Foto escura com uma baterista sentada na frente de sua bateria segurando um par de baquetas.
Ultima atualização: 14 de fevereiro de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

18Horas investidas

4Estudos avaliados

47Comentários coletados

Olá! Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Se você é baterista ou pretende começar a tocar o instrumento, esse é um item que não pode faltar: as baquetas. E como todo baterista sabe bem, é necessário comprar com uma certa frequência.

Existem baquetas para diversos tipos e necessidades. Algumas são mais indicadas para uso geral, já outras precisam ser utilizadas apenas para produzir sons específicos. Umas produzem um som mais alto, enquanto outras são mais leves e fazem sons baixos.

Em meio a tantas opções, pode ser um pouco difícil escolher o melhor modelo para você. Aqui vamos falar sobre as melhores baquetas, marcas, materiais e pontas. Saiba como escolher a sua com confiança!




Primeiro, o mais importante

  • Existe uma gama enorme de baquetas disponíveis. Desde diferentes tipos de madeira até as mais variadas medidas. Vamos te ajudar a decidir qual se encaixa mais nas suas necessidades!
  • Se você toca muito, já sabe ou vai perceber que baquetas são itens que precisam ser trocados com alguma frequência. Por isso, sempre prefira modelos de qualidade e alta durabilidade.
  • A grande maioria das baquetas custam preços acessíveis. Com cerca de R$ 50 você consegue comprar um ótimo par.

As melhores baquetas: Nossas recomendações

Existem diversos tipos de baquetas, desde o tamanho até o material. Portanto, é importante ressaltar que cada uma é indicada para um tipo de som e preferência. Aqui, listamos os melhores modelos de baquetas básicas, que podem ser utilizadas para diversos estilos musicais.

As baquetas mais elogiadas pelos usuários online

Esse par de baquetas 5B de madeira da Pro-Mark tem um ótimo custo-benefício, se considerarmos que é produzida com uma madeira de ótima qualidade - American Kickory e que seu grip e controle é muito elogiado pelos usuários que já adquiriram o produto. Tem 42,5 centímetros e é uma ótima opção para iniciantes.

Baquetas assinadas pelo lendário Travis Barker

O lendário baterista Travis Barker, da banda americana Blink 182, dá nome a esse par de baquetas estilosas e de excelente qualidade. As baquetas da série Artist são um pouco mais longas por conta da ponta de feltro sem costura em uma das extremidades. A ponta é arredondada e a baqueta tem aproximadamente 42cm de comprimento (16 5/8").

Baquetas de qualidade em pacote com 6 pares

As baquetas 5A Zildjian Hickory, com ponta de madeira, são uma ótima opção para quem quer comprar um jogo - o modelo acima acompanha seis pares. Além disso, o 5A é o tamanho de baqueta mais utilizado no mundo e essa versão vem recebendo muitos elogios dos usuários que já a experimentaram.

Guia de Compra

Parece um detalhe tão simples relacionado ao instrumento. Mas saiba que a escolha das baquetas influencia no som produzido. Agora que você já sabe quais são os melhores modelos, chegou a hora de escolher a sua!

Claro que cada baterista prefere um tipo de baqueta diferente: mais leve ou mais pesada, com ponta oval ou redonda, etc. Porém, antes de decidir qual é a melhor para suas necessidades, nesse Guia de Compra vamos apresentar algumas coisas que você deve saber.

foto em preto e branco de homem tocando bateria

A escolha das baquetas é parte importante do instrumento. (Fonte: facundowin/ Pixabay)

Quais são as vantagens e desvantagens das baquetas?

Se você já toca bateria ou pretende aprender, as baquetas são itens absolutamente necessários. Sem elas, não é possível reproduzir um som de qualidade nos tambores ou pratos.

O par de baquetas perfeito para você vai te ajudar a alcançar a tonalidade que você estava buscando, seja para praticar, para tocar um cover ou para compor novas músicas.

Uma baqueta pode te ajudar a alcançar um volume mais alto ou mais baixo. Um som mais agudo e claro, mais grave ou limpo e seco. São inúmeras as opções, tudo vai depender das baquetas que você comprar.

Em contrapartida, adquirir o par de baquetas que não se adequa às suas necessidades pode prejudicar a qualidade do som. É essencial saber mais sobre os tipos de baquetas antes de comprar as suas!

Vantagens
  • Ajudam a alcançar o som desejado
  • Há diversos tipos diferentes de baquetas para se adequar às necessidades de cada um
  • A maioria dos modelos custam barato
Desvantagens
  • Comprar baquetas que não se adequam ao seu estilo pode prejudicar a qualidade do som
  • Precisam ser substituídas com alguma frequência, dependendo do quanto você usa

O que determina a durabilidade das baquetas?

Nos Critérios de Compra vamos explorar tudo que você precisa saber em detalhes para escolher as baquetas perfeitas para o tipo de som que você deseja, e claro, o que faz com que elas sejam mais resistentes.

Mas já queremos ressaltar que o material, a ponta e o comprimento delas são pontos essenciais a serem considerados. Especialmente o material usado na produção é que determina a durabilidade delas.
Alguns materiais de baquetas duram menos do que outros. O ideal é dar preferência para baquetas com qualidade. Por isso, evite as que custam barato demais. Elas podem quebrar com facilidade.

Isso não se aplica apenas no corpo das baquetas, mas também para a ponta. Para garantir uma durabilidade maior do seu par de baquetas, alguns materiais devem ser evitados.

Quanto custa um par de baquetas?

Apesar das baquetas terem pouca durabilidade se você usa muito ou bate com força, elas também têm a vantagem de serem baratas. Vale a pena fazer um estoque se você toca com frequência.

A partir de R$ 30 é possível comprar baquetas de qualidade de tamanho 5A (um dos mais utilizados) de marcas renomadas como a Vic Firth.

Os pares mais caros costumam beirar os R$ 100, mas raramente passam disso.

 foto de um homem tocando bateria na calçada de uma avenida

As baquetas são itens baratos e que precisam de substituição frequente. (Fonte: StockSnap/ Pixabay)

Onde comprar um par de baquetas?

Em qualquer loja de instrumentos musicais você encontra pares de baquetas e outros acessórios para sua bateria. Em São Paulo, por exemplo, você encontra em diversas lojas na Rua Teodoro Sampaio.

Comprando online, fica mais fácil de achar uma variedade maior de marcas e tamanhos. Lojas como a Amazon e o Mercado Livre disponibilizam diversos modelos diferentes para você escolher o ideal para suas necessidades.

Comprando online você nem precisa sair de casa, economiza tempo e dinheiro, já que geralmente encontra melhores ofertas. E ainda recebe o produto na porta.

Critérios de Compra: Principais fatores para avaliar um par de baquetas

Como já falamos, a baqueta ideal para você vai depender muito das suas preferências musicais e estilo de tocar. Porém, é necessário se informar mais sobre as principais características de uma baqueta:

Para não restar nenhuma dúvida antes de você comprar suas baquetas, vamos explicar cada ponto um a um. Vem com a gente!

Material

A maior parte das baquetas disponíveis nas lojas são feitas de madeira (pelo menos as de melhor qualidade). Porém, cada uma possui um tipo de madeira em seu corpo. Esses são os principais:

  • Hickory: A madeira Hickory tem uma alta resistência ao choque. Por isso, é um dos tipos mais utilizados na fabricação das baquetas. Sua qualidade é ótima, costuma ter alta durabilidade e proporcionar um bom som. Esse tipo de madeira é um dos preferidos entre os bateristas. Ela costuma vir do sudoeste dos EUA e é uma madeira dura, porém menos do que a Oak.
  • Maple: As baquetas de madeira Maple são cerca de 10% mais leves que as de Hickory. Elas possuem um diâmetro maior, porém, têm uma durabilidade um pouco menor do que as baquetas em Hickory e Oak. Elas possuem uma boa sonoridade e são ideais para quem prefere uma baqueta um pouco mais leve.
  • Oak: A madeira Oak é mais dura e pesada do que a Hickory e a Maple. Portanto, é mais indicada para quem prefere baquetas pesadas e que produzem sons mais altos. Com sua alta resistência, pode até ser usada em construções de casas. A Oak, ou carvalho, como chamamos no Brasil, é um material mais denso.
  • Jatobá: As baquetas feitas de jatobá, uma madeira tipicamente brasileira, são bem pesadas e possuem propriedades mecânicas altas. Elas costumam ser resistentes e são ideais para quem gosta de tirar sons mais altos da batera.
  • Marfim: Com boa elasticidade e densidade, o marfim é natural da América do Sul e as baquetas feitas desse material possuem um peso que fica entre as de Maple e as de Hickory. Porém, esse material é menos resistente que os outros. Baquetas de marfim servem mais como um "quebra-galho". Se puder, evite baquetas desse material.

Medidas

As medidas de sua baqueta têm a ver com o tamanho e diâmetro. As preferências mudam de baterista para baterista, dependendo do quanto de volume você quiser tirar dos tambores.

Quando se trata de tamanho, a menor é a 7A, seguida da 5A, 5B e 2B.

As baquetas 7A são as mais leves e finas. Por isso, possuem uma durabilidade menor do que baquetas com outras medidas. O ideal é utilizar baquetas 7A apenas para tocar estilos leves (como bossa nova e jazz) e em locais onde não se possa tocar música alta. Elas não são indicadas para estilos musicais pesados.

Já a baqueta 5A é o modelo mais comum. Elas são utilizadas por diversas pessoas por serem mais democráticas. São um pouco mais pesadas, por isso, são ideais para tocar pop, pop rock e black, por exemplo. Pode ser utilizada para rock, porém, não produzirá um som muito alto.

foto de um baterista segurando uma baqueta perto de uma bateria

As baquetas são divididas em tamanhos. (Fonte: StockSnap/ Pixabay)

As baquetas 5B são versáteis e tem boa durabilidade. Com um peso entre o leve e o pesado, serve para diversos tipos de estilos musicais. Dependendo da habilidade do baterista, a baqueta 5B pode ser ótima tanto para um toque mais suave quanto mais pesado.

Mais pesadas, as baquetas 2B são mais indicadas para estilos musicais mais altos, como rock e heavy metal. Se você gosta de pesar a mão e produzir um som alto nos tambores ou toca em grandes casas de shows, essa baqueta será ideal.

Ainda tem a Signature, esse tipo de baqueta não se encaixa em nenhuma das medidas clássicas, pois são únicas e assinadas por grandes bateristas. Elas costumam se assemelhar ao som que o baterista tira em sua batera.

Ponta

As baquetas são sempre muito únicas e completas. Todos os detalhes delas fazem diferença na hora de tirar o som ideal. As pontas não fogem dessa regra. Na hora de verificar a ponta das suas baquetas, é necessário prestar atenção em dois pontos: o material e o tipo de ponta.

As pontas das baterias costumam ser feitas em madeira, nylon ou plástico. O ideal é escolher sempre pontas de madeira ou nylon, pois as feitas em plástico quebram facilmente e fazem com que a baqueta fique inutilizável.

Existem diversos tipos de pontas e cada uma delas vai te ajudar a alcançar uma tonalidade diferente na sua bateria. Confira na tabela:

Tipo de ponta Características
Ponta de flecha Produz um som mais agudo e claro nos pratos
Ponta gota d’água Som mais grave nos tambores e pratos
Ponta oval Som limpo e seco que pode variar entre o grave e o agudo, dependendo das medidas
Ponta cilíndrica Som encorpado e versátil
Ponta redonda Maior definição nos pratos
Ponta de nylon Possui maior durabilidade e produz um som mais "duro", definido e limpo.

Marca

Existem várias marcas de baquetas de qualidade nas lojas de instrumentos musicais. Por isso, evite comprar baquetas de marcas pouco conhecidas.

Algumas das mais renomadas e utilizadas por grandes bateristas são as baquetas da Promark, Vic Firth, Vater e Liverpool. Claro que existem outras boas marcas, mas sempre pesquise bem antes de escolher.

Peça indicações para seu professor, colega baterista ou atendente da loja de instrumentos musicais. E lembre-se de que nesse Guia selecionamos os melhores modelos para você.

(Fonte da imagem destacada: Free-Photos/ Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Pedro d'Ávila Músico e Viajante Incansável
Os cinco anos vagando pela Europa e tocando de metrô em metrô e deram a Pedro uma experiência de vida incrível, só comparada a seus anos e anos acampando pelo Brasil e pela América do Sul. Hoje, estabelecido em Dublin, ele segue conhecendo novos lugares e comparilhando o conhecimento adquirido com as experiências de vida.