Criança montando blocos.
Ultima atualização: 18 de junho de 2021

Como escolhemos

20Produtos analisados

15Horas investidas

5Estudos avaliados

70Comentários coletados

Os brinquedos educativos são ideais para que as crianças aprendam e se desenvolvam enquanto se divertem. No entanto, é importante que você compre brinquedos que sejam compatíveis com a idade dos pequenos e que apresentem o selo do Inmetro.

No artigo de hoje, nós vamos mostrar como analisar um brinquedo educativo e garantir que ele é realmente funcional, divertido e seguro. Além disso, você vai conhecer os melhores brinquedos dessa categoria.




Primeiro, o mais importante

  • Um brinquedo educativo é aquele que ajuda a criança a desenvolver habilidades e conhecimentos através da brincadeira.
  • Para ser efetivo, é preciso que o brinquedo seja adequado para a faixa etária e tenha atrativos.
  • Mais do que isso, para comprar os melhores brinquedos educativos, você deve verificar o material de fabricação para que seja seguro para a criança.

Melhores brinquedos educativos: nossas recomendações

A seguir, você vai conhecer uma seleção com os melhores brinquedos educativos recomendados para diferentes faixas etárias e com propósitos variados.

Guia de compra: tudo sobre os brinquedos educativos

Nem todos os brinquedos são, de fato, educativos. E a importância de apresentar a criança com um brinquedo que irá estimular o aprendizado já é comprovado. Para ajudar você a identificar esse tipo de brinquedo, nós criamos o guia a seguir.

Criança deitada no chão, olhando livro, com brinquedos educativos ao redor dela.

Os brinquedos educativos estimulam o desenvolvimento cognitivo.
(Fonte: katerinakucherenko / Pixabay)

Você sabe a diferença entre brinquedos educativos e pedagógicos?

Os brinquedos educativos são aqueles projetados para estimular habilidades por meio da brincadeira. Com esse tipo de brinquedo, a criança vai explorar possibilidades, sem seguir muitas regras.

Os brinquedos educativos ensinam de forma lúdica e leve.

Com isso, os brinquedos educativos ensinam de forma lúdica e leve, e ajudam as crianças a desenvolverem o raciocínio, a coordenação motora, além da noção de cores, sons e formas.

Já os brinquedos pedagógicos são voltados para reforçar algum aprendizado. Por isso, diferentemente do brinquedo educativo, o pedagógico requer a presença de um adulto. Sendo assim, o brinquedo pedagógico é usado na escola e tem mais regras.

Veja as principais diferenças entre esses dois tipos de brinquedos na tabela:

Brinquedos educativos Brinquedos pedagógicos
Característica Criança brinca sozinha Criança precisa da orientação do adulto
Exemplos Blocos de encaixe, chocalhos, instrumentos musicais e quebra-cabeça Dominó, jogo da memória, com letras e números.

Qual o poder do brinquedo na educação infantil?

Todos já sabem: o ato de brincar é fundamental para o desenvolvimento infantil. Além de divertido, ao brincar, as crianças aprendem a conviver socialmente, exploram sua criatividade, trabalham as emoções e a comunicação e conhecem melhor o mundo a sua volta.

Além disso, nas brincadeiras de criança, o corpo, a força, equilíbrio também são trabalhados. Mas, para estimular tudo isso, os brinquedos educativos têm um papel importante. Veja os principais:

  • Desenvolvimento corporal: Os brinquedos educativos estimulam o equilíbrio, a coordenação motora, a visão, o olfato, o tato, a expressão e etc;
  • Desenvolvimento criativo: Dependendo do brinquedo, a criança também pode adquirir habilidade com trabalhos manuais, desenvolver a imaginação, a musicalização e a dramatização;
  • Desenvolvimento social: Com brinquedos educativos é possível até mesmo estimular o convívio social, o respeito e a colaboração;
  • Desenvolvimento cognitivo: Usando brinquedos que educam, a criança aprende e amplia o vocabulário, a escrita, o raciocínio e a imaginação.

Qual o melhor brinquedo educativo para cada idade?

Em cada faixa etária, a criança deve ser estimulada a aprender e desenvolver certas habilidades. Por isso, é importante escolher os brinquedos educativos de acordo com a idade. Confira a seguir, como você pode fazer isso:

  • 0 a 6 meses: É nessa fase que os bebês começam a desenvolver os sentidos. Por isso, os brinquedos devem estimular o desenvolvimento da visão, olfato, paladar, audição e tato. Portanto, dê preferência a brinquedos educativos macios e sonoros como chocalhos, mordedores e móbiles;
  • 6 meses a 1 ano: Nesse período, o foco deve ser no desenvolvimento das funções motoras dos bebês. Já que é nessa fase que eles começam a sentar e a usar as mãos. Com isso, o ideal aqui é inserir brinquedos educativos como blocos de montar, empilhar e encaixar e aqueles com botões;
  • 1 a 2 anos: A partir dessa faixa etária, os pequenos começam o seu desenvolvimento cognitivo. Por isso, opte pelos brinquedos educativos de empurrar e puxar para estimular a coordenação motora e o equilíbrio, além de instrumentos musicais e quebra-cabeça mais simples;
  • 2 a 3 anos: Hora de usar os brinquedos educativos para estimular a criatividade. É também nessa faixa etária que o vocabulário pode começar a ser desenvolvido. Sendo assim, os melhores brinquedos serão os de desenhar, pintar, brincar com massinha, dirigir caros e por aí vai;
  • 3 a 4 anos: A partir dos 3 anos, as crianças já vão se interessar mais pelos brinquedos educativos que estimulem o raciocínio e a memória. Invista em quebra-cabeças, caixa registradora e jogos simples de memória, com ilustrações grandes e divertidas;
  • 4 a 6 anos: Nessa faixa etária, os pequenos já se expressam mais, tem domínio sobre sua coordenação motora e precisam de ainda mais estímulo para a criatividade, o raciocínio e a contação de histórias. Por isso, aposte em brinquedos educativos como casas de boneca, pista de carros, fazendas com animais, instrumentos musicais, eletrônicos e jogos;
  • Acima de 6 anos: Nessa idade, você já pode aumentar o grau de dificuldade de alguns jogos e brinquedos educativos e inserir opções como pipas, artigos esportivos, bicicleta, patins, videogames, entre outros.

Quais são os tipos de brinquedos educativos?

Os brinquedos educativos, além de serem categorizados por faixa etária, também podem ser divididos de acordo com o estímulo que ele proporciona nas crianças.

Por exemplo, se a ideia é promover as habilidades sensório-motoras, o ideal é investir em brinquedos como chocalhos, mordedores, bonecas de tecidos, bolas e cubos.

Por outro lado, se o que a criança precisa nesse momento é praticar atividades com o corpo, os brinquedos como patinetes, triciclos, cordas de pular e bambolês serão os ideais.

Ábaco, brinquedo de montar e caderno.

Existem brinquedos educativos para estimular a criatividade, o raciocínio e habilidades motoras.
(Fonte: 2102033/ Pixabay)

Você também poderá comprar brinquedos educativos que estimulem as habilidades intelectuais, como jogos de perguntas e respostas, e outros de resolução de problemas, como o ábaco ou jogos de detetive.

E não para por aí. Também existem brinquedos educativos voltados para o desenvolvimento afetivo. Bons exemplos, são os clássicos ursinhos de pelúcia, bonecos e bonecas.

Critérios de compra: O que levar em conta ao comparar os brinquedos educativos

Se você chegou até aqui, já entendeu a importância de analisar bem o brinquedo educativo de acordo com a idade da criança. Mas também é fundamental considerar outros critérios que irão garantir a aprendizagem e a segurança dos pequenos. Veja alguns deles:

Material

O primeiro critério que você deve levar em conta quando for comprar os brinquedos educativos é o material de fabricação.

Como estamos tratando aqui de crianças, é fundamental que os brinquedos sejam feitos de materiais resistentes, tanto para não quebrarem com facilidade, quanto para evitar acidentes. Uma boa alternativa são os brinquedos de madeira.

Menino brincando com carrinhos.

Os brinquedos precisam ser resistentes e não tóxicos. (Fonte: 5712495/ Pixabay)

Além disso, é importante que os brinquedos sejam confeccionados com materiais atóxicos.

Feito toda essa verificação, sempre que possível prefira os brinquedos educativos que tenham material com texturas e cores diferentes, para ajudar no desenvolvimento tátil e visual da criançada.

Segurança

Falando em segurança, não deixe de verificar se o brinquedo educativo contém o selo do Inmetro. Essa é a maior garantia de qualidade do produto já que o órgão testa todos os brinquedos para averiguar a resistência e a segurança deles.

Mas vá além e analise se o brinquedo não tem pontas que podem machucar os pequenos, nem partes que se soltam com muita facilidade. Lembre-se que, quanto menor for a criança, mais ela irá levar tudo o que ver pela frente à boca, ouvido ou nariz.

Funcionalidade

Não deixe de levar em conta a preferência da criança na hora de escolher os melhores brinquedos educativos. Mas sempre estimule os pequenos a escolherem brinquedos funcionais, que levem a uma real aprendizagem ou desenvolvimento de habilidades.

Mas não exagere. De nada adianta comprar um jogo quebra-cabeça com muitas peças e pequenas para uma criança muito nova, que ainda está desenvolvendo as habilidades motoras e cognitivas.

Atração

E é claro, busque por brinquedos educativos que tenham cores fortes, imagens de personagens infantis, luzes e sons. Tudo isso servirá de atrativo para que os pequenos tenham vontade de brincar com eles.

Resumo

Os brinquedos educativos são ferramentas importantes para ajudar no aprendizado e desenvolvimento das crianças. Lúdicos, esses brinquedos estimulam desde a coordenação motora até o raciocínio lógico de forma leve e sem muitas regras.

Mas para escolher os melhores brinquedos educativos, é importante considerar a idade da criança, a funcionalidade dos brinquedos e garantir que eles são seguros e fabricados com material de qualidade e atóxico.

(Fonte da imagem destacada: FeeLoona/ Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Resenhas