A bicicleta sem pedal para crianças está na moda e tem muitos benefícios. Por isso, a ReviewBox Brasil lhe dá as boas-vindas e apresenta as melhores balance bikes disponíveis no mercado brasileiro.

Ideal para crianças que estão começando a se interessar por bicicletas, mas ainda não possuem total equilíbrio, a bicicleta sem pedal vem para substituir as bicicletas com rodinhas ou triciclos, considerados até pouco tempo a melhor forma de dar os primeiros passos na arte de pedalar.

Se você está pesquisando as vantagens desse modelo de bicicleta e os benefícios dela para o desenvolvimento infantil, nós da ReviewBox Brasil iremos apresentar todas as características necessárias e os detalhes que farão diferença na sua decisão de compra.

Primeiro, o mais importante

  • Confiança e equilíbrio são fundamentais para que a criança se desenvolva com saúde, e a prática de esporte é uma grande aliada.
  • Basta saber andar para poder usufruir dos benefícios de uma bicicleta sem pedal cujo suporte principal é o chão.
  • É responsabilidade dos pais buscar um local seguro para a prática de atividades ao ar livre. Acessórios de segurança são indispensáveis para evitar acidentes.

Você também pode gostar:

Ranking: As 3 melhores Bicicletas sem pedal

Apesar de novidade, a bicicleta sem pedal já conta com marcas e modelos dividindo a preferência de crianças e adultos. Para lhe ajudar, listamos alguns modelos para você possa escolher o seu.

1º – Bicicleta sem pedal Fastwheels

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Indicadas para crianças a partir de um ano de idade a bicicleta sem pedal Fastwheels possui ajuste milimétrico de altura do selim com sistema de blocagem (entre 280 e 400mm), o que permite o uso até 5 anos de idade.

O guidão também pode ser milimetricamente ajustado (entre 520 e 600mm) e contém manoplas confortáveis que não escorregam evitando que a criança perca o controle da bike.

Com rodas robustas e pneus de EVA maciço, essa bicicleta pesa apenas 2,5kg o que torna ela mais fácil de ser controlada. Não tem freio e suporta crianças de até 23kg. Disponível nas cores, branca com preto e laranja com preto.

2º – Bicicleta Balance Bike Pedal Nathor

Fabricada em aço de carbono com pneus em EVA, aro 12, a bicicleta sem pedal Nathor é ideal para crianças de 2 a 5 anos de idade.

Possui design diferenciado das bicicletas infantis comuns. Seu formato permite fácil acesso dos pés ao chão, o que oferece mais confiança para a criança. A bicicleta conta com freio traseiro e o guidão vem com limitador de giro de 60º.

O selim pode ser ajustado entre 300 e 430mm conforme a altura da criança. O peso máximo recomendado é 21 quilos. Produzida na versão verde com azul e roxo com rosa.

3º – Retrospec Cub Kids Balance Bike

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Esse modelo disponível na Amazon Americana, e que pode ser enviado para o Brasil, é a indicação da gigante do comércio eletrônico. A Critical Cycles Cub dá confiança às crianças com seu design totalmente seguro, que reduz o risco de lesões comuns nesse tipo de acessório.

Disponível em diversas cores, é ideal para crianças de 20 meses a cinco anos, com banco e guidão ajustáveis. Com certeza, uma opção para lá de segura para seus pequenos.

Guia de Compra

Dar os primeiros passos é um marco na vida de toda criança. A bicicleta sem pedal ajuda nessa tarefa e tem papel importante no desenvolvimento dos pequenos.

Aqui no nosso Guia de Compra, vamos trazer informações valiosas para te ajudar a escolher o modelo ideal.

Imagem de uma criança de costas andando com uma bicicleta sem pedal.

As bicicletas sem pedal ajudam as crianças, desde muito pequenas, a encontrarem o equilíbrio corporal. (Fonte: MabelAmber / Pixabay)

O que são as bicicletas sem pedal e qual a diferença para as bikes com rodinhas?

Crianças não têm limitações: são os adultos que criam os bloqueios, os medos e as inseguranças. Para eles, o céu é o limite, ou o chão, em alguns casos. É fácil perceber isso desde quando eles começam a dar os primeiros passos.

Muitos bebês querem correr antes mesmo de aprender a se equilibrar de pé. Alguns pulam etapas e se quer experimentam a fase de engatinhar. Eles estão sempre prontos para novos desafios.

Andar com a primeira motoca, triciclo ou bicicleta é uma fase de grande descoberta para os pequenos. É neste momento que eles começam a desafiar os limites de velocidade, distâncias e noção espacial.

Indicadas para crianças que já andam com certa firmeza, as bicicletas sem pedal podem parecer mais desafiadoras, mas na verdade elas foram criadas como um suporte para o desenvolvimento do equilíbrio corporal infantil.

Imagem de uma bicicleta sem pedal caída sobre um gramado.

As bicicletas sem pedal são indicadas para crianças que já conseguem andar com certa firmeza. (Fonte: EdBerlyn / Pixabay)

Com design totalmente moderno, as balance bikes, como também são conhecidas, possuem o centro de gravidade mais baixo do que as bicicletas infantis comuns, facilitando o acesso dos pés ao chão mesmo quando a criança estiver com o bumbum totalmente apoiado no selim.

Este é, portanto, o principal diferencial entre as bicicletas sem pedal e as bicicletas infantis comuns. O peso, o formato e a ausência de pedais ou rodinhas.

Ao contrário do que se pensa, esse modelo torna o processo de aprendizado de pedalar mais fácil, visto que a criança concentra toda a sua energia em aprender a se equilibrar desde o início.

Quando aprende a pedalar antes de se equilibrar, a criança tende a criar uma falsa sensação de segurança provocada pelas rodinhas de apoio, o que irá se tornar um obstáculo na transição para a bicicleta comum.

Crianças que já sabem se equilibrar têm mais facilidade para aprender a pedalar, e geralmente fazem a transição com tranquilidade sem precisar passar pela bicicleta com rodinhas de apoio.

Perceba as diferenças entre elas e faça a sua melhor opção:

Sem pedal Com pedal
Altura Mais baixa, permitindo o alcance dos dois pés no chão Nem sempre permite o alcance dos pés no chão, apenas ao pedal
Equilíbrio A criança dá o suporte com os próprios pés Rodinhas laterais acopladas ao pneu traseiro oferecem suporte
Peso São leves e facilitam a locomoção da criança Geralmente possuem acessórios que contribuem para o aumento do peso

Posso retirar os pedais de uma bicicleta comum?

Modernas e aparentemente tão práticas, as bicicletas sem pedal já conquistaram um grande público. Principalmente entre as famílias que se consideram mais aventureiras e que gostam de desafios.

Mas nem sempre vale tudo para entrar na moda. A bicicleta sem pedal não é simplesmente uma bike infantil que teve os pedais retirados. Aliás, retirar os pedais de uma bicicleta não é uma medida recomendada.

As bicicletas sem pedal foram desenvolvidas especialmente para dar essa dinâmica na descoberta das crianças, garantindo a segurança e o conforto dos pequenos.

Uma bicicleta comum sem pedal pode oferecer risco devido ao peso e às características que não garantem os mesmos resultados. O pedal não é como as rodinhas, um acessório que pode ser retirado conforme a desenvoltura da criança.

Emmi PiklerPedagoga

“Tentar ensinar a uma criança algo que pode aprender por ela mesma, não apenas é inútil. Também é prejudicial.”

O peso da bicicleta sem pedal é uma das grandes diferenças, além do formato do esquadro. Como são mais leves do que as bicicletas tradicionais, elas podem ser manuseadas facilmente por crianças a partir de um ano e meio de idade.

A bicicleta sem pedal tem freio?

A maioria dos modelos não possui freio, o que é mais comum e faz parte da proposta da bike de equilíbrio: o brincar livre da criança. Porém algumas marcas desenvolveram modelos de bicicleta sem pedal que incluem o freio traseiro.

A maioria das crianças vai aprender a arrastar os dois pés no chão para desacelerar e parar suas bicicletas de corrida. Porém, por volta dos 3 anos de idade, os pais podem se cansar de todo o desgaste dos sapatos e desejar um eficiente freio de mão.

A ausência de freio na bicicleta sem pedal pode significar um hábito a se repetir mesmo quando a criança evoluir para bicicleta com pedal. Treinar o uso dos freios, quando necessário, pode ser uma boa opção.

foco

Você sabia que em alguns países já existem até competições de bicicletas sem pedal? Um dos países que realiza essa brincadeira é a Inglaterra, como podemos ver abaixo.

Por que comprar uma bicicleta sem pedal?

Se a intenção é fazer com que as crianças se apaixonem pela liberdade que a bike proporciona, a bicicleta sem pedal é o melhor caminho. Com ela, cada criança encontra o seu próprio limite, de velocidade e percurso.

O equilíbrio é um dos desafios para todos que começam a andar de bicicleta. Engana-se quem acredita que a parte mais difícil é pedalar. Não é à toa que não muito antigamente, e até hoje ainda se utilize, as bicicletas com rodinhas.

Aliás, essa é uma das mais marcantes memórias de muitos adultos. A mão que os guiava na tentativa de pedalar pela primeira vez sem rodinhas na infância. A verdade é que muitos demoravam bastante tempo para conseguir se livrar do acessório.

A tendência é que ele não seja mais tão utilizado. Como a bicicleta sem pedal é indicada até 5 anos de idade, a próxima etapa é a bicicleta comum, com pedal, mas sem rodinhas. Com domínio do equilíbrio, as crianças nem precisam mais daquela mãozinha.

Jean PiagetBiólogo e Psicólogo suíço

“Como podemos, com nossas mentes adultas, saber o que será interessante? Se você seguir a criança… Pode descobrir algo novo.”

Autonomia, liberdade e independência. Essas são palavras chaves da nova geração. E esse incentivo já começa bem cedo, através das brincadeiras de criança.

Para o desenvolvimento neuropsicomotor, a bicicleta sem pedal representa uma forma de respeitar o processo natural da criança. Segundo especialistas é somente a partir dos 4 anos, quando a criança já consegue subir e descer escadas alternando os pés e sem apoio, que ela está apta a pedalar.

Quanto custa?

As primeiras bicicletas sem pedal que chegaram ao Brasil eram consideradas caras, principalmente por ser um “brinquedo” de criança. Mas levando em consideração os benefícios para o desenvolvimento infantil, as bikes de equilíbrio podem ser consideradas um investimento interessante.

Sim, você pode adaptar uma bicicleta comum e ela irá funcionar como uma bicicleta sem pedal. Mas esta não é a melhor opção em termos de segurança. Como já falamos anteriormente, a bicicleta sem pedal possui um design próprio e características que garantem o seu bom desempenho.

Boas bicicletas sem pedal podem ser encontradas por valores que variam entre R$ 150 a R$ 500. As mais caras são desenvolvidas em madeira, artesanalmente. Elas chamam a atenção porque além de não ter pedal possuem um material diferente das bicicletas tradicionais.

Lembre-se que a mesma bicicleta pode ser usada, pela mesma criança, por quase 3 ou 4 anos. Portanto, invista o que julgar necessário e avalie esse aproveitamento ao longo dos anos.

Caso esteja inseguro quanto ao uso, opte por adquirir uma bicicleta usada antes de comprar a bike oficial da família.

Onde comprar?

Lojas de brinquedos ou lojas de materiais esportivos são os principais locais para você encontrar bicicletas. Para as bikes sem pedal não é diferente. Com a popularização deste modelo, você vai encontrar facilmente uma bicicleta sem pedal da sua preferência.

Para encontrar os preços mais acessíveis e modelos variados, nossa dica são as lojas online como a Amazon. Fáceis de andar e de transportar, as bicicletas sem pedal também são fáceis de montar. Você pode receber a sua em casa e seu filho logo vai sair andando.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de bicicleta sem pedal

Escolher brinquedo para criança não parece algo complicado. Basta você se apaixonar pela ideia. E pais são facilmente conquistados pelos olhos brilhantes de qualquer criança.

Mas quando se trata de um item tão especial e voltado ao desenvolvimento dos pequenos, alguns detalhes importantes devem ser considerados. Qualidade e segurança estão no topo da lista.

Nós iremos lhe apresentar alguns fatores principais que irão influenciar na sua decisão e serão praticamente decisivos para a sua compra:

  • Material
  • Rodas e Pneus
  • Medidas
  • Cores e aparência

Material

Assim como os brinquedos de madeira, as bicicletas de madeira chegaram conquistando o público. Mas vale ressaltar que o material não é tão resistente.

Quem pretende usar a mesma bicicleta por um bom tempo ou até repassar para as próximas gerações de crianças da família deve optar por um material como alumínio.

Esta é a melhor aposta se o peso leve for o que você procura em uma bicicleta de equilíbrio para crianças pequenas.

O aço é outra boa opção. Muitas vezes é o material mais barato disponível e se isso significa a diferença entre o seu filho ter uma bicicleta de equilíbrio ou não ter, escolha a de aço.

Rodas e Pneus

Existem diferentes tamanhos de rodas de bicicleta de equilíbrio. Para iniciantes, são recomendadas rodas de 10 a 12 polegadas. Já as crianças de 3 a 5 anos se adaptam melhor com bicicletas com rodas de 14 polegadas.

A maioria das bicicletas sem pedal é baseada em torno de uma roda de 12 polegadas. Este tamanho de roda é geralmente o ajuste de “tamanho único”, para crianças de 18 meses a 5 anos.

Algumas marcas oferecem assento e altura de guidão ajustáveis. Porém, crianças mais velhas podem começar a ficar muito pesadas e precisarão de rodas um pouco maiores.

Imagem mostra uma bicicleta sem pedal de madeira com design e cores de zebra.

Material, medidas, design, rodas e pneus são alguns dos importantes critérios a considerar na hora de escolher sua bicicleta sem pedal. (Fonte: Screamenteagle/ Pixabay)

Para o pneus, existem dois tipos de materiais disponíveis no mercado: de espuma e de borracha. O principal benefício de uma bicicleta de equilíbrio com pneus de espuma é o peso reduzido.

A desvantagem para os pneus de espuma é que eles vão se desgastar depois de um certo tempo de uso. Principalmente ser for usada por irmãos em sequência.

Os pneus de borracha tornam as bicicletas sem pedal mais parecidas com uma bicicleta tradicional. Porém este material aumenta consideravelmente o peso de uma bicicleta de equilíbrio para uma criança pequena.

Medidas

Para funcionar como deve, a bicicleta tem que respeitar os limites da criança. Sentados no assento, eles devem ser capazes de tocar o chão pelo menos com a metade frontal inteira do pé, mas de preferência tocar os pés completamente.

Estes ajustes proporcionam maior estabilidade, confiança e força para empurrar. Guidão e selim devem ter opções de ajustes conforme o tamanho da criança. O eixo central baixo também torna mais fácil para a criança subir e descer da bicicleta.

Cores e aparência

Você pode até achar que este detalhe não interfere, mas em se tratando de criança, é algo a ser considerado. Busque entender o que a criança deseja antes de finalizar a compra.

Veja temáticas, cores e modelos. Você não vai querer investir na melhor bicicleta sem pedal, com acessórios, segurança, qualidade, se for pra ficar jogada de lado no quarto porque a criança não gostou da aparência.

(Fonte da imagem destacada: 3dman_eu / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
44 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...
REVIEWBOX

Postado por REVIEWBOX