Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil, seu portal de resenhas na internet. Se você está se preparando para a chegada de um filho, certamente está à procura de itens essenciais para a segurança dos pequenos, tal como uma cadeira de alimentação, item fundamental do enxoval.

Entre os 6 e 8 meses, a criança já começa ter estabilidade para sentar sozinha, então é o momento ideal para acostumá-lo a comer sentado em uma cadeira de alimentação segura.

Com tantos modelos e funcionalidades disponíveis no mercado, é fácil se sentir um pouco confuso em qual é a melhor opção para seu bebê, mas fique tranquilo, pois separamos 6 modelos para você e um guia para auxiliar nesse momento tão importante da vida de seu pequeno.

Primeiro, o mais importante

  • Avalie bem a segurança do produto, se a cadeira possui um material resistente e se possui cinto de segurança.
  • Considere funcionalidades extras, pois elas também são importantes; em especial recursos como ser dobrável ou ter regulagem de altura, pois podem tornar o processo de transporte e armazenamento mais prático.
  • Tenha em mente que os bebês provavelmente vão fazer sujeira, então dê preferência a cadeiras feitas em materiais de fácil limpeza.

Você também pode gostar:

Ranking: As 5 melhores cadeiras de alimentação

A cadeira de alimentação é excelente para o dia a dia. Os bebês ficam seguros enquanto se alimentam e os pais não precisam segurá-lo. Se você busca uma cadeira essas para seu filho ou filha, confira os melhores modelos do mercado logo abaixo:

1º – Cadeira de Alimentação 2 em 1 – Chicco

Ideal para acompanhar o período de crescimento de seu filho, a cadeira de alimentação Polly 2 em 1, da Chicco, pode ser usada por crianças de 6 meses a 3 anos de idade, suportando até 15kg.

Segura, ela oferece um cinto de cinco pontas e travas nas rodas traseiras. A bandeja é dupla e com cantos arredondados, dificultando o acúmulo de sujeira, tornando mais simples o processo de limpeza.

2º – Cadeira Alimentação Bebê Pocket Snack – Chicco

Se você pretende passear com seu filho sem negligenciar a hora de comer, o modelo Pocket Snack da Chicco pode ser a opção ideal para você. Feita de plástico resistente, ela suporta até 15kg e acomoda seu bebê com conforto.

Contanto com um encosto com 3 regulagens e uma alça de transporte para facilitar a locomoção, é possível levar a cadeira para qualquer lugar. E depois do passeio, basta dobrá-la e ela estará pronta para ser guardada até a próxima refeição.

3º – Cadeira De Alimentação Ursinha – Galzerano

Ideal para colocar junto da mesa, a cadeira de alimentação da Galzerano é feita com plástico injetado resistente e possuiu encosto acolchoado com plástico laminado, confortável, mas também prático na hora de limpar.

Seu bebê ficará seguro com um cinto de cinco pontas e você terá a praticidade de uma bandeja removível com três regulagens de altura. O design moderno e colorido também deixará a hora da papinha mais divertida e atraente para seu filho.

4º – Cadeira De Alimentação Para Mesa – Tutti Baby

Encontre esse produto em Amazon.com.br

A cadeira de alimentação para mesa da Tutti Baby tem um diferencial de poder ser encaixada e travada diretamente em sua mesa, deixando a criança muito mais segura na hora das refeições.

Porém, fique atento, ela não pode ser fixada em mesas com tampo de vidro ou plástico, mesas com apoio central ou mesas redondas. Suas travas permitem que sejam colocados em mesas com no mínimo 19mm e no máximo 38mm.

5º – Cadeira de Alimentação Mode Chicken – Chicco

A cadeira de alimentação portátil da Chicco vai deixar os momentos da refeição muito mais amigáveis, unindo uma estampa colorida e divertida com a praticidade de regulagem para o encosto do bebê bem como a mesas de diferentes alturas.

Ela vem com uma bandeja removível de plástico fácil de limpar e que permite a alimentação mesmo que não haja uma mesa por perto. Além disso, fechadas, suas faixas de fixação se transformam em alças para você levar a cadeira presa aos seus ombros como uma mochila.

Guia de Compra

A hora da refeição é muito importante para qualquer pessoa, especialmente para os bebês. Fornecer um local seguro para que eles possam comer, é o que todo papai e mamãe deseja. Por isso, é importante investir em uma cadeira de alimentação de qualidade.

Quer saber mais? Continue com a gente até o fim desse Guia de compra e saiba fazer a melhor escolha para seu bebê.

Menino sorrindo comendo em cadeira de alimentação de madeira.

Saiba tudo o que for preciso para escolher a melhor cadeira de alimentação. (Fonte: Mark Bowden / 123RF)

O que é uma cadeira de alimentação?

As cadeiras de alimentação foram desenvolvidas para permitir um ambiente seguro para ajudar nas refeições dos bebês nos primeiros meses e anos de suas vidas.

Além disso, elas ajudam na socialização dos pequenos, afinal, as cadeiras de alimentação permitem que as crianças fiquem no nível da mesa de refeições, compartilhando almoços e jantares com os familiares.

Seu design e ajustes foram pensados para garantir a segurança e o conforto do bebê durante as refeições, permitindo diferentes ajustes de altura e de posicionamento.

Boa parte dos modelos são recomendados para crianças a partir dos seis meses, ou quando o bebê conseguir se manter sentado sozinho, mas o produto pode acompanhá-los até os três anos de idade.

Qual a vantagem de comprar uma cadeira de alimentação?

Conforme a criança cresce e se desenvolve, pode ser penoso acomodá-la o tempo todo em seu colo para alimentá-la, especialmente com bebês mais agitados.

Apesar de oferecer praticidade para os pais, as cadeiras de alimentação foram pensadas quase que exclusivamente primando a segurança do bebê, afinal, seria extremamente perigoso colocar a criança em uma cadeira tradicional.

Porém, mais que um objeto que oferece conforto aos pais, as cadeiras de alimentação auxiliam na criação de uma rotina para o bebê, algo essencial nessa fase, que é tão delicada ao desenvolvimento.

Qual o modelo de cadeira de alimentação ideal: fixo, portátil, ou com rodinhas?

O primeiro passo é considerar como e onde você planeja utilizar a cadeira de alimentação.

Dentro do ambiente residencial, um modelo com rodinhas pode ser ideal para facilitar a mobilidade caso você não deseje sempre dar a refeição do bebê na mesa. Por exemplo, com um modelo móvel, você pode se sentar na sala e ligar a TV para que ele veja um desenho e se distraía enquanto come.

Se você planeja que a criança socialize e faça as refeições na mesa, então um modelo fixo, sem rodinhas, pode ser mais apropriado.

Esse tipo de cadeira de alimentação normalmente possui uma bandeja removível, então você tem a opção de que a criança não coma diretamente da mesa até que esteja mais desenvolvida.

Outros modelos oferecem a oportunidade de serem fixados diretamente na mesa ou em uma cadeira. Nesse caso vale a pena conferir bem as especificações e comprar um produto apropriado para a mesa que você deseja utilizar.

Por fim, nos modelos portáteis você deve levar em consideração o peso do produto e a facilidade de montá-lo, dobrá-lo e transportá-lo com você. Tudo vai depender do que terá mais utilidade em sua casa.

Confira ainda as dicas do canal Mamãe Tagarela e veja alguns pontos essenciais para escolher a cadeira de alimentação ideal para a sua rotina.

Quanto custa?

Os preços variam de acordo com o tipo de cadeira que você escolher. As cadeiras de alimentação portáteis com pés e/ou rodinhas costumam custar um pouco mais caro, variando de R$ 300 até R$ 1.300, dependendo de sua qualidade e de suas funcionalidades.

Os modelos de mesa e os portáteis costumam ter preços bem mais acessíveis, que geralmente variam de R$ 200 a R$ 500, também de acordo com as funcionalidades, o design e as praticidades que podem oferecer.

Onde comprar?

Hoje existem uma infinidade de lojas especializadas em artigos para maternidade e para bebês nas grandes cidades e capitais. Também é possível achar as cadeiras de alimentação em grandes redes, como as lojas Americanas, Wallmart ou Magazine Luíza.

No entanto, se você está longe de um grande centro ou já se acostumou a efetuar suas compras pela internet, como sites especializados ou nas páginas de e-commerce das grandes franquias.

Recomendamos portais de compra como a Amazon.com.br, onde você pode encontrar todos os modelos citados acima.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de cadeira de alimentação

Hoje contamos como uma infinidade de modelos, cada um com diferentes funcionalidades, e com tantos modelos e variações disponíveis, é importante pesquisar por marcas que já tenham reconhecimento no mercado.

Os pontos mais importantes a se considerar antes de comprar uma cadeira de alimentação para seu bebê são a segurança e o conforto. Apesar disso, há alguns fatores em comum a se considerar:

  • Tipo de cadeira
  • Sistema de segurança
  • Regulagem da cadeira
  • Sistema de alças e fixadores
  • Material
  • Recursos adicionais

Confira, detalhadamente, o que cada um desses pontos significa, para que você possa fazer a melhor escolha na hora de comprar uma cadeira de alimentação.

Tipo de cadeira

Existem diversos modelos de cadeiras de alimentação disponíveis no mercado, e entre eles destacam-se 3 opções principais:

  • Modelo tradicional: Funciona como uma cadeira alta, com bandeja. É interessante pois restringe o espaço de bagunça da criança.
  • Cadeira acoplada: Trata-se de um assento que fica preso ao tampo da mesa. É leve e pode auxiliar no processo de socialização do bebê.
  • Booster: É um modelo portátil, que se fixa as cadeiras convencionais.

Independentemente do tipo de modelo escolhido, é importante considerar a forma como você pretende utilizar a cadeira para determinar qual modelo será ideal a sua rotina.

Sistema de segurança

Independentemente do modelo escolhido para o seu pequeno, ele deve ser seguro para manter a criança longe de acidentes.

Caso seja um modelo tradicional, observe o equilíbrio do equipamento, para que ele não balance com os movimentos do bebê. Caso seja acoplado, verifique o quão firme é a fixação dele a mesa.

Um detalhe importante e que deve estar presente no modelo de sua escolha é a presença de um retentor de pernas (aquele equipamento que separa as perninhas da criança), já que os pequenos têm a tendência de tentar sair da cadeira sozinhos.

Vale ainda considerar um modelo que disponha de cinto de segurança, afinal, algumas crianças são especialmente agitadas e o cinto pode ajudar a mantê-las mais firmes ao encosto.

Regulagem da cadeira

Seja nos modelos grandes ou portáteis, é recomendado escolher modelos com pelos menos duas regulagens para o encosto e algumas regulagens de altura.

Assim, o momento da alimentação pode ser um tanto mais prático, especialmente quando você quer deixar a criança junto da mesa, um fator que especialistas recomendam para estimular a socialização da criança.

Bandejas removíveis ajudam na aproximação e facilitam o processo de limpeza, enquanto modelos dobráveis facilitam guardar ou transportar o produto. Se o modelo tiver rodinhas, fique atento a presença de travas adequadas, para evitar que a cadeira se movimente de forma inesperada, evitando acidentes.

View this post on Instagram

E essas mãozinhas? 😍 Tão gordinhas, tão lindas e crescendo tão rápido! É, o tempo voa… ❤️ . . . 👉 Quer registrar um pouco da rotina de sua família? Não importa a ocasião ou o lugar, me chama, vai?! WhatsApp (21) 99505-8709 . . #historiasemfotos #retratosdocotidiano #fotografiadocumentaldefamilia #clickinmoms #documentyourdays #umdianavida #feriasemfamilia #destinationfamily #familyphotojournalist #thefamilynarrative #fotografiadocumental #fotosdeferias #momentosqueficam #momentosquemarcam #elescrescemrapido #memoriasafetivas #asuahistoria #historiadefamilia #otempovoa #fotosdocotidiano #ensaiodefamilia #contandohistorias #rotinafamiliar #diaadia #dayinlife #thefamilynarrative #memoriasafetivas #horadapapinha #maozinha

A post shared by Gisele Soares 📞(21) 99505-8709 (@historiasemfotosbr) on

Sistema de alças e fixadores

Principalmente nos modelos portáteis, as alças e fixadores merecem uma atenção especial. Alguns modelos possuem fixadores para a cadeira de alimentação seja fixada diretamente na mesa ou então presa a uma cadeira.

Avalie bem as especificações dos produtos e se as alças são realmente ajustáveis e resistentes, especialmente quando ela possuiu uma alça principal para o transporte. É sempre importante garantir que a cadeira esteja bem firme caso o bebê se agite.

Material

Existem cadeiras de alimentação feitas dos mais diversos materiais. Porém, é importante priorizar materiais que sejam feitas, prioritariamente, de materiais impermeáveis e de fácil limpeza; em especial o assento e a bandeja de alimentação.

Essa atenção ao material escolhido é importante pois os bebês podem fazer bastante bagunça no momento das refeições. Por isso, ter um local de fácil limpeza e manutenção é essencial para garantir a higiene e segurança da criança.

View this post on Instagram

Quando a pediatra liberou a #introduçãoalimentar da Tina, comecei a pesquisar cadeiras para o conforto dela. Ficava na dúvida dos Cadeirões ou Portáteis. Em questão de valores, ambas têm preços parecidos. Então, decidi pela portátil pelo fato de não ter tanto espaço em casa, pra ficar com aquele cadeirão enorme no meio da sala rsrs… comprei da marca @chiccobrasil na loja @alobebeoficial paguei $219,00 (tem modelos mais em conta e mais caro). Quando desmonta ela fica super fina e forma uma “maleta” para transportar. Tem cintos nas laterais e embaixo com regulagem para adaptar a sua cadeira. Eu vi nas cores laranja e azul clarinho. Acho muito fofo porque quando faço alguma refeição na mesa ela também participa. Acredito que valha a pena o investimento nas cadeiras portáteis ou assentos do que o cadeirão. Acho mais seguras também.

A post shared by Sté mãe da Tina (@stemaedatina) on

Recursos adicionais

Conforme citado anteriormente, existem inúmeras opções de cadeiras de alimentação disponíveis no mercado. Recursos adicionais, como ferramentas interativas para bebês, podem tornar a experiência de alimentar sua criança muito mais tranquila e divertida.

Existem modelos com estímulos manuais e musicais, que além de ajudar você a alimentar o bebê, auxiliam no desenvolvimento da coordenação motora e divertem os pequenos.

Além disso, opções versáteis e que podem ser facilmente transportadas podem ser extremamente úteis para os momentos de passeio familiar, já que assim você poderá alimentar sua criança onde você estiver.

(Fonte da imagem destacada: amsw photography / Pexels)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
34 Voto(s), Média: 4,00 de 5
Loading...