Imagem de uma bomba tira-leite manual.
Ultima atualização: 12 de junho de 2019

Como escolhemos

8Produtos analisados

21Horas investidas

5Estudos avaliados

58Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre a bomba tira-leite, um acessório que auxilia na rotina de amamentação do bebê e supre diferentes necessidades.

Algumas mães extraem leite porque o bebê nasceu prematuro e ainda não pode mamar, outras usam o aparelho para estimular a produção, ou para o leite não empedrar e tem mulheres que precisam montar um estoque pois trabalham fora de casa.

Seja qual for a sua situação, este artigo vai ajudar. Vamos contar tudo o que você precisa saber sobre a bomba tira-leite, as vantagens e desvantagens do produto, quais tipos de extratores existem e dar algumas sugestões de compra.




Primeiro, o mais importante

  • O extrator de leite tem muitas vantagens: estimula a produção, extrai o excesso de leite das mamas e é uma alternativa para sempre ter leite materno para alimentar o bebê.
  • Existem dois tipos de bomba tira-leite: os modelos manual e elétrico. Além do modo de funcionamento, essas versões variam na indicação de uso, dimensões, peso, emissão de ruído e preços.
  • Dê preferência para comprar uma bomba tira-leite de marcas estabelecidas no mercado como Philips Avent, Lansinoh, Chicco, Nuk, G-Tech, Lillo e Medela. Os preços variam de acordo com o tipo de funcionamento.

Você também pode gostar:

Melhores modelos de bomba tira-leite: Nossos favoritos

A bomba tira-leite é um acessório essencial para as mamães em fase de amamentação. Você pode escolher entre o modelo de extração manual, elétrico, ou quem sabe os dois?! Para esta lista selecionamos os melhores modelos de cada tipo.

Extrator de leite manual Pétala – Philips Avent

O extrator de leite da Philips Avent é um modelo manual de excelente qualidade, conta com pétalas massageadoras que estimulam o fluxo de leite ao mesmo tempo em que aliviam as dores.

Esse modelo vem com três peças: o extrator de leite, um recipiente e um bico de mamadeira, que pode ser colocado na ponta do recipiente, sendo usado para dar de mamar ao bebê depois da extração.

Bomba tira-leite manual – Lansinoh

A bomba tira-leite manual da Lansinoh é um modelo bem completo, pois vem com dois recipientes para armazenar o leite, ambos com capacidade para até 150 ml e bico extrator com manopla de fácil manuseio.

Este modelo também conta com exclusiva almofada Comfort Seal, que veda bem o recipiente para proporcionar segurança, conforto e eficiência.

Bomba tira-leite elétrica – Multikids Baby

A bomba tira-leite elétrica da Multikids tem sete níveis de intensidade de sucção, diafragma feito de silicone ultra macio para trazer mais conforto à mãe e pote coletor com capacidade para até 210 ml, que pode ser congelado e aquecido.

Para ligar e desligar o aparelho e aumentar ou diminuir o nível de intensidade, utilize os botões na parte posterior do aparelho.

Extrator de leite automático – G-Tech

A bomba tira-leite automática da G-Tech tem o diferencial de reproduzir o efeito de sucção feito pelo bebê enquanto ele mama. Este produto tem quatro níveis de ajuste de sucção.

Vem com uma capa de silicone que serve para proteger os seios e é desenvolvido em materiais de altíssima qualidade livres de bisfenol A (BPA). Modelo bivolt.

Guia de Compra

Toda mamãe sabe que a amamentação é essencial para o desenvolvimento saudável do bebê. O leite materno deve ser o principal alimento consumido nos primeiros meses de vida, para que a criança cresça forte, nutrida e protegida contra doenças.

Mas, em muitos casos, a mãe precisa retornar ao trabalho poucos meses após o nascimento do filho, não tem produção suficiente para todas as mamadas do bebê ou ainda produz leite demais. Para auxiliá-la nesses e outros casos, você pode usar uma bombinha extratora de leite.

Imagem de mulher sentada extraindo leite materno.

O extrator de leite deve ser usado como um complemento à rotina da mãe, mas não substitui o estímulo da sucção do bebê. (Fonte: Asawin Klabma / Pixabay)

O que é uma bomba tira-leite e como utilizá-la?

A bomba tira-leite é um acessório auxiliar na rotina de amamentação. Ele tem inúmeras vantagens, uma delas é extrair leite para armazenamento (no caso das mamães que trabalham fora de casa ou que vão sair por curtos períodos).

O extrator de leite também é indicado para estimular o aumento na produção do alimento materno, pois a glândula mamária trabalha conforme o consumo do bebê. Neste caso, como a mulher vai extrair o líquido, as mamas vão produzir mais leite.

Alguns especialistas sugerem que existe um período certo para usar a bomba tira-leite, por isso é essencial que você converse com o seu médico durante o pré-natal para que vocês possam determinar o que é melhor para o seu caso.

Para extrair o leite dos seios, é recomendado que você lave bem as mãos, prenda os cabelos e coloque uma máscara na boca, para não ocorrer o risco de contaminação do leite por bactérias presentes na saliva.

Uma dica interessante é massagear os seios antes de iniciar a extração do leite. Esse preparo facilita a descida do leite das mamas e vai tornar o processo mais confortável para você.

Depois da extração, o ideal é que você transfira o leite para saquinhos descartáveis próprios para armazenamento, mamadeiras esterilizadas ou potes de vidro com tampas plásticas. Guarde os recipientes na geladeira por até 12 horas ou no congelador por até 15 dias.

Vantagens
  • Ajuda a estimular a produção de leite
  • Você pode armazenar um estoque de leite
  • Facilita a rotina das mamães que trabalham fora de casa
  • Existem dois modelos: manual e elétrico
Desvantagens
  • O modelo elétrico é relativamente caro
  • O modelo manual exige tempo e paciência
  • Extratores de má qualidade podem prejudicar a saúde da mulher

Qual o melhor: Extrator de leite manual ou elétrico?

Existem dois modelos de bomba tira-leite: manual e a elétrica, ambas apresentam algumas vantagens, mas cada uma tem seu diferencial, que torna uma opção melhor do que a outra, dependendo de cada caso.

Bomba tira-leite manual

Se você optar por uma bombinha manual, é você mesma quem vai tirar o leite das mamas, pressionando um mecanismo que suga o leite. Este modelo pode ser encontrado no formato de buzina, pistão e cilindro, é pequeno e fácil de transportar.

Além disso é silencioso e econômico, não só no preço, mas por dispensar o uso de pilhas, baterias ou energia elétrica.

Imagem de uma mulher brincando com o filho ao fundo e uma mamadeira a frente.

Com a bomba tira-leite, o alimento do seu filho estará sempre garantido. (Fonte: Rawpixel.com / Pexels)

Por ser manual, o processo de extração do leite pode levar de 15 a 40 minutos (para esvaziar os dois lados dos seios), e isso pode deixá-la cansada, com dores nas mãos e braços.

Por essa razão, a bomba manual é indicada para o uso esporádico. Esse modelo é ideal para as mulheres que não precisam usar tanto o acessório, saem pouco de casa ou não trabalham.

Bomba tira-leite elétrica

A bomba tira-leite elétrica é mais prática e rápida, pois conta com um motor que faz todo o trabalho sozinho. Para usá-la, você só precisa encaixar a peça de sucção em uma das mamas, ou nas duas (se for de bocal duplo), ligar o aparelho e esperar até que o recipiente encha.

Em poucos minutos o reservatório estará cheio e você vai precisar colocar o leite extraído em uma vasilha que vem junto com o produto e guardar o leite na geladeira.

O mais legal da bomba tira-leite elétrica, é que você pode ajustar a pressão exercida pelo mecanismo de sucção e a velocidade com a qual o leite é sugado, de forma que fique confortável para você.

Os pontos negativos são o preço elevado, o barulho que o aparelho emite e o peso. Se você precisar ou quiser carregar a bomba de leite, é preciso comprar um modelo portátil.

Há três formas de funcionamento para a bomba tira-leite elétrica: por pilha, bateria ou ligado na tomada. Você também pode encontrar modelos de baixa, média e alta potência.

Bomba tira-leite manual Bomba tira-leite elétrica
Modo de usar A própria mulher deve apertar o mecanismo de sucção do aparelho Basta encaixar a peça de sucção nas mamas e ligar o aparelho
Tempo de uso Mais longo (de 15 a 40 minutos) Mais rápido
Diferencial O aparelho é mais barato Você pode ajustar a pressão e a velocidade de extração
Desvantagem O procedimento é mais demorado O aparelho é mais caro

Quanto custa?

A bomba tira-leite manual custa entre R$ 70 e R$ 200, há excelentes opções, de marcas bem estabelecidas no mercado, por cerca de R$ 100.

Se você preferir o extrator de leite elétrico, saiba que o produto é mais caro, os preços variam entre R$ 150 e R$ 880, sendo que alguns modelos chegam a custar R$ 2.500.

Onde comprar?

A bomba tira-leite pode ser encontrada com facilidade em farmácias como Drogaria São Paulo e Onofre e lojas de artigos para mãe e bebê.

Se você preferir, dá para comprar pela internet em sites como Amazon e Mercado Livre. Basta escolher um modelo de acordo com as dicas que vamos dar na próxima seção, se você preferir dá para comprar uma de nossas sugestões do ranking, basta clicar no link.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de bomba tira-leite

A bomba tira-leite é um acessório importante no enxoval do bebê. Para escolher o modelo certo, entretanto, você deve estar atenta a algumas características que mudam de um modelo para o outro, como as listadas abaixo:

  • Tipo de funcionamento
  • Tamanho e peso
  • Qualidade da peça
  • Tempo de funcionamento

Confira cada um dos itens em detalhes abaixo:

Tipo de funcionamento

Como já mencionamos anteriormente, a bomba tira-leite pode ser de uso manual ou elétrico.

  • Bomba tira-leite manual: o processo é feito pressionando um mecanismo de sucção. Vantagens: três formatos diferentes, é um modelo econômico, silencioso, dispensa o uso de pilhas e baterias, é pequeno, leve e fácil de transportar. Este modelo é ideal para usos esporádicos.
  • Bomba tira-leite elétrica: O processo de sucção é feito por um motor elétrico. Vantagens: é a opção mais prática e rápida, você pode ajustar a pressão e velocidade da extração, há modelos com bocal duplo e você encontra versões de baixa, média e alta potência.

Veja como utilizar a bomba tira-leite:

Tamanho e peso

Geralmente, as bombas manuais são leves, pequenas e portáteis. Os modelos elétricos são mais pesados por causa do motor e das peças que acompanham o produto.

Se você optar por uma bomba elétrica, sempre escolha os modelos portáteis, pois além do funcionamento ser à pilha ou bateria, eles são menores, mais leves e fáceis de serem transportados.

Qualidade da peça

É essencial que você compre uma bomba tira-leite de boa qualidade. Se você comprar um modelo ruim ficará exposta a muitos riscos como dor, desconforto, surgimento ou intensificação de fissuras e até lesões no tecido mamário.

Encare a compra da bomba tira-leite como um investimento na sua saúde e bem-estar. Quando o acessório é de boa qualidade, ele é eficiente na extração, rápido e não causa desconforto.

Além do mais, há uma grande variedade de modelos e marcas, tanto de bombas manuais, quanto de bombas elétricas. Essa variedade se reflete no preço também. Uma dica legal é comprar um modelo de uma marca estabelecida no mercado.

Extrator de leite manual com potinhos de leite ao fundo.

É importante priorizar a qualidade na sua escolha de uma bomba tira-leite. (Fonte: Pavel Ilyukhin / 123RF)

Tempo de funcionamento

Se você trabalha fora e sua rotina diária é muito agitada, o tempo destinado à amamentação com certeza será menor, e você não precisa se sentir mal por isso. A bomba de leite será uma grande aliada no seu dia a dia, mas para isso é essencial que o aparelho seja veloz.

O extrator manual leva entre 15 e 40 minutos para bombear o leite das mamas. O elétrico é mais rápido, pois a sucção é feita por um motor e você pode ajustar a velocidade e nível de pressão.

Mas, fique atenta e escolha um modelo de bocal duplo, senão você vai precisar extrair o leite de um seio de cada vez e o processo se tornará mais longo.

(Fonte da imagem destacada: Pavel Ilyukhin / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.