menos aparelhos e barreiras naturais, este é um dos fatores que menos influenciarão em sua compra.

Isso se deve ao fato que a maioria dos amplificadores de sinal WiFi mais básicos são capazes de entregar velocidades superiores ao que é oferecido pelas operadoras de internet.

Porém, se você possui necessidade de maior desempenho, múltiplos aparelhos e ambientes maiores, prestar atenção nas especificações também será importante. E os principais fatores são:

Velocidade: medido em Mbps (megabits por segundo), é a unidade de medida de transmissão de dados. Portanto, quanto maior, melhor.

Protocolos: você talvez já tenha ouvido falar do protocolo 802.11, que é a referência para sinal WiFi. Este código é acompanhado por letras como: “AC” e “N”, que representam a frequência em que os roteadores transmitem sinal.

O protocolo AC é o mais rápido, porém esta não é apenas uma questão de velocidade, porém de compatibilidade, onde roteador e o amplificador de sinal WiFi devem estar alinhados.

Para evitar preocupações, pagando um pouco mais, você pode optar por um aparelho Dualband, que é capaz de processar e transmitir ambas frequências.

Antena: este último fator é responsável diretamente pelo raio de alcance abrangido pelo seu amplificador de sinal WiFi. Dê preferência para antenas mais potentes para melhor cobertura.

(Fonte da imagem destacada: rawpixel.com / Pexels)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
44 Voto(s), Média: 4,89 de 5
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX