Olá, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar tudo sobre cadeado para moto, um produto que oferece praticidade e segurança ao motociclista, e que é cada vez mais necessário dentro da rotina da cidade.

Estacionar a moto na rua tem seus inconvenientes. É um eterno embate entre os riscos do lugar onde ela será deixada e agilidade que é necessária no dia a dia de muitos que rodam a cidade sobre duas rodas. Com o cadeado para moto, no entanto, esse processo fica muito mais rápido e seguro.

Com cabos resistentes e fechaduras funcionais, o produto possibilita facilmente uma camada de proteção à sua moto, e até soluções mais complexas contra as ameaças da rua. Neste Guia, você verá como ele faz isso, além de uma seleção de seus melhores modelos do mercado e dicas valiosas para a hora da compra.

Primeiro, o mais importante

  • É muito importante que você saiba, e isso é um consenso entre especialistas, que o cadeado não torna sua moto à prova de furto. Mas com ele, seu veículo vira um alvo muito mais difícil, e então mais seguro.
  • Há cadeados para moto com cabos flexíveis, rígidos, com fechadura de chave ou segredo.
  • Seu preço pode variar de R$ 15 até R$ 200, dependendo de seu material e nível de segurança que oferece.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 3 melhores modelos de cadeado para moto

Abaixo, você verá uma lista que montamos com os três melhores modelos de cadeado para moto no mercado. Material, resistência, nível de segurança, custo-benefício, tudo isso foi levado em conta para a seleção desse Ranking:

1º – Cadeado para Moto U-lock com cabo – OnGuard

O modelo da OnGuard é “parrudo”. Além do aço maciço de sua alça rígida, há um cabo de aço reforçado de 1,2 m de comprimento, para ter o melhor das duas proteções. Não à toa, faz parte da linha de segurança máxima da marca.

Seu acabamento é feito de material emborrachado, para preservar os componentes da sua moto. Ainda assim, pesa menos de 1 kg.

2º – Cadeado para Moto Articulado – Vonder

A Vonder fez o dever de casa neste modelo, com um cabo de estrutura metálica tubular de um metro de comprimento e com reforço plástico.

Sua fechadura, que vem com duas chaves, possui trava reforçada, cabeça giratória revestida em polipropileno e protegida no local da chave por uma tampa embutida e de fácil acesso.

3º – Cadeado para Moto Articulado – MaxTrava

O cadeado da MaxTrava tem um bom custo benefício, com um baixo valor e um cabo de aço articulado muito flexível, de um metro e meio e com capa protetora.

A fechadura a chave, que vem com uma cópia extra, conta com uma tampa para o local da chave, além de sistema interno de segurança.

Guia de Compra

Hoje, motos têm altos índices de furto, e isso faz com que seguros sejam complicados, e estacionamentos, caros e até resistentes a cobrir motocicletas. O cadeado, então, surge como solução, já que não dá para pagar estacionamento para cada ida à farmácia ou padaria e não há tempo para isso se você está trabalhando.

O produto é uma opção mais barata e mais prática, e consegue ser versátil de acordo com a vontade dos motociclistas. Neste Guia de Compra, vamos mostrar essa versatilidade, assim como suas vantagens e desvantagens.

Imagem mostra um rapaz agachado, ajustando a trava da roda traseira de sua moto.

Na dura realidade dos altos índices de furto de motos, o cadeado aparece como uma solução barata e prática. (Fonte: Matan Segev / Pexels)

O que é o cadeado para moto?

O cadeado para moto é, assim como todo cadeado, um objeto portátil que impede o acesso a algo, a partir de uma fechadura. Como esse algo é um veículo, ele é adaptado para este contexto específico.

Isso quer dizer que ao invés de portões, ele deve imobilizar rodas e guidões, fazendo com que sua área de cobertura seja maior, tanto para travar a moto como para poder fixá-la à diferentes lugares, em diferentes situações.

E são muitos os cenários que a cidade pode oferecer ao motociclista, de vagas reguladas, com barras para a fixação, à espaços escuros sem nenhum apoio qualquer.

Assim, os cadeados são resistentes, com cabos reforçados de metal e fechaduras com chave tetra ou senhas numéricas, e versáteis, para que possam ser amarrados em outros lugares ou mesmo nos aros, para travar a própria roda – e portáteis, para serem levados em mochilas e baús.

Imagem mostra, ao fundo, um homem sentado num estabelecimento, enquanto observa uma moto na rua, em primeiro plano, desfocada.

O cadeado para moto permite que você não precise vigiar seu veículo à todo momento. (Fonte: Fancycrave.com / Pexels)

Quais as vantagens e desvantagens do cadeado para moto?

Tendo de abranger tantas situações, é inevitável que algumas desvantagens acompanhem as vantagens do produto. Mas falemos dos benefícios primeiro.

O primeiro deles, é, obviamente, a segurança, imobilizando a moto ou mesmo fixando-a em pontos de apoio fixos.

Depois, há a praticidade de seu uso. Independentemente de seu formato, basta um simples “clique”, para trancar o cadeado para moto, assim como nos cadeados comuns.

Há, também, a praticidade que oferece ao motociclista, permitindo fazer paradas rápidas e com segurança em diversos locais, do estacionamento de um restaurante à uma pequena vaga de uma rua movimentada – fora a portabilidade, cabendo em mochilas e baús.

Por outro lado, o cadeado não torna sua moto à prova de furtos. Por mais resistente que seja, o produto é simples, contra uma infinidade de técnicas complexas empregadas dia a dia por pessoas mal-intencionadas.

O recomendado é que se tenha mais de um sistema de segurança para seu veículo, nem que se deixe por muito tempo na rua sem observação, mesmo que protegido pelo produto.

Outro ponto negativo é que, de tão portátil e discreto, o cadeado pode eventualmente ser esquecido de ter sido fixado no aro pelo piloto, o que pode prejudicar seriamente a moto na hora da partida e do arranque.

Benefícios
  • Segurança
  • Uso prático
  • Praticidade ao piloto
  • Portátil
Desvantagens
  • Não é 100% eficaz
  • Pode ser esquecido

Cadeado para moto com cabo flexível ou rígido?

A variedade básica do que se entende por cadeado para moto está no material de seu cabo, o correspondente à alça metálica nos cadeados comuns. Eles podem ter cabos flexíveis ou rígidos, estes similares às alças dos comuns.

Ambos são igualmente seguros, com a composição baseada geralmente em aço, e ambos têm falhas semelhantes, suscetíveis à grandes alicates de corte e arrombamentos especializados.

Os flexíveis contam com cabos de aço, com comprimento entre um e três metros, e pelo menos de quinze a vinte milímetros de espessura, entre paredes internas e externas, estas geralmente reforçadas com revestimentos de borracha ou plástico resistente, para dificultar o trabalho de alicates.

Os rígidos também têm aros feitos de aço, alguns de aço revestido, na média dos quinze centímetros de altura, sendo mais resistentes que os flexíveis. Por outro lado, são muito menos versáteis nos ângulos e situações em que fixam a roda e a moto.

Dessa maneira, a opção por eles vai mais da rotina do motociclista. Se para em muitos lugares, talvez a versatilidade dos cadeados com cabos flexíveis seja mais indicada; se a moto fica por mais tempo parada, a solidez dos rígidos pode vir bem a calhar.

Flexível Rígido
Proteção Média Média/Alta
Versatilidade Alta Média
Portabilidade Dobrável, fácil de transportar Pode ser mais pesado e difícil de transporta
Preço Médio Médio/Alto

Cadeado para moto ou trava?

Outra variedade que você pode encontrar nas pesquisas é a da trava para moto. Essencialmente, a trava é um cadeado, por compartilhar a mesma definição básica de bloqueio de acesso por meio de fechadura.

A diferença está no desenho do produto, sem cabos ou aros, mais próximo do cadeado comum. Elas também têm destinos específicos, como o freio a disco, a coroa e o manete.

As travas são mais seguras no sentido de que há maior dificuldade para arrebentá-las, por serem menores e mais densas. No entanto, não há como fixá-la em suportes externos, sendo assim vulnerável a gangues que transportam motos em caminhões e caminhonetes.

Novamente, a opção entre a trava e o cadeado está mais na rotina de quem pilota e dos locais em que costuma a estacionar o veículo.

Imagem mostra duas motos estacionadas em frente à uma loja, à noite, enquanto outras três motos se aproximam, pela direita.

A opção entre cadeado e trava reflete muito o dia a dia do motociclista. (Fonte: Toàn Nguyễn Huy / Pexels)

Quanto custa?

Há uma grande diferença de preços entre modelos, mas comum pela variedade de desenhos. Os cadeados para moto mais baratos costumam ter um valor mínimo de R$ 15.

À medida em que a fechadura vai se sofisticando, como o uso de chave tetra e segredos de quatro ou mais números, e também que e a resistência dos materiais vai aumentando, sendo de aço ou aço revestido, aumenta-se o preço. As mais caras saem por até R$ 200.

Onde comprar?

Em grandes lojas físicas, como a GRID Motos, e concessionárias especializadas, você encontrará bons modelos e vendedores aptos a indicar o modelo mais adequado.

Pela internet, porém, você encontra maior variedade não só de modelos, mas de preços e de marcas também, além do benefício de fazer tudo de dentro da sua casa. Nesse caso, a Amazon e o Mercado Livre são os sites mais indicados.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de cadeado para moto

Reunimos alguns pontos cruciais do uso do cadeado para moto, além de elementos característicos do produto. Listados, eles podem ser ótimos critérios para a escolha do modelo mais adequado para você.

  • Portabilidade
  • Segurança extra
  • Lembrete
  • Material

Vamos, é claro, falar de cada um destes itens, para podermos te informar melhor e assim te guiar a uma escolha melhor.

Portabilidade

A portabilidade não é só um critério, mas também parte da definição de um cadeado. É um ponto essencial no dia a dia sob duas rodas.

Assim, opte pelo modelo mais portátil possível, que seja leve e que possa ser transportado com facilidade na sua mochila, no seu baú, até no bolso de sua jaqueta.

Alguns modelos podem ser bastante pesados e robustos, e embora sejam mais seguros, podem dificultar no dia a dia. Analise a sua necessidade e tente equilibrar a segurança com a praticidade de um cadeado para moto portátil.

Imagem mostra mostra uma moto estacionada numa rua de paralelepípedos, ao lado de barras verticais de ferro.

A portabilidade é essencial para a rotina sobre duas rodas, e a segurança extra, uma necessidade. (Fonte: Oleg Magni / Pexels)

Segurança extra

Como falamos lá em cima, o cadeado em si não torna a moto à prova de furtos, mas ajuda, e muito, dentro de um sistema de segurança de várias camadas.

Se o cadeado em si oferece mais de um sistema de segurança, melhor ainda. Alarmes sonoros, rastreamentos, fechaduras reforçadas, tampa para o buraco da chave, tudo isso contribui e deveria sair na frente entre as suas opções. Mecanismos extras para dificultar ainda mais o acesso nunca é demais.

Lembrete

Se esquecer o seu cadeado na moto pode ser prejudicial, os conjuntos que oferecem um “lembrete” de que o cadeado está “ativo” devem ser priorizados.

Os mais comuns são fitas e elásticos coloridos que devem ser amarrados entre o cadeado e o guidão. Modelos com cabos e peças coloridas e/ou neon também saem na frente, mesmo sem o lembrete externo.

Imagem mostra mostra em close o pneu de uma moto estacionada com cadeado e cordão de lembrete.

Alguns cadeados possuem um cordão de lembrete para você não esquecer e dar partida com ela cadeada. (Fonte: dinga / 123RF)

Material

Ainda que a maioria dos produtos seja baseado em aço, não custa lembrar da importância que o material tem nesse produto.

Os cadeados para moto devem ser muito resistentes, então dê preferência aos que contam com metal em sua composição e reforço na espessura do cabo e no acabamento da fechadura.

(Foto da imagem destacada: Tinh Khuong / Unsplash)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
29 Voto(s), Média: 4,50 de 5
Loading...
REVIEWBOX

Postado por REVIEWBOX