Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre um acessório de localização: a bússola. Atualmente, existem diversas opções no mercado, então é importante escolher o modelo que melhor se adeque às suas necessidades.

Seja na hora da pesca em alto-mar, na caça no meio de uma floresta ou mesmo acampando ou fazendo trilha com os amigos, enfrentamos sempre a possibilidade de ficarmos perdidos no meio do caminho. Por isso, é importante ter sempre um instrumento de localização e orientação seguro com você.

O produto pode ser encontrado em várias opções de tamanhos e materiais, das bússolas de plástico às com metais mais resistentes. Nossa missão aqui na ReviewBox Brasil é ajudar na sua decisão sobre qual bússola comprar.

Primeiro, o mais importante

  • Antes de adquirir uma bússola, é importante que você saiba em que ocasião vai utilizá-la. Mesmo que todas apontem para o norte, há modelos mais funcionais para esportes náuticos, outros para trilhas e camping em florestas e há ainda itens específicos para mergulhadores.
  • Além do tamanho e peso, você deve estar atento ao material da bússola, que vai depender de seu uso. Por ser um equipamento frágil, na hora de fazer uma caminhada é bom ter em mãos algo mais resistente.
  • O custo dos equipamentos vai variar de acordo com o design, materiais, recursos eletrônicos. Aqui, listamos bússolas que vão de R$ 11 até R$ 450.

Ranking: Os 7 melhores modelos de bússola

Em tudo na vida é essencial ter um norte, um caminho a seguir. Se você está um pouco perdido para escolher seu modelo ideal de bússola, confira nossa lista com algumas das melhores do mercado!

1º – Bússola Portátil Estilo Militar Western

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Esta bússola portátil da Western em cor preta é bem compacta (mede 13,5 cm aberta e 5,6 cm fechada) e se destaca entre as demais desta lista pelo preço.

É bastante funcional para quem sai para acampar, pescar, caçar ou fazer trilhas, evitando que você se perca em caminhos desconhecidos.

Leve e resistente, é feita de ferro e polipropileno, podendo ficar em meio ao seu material de aventura sem causar muita diferença no peso.

2º – Bússola Geo Echolife

A Bússola Geo da Echolife tem base em acrílico e espelho. A agulha é imersa em líquido, para dar melhor precisão. Ela pesa apenas 73 gramas e mede 14,5 cm aberta e 8 cm fechada.

O produto conta ainda com uma régua para auxiliar o cálculo de distâncias, além de uma cordinha para facilitar o seu transporte.

O espelho ajuda a facilitar a navegação, mas também pode ser utilizado como sinalizador em casos de emergência, refletindo a luz do sol.

3º – Bússola Lokal AZTEQ

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A Bússola Azteq Lokal é confeccionada em acrílico transparente e é ideal para o cálculo de azimute, que é a medida de abertura em graus.

O produto possui lente de aumento e é acompanhado de uma cordinha de pescoço, para facilitar na caminhada ou trilha. Com ótima precisão, ela pesa apenas 50 gramas. De tamanho razoável, mede 16 centímetros aberta e 8 cm fechada.

4º – Bússola de Pulso de Mergulho Cetus

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Única bússola de pulso desta lista, este produto da Cetus é ideal para nortear os mergulhadores no fundo do mar.

Este moderno instrumento possibilita leitura fácil em todas as condições, até mesmo em águas mais turvas.

O prato magnético se mexe extensivamente para todas as direções, de forma que a leitura é precisa até mesmo quando o instrumento não é segurado em perfeito nivelamento.

5º – Bússola Geológica Pocket Transit 5008

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A Bússola Geológica Pocket Transit 5008 tipo Brunton de alta performance é uma ferramenta de última geração, a versão atualizada da bússola DQL-8. Ela tem a inclusão do super-ímã magnético na agulha e é construída em material anti-submersão, ou seja, se cair na água vai flutuar.

O equipamento possui também dois níveis de bolha com visualização pelo exterior do instrumento. Além de obter informações precisas, esta bússola possui corpo em compósito (composto de plástico de alto impacto).

Sua agulha única de NdFeB é resistente à desmagnetização, o que é melhor do que outros tipos de agulha para leituras confiáveis. Tem miras para visadas curtas ou longas, para maior precisão nas visadas de azimute ou ângulos verticais.

6º – Bússola Nau para Leitura de Mapas EchoLife

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Esta bússola está entre as mais simples da nossa lista, mas também entre os itens mais procurados, por isso pode ser difícil encontrá-la nos estoques dos sites de venda. Equipamento feito em plástico e bastante prático, possui uma lupa, régua e uma cordinha resistente para auxiliar no manuseio.

Pesa pouco menos de 70 gramas e tem garantia de três meses que cobre qualquer defeito de fabricação. Boa para quem não quer gastar muito.

7º – Bússola tipo militar transparente Masetools

Encontre esse produto em Amazon.com.br

Bússola tipo militar transparente confeccionada em ABS de alta resistência com acabamento dourado. Possui mira, lupa, ponteiro com tinta fluorescente e graduação cardeal.

Construída com todos os recursos necessários para uma navegação precisa e segura, esteja onde estiver, este instrumento de direção será útil independente das condições climáticas, energia elétrica, bateria, etc.

Apresenta uma alternativa de infalibilidade com a qual nenhum GPS se equipara, visto que ele depende apenas do posicionamento para definir sua posição global, independente de quaisquer condições.

Guia de Compra

As bússolas já tiveram um papel muito importante na história do mundo. Era com elas que os navegadores se localizavam quando fazia os grandes trajetos pelo oceano, buscando descobrir novas terras. Também pudera: a primeira bússola foi criada pelos chineses por volta do século I. Isso mesmo, um.

Muitos anos depois, as bússolas ainda têm seu valor e utilidade. Siga lendo nosso Guia de Compra e descubra qual é o modelo ideal para você.

Imagem mostra uma bússola em cima de um grande mapa com ângulos diferentes do planeta Terra.

As bússolas eram instrumentos indispensáveis na época das grandes navegações. (Fonte: Nietjuh / Pixabay)

Como funciona uma bússola?

Companheira indispensável de qualquer navegador, a bússola surgiu muito antes das descobertas dos sete mares. Ela é um dos mais antigos instrumentos de orientação e localização criados pelo homem.

Em sua forma mais simples, a bússola pode ser composta por uma agulha magnética apoiada sobre um pino ou mesmo sobre a água. Colocada num plano horizontal e suspensa pelo seu centro de gravidade, pode girar livremente.

Ela permanece sempre alinhada com o campo magnético da Terra, indicando o eixo Norte-Sul. Sua ponta a leva sempre a um ponto próximo ao polo norte geográfico do planeta. Consequentemente, saberemos também qual o eixo Leste-Oeste.

foco

Na história, as primeiras referências das bússolas estão em enciclopédias chinesas datadas de 1040 D.C. Nesta época, o equipamento era utilizado por adivinhos para fazerem a previsão do futuro. Só em meados do século 13, ela foi descoberta pelos navegadores europeus.

Como aprimorar o uso da bússola?

As bússolas mais modernas diferem-se um pouco entre si, mas mantêm os mesmos componentes básicos.

Se um dispositivo magnético usa uma agulha ou qualquer instrumento eletrônico para indicar o sentido do polo sul magnético da magnetosfera da Terra, ele pode ser chamado de bússola.

Para que seu uso tenha fins realmente precisos, é necessário o uso de um mapa cartográfico juntamente com o equipamento. Isso para que sejam feitas as correções a serem feitas na leitura bruta da bússola.

Essas correções acontecem por dois motivos. Primeiro, os polos magnéticos e geográficos podem não coincidir perfeitamente. Segundo, a leitura da bússola pode sofrer influência de fatores locais, como por exemplo, a presença de muito material ferromagnético no solo.

As bússolas, assim como a Rosa dos Ventos, têm os pontos cardeais: norte (N), sul (S), leste (L) e oeste (O); e os pontos colaterais: (NE) nordeste, (SE) sudeste, (SO) sudoeste e (NO) noroeste.

Esse é um instrumento que deve fazer parte de qualquer expedição ou aventura ao ar livre, sendo ideal também para uso por engenheiros, topógrafos, instaladores de antenas, construtores e qualquer profissional que necessite de dados relativos à localização.

Imagem mostra uma bússola aberta em cima de um mapa das vias de uma cidade.

A bússola é um instrumento ideal para qualquer profissional que necessite de dados relativos à localização. (Fonte: PixLord / Pixabay)

Bússola: conhecendo o dispositivo

De maneira geral, as bússolas são compostas dos mesmos elementos. As mais simples têm base transparente e de plástico, normalmente marcadas com uma régua de escala e outras réguas laterais.

Uma bússola é composta por uma cápsula e, dentro dela, existe uma agulha magnetizada. Esse espaço é sempre preenchido por um líquido – quase sempre um óleo de pouca viscosidade – para dar estabilidade à agulha.

A agulha geralmente vai destacar o polo norte. Sua ponta, na maioria das vezes, é de cor vermelha ou brilhante. Mas há ainda bússolas em que o destaque é para o ponto Sul, as chamadas “bússolas de geólogos”.

O disco de leitura é uma escala em graus em volta da cápsula. Ele serve para ser girado manualmente, para obter o rumo em graus. Em alguns modelos, essa escala não gira manualmente, indo apenas com o movimento da agulha.

As linhas de Norte são sem série e servem para alinhar a bússola com os meridianos inseridos no mapa. Elas se movem juntamente com o disco de leitura. São finas, pretas e paralelas, geralmente no fundo da cápsula ou numa lâmina transparente.

A faixa preta e vermelha pintada numa lâmina ou na cápsula é chamada de portão. Ela serve para alinhar a agulha e se move junto com a cápsula e as linhas de Norte. Em alguns modelos, o portão pode ser movido independentemente.

Bússola de acrílico, militar ou de mergulhador?

Existem tipos de bússolas bem comuns. Algumas possuem o corpo em acrílico, também chamadas de cartográficas ou geográficas. Outras são as de estilo militar, com o corpo produzido geralmente em alumínio ou outro metal, denominadas bússolas prismáticas. Neste artigo, listamos algumas delas.

Ambos os modelos cumprem bem o seu papel, o de indicar o norte magnético, mas existem algumas diferenças básicas entre elas.

  • Bússola em acrílico. Possui o limbo (parte graduada) independente da agulha. Ou seja, a agulha não acompanhará o movimento do limbo giratório.
  • Bússola militar. O limbo é acompanha a agulha. Quando uma das partes entra em movimento, a outra se move junto. É como se nela o limbo e a agulha formassem uma única peça.
  • Bússolas para mergulhadores. Em geral, são compostas por uma agulha magnética presa a um disco plástico. Esse disco é apoiado em um eixo e contém as marcações dos pontos cardeais.

Praticamente, todas as bússolas permitem a leitura do curso pela parte superior, mas algumas têm também uma pequena janela lateral que facilitam a navegação sem que o mergulhador saia da posição de natação.

Em alguns desses modelos, o display é fluorescente, permitindo que o mergulhador leia as principais marcações com pouca luz. Também é sensível à inclinação – a agulha não trava mesmo quando a bússola está fora da posição horizontal.

Lembrando também que esses modelos devem ter facilidade de uso, já que seria complicado movimentar a coroa usando luvas de mergulho.

Bússola cartográfica Bússola militar Bússola de mergulho
Corpo Em acrílico Em alumínio Em plástico
Agulha Limbo independente da agulha Limbo solidário à agulha Agulha não trava fora da posição

Quais as vantagens e desvantagens de ter uma bússola?

Como você pode conferir, já listamos várias vantagens e utilidades das bússolas, como ferramenta de orientação e localização na hora de navegar, pescar, caçar, acampar, fazer trilhas no meio da mata ou mesmo mergulhando.

Mas é claro que alguns produtos têm suas desvantagens. Quem se aventura junto à natureza deve ter em mente que carregar e saber usar uma bússola é algo necessário. Afinal, é fácil se perder em regiões naturais, como florestas e mares. Saber usar uma bússola serve, no mínimo, para evitar que você ande em círculos.

No entanto, seu uso exige alguma habilidade e nunca é demais lembrar:

A leitura da bússola pode ser afetada pela presença de metais ferrosos, como equipamentos de aço (facas e tesouras, por exemplo), naufrágios ou depósitos naturais.

Toda bússola pode ser desviada e indicar a posição incorreta do norte, caso esteja próxima a objetos magnéticos. Carros, GPS, canivetes, relógios, linhas de força ou qualquer objeto eletrônico ou de metal podem interferir no trabalho da bússola. Caso uma bússola fique em contato direto por meia hora com uma fonte metálica ou eletrônica, ela pode ser danificada para sempre.

No caso das bússolas de mergulho, após o uso, a bússola deve ser lavada com água doce corrente para evitar o acúmulo de sal sob a coroa. O sal pode prejudicar sua movimentação.

Evite também expor sua bússola ao calor ou a impactos fortes. O calor pode fazer com que o óleo do interior se expanda e vaze do equipamento. Já os choques fortes podem soltar a agulha de seu eixo.

Vale lembrar que é necessário ter um treinamento apropriado, que pode ser obtido em centros de treinamento de orientação da sua cidade. Ou mesmo grupos de escoteiros ou de mergulhadores.

A bússola é um equipamento de orientação e não de salva-vidas. Se o usuário não tiver experiência em navegação, não saberá utilizá-lo de forma correta e fatalmente se perderá.​

Vantagens
  • Leve e fácil de carregar
  • Útil e segura na navegação
  • em mares, florestas ou mergulhos
  • Pode ser utilizada fora e dentro da água, de acordo com o modelo
  • Artigo moderno de decoração
Desvantagens
  • Exige treinamento apropriado
  • Pode ser desviada caso haja muitos elementos magnéticos na região
  • Pode ser danificada caso fique em contato direto com fonte metálica
  • Não aguenta fortes impactos

Bússola: No que prestar atenção?

Como já citamos neste artigo, você deve saber em que situação irá utilizar a bússola. Há modelos específicos para caminhadas, trilhas ou caça no meio da floresta. Como também há tipos para navegar em alto mar ou mergulhar. É preciso saber qual modelo se adapta melhor à sua aventura.

Veja também se o produto vem com um breve manual de instruções de uso. Não se arrisque numa aventura antes de saber utilizar corretamente o equipamento.

Os modelos com correntinhas ajudam no manuseio e evitam que sua ferramenta caia e tenha seu uso prejudicado. Antes de sair para a aventura, treine com a bússola em ambientes amplos e abertos. Assim, você não correrá o risco de se perder.

Imagem mostra bússola em disco plástico transparente apoiada em cima de um mapa de uma cidade.

As bússolas com superfícies transparentes facilitam bastante a leitura de mapas. (Fonte: Pixelcreatures/Pixabay)

Como limpar uma bússola?

Nunca coloque uma bússola em máquinas de lavar. Elas são equipamentos um tanto delicados. No caso de bússolas de mergulho, lave em água doce corrente após o uso, para evitar o acúmulo de sal. Nos demais modelos, use apenas um pano úmido para tirar a poeira.

Quanto custa?

É claro que o preço das bússolas no mercado vai variar de acordo com o material utilizado, bem como sua funcionalidade. Bússolas de plástico para a prática de camping ou trilhas não chegam a custar pouco mais de R$ 10. Já as mais arrojadas, de estilo militar, podem chegar a R$ 500.

As bússolas de mergulho, que parecem relógios de pulso, custam, em média, R$ 300. É bom lembrar que a bússola é um equipamento sensível. Então, se o material escolhido for muito frágil, pode prejudicar a vida útil do produto.

Onde comprar?

Pelo largo uso em esportes de aventuras, as bússolas podem ser encontradas em lojas de equipamentos esportivos ou grandes magazines. Ainda há as mais sofisticadas, em lojas especializadas em equipamentos náuticos ou de caça.

Há ainda as bússolas em estilo vintage, em casas de decoração e relicários. Na internet, também há diversos sites onde você pode encontrá-las, como a Amazon, Americanas, Walmart e Submarino. Há ainda a opção de procurar produtos usados no Mercado Livre.

Critérios de compra: Como comparar os modelos de bússola para escolher a sua

As bússolas disponíveis no mercado podem apresentar diversas utilidades. Por isso, é bom prestar atenção em alguns quesitos antes de comprar a peça.

Queremos lhe mostrar quais são os principais fatores que você deve levar em conta para fazer uma boa escolha de compra e para que você não seja enganado:

  • Material
  • Design
  • Tamanho
  • Peso

Vamos explicar um por um para que você não fique com nenhuma dúvida sobre o que deve levar em conta na hora de comprar sua bússola.

Material

Bússolas geográficas têm corpo em acrílico e são mais funcionais para o uso em mapas, por serem transparentes. As de estilo militar são em alumínio, mais resistentes no caso de impactos.

Vale ressaltar que as produzidas em plástico são mais leves que as de metal, mas também podem quebrar com mais facilidade. Se você quer uma bússola para usar com bastante frequência, a de metal pode ser mais apropriada, por serem mais robustas e resistentes.

Lembrando que nenhuma delas deve ser exposta muito tempo ao sol e nem a outras fontes magnéticas ou metálicas.

Design

A maioria das bússolas tem um design circular, mas algumas abrem e fecham para se apoiar em cima de mapas. No caso do mergulho, escolha as bússolas de pulso.

Você pode encontrar aquelas com design mais vintage, com acabamentos mais trabalhados. Ou ainda modelos bem simplistas e funcionais, sem detalhes.

O estilo da bússola pode combinar com o seu. E essa escolha, é bem pessoal.

Tamanho

De modo geral, elas têm dimensões bem compactas. O tamanho dela é importante de ser considerado tanto fechada quanto aberta.

Quando fechadas elas devem caber no bolso da calça, e quando abertas devem ser confortáveis de manusear com apenas uma mão. Logo, bússolas mais funcionais cabem na palma da sua mão. Prefira um modelo que não passe dos 20 centímetros, quando aberta.

Mas claro, não há uma medida padrão, isso depende das suas necessidade. Se você tem mãos pequenas ou grandes influencia no tamanho da bússola ideal para você. Afinal, ela precisa encaixar e ficar confortável de acordo com as suas medidas.

Peso

Você não vai querer levar um peso extra na hora de sair para acampar ou pescar, não é? As bússolas mais simples são leves e nem por isso deixam de ser funcionais. A maioria dos modelos de plástico não pesa menos de 100 gramas.​

A bússola é algo que você vai carregar com você, seja no bolso, ou na mão. Então, um modelo muito pesado pode ser desconfortável na prática, confira esse detalhe na descrição do produto. Mesmo as bússolas de metal, que são mais robustas, não pesam mais do que seu próprio celular.

(Fonte da imagem destacada: Pexels / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
37 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...