Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre a bola de um esporte que embora não seja o mais popular por aqui, chegou ao Brasil no século XIX: a bola de rugby.

Quem vê pela primeira vez, pode até se confundir com uma bolinha mais famosa, de formato semelhante. Mas há inúmeras diferenças entre uma bola de rugby e de futebol americano, e certamente iremos detalhar mais adiante.

Para lhe ajudar a escolher o melhor modelo, a ReviewBox Brasil preparou este guia mais do que completo para que você saiba todos os detalhes e informações específicas. Fique conosco que vamos facilitar sua decisão na hora da compra.

Primeiro, o mais importante

  • As bolas de rugby têm o formato oval, sem pontas, e geralmente são produzidas na cor branca.
  • O comprimento da bola é entre 28 e 30 cm, e elas pesam entre 410 e 460 gramas, mas existem modelos menores e mais leves que são utilizados por categorias de jogadores mais novos.
  • Os preços de bolas de rugby variam entre R$ 60 e R$ 170, dependendo da marca, material do qual a bola é feita, entre outros fatores.

Você também pode gostar:

Ranking: As 4 melhores bolas de rugby

Se você busca saber quais são as melhores bolas de rugby, nós podemos te ajudar. Abaixo, selecionamos os 4 melhores modelos à venda no mercado brasileiro. Confira o Ranking:

1º – Bola de Rugby Gilbert Training

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A Gilbert é considerada a mais tradicional fornecedora de materiais esportivos do rugby e este modelo é o cartão de visitas da marca. Toda costurada à mão apresenta a tecnologia Tri grip, que melhora a aderência em sua superfície.

O laminado é de poliéster e algodão de três camadas e a superfície é de borracha ultrarresistente, com proteção contra umidade pelo sistema Hydratec, que garante maior durabilidade à sua bola. Ela está disponível nos tamanhos 5, 4 e 3 e também com variações de cores.

2º – Bola Rugby Pró Penalty

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Tradicional fornecedora de bolas oficiais das mais variadas modalidades, a Penalty não ficaria de fora do rugby. Este modelo é feito com borracha celular (expandida), proporcionando maior leveza e maciez no toque.

Com miolo de borracha e câmara butil, a estrutura proporciona eficiência nas jogadas, com destaque para a precisão nos chutes.

Traz pesos e medidas oficiais e o design é composto predominantemente pela cor branca com detalhes em cinza, azul e verde mesclados entre si, além do logo da marca em destaque.

3º – Bola de Rugby Pro Impact Training

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Com uma cobertura externa feita usando uma combinação de borracha sintética, algodão e poliéster, a bola de rugby Pro Impact foi projetada para proporcionar melhor aderência e maior durabilidade.

No interior, uma bexiga de látex reforçada evita a perda de ar mesmo depois de ser repetidamente arremessada e chutada. O modelo está disponível nos tamanhos 3, 4 e 5, sendo ideal para iniciantes a jogadores mais experientes.

A Pro Impact Training é especialmente projetada para suportar um desgaste intenso durante o treino dia após dia. No design, predomina o branco, com acabamento vermelho e preto.

4º – Omega Rugby Precision Training

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Costurada à mão, a bola de treino Omega Rugby é confeccionada com um exterior de borracha de alta qualidade, incluindo um acabamento ondulado de longa duração.

Isso proporciona mais aderência em qualquer situação e condições meteorológicas. Outro benefício é o balanceamento do peso para um melhor ‘voo’, dando mais precisão nos chutes e arremessos.

Guia de Compra

Embora o rugby tenha surgido no século XIX aqui no Brasil, ainda não é um esporte conhecido nacionalmente. Porém, nos últimos anos, a prática vem se destacando no país e em 2018 a seleção brasileira conquistou o Campeonato Sul-Americano de Rugby. Siga com a gente para aprender tudo sobre a bola desse esporte.

Jogadores de rugby disputando pela bola.

O esporte vem se destacando no país ao longo dos últimos anos. (Fonte: 12019 / Pixabay)

O que são as bolas de rugby?

Temos que admitir, para a maioria do povo brasileiro, bola é redonda e ponto final. Mas ultimamente, a bola oval é vista cada vez com mais frequência nas escolas, clubes, parques e praias.

As ovais mais famosas são as do futebol americano, esporte que está ganhando a atenção e o coração do torcedor brasileiro. O número cresce a cada ano, a cada série de playoffs e Super Bowl, considerado um dos maiores, senão maior evento esportivo mundial.

Mas não é raro vermos as bolas de rugby sendo arremessadas por aí. O esporte tem um campeonato nacional bastante disputado e jogadores brasileiros já recebem destaque mundial também.

Julius BorosJogador de golfe

“Na hora que você pega na bola, se você não sabe o que fazer com ela, tente outro esporte.”

Qual a diferença entre a bola de rugby e futebol americano?

Quanto à diferença entre as bolas de rugby e futebol americano, elas vão além da cor. Apesar do formato e tamanho bastante semelhantes, uma diferença bastante notável está nas extremidades.

Enquanto a bola de futebol americano tem extremidades pontudas, a de rugby é mais plana, arredondada. Isso faz uma diferença grande na viagem da bola, na maneira como cada uma delas se move pelo ar.

O rugby é um jogo de mais passes, e a bola tem um design menos aerodinâmico. Só é permitido passar a bola com as mãos para os lados ou para trás. Para a bola ir para frente, os jogadores precisam usar os pés.

Diferente do futebol americano, no qual a bola costuma viajar longas distâncias, no rugby a bola mantém alguma estabilidade durante o vôo em passes curtos, mas cai com o final em passes mais longos ou chutes.

Se você já é um jogador de rugby, amador ou profissional, garanta que a bola do jogo seja também aquela que irá te proporcionar o melhor desempenho aliado à durabilidade e resistência.

Bola de rugby para treino ou jogo?

Alguns fatores podem ser decisivos na hora de escolher a sua bola de rugby ideal. Material de confecção, forma de produção, tudo pode influenciar e garantir o desempenho e a durabilidade da sua bola.

A qualidade da bola influencia bastante o desempenho, porque muda o potencial de distância e precisão de cada passe. Muitos atletas optam por uma bola de treino ao invés de comprar uma bola de jogo oficial. As principais diferenças entre os dois modelos são as seguintes:

Treino Jogo
Custo x Benefício Custo mais baixo e foco na durabilidade Maior custo e melhor desempenho
Material Borracha sintética Borracha natural
Vantagem Mais resistência Mais aderência

Qual o tamanho ideal da bola de rugby?

O tamanho da sua bola de rugby é algo que você precisa avaliar, pois afeta diretamente na habilidade e relação com a bola. Se for muito pequena ou muito grande, certamente irá dificultar o controle e consequentemente, seu desempenho.

A bola deve ter o mesmo tamanho para a prática e para as partidas. Os tamanhos das bolas de rugby são os seguintes:

  • Tamanho 5: Utilizado para grupos etários a partir dos 15 anos, incluindo adultos. De acordo com normas oficiais, as bolas podem ter um comprimento entre 28 e 30 centímetros, uma circunferência de 74 a 77 centímetros e perímetro de 58 a 62 centímetros.
  • Tamanho 4: Usado para grupos etários de 9 a 15 anos. O comprimento deve ser de 27,5cm, o comprimento da circunferência de 72cm e circunferência de 55,5cm.
  • Tamanho 3: Usado para grupos de até 9 anos. O comprimento deve ser de 25,5cm, o comprimento da circunferência de 68cm e circunferência de 54cm.

Confira, no vídeo abaixo, publicado no canal World Rubgy no YouTube, como são feitas as bolas desse esporte de uma das principais marcas do planeta e fornecedora oficial de bolas para as seleções brasileiras até 2024:

Quanto custa?

As bolas de rugby não apresentam tanta variedade de preços, e em via de regra, custam entre R$ 60 e R$ 170. Modelos profissionais, mais voltados para jogos oficiais, costumam ser os mais caros e fogem um pouco dessa faixa.

Atualmente não há tantas opções de bola de rugby disponíveis no mercado brasileiro. Mas com uma boa pesquisa é possível encontrar a sua sem gastar muito.

Onde comprar?

Os principais revendedores de bolas de rugby são as lojas e portais especializados em esportes.

Para quem não abre mão de ver, tocar e experimentar o produto antes de comprar, algumas lojas esportivas como Centauro e Decathlon, ou lojas de departamento, como Americanas e Walmart podem ser suas melhores opções.

Se para você, uma boa pesquisa online com a ajuda da ReviewBox Brasil já é suficiente, certamente você terá bem mais opções de compra no mercado online. No quesito praticidade, a Amazon, principal loja no mercado norte-americano, oferece algumas das principais marcas e modelos no Brasil, assim como a Netshoes.

Um ponto importante a ser observado nas compras online é que a bola deve ser entregue no seu endereço totalmente ou parcialmente vazia e cabe a você calibrar sua bola para obter o resultado esperado.

Critérios de Compra: Fatores para comparar os modelos de bola de rugby

Todo esporte é praticado com uma combinação de força de vontade, talento, e equipamento adequado. Para escolher sua bola de rugby, não é diferente. É indispensável saber o que você precisa analisar na hora da compra.

A ReviewBox Brasil vai te ajudar com a escolha da bola ideal, observando:

  • Material de produção
  • Peso
  • Aderência
  • Câmara ou Bexiga

São fatores serão decisivos para a compra da sua bola de rugby. Vamos detalhar cada um deles para te ajudar a encontrar a melhor opção e partir para o jogo.

Imagem mostra jogador profissional de rugby segurando uma bola enquanto outro aproxima-se.

Existem fatores essenciais para levar em conta na hora de comprar uma bola de rugby. (Fonte: jackmac34 / Pixabay)

Material de Produção

Antigamente, as bolas maiores de treino e jogo eram feitas em couro, que absorvia água e ficavam desiguais em peso. Hoje em dia, elas são feitas de borracha sintética ou natural, com um tubo interno.

Elas também têm uma superfície com covinhas permitindo melhor aderência e manipulação de bola. Este é o padrão, mas existem variações diferentes se você quiser.

Já as bolas menores podem ser encontradas em uma superfície lisa feita de PVC ou PU, os mesmos materiais que são usados em bolas de futebol, dando-lhe uma aparência brilhante.

O visual brilhante é vantagem para questão estética, mas perde em desempenho, já que a superfície dificulta a aderência. As bolas no tamanho 3 são geralmente feitas de espuma, sem tubo interno, o que significa que elas são leves, suaves e seguras para os jogadores mais jovens. Esta é a melhor escolha para os iniciantes.

Peso

O peso da bola quando nova deve variar entre 410 g a 460 g com uma pressão de bola de 9,5 a 10 PSI. Alguns atletas buscam melhorar a força do pulso e passar por muito tempo usando uma bola de rugby ponderada.

Bolas de rugby ponderadas podem pesar até 1 kg, mas nunca devem ser chutadas, pois podem causar sérios danos ao seu pé e tornozelo. O peso extra ajuda a desenvolver os músculos envolvidos na passagem e força você a usar um passe mais eficiente e tecnicamente correto.

Aderência

Um jogo como o rugby exige um controle de bola enorme, e a “pegada” ou aderência pode ser o diferencial. Bolas com camada externa “espelhada” texturizada fornecem aos jogadores um controle ainda maior.

Este aperto é considerado para equilibrar entre o quão fácil é uma bola para pegar versus o quão longe ela pode ser passada ou chutada. É uma batalha, pois quanto mais aderência, menor pode ser a distância do chute.

O padrão de pegada também pode afetar quanto tempo a empunhadura permanecerá na bola. As espinhas redondas de perfil inferior durarão mais que as espinhas angulares mais altas, mas darão menos aderência.

É por isso que você verá diferentes tipos de pegada para diferentes tipos de rugby. A aderência também é afetada pelo tipo de borracha usada para fazer a bola. A borracha natural (bolas de jogo) proporciona mais aderência, já a borracha sintética (treino) proporciona maior durabilidade.

Câmara ou Bexiga

Esse é um dos componentes mais vitais para determinar o desempenho de uma bola de rugby. A câmara, ou bexiga, pode existir em diferentes variedades e tamanhos, dependendo do uso da bola.

Bolas de jogo costumam usar uma bexiga de látex natural, que tem alta resiliência e fornece uma bola com boas características de rebote. O lado negativo é que a superfície é permeável e permite que o ar passe através dela. Isto significa que as bolas precisam ser calibradas corretamente uma vez por semana.

Existem modelos avançados com características equivalentes, mas que não são permeáveis ​​ao ar e permanecem infladas por períodos muito mais longos, às vezes de 1 a 2 meses.

  • Látex Natural: Macio, salta bem, mas vaza ar.
  • Bexigas Butílicas: Oferecem uma excelente combinação de sensação e retenção de ar, tipicamente em bolas de alcance médio a superior.
  • Sintéticos patenteados: A bexiga Air-Loc de Gilbert é um excelente exemplo de uma bexiga copolimérica que retém as qualidades do látex natural sem perder ar. Material mais caro usado em bolas de maior qualidade.

(Fonte da imagem destacada: jackmac34 / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
42 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...