Na foto um ramalhete de flores pintado com aquarela em uma folha de papel com dois pincéis do lado direito e uma cartela de tintas do lado esquerdo.

Dando origem a pinturas delicadas, com certo grau de transparência e brilho, a aquarela é uma das tintas mais utilizadas e é o tema do artigo de hoje aqui no ReviewBox Brasil, seja muito bem-vindo!

Com seu surgimento datado do século II a.C. a aquarela é produzida com uma série de ingredientes e pigmentos e a sua utilização se dá a partir da mistura da tinta com a água, que é responsável por dar o efeito tão desejado pelos artistas e consumidores.

E caso você queira começar a se aventurar pelo universo dessa técnica, mas ainda tenha dúvidas sobre a aquarela, saiba que acabou de encontrar o texto que responderá todas as suas perguntas. Então, que tal colocar a música do consagrado Toquinho para tocar e continuar lendo para saber tudo?

Primeiro, o mais importante

  • A aquarela é um tipo de tinta que deve ser utilizada sempre em associação com a água para se alcançar o efeito de transparência desejado.
  • Existem diferentes categorias de aquarela definidas a partir do tipo de pigmento utilizado na sua fabricação e há as escolares, estudantis ou semiprofissionais e as profissionais.
  • É possível encontrar esse produto em bisnagas, na forma líquida ou em pastilhas nas mais diversas cores.

Você também pode gostar:

Ranking: As 7 melhores aquarelas

Disponíveis em diversas apresentações, cores e kits, as tintas aquarela são produzidas por diversas marcas e em uma gama extensa de tons. Justamente por isso é difícil de descobrir quais são as que possuem maior qualidade e é para te ajudar nisso que preparamos esse Ranking com as melhores opções, confira:

1º – Estojo de Tinta Aquarela em Pastilha Koi Sakura 12 Cores

Fabricado no Japão, esse estojo da marca Koi é produzido em plástico e traz 12 opções de cores versáteis, fortes e vibrantes.

Ele pesa apenas 108 gramas e pode ser facilmente levado para todos os lugares. Conta com um pincel de water brush médio de 4 ml recarregável e uma esponja pequena. Além disso, sua tampa de abertura é confeccionada com divisões que servem como uma paleta de pintura.

2º – Paleta Aquarela Winsor & Newton Cotman com 10 Cores

Composto por 10 opções de tubos de tinta aquarela, esse estojo traz cores com uma transparência e poder de pintura de grande qualidade.

A paleta é produzida em plástico, acompanha um pincel e cada bisnaga possui 8 ml de produto. Sua parte inferior é composta por divisões que servem como paleta de pintura para misturar as tintas.

3º – Estojo de Tinta Aquarela Reeves 12 Cores

Essa outra opção de estojo de tinta aquarela traz uma paleta versátil composta por 12 cores diferentes com acabamento transparente, alta capacidade de tingimento, boas propriedades de utilização e alta resistência a luz.

Os tons são branco de zinco, amarelo limão, amarelo médio, vermelho brilhante, carmim, azul phthalo, azul ultramar, verde vessie, verde veridian, amarelo ocre, terra de sombra queimada e preto. Cada bisnaga possui 12 ml de tinta.

4º – Tinta Aquarela Pentel Arts Bisnaga 24 Cores

Essa é uma das opções de conjunto mais completas e contém 24 cores, que vão dos tons mais neutros aos coloridos, sendo facilmente mesclados para criar novas matrizes e nuances.

Cada tubo possui 5 ml produto e é revestido internamente por uma laminação especial que garante maior vida útil à tinta. Além disso, elas possuem secagem homogênea e rápida, que garante resistência a desgastes.

5º – Estojo com 12 cores de Tinta Aquarela Van Gogh em Tubos

Possuindo tintas com alta pigmentação e cores intensas e luminosas, esse estojo fabricado em plástico conta com 12 opções de tons em bisnagas de 10 ml cada.

O conjunto acompanha ainda um pincel e uma esponja e traz as cores 370 permanent red light, 331 madder lake deep, 254 permanent lemon yellow, 269 azo yellow médium, 411 burnt sienna, 512 cobalt blue, 708 payne’s gray, 662 permanent green, 506 ultramarine deep, 616 viridian, 227 yellow ochre e 108 chinese white.

6º – Tinta Aquarela Cotman W&N Cor 139 Cerulean Blue Hue

Para quem gosta de adquirir bisnagas individuais de tinta aquarela, essa produzida pela marca Winsor & Newton pode ser uma boa escolha. Possuindo 8 ml de produto essa opção traz a cor 139 Cerulean Blue Hue, um tom de azul claro e vibrante.

As aquarelas da marca são produzidas com alto padrão de qualidade e transparência e há mais de 40 cores, que apresentam boas propriedades de trabalho e poder de tingimento.

7º – Aquarela em Pastilha Van Gogh 12 Cores Estojo de Metal

Fabricada na Holanda, essa paleta traz tintas aquarela em pastilha possuindo grande qualidade e desempenho de pigmento, sendo indicada para uso profissional. Ela acompanha também um pincel número 3.

Esse conjunto traz um estojo de metal contendo as cores amarelo limão permanente, amarelo azo médio, luz vermelha permanente, lago escuro maduro, azul ultramarino cobalto, ultramarino escuro, verde permanente, verde brilhante de óxido de cromo, amarelo ocre, cinzento sienna, cinza de payne e branco chinês.

Guia de Compra

A aquarela é uma das tintas mais antigas e com características mais marcantes. A sua transparência é a principal delas e graças a isso é possível criar diversas pinturas marcantes e com grande quantidade de detalhes e efeitos.

Esse produto, muito utilizado por profissionais e também por amadores, apresenta uma série de particularidades e curiosidades e é para te mostrar todas elas que preparamos esse Guia de Compra. Aqui você encontrará informações sobre as vantagens da aquarela, seu preço médio, como utilizá-la e muito mais.

 Na foto um senhor pintando uma paisagem em um quadro no meio de um espaço ao ar livre.

As pinturas com aquarela possuem diferentes intensidades de cores e diversos efeitos que dão um toque diferenciado no desenho. (Fonte: JakeWilliamHeckey / Pixabay)

O que é a aquarela e do que ela é composta?

A aquarela é um tipo de tinta que para ser utilizada precisa ser diluída em água. Ao entrar em contato com a água seus pigmentos se transferem para a superfície e com isso dão origem a pintura.

Quando ocorre a evaporação da água são formadas manchas transparentes no papel e com isso o trabalho está pronto. Ela é composta por quatro ingredientes principais que são:

  • Goma arábica
  • Pigmentos
  • Glicerina
  • Agentes umectantes

A goma arábica funciona como um aglutinante, ou seja, é a responsável por fixar a cor sobre o papel. Os pigmentos são os que dão a cor desejada a tinta e podem ser orgânicos, inorgânicos ou minerais e sintéticos, enquanto que a glicerina age como um auxiliar plastificante.

Com isso, a aquarela é encontrada em diferentes tonalidades e categorias, sendo que existem as profissionais, as estudantis e as escolares, que são muito utilizadas por crianças.

Além disso, esse produto é vendido em pastilhas, líquido ou em bisnagas, que podem ser adquiridas de forma individual ou em conjuntos de paletas.

foco

Você sabia que a goma arábica é muito utilizada também na indústria farmacêutica, de alimentos, bebidas e cosméticos? Ela tem como qualidades ser totalmente solúvel em água e ser um tipo de ligante seguro, que não representa nenhum risco para os usuários. Outra curiosidade é que o Senegal e o Sudão são dois fornecedores especializados dessa matéria-prima.

Quando surgiu a aquarela?

O surgimento da aquarela aconteceu em meados do século II a. C. Na época ela era utilizada para pintar materiais como papel, couro e tela. Inclusive foi graças ao aumento da circulação do papel que esse tipo de pintura se propagou no século XV.

Outro período histórico em que a aquarela foi muito utilizada foi na Idade Média, quando se espalhou por países como Inglaterra, França e Itália, sendo muito utilizada para pintar gravuras em madeira.

No início da sua utilização a técnica não era muito apreciada já que alguns a consideravam muito feminina, de menor qualidade que outros tipos de tinta e que não precisava de tanta técnica do pintor.

Nessa época os pigmentos eram retirados de pedras, plantas e outros componentes naturais moídos e misturados com ingredientes como óleo, água e gemas de ovo. Existiam diversas matérias-primas que eram utilizadas para extrair as cores e o tom amarelo vinha do açafrão, o preto de madeira queimada ou fuligem, o verde do cobre e o roxo de conchas do mar moídas.

Quais são as principais propriedades da aquarela?

A tinta aquarela apresenta algumas propriedades que são essenciais para definir o seu uso e também a qualidade do pigmento utilizado na sua fabricação. Abaixo te explicamos cada uma delas.

  • Transparência: a principal característica de uma tinta aquarela é a sua transparência e esse é também uma de suas principais propriedades. Quanto maior a transparência da cor maior será o seu brilho e graças a isso é possível realizar uma sobreposição criando um novo tom sem que elas percam o brilho.
    Por isso, tintas que apresentam grande transparência são consideradas de maior qualidade.
  • Opacidade: Existem tintas aquarela que possuem como característica a opacidade e com isso não possuem brilho. Essas podem ser utilizadas em conjunto com as brilhantes, o que dá origem ao nome de mistura suja.
  • Cores com pouca adesão: Ainda falando em cores existem as que apresentam pouca adesão. Essas têm como características saírem mais fácil do papel o que pode ser positivo ou negativo. Com essas aquarelas é possível realizar a retirada da cor em alguns pontos específicos visando criar efeitos de luz ou aplicar outra tonalidade no lugar, sem falar que em caso de erros de pintura essa propriedade também facilita o conserto.
  • Capacidade de Adesão: Seguindo no quesito adesão existem as tintas que saem mais fácil e as que são mais difíceis de tirar do papel. Normalmente as que apresentam cores com pouco tingimento são as menos aderidas e com isso mais fácil de serem retiradas.
  • Permanência: Outra propriedade que irá determinar a qualidade da tinta aquarela é a sua capacidade de sobreviver à ação do tempo após a pintura. Tintas que não apresentam boa permanência acabam modificando as suas propriedades, o que pode fazer com que a cor mude ou até desapareça do papel.
  • Granulação: A última propriedade da aquarela é a granulação, que é algo natural desse tipo de tinta definido como a textura que aparece quando ela é aplicada sobre uma superfície. Com relação a isso existem pigmentos que apresentam uma maior granulação natural e outros no qual esse efeito é conseguido a partir de aditivos.
Na foto um coração rosa pintado em um papel com tinta aquarela ao lado de uma paleta de tintas e pincéis.

As tintas aquarelas precisam apresentar cores vivas e que permaneçam no papel por muito tempo. Essas são as principais qualidades que o produto deve ter. (Fonte: stux / Pixabay)

Quais as vantagens e desvantagens da aquarela?

A aquarela é uma tinta ideal para pinturas delicadas e no qual se deseja obter algum grau de transparência e brilho. Graças a essas características é possível sobrepor cores para criar novas nuances.

Com relação às tintas acrílicas elas têm a vantagem de que ao secarem basta diluir em água para que possam ser utilizadas novamente, tendo assim uma alta durabilidade.

Outro ponto positivo é que esse tipo de tinta se tiver pouco tingimento costuma sair facilmente com a água e com isso é possível criar efeitos diferentes.

No entanto ela apresenta como desvantagem o fato de que erros costumam aparecer mais quando utilizada a aquarela, justamente pela sua transparência, além do fato de que algumas tintas mais baratas acabam tendo menor grau de permanência, o que pode com o tempo alterar as cores da pintura ou até desaparecer.

Vantagens
  • Ideal para pinturas delicadas
  • Possui transparência e alto brilho
  • Pode ser recuperada se colocada em contato com a água
  • É possível criar novas nuances e diferentes efeitos com ela
Desvantagens
  • Costuma mostrar mais os erros de pintura
  • Algumas tem baixo grau de permanência prejudicando a durabilidade da obra

Como pintar com a aquarela?

É possível utilizar a tinta aquarela de variadas maneiras e uma boa forma de alcançar bons resultados é criando um esboço do desenho. Para isso pode-se utilizar um lápis ou lapiseira com traços bem suaves no papel seco, para que após entrar a tinta eles não apareçam.

Outra maneira de utilizar a tinta aquarela é molhando o papel antes de iniciar a pintura, com isso pode-se criar diferentes efeitos e mistura de cores. Além disso, uma dica é que quanto mais água você utilizar mais diluída e clara a tinta ficará.

Com isso, para acertar a intensidade da cor desejada pode-se ter um papel de rascunho por perto para ir fazendo traços conforme se dilui a tinta.

Os pincéis utilizados para essa técnica são normalmente os de cabo curto, redondos e que devem ter como principais propriedades serem macios e terem boa capacidade de carregar a tinta.

Na foto um pincel sendo colocado em cima de uma paleta de tintas.

Os pincéis para aquarela devem ser muito macios. (Fonte: ulleo / Pixabay)

Existem opções de pelos naturais e de pelos sintéticos. Os naturais acabam sendo mais caros, porém possuem boa ponta, podendo ser utilizados tanto em trabalhos delicados quanto nos mais abstratos e maiores, tendo uma qualidade superior.

Além dos pincéis também é possível utilizar outras ferramentas como rolinhos, esponjas, papel toalha amassado, escovas de dente, lixas e lâminas, que dão efeitos diferentes na pintura com aquarela.

Por fim, lembre-se que pintar com aquarela é um exercício de paciência. Para controlar a tinta no papel é importante sempre ir pintando aos poucos, dessa maneira ela irá secar mais rápido e será também menor possibilidade de se espalhar no papel.

Uma dica essencial ao pintar com a aquarela é que antes de aplicar uma cor diferente ao lado ou em cima de outra é importante que o que já foi pintado esteja completamente seco. Se isso não for respeitado pode acabar causando um borrão e estragar a pintura.

Qual a diferença entre a tinta aquarela e o guache?

Ao pensar que a aquarela é uma tinta que precisa de água para ser usada muita gente a confunde com o guache, porém no preparo e utilização ambas são bem diferentes.

A tinta guache tem a base feita de água, goma-arábica, pigmento e uma espécie de tinta branca, que é responsável por deixá-la opaca. Graças a isso é possível alcançar cores mais escuras e foscas, diferente do que se consegue com a aquarela.

A grande diferença entre ambas está no fato de que a aquarela possui uma base mais hidrossolúvel e com isso se torna mais transparente. O guache, assim como a aquarela, também é solúvel em água, possibilita a mistura de cores e tem rápida secagem, porém diferente dela é de mais fácil utilização.

Tinta aquarela Tinta guache
Composição Goma arábica, pigmentos, glicerina e agentes umectantes Água, goma arábica, pigmento e tinta branca
Características Transparente, possui alto brilho e intensidade de cor variável Cores escuras, foscas e secagem rápida
Nível de dificuldade Necessita técnica para alcançar bons resultados Não precisa de muita técnica, podendo ser facilmente utilizada por crianças

Quanto custa?

As aquarelas são vendidas de diferentes maneiras podendo ser possível adquirir bisnagas, fracos e paletas com diferentes quantidades de cores. Além disso, existem as aquarelas profissionais, as estudantis e as escolares, o que também altera o seu valor.

De modo geral é possível encontrar esse produto por R$ 4, se falarmos em tintas unitárias e escolares, até cerca de R$ 1.200, no caso de um kit profissional com diversas cores. Ou seja, tem opções para todas as necessidades e bolsos.

Na foto um caderno com pincéis de pintura e uma paleta de tintas aquarela sobre uma mesa de madeira.

Quanto maior o número de cores presentes em uma paleta de tintas aquarela mais cara ela será. (Fonte: Pexels / Pixabay)

Onde comprar?

Lojas que vendem produtos de pintura e de artesanato são bons lugares para adquirir tintas aquarela estudantis ou profissionais. Já as escolares são facilmente encontradas em papelarias como a Kalunga.

A internet também é uma excelente opção para fazer a aquisição desse produto. Nela uma grande gama de marcas, cores e opções é encontrada de maneira bem fácil e sites que vendem esse item são: Amazon, Casa da Arte, Grafitti Artes, Mercado Livre ou Americanas.

Saiba também que é possível comprar os itens que estão no nosso ranking e caso tenha gostado de algum basta clicar nele para ser direcionado ao site onde está sendo vendido.

Critérios de compra: Fatores para comparar as opções de Aquarela disponíveis

Agora que você já descobriu tudo sobre a tinta aquarela está na hora de escolher uma para produzir belas obras e é para te ajudar nessa tarefa que separamos os principais pontos que você deve levar em consideração na hora da compra, são eles:

  • Classificação da aquarela
  • Tipo de pigmento
  • Apresentação da tinta
  • Papel

Abaixo te explicamos cada um deles e após isso você estará pronto para fazer a sua compra e colocar a tinta no pincel.

Classificação da aquarela

As aquarelas são divididas em três classes que são: profissional, estudantil e escolar.

As tintas profissionais são fabricadas com pigmentos de alta qualidade e durabilidade, graças a isso acabam tendo um preço elevado. Algumas marcas que possuem produtos dessa categoria são Winsor and Newton Artists, Daler-Rowney Artists e LUKAS Aquarell 1862.

Já as estudantis são tintas intermediárias também chamadas de semiprofissionais. Elas trazem em sua composição ingredientes similares às profissionais, fazendo algumas substituições com pigmentos mais baratos ou com menos aditivos. Elas têm preço menor e são fabricadas por marcas como Talens Van Gogh, Schmincke Akademie, dentre outros.

Falando agora sobre as escolares, essas são fabricadas com pigmentos sintéticos mais baratos ou até mesmo corantes, o que faz com que sejam as mais em conta. Algumas marcas que costumam trabalhar com aquarelas escolares são a Pentel, Faber-Castell e Reeves.

Na foto um menino louro com as mãos todas pintadas de tintas de diferentes cores.

As tintas aquarela escolares são mais indicadas para crianças e possuem uma qualidade e preço menor que as pertencentes as outras categorias. (Fonte: Sharon McCutcheon / Pexels)

Tipo de pigmento

Outra particularidade das aquarelas é que elas podem ser fabricadas com diferentes tipos de pigmentos. Existem então os inorgânicos ou minerais, os orgânicos e os sintéticos.

  • Inorgânicos ou minerais: Possuem origem mineral e foram os primeiros a serem utilizados na confecção da aquarela.
  • Orgânicos: São derivados de plantas e animais e são os menos utilizados, já que não possuem alta permanência e opacidade. Inclusive, por possuírem origem animal alguns não podem ser produzidos devido a ameaça de extinção de certas espécies.
  • Sintéticos: São os que apresentam mais brilho, permanência e qualidade, sendo os mais modernos e criados a partir da manipulação de diversos elementos químicos. Esses costumam ser os preferidos.

Apresentação da tinta

Esse tipo de tinta se apresenta em bisnagas, pastilhas e na forma líquida. Todos esses tipos possuem a mesma qualidade, porém qual delas escolher depende muito da forma de uso.

Os estojos que possuem tintas aquarela em pastilhas são fáceis de transportar e muitas vezes já vem com áreas que funcionam como paletas de pintura. Já as bisnagas são mais indicadas para pinturas maiores porque possuem uma quantidade maior de produto.

No caso da aquarela líquida é comum a sua utilização em criações que requerem maior vivacidade de cores, porque elas são mais saturadas do que as outras apresentações, sem falar que acabam secando mais rápido também.

Na foto um caderno com canetas de pintura em cima e ao lado esquerdo diversas bisnagas coloridas de tinta aquarela.

As tintas aquarela em bisnaga são facilmente encontradas e além de serem vendidas em conjuntos também podem ser adquiridas de forma individual. (Fonte: Dominika Roseclay / Pexels)

Tipo de papel

Independente do tipo de tinta aquarela a ser utilizado saiba que a escolha do papel adequado para realizar uma pintura é essencial se pensarmos na qualidade do trabalho e na maior facilidade de realizá-lo sem erros.

É importante saber que a aquarela é uma tinta muito líquida e que se espalha facilmente pelo papel, com isso folhas muito finas e pouco texturizadas, como a sulfite, terão maior dificuldade de manter o desenho no lugar certo.

Por isso, é importante escolher um papel mais grosso e com texturas, que ajudam a manter a tinta mais estável. Existe o papel próprio para pintura em aquarela, porém caso você não queira investir em um desses busque por um que tenha uma gramatura maior que 200g/m2.

(Fonte da imagem destacada: Marty-arts / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Danielle Assis
Danielle Assis
Jornalista
Dedica-se a produzir conteúdos interessantes e informativos. Apaixonada por viagens, moda, animais e adora dar presentes. A curiosidade é uma de suas características mais marcantes e está sempre em busca de produtos que tornam o dia a dia das pessoas mais prático e interessante.