Aquecedor elétrico preto com chão de madeira aparecendo e móvel branco ao fundo.

Olá, seja muito bem-vindo à ReviewBox Brasil! No artigo de hoje falaremos sobre um equipamento que vem ganhando espaço na casa dos brasileiros que vivem nas regiões mais frias ou que tem invernos mais rigorosos: o aquecedor elétrico.

Quando o friozinho vem chegando, vem com ele também a preocupação em nos mantermos adequadamente aquecidos. Quando as roupas e cobertas já não são mais suficientes ou convenientes, o aquecedor elétrico é a opção mais eficiente e prática para usar em casa ou no trabalho.

Neste Review, daremos dicas sobre como escolher o aquecedor elétrico perfeito ideal para cada tipo de cômodo e perfil de usuário, bem como apresentaremos as melhores opções do mercado e o que considerar para eleger o tipo e modelo de aquecedor perfeito para as suas necessidades.

Primeiro, o mais importante

  • Ganhando a cada dia mais popularidade, o aquecedor está disponível em diversos modelos e configurações. Para eleger o ideal, primeiro identifique o perfil de uso que será dado ao aparelho e o espaço que precisará ser atendido pelo equipamento.
  • Modelo, tipo, potência, capacidade, tamanho, design, forma de instalação, consumo de energia e dispositivos de segurança são algumas características a serem consideradas no momento da compra.
  • Os preços variam de acordo com a marca, modelo e potência do aquecedor elétrico. É possível encontrar versões compactas mais simples a partir de R$60, sendo que modelos mais sofisticados podem chegar a custar mais de R$500.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 5 melhores aquecedores elétricos

Quer garantir um ambiente quentinho e agradável para você trabalhar ou relaxar com a família de forma prática e segura? Hoje, felizmente, isso é possível sem investimentos altos ou a necessidade de instalações complicadas, reformas ou quebra-quebra.

Selecionamos os modelos mais interessantes de aquecedor disponíveis no mercado para te ajudar na escolha. Confira a lista:

1º – Aquecedor Termo Ceramic – MONDIAL

Indicado para espaços de até 12m², esse modelo é 2 em 1, podendo ser usado tanto como aquecedor, quanto como circulador de ar. Com 2 níveis de potência, é silencioso e conta com lâmpada piloto. É capaz de alcançar temperaturas mais altas em função da potência de 1.500W.

Seguro, conta com grade protetora para as resistências para evitar acidentes, que ajuda a manter a temperatura elevada por mais tempo graças ao revestimento em cerâmica.

2º – Aquecedor a Óleo – MONDIAL

Esse modelo tem 1500W de potência, sendo ideal para cômodos de até 16m². Silencioso, tem resistência em cerâmica, lâmpada piloto e controle de temperatura por termostato, com 3 níveis de aquecimento.

O sistema de aquecimento a óleo evita o ressecamento do ar, contribuindo para a saúde de toda a família. Conta com rodinhas que facilitam o transporte de um cômodo a outro.

3º – Aquecedor Domestico Halógeno – Ventisol

Com grade de segurança em aço, conta com sistema que desliga o aparelho em caso de queda. Tem três níveis de aquecimento, e alça que facilita o transporte.

Conta com 3 níveis de aquecimento (400, 800 e 1200W) e 3 lâmpadas halógenas. Mas atenção: este aparelho não é muito recomendado para quem tem crianças ou animais em casa, já que a grade pode atingir temperaturas mais altas e causar acidentes.

4º – Aquecedor Halógeno Comfort Air – MONDIAL

Equipado com 3 lâmpadas de Halógeno, tem sistema de segurança antiqueda. Sua potência é de 1200W, e funciona em 3 níveis de aquecimento: 400W, 800W e 1200W.

Conta com alça para facilitar o transporte e sistema guarda-fio. O design oscilante permite a melhor distribuição do calor pelo ambiente.

5º – Aquecedor Elétrico 2 Em 1 – Britânia

Além de aquecer, também é um excelente circulador de ar. Portátil, possui 2 opções de temperatura e duas opções para circular o ar.

O aparelho ainda conta com luz indicadora de funcionamento, alça para transporte e dispositivo de segurança que desliga o aquecedor em caso de superaquecimento. Tem potência de 1500W, e garantia do fornecedor de 12 meses.

Guia de Compra

Um aquecedor elétrico adequado pode te dar a vantagem de climatizar qualquer ambiente fechado com eficiência, sem que você precise se esforçar ou gastar muito, tornando sua casa ou escritório bem mais aconchegante sem gastar muito.

Agora que você conferiu nossas sugestões de aquecedores elétricos, vamos avançar para o próximo passo e acompanhar o Guia de Compra. Nesta sessão você terá acesso às informações mais relevantes sobre os aquecedores elétricos.

Imagem mostra aquecedor em primeiro plano, e ao fundo um homem e uma mulher com menino ao centro, sentados em um sofá com roupas de frio e cobertas enquanto tomam chocolate quente.

A atenção na escolha do aquecedor deve ser redobrada em casas com crianças e animais de estimação. (Fonte: Bearfotos / Freepik)

O que é um aquecedor elétrico?

O aquecedor elétrico é um aparelho utilizado para aquecer a temperatura do ambiente, através de mecanismos que usam energia elétrica. Muitas famílias, especialmente as que moram no sul do Brasil, compram um aparelho desses para deixar a casa mais aconchegante nas épocas mais geladas do ano.

Algumas tarefas do dia a dia, como tomar banho, ficam bastante complicadas quando as temperaturas caem. Geralmente os modelos domésticos no Brasil são portáteis, uma vez que são usados somente no inverno.

Quais as vantagens de um aquecedor elétrico?

A maior vantagem do aquecedor elétrico, evidentemente, é a praticidade. Foi-se o tempo em que para se espantar o frio e ter um ambiente aquecido era necessário encontrar lenha, cortá-la, acender a lareira ou fogueira, e mantê-la abastecida.

Com os aquecedores elétricos é possível aquecer qualquer cômodo sem que seja necessário esforço algum do usuário: basta ligá-lo na tomada e ajustar os termostatos.

Além disso, os modelos portáteis tem a vantagem da versatilidade, uma vez que podem ser transportados e usados em qualquer ambiente.

As versões mais compactas, inclusive, podem até ser levadas sem maiores transtornos para passeios e viagens. E a boa notícia é que existem no mercado versões para todos os bolsos. No entanto, o consumo energético pode aumentar bastante com o uso do equipamento.

Como é um aparelho que gera calor, o aquecedor pode reduzir a umidade do ambiente, além de oferecer riscos de queimaduras e acidentes, por isso seu uso deve ser feito com cautela.

Vantagens
  • Maior conforto térmico
  • Modelos portáteis podem ser usados em vários ambientes, até mesmo em viagens
  • Existem modelos com excelente custo benefício
Desvantagens
  • Consumo de energia pode ser alto
  • Alguns modelos podem ter aquecimento da superfície, facilitando acidentes
  • Podem ressecar o ar

Quais são os diferentes tipos de aquecedor elétrico?

Os aquecedores podem ter diferentes forma de aquecimento. Os mais comuns são os halógenos, óleo, cerâmico ou termoventilador. Eles possuem característica diferentes e você pode conferir um a um abaixo:

  • Halógeno: Tem sistema de aquecimento incandescente com resistências, que ficam expostas. Essa característica resseca o ar, mas torna o modelo capaz de aquecer o ambiente com maior rapidez.
    É o tipo com maior consumo energético. Não é indicado para locais úmidos, nem para quem tem crianças ou animais, já que as grades e resistências podem atingir temperaturas mais altas e causar acidentes. Não deve ser posicionado próximo a qualquer tipo de objeto.
  • Óleo: A resistência interna aquece o óleo, que por sua vez aquece o ar do ambiente, o que torna esse tipo de aquecedor o mais lento em comparação aos demais. Mas também é o mais econômico, gastando até 15% menos energia elétrica.
    Tem nível de ruído baixo, e não resseca o ar. Só está disponível no modelo portátil, de piso. O óleo não precisa ser trocado.
  • Cerâmico: Também conta com uma resistência para aquecimento, que é revestida por cerâmica. O revestimento é quem retém o calor, que é distribuído por uma ventoinha para a propagação uniforme.
    A ventoinha faz barulho, o que pode ser considerado incômodo por algumas pessoas. Aquece rápido, e é fabricado nas versões portátil de parede. É mais econômico e não resseca tanto o ar.
  • Termoventilador: Com o aquecimento semelhante ao tipo halógeno, apresenta o diferencial de uma hélice de ventilador, responsável por dissipar o calor pelo ambiente. Geralmente é portátil e leve, mas menos potente que os demais modelos. Deixa o ambiente mais seco e costuma aquecer na parte exterior, oferecendo riscos de queimaduras.
Cerâmico Halógeno Óleo Termoventilador
Velocidade Aquece rápido Muito rápido, pois resistências são expostas Mais lento dos modelos Aquece rápido
Consumo de energia Baixo Alto Baixo Alto
Indicação Espaços médios e grandes Espaços pequenos Espaços médios e grandes Espaços médios
Segurança Pode aquecer externamente, mas não queima Esquenta muito e pode causar acidentes Pode aquecer externamente, mas não queima Esquenta muito e pode causar acidentes
Nível de ruído Ruído semelhante ao do ar condicionado Silencioso Baixo nível de ruído Ruído semelhante ao de ventiladores comuns

Quanto custa?

O preço dos aquecedores pode variar muito de acordo com a marca e modelo. É possível encontrar os mais simples por valores a partir de R$60. Os modelos de marcas mais renomadas e funções especiais como timer e controle remoto podem custar mais de R$500.

Pesquise bastante antes de comprar, pois o mesmo produto pode apresentar flutuações de valor de um lugar para outro. Se for comprar online considere o valor do frete. Dependendo da região e do volume da embalagem do produto, o frete pode aumentar bastante o valor final da compra.

Por fim, use as plataformas comparadoras de preço, que podem ser boas aliadas na busca das melhores ofertas.

Onde comprar?

Você pode comprar seu aquecedor elétrico em lojas físicas que vendem eletroportáteis como Lojas Americanas, FastShop, Ponto Frio e Magazine Luiza. Também é possível adquirir o produto em supermercados como Wallmart, Carrefour e Extra.

No entanto, é nas plataformas de e-commerce como Amazon e Mercado Livre que é possível encontrar a maior variedade do produto em diversos modelos e marcas.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de aquecedor elétrico

Evidentemente, ninguém precisa ser especialista no produto que pretende adquirir. Mas é claro que se você acompanhou esse artigo até aqui, é porque está interessado em fazer uma compra acertada, e escolher o seu aquecedor como um profissional.

A seguir, vamos apresentar algumas características para as quais você deve estar atento na hora de comparar modelos, tipos e marcas deste produto. Após definir sua necessidade, pondere os seguintes aspectos para escolher o produto que melhor lhe atenderá:

  • Modelo
  • Potência e capacidade
  • Consumo energético
  • Dispositivos de segurança

Modelo

Os aquecedores elétricos estão disponíveis nos modelos de: piso, mesa ou parede. Cada um deles possui diferentes funções e suprem necessidades específicas. Confira:

  • De piso: São portáteis, podem ser estáticos ou giratórios, a exemplo dos termoventiladores, com ou sem rodízios, dependendo do modelo;
  • De mesa: Geralmente possuem tamanhos reduzidos, atendendo espaços menores, e também são portáteis;
  • De parede: Esses são do tipo split ou de embutir, demandam instalação profissional e geralmente são mais potentes.

Potência e capacidade

A potência dos aquecedores elétricos é medida em Watts. Quanto maior a potência mais alta será a capacidade de aquecimento do aparelho. Os modelos disponíveis no Brasil costumam ter potência variando entre 700W e 1.800W.

Ambientes com pisos frios, por exemplo, irão precisar de aquecedores mais potentes que cômodos com piso de madeira ou carpete.

Escolha de acordo com o tamanho do local onde o aparelho será utilizado. Modelos com potência mais baixa são mais indicados para uso em ambientes de até 15m².

Já os modelos de 1.500W de potência aquecem satisfatoriamente ambientes de até 25m², enquanto os de potência de 1800w podem aquecer até 35m².

Um aquecedor com a potência inadequada para o espaço onde é utilizado poderá aquecer além ou aquém do necessário. Não há contra indicação para uso de aquecedores potentes em ambientes pequenos, mas preste atenção à regulagem do termostato.

Para espaços maiores, considere o uso de dois ou mais aparelhos posicionados em pontos distantes entre si, garantindo assim a melhor distribuição do calor e que seja alcançada a temperatura ideal.

Dispositivos de segurança

Como já mencionamos, o aquecedor é um equipamento que gera calor, e pode oferecer riscos de queimaduras, incêndios e acidentes. Por isso, dê preferencia a modelos com dispositivos de segurança.

Alguns exemplos são o desligamento automático, que desativa o aparelho em caso de superaquecimento e os sensores antiqueda e antitombamento, que desligam o aquecedor em caso de quedas, evitando assim o risco de queimar assoalhos e até ocasionar chamas.

Alguns modelos, como os halógenos, não são indicados para quem tem crianças e animais, porque as grades externas aquecem e podem causar queimaduras.

Dê preferência a modelos que não oferecem riscos de queimadura por aquecimento exterior. E para sua segurança, nunca coloque nada sobre o seu aquecedor.

Imagem de aquecedor elétrico ligado.

É importante verificar os itens de segurança ao utilizar um aquecedor elétrico. (Fonte: Allan Swart / 123RF)

Consumo energético

O uso de aquecedores elétricos pode trazer impactos significativos na conta de luz ao fim do mês.

Segundo um levantamento do Idec, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, o uso do aquecedor por 8 horas ao dia durante 2 semanas pode gerar aumento de R$50 a R$95 na conta de energia, a depender do modelo e da regulagem de potência utilizada.

Por isso, no momento da escolha dê preferência aos aparelhos com classificação A ou B no selo de eficiência energética, que são mais econômicos.

Além disso, para reduzir o consumo, sempre tire o aparelho da tomada quando ele estiver fora de uso. Só ligue o aquecedor quando tiverem pessoas no ambiente, e mantenha as portas e janelas fechadas para evitar que o calor se dissipe.

(Fonte da imagem destacada: ronstik / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Paula Diniz Jornalista
Paula Diniz
Brasiliense, é redatora, social media e inventora de moda nas horas vagas. Apaixonada por projetos DIY de moda e artesanato, é leitora voraz, fã de séries, atividades ao ar livre e jogos de tabuleiro. Expert em compras online, não fica de fora dos lançamentos e tendências de decoração, cuidados estéticos e com a casa.