Calculadora de mesa, caderno e caneta.
Ultima atualização: 6 de abril de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

18Horas investidas

3Estudos avaliados

64Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você trabalha na área financeira ou matemática, ter uma boa calculadora é fundamental. Mas em meio a tantas opções, um modelo se destaca: A calculadora de mesa.

A calculadora de mesa é a preferida dos contadores e comerciantes e isso não é à toa. Nesse artigo, vamos mostrar como escolher a melhor de acordo com o seu objetivo.




Primeiro, o mais importante

  • A calculadora de mesa é maior do que os modelos portáteis.
  • Existem calculadoras de mesa pequenas, médias e grandes, com ou sem bobina.
  • Para escolher a melhor calculadora de mesa é preciso analisar alguns fatores, como função, visor e quantidade de dígitos.

Você também pode gostar:

Melhores calculadoras de mesa: Nossas recomendações

A calculadora com melhor custo-benefício

A calculadora de mesa da Vinik funciona com alimentação solar ou a pilha e tem recurso de desligamento automático. Com visor em LCD com 12 dígitos, esse modelo realiza cálculo de porcentagem, cálculo com memória e raiz quadrada, entre outras funções.

A melhor calculadora de mesa com bobina

A Logos 804t é uma calculadora de mesa da Olivetti com bobina e velocidade de impressão de 10 linhas por segundo. Esse modelo conta com cálculo de percentual e variação, taxas de impostos e conversão de moeda. Com alimentação elétrica bivolt, essa calculadora tem visor com 14 dígitos e impressão térmica.

A calculadora de mesa mais simples

A mini calculadora de mesa da Casio é um modelo simples que possui um visor com 8 dígitos e mede 87 mm x 120, 5 mm. Com alimentação dupla, solar e bateria, esse modelo possui as seguintes funções: %, M+ e M- e cálculo de taxas.

Guia de Compra

Na hora de comprar uma calculadora de mesa é preciso considerar qual o seu objetivo. Afinal, existem calculadoras de mesa simples e as com funções avançadas. Para ajudar você a escolher a melhor para o seu bolso e seu objetivo, criamos esse Guia de Compra.

Homem digitando em teclado de computador, com calculadora de mesa ao lado.

A calculadora de mesa continua sendo um acessório indispensável. (Fonte: Oleg Magni/ Pexels.com)

O que é uma calculadora de mesa?

A calculadora de mesa é, como o próprio nome sugere, uma calculadora usada sobre a mesa de trabalho.

Por isso, sua principal característica é ser maior do que as calculadoras portáteis, aquelas que cabem até no bolso da calça. Ainda assim, existem calculadoras de mesa de tamanho variados.

Além disso, é possível encontrar a calculadora de mesa simples e a que imprime com bobina de papel.

Calculadora de mesa com bobina.

A calculadora de mesa com bobina é uma das mais populares da categoria. (Fonte: StellrWeb/ Unsplash.com)

A calculadora de mesa também pode varia em termos de funcionalidade, que vão desde as funções básicas às mais complexas.

Além disso, você vai encontrar esse tipo de calculadora com visores de LCD ou fluorescente e com de dígitos bem variada.

Qual a diferença entre a calculadora de mesa e os outros tipos?

Existem vários tipos de calculadoras e a de mesa é apenas uma delas. A calculadora mais popular é a que realiza as operações básicas de adição, subtração, multiplicação e divisão.

Além dela, existem também a calculadora científica, a calculadora financeira e a gráfica. As calculadoras científicas são indicadas para quem lida com cálculos complexos, principalmente quem é da área de Matemática, Ciências e Engenharia.

Na memória da calculadora científica constam, por exemplo, funções logarítmicas e trigonométricas.

foco

Você sabia que, por volta do século 6 antes de Cristo, os habitantes do Oriente Médio começaram a usar uma calculadora chamada de Ábaco?

Já em 1624, o matemático alemão Wilhelm Schickard construiu a primeira máquina de calcular, voltada para a criação de tabelas astronômicas.

Mas a primeira calculadora de fazer contas simples foi desenvolvida em 1642, por um filósofo e matemático francês chamado Blaise Pascal.

Já a calculadora financeira é recomendada para profissionais que lidam com matemática avançada e cálculos baseados em funções estatísticas, juros compostos e etc.

A calculadora gráfica, por sua vez, é específica para quem trabalha com cálculos em desenhos 2D ou 3D.

Confira a seguir, a tabela que ilustra as principais características e diferenças entre esse tipos de calculadoras:

Calculadora científica Calculadora financeira Calculadora gráfica Calculadora de mesa
Tipo de cálculo Complexos Matemática avançada e financeira Em desenho 2D e 3D Básicos e avançados
Recomendados para Área científica e acadêmica Área acadêmica e empresas Área acadêmica e empresas Dia a dia e negócios

Quais são os tipos de calculadoras de mesa?

A calculadora de mesa pode ser dividida basicamente em dois tipos: Com impressão e sem impressão.

A calculadora de mesa sem bobina de impressão é recomendada para pessoas que não precisam imprimir suas contas.

Já calculadora de mesa com impressão em bobina permite que você imprima todas as contas que fizer no aparelho.

Esse tipo de calculadora é ideal para quem precisa ter o comprovante do cálculo, seja para manter em arquivo, seja para entregar a um cliente ou fornecedor.

Mas existem ainda algumas variações quando tratamos da calculadora de mesa com bobina.

Calculadora de mesa com bobina: Para quem é recomendada?

Como vimos, a calculadora de mesa com bobina é ideal para quem quer manter registros impressos das contas feitas na máquina.

Mas como existem diversos modelos de calculadoras, existe uma opção ideal para cada situação.

Para lhe ajudar a escolher a melhor calculadora de mesa com bobina, listamos a seguir os principais tipos de uso dessa máquina.

Para uso moderado

Se você precisa usar a calculadora com bobina de vez em quando, principalmente de forma doméstica, você pode optar por um modelo mais simples, com menos recursos.

Nesse caso, o ideal é optar por uma calculadora de mesa com bobina que imprima em baixa velocidade, já que são os modelos mais baratos.

Para uso moderado

Caso você precise usar a calculadora com bobina com uma frequência maior, vale investir em um modelo um pouco mais avançado.

Procure por calculadoras que imprimam em velocidade maior. Nesse caso, você poderá utilizar a máquina tanto de forma doméstica quanto em empresas.

Para uso profissional

Por fim, se você vai usar a calculadora de mesa com bobina de forma constante, ou seja, se você vai imprimir com frequência, como é o caso do uso profissional, é preciso investir um pouco mais em um modelo mais eficiente e ágil.

Quais são os tipos de calculadora de mesa com bobina?

A calculadora de mesa com bobina pode ter, pelo menos, dois tipos de impressão: Por impacto ou térmica.

A impressão por impacto é caracterizada pelo uso de uma fita. Já a impressão térmica é aquela que utiliza o rolete de papel. A térmica é uma impressão mais rápida e mais silenciosa.

Além disso, como vimos, é preciso considerar a velocidade da impressão. A seguir você confere as principais opções de velocidade de impressão de um calculadora de mesa:

  • Impressão de 1,5 a 2,1 linhas por segundo: Aqui, os números não são impressos todos de uma só vez. Se você digitar de forma rápida, a calculadora não vai acompanhá-lo;
  • Impressão de 3,5 a 4,3 linhas por segundo: Indicada para quem usa a calculadora de mesa de forma moderada;
  • Impressão de 2,4 a 2,9 linhas por segundo: São calculadoras mais robustas e, em geral, tem impressão com rolete.

Quanto custa e onde comprar a calculadora de mesa?

O preço de uma calculadora de mesa pode variar dependendo da marca e do modelo. As calculadoras com bobina serão mais caras do que as sem impressão.

Mas, de modo geral, você vai entrar a calculadora de mesa custando entre R$ 10 e R$ 1 mil. Para comprá-la, você poderá optar por lojas especializadas, de departamento, como Casas Bahia, e ainda grandes redes de supermercados como Carrefour e Extra.

Mas nós recomendamos que você compre a sua calculadora de mesa em lojas da internet, como a Amazon Brasil, por exemplo. Ali você encontrará mais opção de marcas e preços promocionais.

Critérios de Compra: Como escolher a calculadora de mesa

O primeiro passo na hora de escolher e comprar a melhor calculadora de mesa é levar em conta o seu objetivo. Com isso, você conseguirá definir se precisa de uma calculadora de mesa com ou sem bobina.

Caso opte pela calculadora com bobina, lembre-se de levar em conta o tipo e a velocidade da impressão.

Feito isso, existem ainda outros aspectos  que você deve avaliar se quiser investir na calculadora de mesa ideal. São eles:

A seguir, nós vamos mostrar de forma detalhada como você deve analisar cada um desses critérios.

Funções

Na hora de escolher a sua calculadora de mesa um dos aspectos mais importantes que você deve considerar são as funções que a máquina oferece.

De modo geral, considerando os modelos mais completos, é possível encontrar a calculadora de mesa com as seguintes funcionalidades:

  • Cálculo de custo, venda, margem, taxa e total;
  • Inversão de sinais;
  • Arredondamento para mais ou menos;
  • Botão de voltar para apagar ou corrigir os últimos números digitados;
  • Função data e hora;
  • Teclado com teclas suaves.

Dimensão

Outro critério que você deve avaliar na hora de escolher a melhor calculadora de mesa é o tamanho físico da máquina. Como vimos, esse tipo de calculadora costuma ser maior do que as calculadoras portáteis.

Mas, ainda assim, as dimensões de um calculadora de mesa podem variar bastante. De modo geral, você vai encontrar a calculadora de mesa em tamanho mini, médio e grande. As maiores chegam a medir 31,3 cm x 20 cm x 7 cm.

E o fato é que importante analisar esse fator para garantir que a calculadora não vai ocupar muito espaço em sua mesa de trabalho e vai ser funcional durante o uso do dia a dia.

Visor

Em seguida, observe também o tipo de tela da calculadora de mesa. Nesse quesito, você vai encontrar modelos cujo visor pode ser de LCD, com números aparecendo em preto, ou fluorescente.

Além disso, você vai encontrar opções de calculadoras de mesa com visor grande (VFD), que garante uma melhor visualização dos dígitos e pode facilitar o seu trabalho.

Quantidade de dígitos

Observe também que, dependendo do modelo, a capacidade de números que aparecerá no visor, e na impressora, no caso da calculadora de mesa com bobina, pode variar bastante.

Existem calculadoras de mesa com 8, 10, 12 ou 14 dígitos.

Existem calculadoras de mesa com 8, 10, 12 ou 14 dígitos.

Quem faz contas que tem resultados com muitos números deve escolher a calculadora de mesa com a maior quantidade de dígitos possível.

Garantia

Por fim, mas não menos importante, é importante que você verifique se a calculadora de mesa que você escolher oferece garantia e qual o período dela.

Como a ideia é que a calculadora lhe acompanhe por muitos anos, a garantia pode ajudar em casos de problemas técnicos que porventura possam ocorrer com o aparelho.

(Fonte da imagem destacada: 22594/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.