Imagem mostra uma bolsa esportiva de taekwondo, com equipamentos ordenados à sua frente: uma garrafa, um par de luvas, nove cintos e ainda um par de foices.
Ultima atualização: 5 de fevereiro de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

18Horas investidas

3Estudos avaliados

55Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje falaremos tudo sobre a bolsa esportiva, o acessório que é sucesso no mundo dos esportes - e que começa a colocar a invadir o campo da moda.

Hoje, a bolsa esportiva oferece soluções para duas questões primordiais do atleta, seja ele profissional ou casual: as características (e materiais) da sua atividade e os impactos desta na sua rotina.

De modelos compactos à compartimentalizados, de confortáveis à estilosos, vamos mostrar como a bolsa esportiva pode facilitar seu dia a dia. Vamos também te ajudar a encontrar o modelo ideal para você e seu esporte, elencando os melhores do mercado, mostrando suas diferenças e suas vantagens.




Primeiro, o mais importante

  • Atenção ao volume e aos compartimentos: ou dois elementos são o beabá para escolher a bolsa ideal. Se o volume for o bastante para suas coisas, quanto mais compartimentos, melhor.
  • Existem bolsas esportivas de mão, de ombro e transversal, com diferenças sutis no modo em que são carregadas, mas que alteram toda a capacidade do modelo.
  • Seu preço varia entre R$ 50 e R$ 300. Os valores costumam a acompanhar principalmente o tamanho, a qualidade do material e até a complexidade de seu design.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 3 melhores modelos de bolsa esportiva

Elencamos aqui os melhores modelos de bolsa esportiva disponíveis no mercado. Além do custo-benefício, analisamos seu material, sua capacidade, entre volume e compartimentos, e sua versatilidade, entre conforto e estilo.

1º - Bolsa Esportiva Vollo

A bolsa da Vollo conta com um bom custo-benefício, compacta, estilosa e resistente. Feita em poliéster preto, com detalhes em preto fosco e laranja, seu compartimento principal é de zíper duplo, e conta com bolsos de zíper internos e externos.

Compacta, com menos de 20 cm de comprimento, tem duas alças, sendo uma curvada e transpassada. Seu forro é resistente à água, que protegem seus compartimentos internos.

2º - Bolsa Esportiva Mormaii

A fabricante não mente quando classifica o modelo como “Utilitário”. A bolsa da Mormaii, além de discreta e estilosa, revestido em canvas (tecido sintético com base de algodão) da cor preta, com o logo e detalhes em branco, é de fato muito prática.

Afinal, há o compartimento interno espaçoso, um bolso lateral compacto, de zíper, e um bolso frontal aberto de fácil acesso, especialmente se alçado transversalmente - há também a opção de alça de mão.

3º - Bolsa Esportiva Wilson

O design arrojado pode não ser muito compatível com ambientes casuais, mas a bolsa da Wilson compensa sendo completa nos outros quesitos. A começar pela sua capacidade de 49 litros, dois bolsos laterais, bolso frontal grande e o compartimento interno principal.

100% poliéster, o modelo conta ainda com alças de mão e transversais, ambas acolchoadas, e detalhes da marca bem posicionados, até no zíper.

Guia de Compra

Não faltam motivos para se usar uma bolsa esportiva. A praticidade e organização de um artigo adequado, ou bolsos e compartimentos pensados para a rotina atlética, ou simplesmente algo para reunir e carregar ou itens do dia de maneira segura e confortável.

Além de um produto simples e objetivo, a bolsa conta variações precisas para ser a resposta para essas demandas. Neste Guia de Compra, falaremos dessa simplicidade, dessas variedades, até de seus prós e contras, para você saber o que procurar na hora da compra.

Imagem mostra uma mulher caminhando pela calçada de uma praia. Ela carrega uma bolsa esportiva no ombro esquerdo e uma garrafa de água na mão direita.

O bolsa esportiva oferece soluções para o esporte e para a rotina. (Fonte: The Lazy Artist Gallery / Pexels)

O que é a bolsa esportiva?

A bolsa, no sentido do artigo para armazenamento e transporte pessoal de objetos, é tão antiga quanto as primeiras civilizações. Há registros de sacos rudimentares que datam aos povos pré-colombianos, para se ter uma noção.

Num pulo para o século XX, a Primeira Guerra Mundial acabou fomentando o desenvolvimento de bolsas mais leves, compactas e resistentes. Em tempos de paz, não demorou para o conceito se fundir com as populares maletas, e enfim seguir a linha da especialização.

Na esfera esportiva, a bolsa começou a ganhar espaço entre aqueles de prática individual e com adereços, como o tênis e o golfe, depois visibilidade entre marcas e público consumidor a partir do beisebol, nos EUA.

Depois, seguiu o processo dos demais itens esportivos, se popularizando a partir das transmissões televisivas e da cobertura midiática dos esportes. Hoje, os fabricantes de bolsa esportiva buscam atender às demandas tanto da prática como da rotina desportiva.

Isso quer dizer que o produto oferece soluções para ou anseios comuns à todos os tipos de atletas - com espaços pensados para tênis, toalhas, roupas, garrafas (além de bolsos para celular, carteira, entre outros pertences) - e também para a especificidade de cada esporte, com compartimentos para tacos e raquetes, por exemplo.

As marcas hoje pensam muito naqueles que encaixam sua prática esportiva ao fim do dia ou do expediente e evoluíram as bolsas esportivas para modelos mais versáteis, unindo conforto e estilo, mas sem tirar de vista o objetivo principal.

O resultado é tão bom que há quem use bolsas esportivas sem nem sequer dar uma corridinha ao fim de semana.

Quais as vantagens e desvantagens da bolsa esportiva?

Atendendo à tantas demandas, é de se imaginar que o produto tenha lá suas boas vantagens.

A primeira, naturalmente, é a sua adequação à prática desportiva - cheias de compartimentos para garrafas d’água, uma toalha, uma troca de roupa - e à cada esporte, com modelos pensados para raquetes, tacos, aberturas diferenciadas para chuteiras, etc.

Depois, há a praticidade pensada para quem vai usar o produto suado, ofegante e possivelmente em lugares pouco acessíveis. Bolsos espaçosos, aberturas fáceis, coisas simples, mas que ajudam muito ao fim de uma atividade cansativa.

Seguindo essa linha, as bolsas esportivas são também mais resistentes, preparadas para uma maior exposição às condições naturais e à usuários, digamos, longe de suas condições ideais. Materiais impermeáveis, de costura reforçadas, por exemplo, são itens quase essenciais.

Imagem mostra um homem sentado, encostado na parede, com um computador apoiado sobre uma toalha em seus joelhos. Ele tem uma garrafa de isotônico na mão direita, cujo braço está apoiado numa bolsa esportiva.

As bolsas esportivas atendem, ao mesmo tempo, as demandas do esporte e do resto da rotina de seu usuário. (Fonte: William Iven / Pixabay)

Por fim, há a sua versatilidade. Para aqueles que encaixam os esportes em sua rotina, e, portanto, carregam a bolsa por vários lugares e momentos, o produto busca equilibrar conforto e estilo, tornando-se multifacetado.

Por outro lado, há ou desconfortos, principalmente devido ao seu desenho básico, isto é, de bolsa, de mala. Seu modo de carregar, por exemplo, pode ser pouco prático e até doloroso, no caso de muito peso.

Da mesma maneira, seu tamanho pode ser um pouco incômodo. Devido à maneira em que é carregado. Ou é compacto e prático, mas pequeno demais, ou é espaçoso, mas de difícil manuseio.

No que diz respeito às suas adaptações práticas, o destaque negativo fica por conta da sua segurança. Com materiais leves e aberturas simplificadas, essa questão acaba ficando em segundo plano.

Vantagens
  • Adequado ao esporte
  • Uso prático
  • Material resistente
  • Versátil
Desvantagens
  • Modo de carregar pode ser ruim
  • Tamanho desequilibrado
  • Falta de segurança

Bolsa esportiva transversal, de ombro ou de mão?

A diferença básica entre modelos de bolsa esportiva, que acontece até mesmo dentro da lógica dos específicos de cada esporte (como bolsas de tênis, golfe ou porta chuteiras) é a maneira em que são carregados.

Pode não parecer, mas entre bolsas de mão, de ombro e transversal, há mudanças importantes. Simplificadamente, eles influenciam na capacidade do modelo.

Na ordem, de menor para maior: mão, ombros e transversal - obviamente respeitando a quantidade de peso que cada membro/modo suporta de peso.

Imagem mostra um homem arrumado para o trabalho arrumando sua bolsa esportiva.

A bolsa esportiva pode ser de mão, ombro ou transversal. (Fonte: belchonock / 123RF)

Qual a melhor: Bolsa esportiva, saco ou mochila?

À essa altura, é normal ficar na dúvida entre outros produtos que servem ao mesmo propósito, mas com propostas diferentes, em especial entre sacolas e mochilas, tão populares quanto as bolsas.

Suas diferenças também obedecem a lógica da capacidade entre peso e tamanho (na ordem crescente: saco, mochila, bolsa), mas nesse caso, o tipo do esporte acaba impactando mais as diferenças.

A imagem mostra uma corrida feminina, enfocando quatro corredoras usando mochilas, ao centro.

Um exemplo do esporte impactando o tipo da mala. Mochilas são mais usadas em corridas, já que podem ser usadas no decorrer da atividade. (Fonte: RUN 4 FFWPU / Pexels)

O saco atende melhor as atividades de poucos acessórios, como o futebol, o boxe e até um treino de academia.

A mochila já é mais usada em práticas em que ela pode ser usada em sua duração, como caminhadas, corridas, pedaladas, até um rolê de skate.

A bolsa esportiva serve para esportes com maior quantidade de acessórios ou mesmo para levar o “kit completo”, como coletes e a bola para um jogo de basquete.

Saco Mochila Bolsa
Capacidade Pequena Média Média/Grande
Uso/Atividade Casual/Poucos itens À pé/Em rodas Grupos/Muitos itens

Quanto custa?

O preço das bolsas tem uma variação média, de R$ 50 a R$ 300. Ou fatores mais preponderantes são seu material e tamanho.

A marca do produto também interfere, assim como seu design, especialmente se consegue mediar um bom volume com um número grande de bolsos e compartimentos.

Onde comprar?

Nas principais lojas físicas de artigos esportivos, como a Decathlon ou a Centauro, você encontra variedade de modelos, marcas e preços.

Agora, se você quer ainda mais opções, e ainda comprar no conforto de sua casa, sites como a Amazon.com.br, Mercado Livre e Netshoes são para você - além das versões online das lojas citadas acima, claro.

Comprando online você ainda consegue melhores ofertas e recebe o produto na porta. Se gostou de alguma do nosso Ranking, basta clicar sobre o nome da bolsa e será direcionado para um site de venda.

Imagem um golfista escolhendo uma bolsa esportiva. Ele usa um boné, camisa polo e um rádio na cintura. São pelo menos sete bolsas em segundo plano.

Você pode experimentar as bolsas em lojas físicas, mas encontra maior variedade em lojas virtuais. (Fonte: Jopwell x PGA / Pexels)

Critérios de compra: Fatores para comparar as diferentes ofertas de bolsa esportiva

Reunimos abaixo alguns aspectos da bolsa esportiva, que quando comparados entre modelos, podem servir de critérios efetivos de compra.

  • Material
  • Volume e Compartimento
  • Conforto
  • Design

Vamos, então, falar de cada um desses aspectos, para que a sua escolha seja a mais adequada possível:

Material

Um bom material é um item essencial na escolha do modelo ideal de bolsa esportiva.

Tecidos impermeáveis para esportes em campo aberto, com respiro para guardar roupas cheias de suor sem deixar cheiro e de fácil limpeza, para as atividades em condições pouco favoráveis. Tendo pelo menos uma dessas características, aumentam as chances da sua escolha ser a mais correta.

Isso sem esquecer a qualidade de zíperes, fechos e tiras, que refletem na durabilidade do produto, ainda mais um tão aventurado como este.

Imagem mostra uma bolsa esportiva sobre um móvel branco. O modelo tem um grande “P” estampado no meio.

Notar o material da bolsa é essencial para medir a sua durabilidade. (Fonte: Lauren Fleischmann / Unsplash)

Volume e compartimentos

Checar o volume e ou compartimentos é quase uma regra básica para optar entre bolsas esportivas. O volume, mais do que a medida, vai dizer o que você pode armazenar no modelo, portanto opte pelo que caiba o que você pretende carregar.

Como uma referência, modelos de 10 litros são considerados pequenos, 20 litros médios e de 30 litros para cima, grandes.

Em relação aos compartimentos, quanto mais melhor, especialmente se você levar a bolsa durante o dia. Contanto que não interfira no volume, o grande número de bolsos laterais e internos te ajuda organizar melhor seus itens, como deixar as chaves longe da tela do celular ou as chuteiras longe de uma toalha, por exemplo.

Imagem mostra uma bolsa esportiva sobre uma superfície de madeira. Há raquetes de tênis de mesa, bolas de tênis, uma toalha, uma garrafa de plástico e ainda um e-reader.

Os bolsos e compartimentos são importantes para a melhor organização e armazenamento de seus objetos. (Fonte: Perfecto_Capucine / Pixabay)

Conforto

Outro critério muito importante na hora de escolher sua bolsa é o seu conforto. Usando o acessório o dia inteiro ou só por algumas horas, um maior conforto só irá melhorar a sua experiência com o modelo.

No caso de usos longos, o aspecto torna-se até uma questão de bem-estar. Portanto, opte pelas bolsas com tiras largas e acolchoadas, com o menor número de superfícies ásperas e pontiagudas possíveis.

Design

Um acessório bonito, ergonômico e bem desenhado também pesa na experiência de seu usuário. Com as bolsas esportivas, é também caso de encaixe na rotina de seus usuários.

Se você, então, tem aquela academia ou futebol no fim do dia, e ainda leva suas coisas da casa ao trabalho ao restaurante, dê prioridade às bolsas de design mais elegante e discreto. Assim, você pode transitar por diversos ambientes, sem se preocupar em estar deslocado.

(Fonte da imagem destacada: Candace Hunter / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Lucas Ayres Jornalista
Fanático por esportes e apaixonado por música, vive antenado às novas tecnologias e tendências da moda masculina. Escreve sobre os produtos que orbitam nesses assuntos, e outros que deixam a casa e o dia a dia mais fácil, prático e, além de tudo, saudável.