Imagem mostra um roteador wifi com três antenas.
Ultima atualização: 10 de agosto de 2019

Como escolhemos

13Produtos analisados

23Horas investidas

4Estudos avaliados

67Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Nos dias atuais, o ser humano vive conectado à internet. Seja na casa, no trabalho ou até mesmo na rua, quase sempre estamos mexendo nos nossos dispositivos eletrônicos. Vamos falar sobre um acessório que pode melhorar essa conexão: a antena WiFi.

Muitas vezes, não temos a conexão desejada em questão de sinal ou velocidade. Uma forma de tentar resolver isso é com uma antena WiFi. Há modelos para o distribuidor ou para o receptor do sinal que podem ajudar com os eventuais problemas que existam.

Você sabe como funciona uma antena WiFi? Quais as diferenças entre tipos e modelos? Em quais situações ela pode ajudar a resolver os seus problemas? Sente-se, relaxe e prepare-se para ter as dúvidas resolvidas nas próximas linhas!




Primeiro, o mais importante

  • Em um mundo cada vez mais conectado, é fundamental ter um bom sinal de internet. Muitas vezes, há problemas na rede que podem ser resolvidas pela ampliação do sinal. É isso que a antena WiFi faz.
  • Existem dois tipos de antenas WiFi: as distribuidoras, que devem ser conectadas ao roteador, e as receptoras, que se ligam a aparelhos como notebooks e computadores desktop.
  • Não é certeza que a antena WiFi irá resolver os problemas de sua rede. Existem algumas situações nas quais ela não terá muita utilidade. Por isso, é bom ter um diagnóstico completo da situação antes de fazer uma compra.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de antena WiFi

As fabricantes de produtos de tecnologia sabem que muitas pessoas têm problemas com conexão. Por isso, capricham nas soluções que colocam no mercado. Selecionamos antenas WiFi que sem dúvidas podem te ajudar:

1º – Antena Omnidirecional Aquário MM-24100

A antena MM-24100 da Aquário proporciona um aumento de quatro vezes na intensidade do sinal dos roteadores comuns. Com isso, o alcance em metros dobra. Tem a característica de ser omnidirecional.

Essa antena conta com entrada SMA e precisa ser conectada ao equipamento também pela mesma porta. Possibilita 10 dBi de ganho e opera em uma frequência de 2,4 GhZ. Trata-se de um produto elegante e discreto.

2º – Antena Omnidirecional Comtac 9232

Bastante simples e de uso intuitivo, a antena da Comtac auxilia no aumento da intensidade do sinal com uma capacidade de ganho de 9 dBi. Opera na frequência de 2,4 GhZ e é confeccionada em materiais de altíssima qualidade.

A conexão deve ser feita através de um cabo SMA. O produto, aliás, acompanha um, com comprimento de 20,5 cm. É uma antena que funciona também com distribuição omnidirecional do sinal.

3º – Antena WiFi TP-Link TL-ANT2408CL

Uma das marcas mais famosas do mercado de conectividade, a TP-Link oferece sua antena de qualidade com a TL-ANT2408CL. Trata-se de um modelo omnidirecional, com capacidade de ganho de até 8 dBi e frequência de 2,4 GhZ.

O produto conta com um cabo SMA para conexão ao roteador ou à fonte do sinal. É de um design muito simples, que ficará despercebido junto com os demais equipamentos. O uso deve ser feito apenas em ambientes internos.

4º – Antena WiFi Amplificadora de Sinal JPCell

Selecionamos também uma antena para o outro equipamento, no caso, o que deve receber o sinal. Por isso, a conexão é feita via USB. Esse produto da JPCell é muito fácil de se instalar e passa a funcionar imediatamente.

A antena funciona na frequência 2,4 GhZ e promete uma velocidade máxima de 600 Mbps quando em uso. O ganho é de 2 dBi. Conta com serviços de criptografia de alto nível que ajudam a manter a segurança de seus dispositivos.

Guia de Compra

Nós sabemos que ter problemas com conexões ruins é muito chato. E que uma antena WiFi pode resolver seus problemas. Mas, afinal, como?

É hora de falarmos mais sobre esse produto que é capaz de melhorar muito conexões ruins com a internet!

Imagem mostra um roteador com antenas wifi e um homem mexendo no celular ao fundo.

Uma boa conexão com a internet é fundamental no mundo de hoje. (Fonte: Kittichai Boonpong / 123rf.com)

O que é uma antena WiFi e para que ela serve?

A rede de WiFi funciona a partir de um aparelho que distribui o sinal, normalmente o roteador, e os que o recebem, como computadores desktop, notebooks, celulares e tablets. Muita coisa pode fazer com que problemas aconteçam nessa transferência.

Talvez o modem tenha problemas ou o roteador não seja de muita qualidade e não consiga distribuir o sinal necessário. Talvez exista muita interferência, como paredes e vidros, no caminho. Também é possível que a quantidade de equipamentos a receber as informações seja muito grande.

Essas interferências fazem com que o desempenho da rede seja muito abaixo do contratado com o provedor. E, por isso, melhorias precisam ser feitas. Uma boa ideia é a antena WiFi.

É possível ligar uma antena WiFi ao distribuidor do sinal ou ao receptor. No primeiro caso, ela irá intensificar a qualidade do sinal, fazendo com que ele tenha maior alcance e força. No segundo, irá tentar direcionar a recepção em sua direção.

Como o nome diz, a antena é um pequeno utensílio que não ocupa espaço e mal é percebido. Normalmente, virá com um cabo para ser conectado ao aparelho de destino.

foco

VOCÊ SABIA?
Em 1997, ainda estávamos presos à internet discada no Brasil. Horas e horas tentando baixar uma simples música. Mas foi exatamente nesse ano que o WiFi foi inventado, começando a ser usado em lugares muito específicos.
A chegada ao Brasil aconteceu somente em 2008, mas a tecnologia se espalhou muito rápido. Ainda assim, hoje o nosso país é apenas o 85º colocado no ranking mundial de qualidade da internet.

Quais as vantagens e desvantagens de uma antena WiFi?

A antena WiFi é um acessório muito fácil de instalar e que não tem grandes custos na compra. Por isso, destaca-se pela simplicidade: não irá dar dor de cabeça a ninguém!

Sua capacidade de ampliar a distribuição ou recepção de sinal muitas vezes ajuda a aumentar a velocidade de dispositivos que não vinham funcionando bem. Se existem problemas na sua rede, vale a tentativa com a antena.

Porém, ela não faz milagres. Se o problema da velocidade ser baixa ou do sinal não chegar é devido a interferências externas, como vidros muito grossos ou grande quantidade de paredes, não há nada que ela possa fazer.

Menos ainda se a velocidade contratada já for baixa e você quiser apenas melhorar através da antena. Não há como ela intensificar o que já chega no seu roteador, apenas impedir que sinal se perca pelo caminho.

Por isso, o ideal é que antes de fazer a sua compra, você tenha a certeza de que os problemas da sua rede podem ser resolvidos pela antena WiFi.

Veja abaixo uma tabela de vantagens e desvantagens da antena WiFi:

Vantagens
  • Pode resolver alguns problemas de distribuição e recepção de sinal
  • Produto de instalação muito fácil
  • Custo baixo
Desvantagens
  • Pode ser inútil se o problema do sinal for interferência ou qualidade ruim de plano
  • Precisa das entradas certas de cabos para poder ser ligada
  • É um produto razoavelmente frágil

Antena WiFi para distribuição ou recepção?

O problema pelo qual você passa é relacionado ao sinal que não é bem distribuído ou que não chega aos equipamentos? Dependendo da situação, existem tipos diferentes de antenas.

As antenas para distribuição devem ser conectadas ao roteador e utilizam cabo do tipo SMA, o mesmo que é usado, por exemplo, para fibra ótica. Veja se existem entradas disponíveis no equipamento antes de efetuar a compra.

Elas provavelmente são capazes de amplificar o sinal e melhorar a distribuição. Devem ser escolhidas caso diversos equipamentos, mesmo quando perto do roteador, não apresentam o sinal e a velocidade esperadas de acordo com o plano.

Por outro lado, uma antena para recepção deve ser conectada ao notebook ou computador desktop que não está conseguindo um sinal aceitável. Podem existir vários problemas, como por exemplo, ficar em um cômodo muito distante ao roteador.

Esse tipo de antena costuma ser conectado por uma entrada USB, o que impede o uso em um celular ou aparelho similar. Ela tem a função de captar mais sinal e direcioná-lo para o aparelho ao qual está ligado.

O canal Jefferson Meneses tem uma série de dicas que podem ajudar a melhorar o sinal WiFi em sua casa ou escritório, entre elas o uso da antena. Confira:

Quanto custa?

Existe uma grande variação de preços de antenas WiFi de acordo com a intensidade, o tipo e a marca. Tanto as de distribuição, como as de recepção podem sofrer com severas diferenças.

Nos dois tipos, encontramos valores iniciais bastante baixos, rodando por volta de R$ 15. Bons modelos giram entre R$ 50 e R$ 100. Algumas versões mais profissionais, que operam em frequências diferentes dos tradicionais 2,4 GhZ, porém, podem chegar a custar até mais de R$ 300.

Onde comprar?

Lojas de informática e produtos eletrônicos de forma geral são ótimas opções para a compra de uma antena WiFi. Existem lugares especializados em todo tipo de produto de tecnologia que podem ser excelentes opções para visita.

Se você prefere uma compra pela internet, recomendamos a Amazon brasileira, repleta de boas opções. A Amazon internacional, o Mercado Livre e as grandes redes de lojas de informática também merecem uma olhada.

Critérios de Compra: O que levar em conta ao escolher uma antena WiFi?

Você provavelmente já sabe se precisa de uma antena WiFi e de que tipo. Para ajudar na sua escolha, selecionamos alguns critérios importantes para a hora da compra:

  • Direcionamento de sinal
  • Ganho
  • Frequência
  • Material

Abaixo, vamos falar um pouco mais sobre cada um deles.

Direcionamento de sinal

Existem dois tipos de antenas de distribuição: direcionais e omnidirecionais. A diferença está nas direções para as quais os sinais são enviados.

As antenas direcionais mandam o sinal apenas para uma direção específica, para onde ela estiver apontada, enquanto as omnidirecionais têm a capacidade de fazer essa distribuição em todos os sentidos.

Cada uma tem suas vantagens para uma situação específica: uma antena direcional serve para quando você precisa ampliar o sinal em um determinado local da casa ou escritório, enquanto a omnidirecional permite que isso aconteça no ambiente inteiro.

Portanto, a escolha depende do que você precisa!

Ganho

O ganho gerado por uma antena WiFi é medido em dBi, ou decibéis além do valor isotrópico. Esse é um conceito um pouco complexo, uma vez que essa isotropia não existe, é apenas calculada de maneira imaginária.

O que podemos dizer é que o número em dBi representa o quanto determinada antena produz além do que seria o valor isotrópico. Quanto maior ele for, mais potente será a distribuição do sinal do eletrônico. Portanto, se você precisa cobrir largas distâncias, escolha uma de valor alto!

Imagem mostra uma placa de wifi grátis com um grande restaurante ao fundo.

Boas antenas WiFi fazem com que ambientes inteiros recebam sinal. (Fonte: Bernard Hermant / Unsplash.com)

Frequência

Ao contrário do que você está acostumado com os números em gHz de uma CPU, o número apresentado nas antenas WiFi não diz respeito a potência e desempenho. Na verdade, o valor se refere à frequência da operação do sinal de rádio.

Existem dois padrões no Brasil: 2,4 gHz e 5 gHz. A única coisa que deve ser observada é a compatibilidade: se o seu roteador e os seus eletrônicos operam em uma frequência, a antena também deve ter a mesma. Caso contrário, o produto não irá funcionar.

Material

Quando você investe seu dinheiro em um aparelho como uma antena WiFi, não quer que ela quebre com facilidade. A ideia é ter o produto por muito tempo, se possível, por anos.

Imagem mostra um roteador com antenas wifi e um homem mexendo no celular ao fundo.

Escolher uma antena WiFi de material durável é um critério indispensável. (Fonte: Kittichai Boonpong / 123rf.com)

Por isso, preste atenção no material, no aspecto e no acabamento da antena. Alguns modelos, de valores mais baratos, podem ser bastante frágeis. É importante tomar cuidado para que, no final das contas, o barato não saia caro.

(Fonte da imagem destacada: sashkin7 / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.