Bem-vindo ao ReviewBox Brasil para aprender tudo sobre o anemômetro. Vamos apresentar no texto explicações de modelos digitais utilizados com frequência nos mais diversos campos de estudo.

Em tempos antigos existiam apenas os formatos maiores de anemômetro que exigiam certo trabalho para serem instalados ou mantidos. Hoje graças a modelos compactos fica mais fácil medir as velocidades do vento para se precaver de um temporal, por exemplo.

Aprenda quais são os principais tipos de anemômetros antes de ir às compras. Também compreenda qual é a média de preço e as características técnicas das produções que fazem sucesso entre profissionais ou amadores.

Primeiro, o mais importante

  • Há anemômetro que apenas pode medir a velocidade dos ventos. Versões mais modernas também realizam a medição de níveis de poluição, densidade atmosférica, temperatura, entre outros dados.
  • Os anemômetros digitais portáteis com hélices são mais baratos e populares no mercado.
  • A maioria das versões portáteis precisam de calibragem e baterias para funcionar com perfeição.

Você também pode gostar:

Os melhores anemômetros: nossas opções

Além de ter a sensibilidade necessária para medir com bastante precisão, um anemômetro de qualidade pode registrar e informar dados nos mínimos detalhes. Veja mais características técnicas das produções que vale pena comprar:

A opção mini

A versão mini do anemômetro é um produto completo que registra diversos dados, seja dos ventos ou de níveis de poluição. Este item está com período de calibração válido por 1 ano.

O display possui alertas sonoros, marcador de bateria, entre outros detalhes, com contagem de até 4 dígitos. A produção pode resistir a quedas de 100 centímetros sem quebrar.

O anemômetro mais funcional

Funcional e fácil de manusear, acompanha o produto um completo manual em português para você aproveitar o melhor do aparelho. A versão tem capacidade de medir ventos fracos ou médios.

O leitor digital possui números grandes, fáceis de serem lidos com rapidez, sem atrapalhar o desenvolvimento dos trabalhos das análises. Produção disponível na cor amarela ou laranja.

A opção recomendada pelos engenheiros

Com peso de apenas 199 gramas e 24 centímetros de comprimento, esta produção é aprovada por engenheiros confiáveis do Brasil. A tonalidade branca facilita na identificação do anemômetro até nos ambientes que possuem baixa iluminação.

O produto funciona com as baterias que acompanham a embalagem. Há até um sistema de auto desligamento que desliga a produção após 15 minutos de não utilização.

Guia de Compra

A tendência de usar anemômetro aumenta entre os praticantes de esportes radicais. Antes de cair na água com a prancha ou seguir viagem de asa-delta é preciso medir o vento para evitar as surpresas das intempéries climáticas.

Aprenda a seguir o conteúdo necessário para realizar a compra do melhor anemômetro de acordo com seu orçamento disponível.

Um homem usando um anemômetro para medir o vento em uma praia com areia molhada.

Veja como comprar um anemômetro para acompanhar as suas viagens de ecoturismo (Fonte: Daniel Kloeg / 123rf)

O que é o anemômetro?

Anemômetro, uma palavra que vem do grego anemus, cujo significado é vento. Este instrumento objetiva medir a velocidade de ventos ou até da água.

Historiadores indicam que os primeiros projetos de anemômetro vêm do ano de 1.450, elaborados por Leonardo da Vinci. Em tempos antigos existiam apenas os modelos maiores instalados nas grandes áreas rurais.

Atualmente há os aparelhos menores e digitais que funcionam com bateria, muito simples de serem utilizados para medir vazão, umidade, temperatura ou velocidade do ar.

Quem usa um anemômetro?

Laboratórios de aerodinâmica e hidráulicas vêm usando o anemômetro em consequência da capacidade de medição de fluídos e movimento por parte do produto.

Praticantes de esportes ao ar livre também usam anemômetros, seja para evitar tempestades ou saber em qual momento as ondas estão mais altas, como na prática de surfe profissional, por exemplo.

Climatologistas, engenheiros e pilotos de aeronaves utilizam este instrumento meteorológico para se precaver das tempestades ou de outras mudanças nos padrões climáticos.

Indústria de navegação, projetos de economia de energia, indústria da mineração, enfim, muitos setores precisam do anemômetro durante as jornadas de trabalho.

Quais as vantagens e desvantagens do anemômetro?

No mundo não existe um aparelho mais prático para medir ventos e velocidade da água como o anemômetro, capaz de oferecer certa precisão em cada medida.

Apesar de pequeno, leve e compacto este produto se cair no chão quase nunca quebra com facilidade, desde que a queda aconteça na altura máxima de 1 metro. Para entender os resultados é muito fácil, tendo em vista as informações registradas no display digital.

É necessário fazer calibragem 1 vez por ano.

O lado ruim do anemômetro está na necessidade de realizar a calibragem pelo menos uma vez por ano. Também é necessário usar baterias para fazer o modelo funcionar. Sem contar que as versões mais dedicadas em geral custam preços superiores.

Entenda melhor as vantagens e desvantagens do anemômetro descritas a seguir:

Vantagens
  • Medições precisas
  • Resistente a quedas
  • Leve e compacto
  • Simples de usar
  • Prevenção de temporais
Desvantagens
  • Precisa calibrar
  • Necessita de bateria
  • Preços avançados

Qual é o melhor anemômetro?

Cada tipo de anemômetro funciona com mais efetividade para objetivos específicos. Por este motivo, antes de realizar a compra, você precisa conhecer quais são as três principais versões do produto. Leia mais abaixo:

Anemômetro de concha: Muito popular entre engenheiros, este modelo possui duas conchas e rotor. A partir do momento que o equipamento está ligado e em contato com o ar as conchas começam a se movimentar.

Esta produção deve ser usada apenas para medições de ventos leves ou na velocidade média. Como possui muito funcionamento mecânico não se indica usar a máquina nos casos de ventos rápidos.

Anemômetro de hélice: Usado com frequência por pessoas que praticam esportes de aventura. Com tais produções é possível medir o vento usando ventoinha. Tal versão custa muito barato, embora não tenha a máxima precisão.

O aparelho é móvel. Ele pode ser levado com facilidade para qualquer lugar, ao contrário das outras versões de anemômetro.

Anemômetro sônico: O aparelho mede até ventos com muita intensidade, realizando diversas medições em cada segundo de ventos verticais e horizontais. Esta produção é considerada como a mais potente.

Porém, além de o aparelho ser fixo, os custos são muito elevados, seja para a compra da máquina ou por causa de instalação + manutenção. Para funcionar este modelo precisa consumir bastante energia.

Abaixo conheça as características e diferenças de cada anemômetro:

Anemômetro de concha Anemômetro de hélice Anemômetro sônico
Formato Rotor com duas conchas Ventoinha com display digital Captador de ondas sonoras
Velocidade do vento De baixa a até média De baixa a até média Alta
Custos Altos Baixos Altos
Variação de design Baixa Alta Baixa
Precisão Alta Média Alta
Necessidade de alinhamento com o vento Não Sim Não
Mobilidade Não Sim Não

Quanto custa um anemômetro?

Os anemômetros sônicos são mais caros. Modelos confiáveis podem custar preços acima dos R$ 2.000. Versões de conchas estão em segundo lugar nos valores cobrados no mercado, com boas edições custando R$ 1.000.

Modelos mais populares, os anemômetros de hélice portáteis digitais são baratos, com valores cobrados de R$ 50 a até R$ 500. Nestes casos também é necessário considerar custos de calibragem e baterias (R$ 30 anuais, na média).

Onde comprar um anemômetro?

Este não é um produto muito fácil de encontrar. Existem versões no comércio ambulante que devem ser evitadas por causa da procedência duvidosa. Dá para encontrar produções básicas nos varejos populares: Lojas Americanas, Casas Bahia e Ponto Frio.

Na internet há mais facilidade para encontrar diferentes versões. Há anemômetros nacionais e importados em abundância nas ofertas da Amazon Brasil. Você acha certas produções também nas lojas virtuais como Submarino ou Americanas.

foco

Você sabia que se o vento estiver muito rápido o anemômetro portátil digital não consegue funcionar direito? Se as intempéries climáticas são muito intensas não é aconselhável usar este produto.

Critérios de Compra: Fatores para comparar os modelos de anemômetro

Climatologistas experientes possuem sempre um anemômetro móvel para conseguir antever os fenômenos meteorológicos que devem acontecer em instantes. Mas, se você comprar uma versão difícil de usar pode ser estressante a realização das medições.

Sempre ao pesquisar pelos melhores anemômetros disponíveis no mercado considere os 5 critérios dos consumidores conscientes:

  • Manual
  • Garantia
  • Alimentação
  • Mobilidade
  • Auto desligamento

Veja mais sobre cada um dos critérios de comparações de compras:

Um céu com uma nuvem gigante e algumas árvores.

Com o melhor anemômetro em mãos você descobre que uma tempestade está eminente. (Fonte: Hans / Pixabay)

Manual

Para aproveitar o máximo que pode oferecer este aparelho não tem jeito, se faz preciso ler o manual de instruções. Ele precisa estar em português, a não ser que você saiba ler inglês ou espanhol.

Hoje existem muitas versões de anemômetros nacionais com display digital que têm menu em português, o que facilita a vida de profissionais e amadores.

Garantia

O prazo de 3 meses de garantia é mínimo, este é seu direito por lei. Contudo, os fabricantes mais confiáveis oferecem políticas de garantia estendida sem aumentar o preço do produto.

Há modelos que garantem até 1 ano ou mais de prazo garantido. Não se esqueça de comprar apenas dos lojistas que oferecem a nota fiscal que deve ser requerida caso seja necessário solicitar a garantia.

Alimentação

Os anemômetros digitais e portáteis precisam da energia de baterias ou pilhas para funcionar. Antes de comprar verifique com o vendedor para saber se o produto já vem com as baterias.

Em geral as produções dedicadas precisam de mais baterias para funcionar: 3 unidades. Porém, no mercado também é possível encontrar modelos que funcionam com 2 ou até 1 bateria.

Mobilidade

Se você quer ter mais precisão dos movimentos de ventos é válido investir nos anemômetros móveis.

Por outro lado, quando se faz necessário realizar medições em diferentes locais a melhor escolha está no anemômetro pequeno, digital e móvel, que por sinal custa preços mais baixos.

Auto desligamento

Com as atividades do dia é normal a gente esquecer o anemômetro ligado. Pior ainda acontece quando a bateria fica muito gasta por causa deste pequeno erro.

Neste sentido, ao comprar os anemômetros móveis vale a pena optar pelas produções que possuem a função de auto desligamento. Funciona assim: após alguns minutos sem ser usado o anemômetro desliga no automático, economizando a bateria.

(Fonte da imagem destacada: Mario Marcos / Flickr)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
39 Voto(s), Média: 4,51 de 5
Loading...