Quarto de menina com cama montessoriana.

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar de um móvel que traz benefícios incríveis para o desenvolvimento as crianças: a cama montessoriana.

Com a característica de ser no chão, para facilitar o desenvolvimento dos pequenos, a cama montessoriana ganhou versões lúdicas e divertidas para dar ainda mais charme aos quartos infantis.

Em meio a tantas opções, vamos mostrar neste artigo os fundamentos da cama montessoriana e o que você deve levar em conta antes de comprar a ideal.

Primeiro, o mais importante

  • A cama montessoriana original nada mais é do que um colchão no chão, que promove a liberdade e a autonomia das crianças pequenas.
  • Parte do método desenvolvido por Maria Montessori, essa cama compõe o quarto infantil com móveis e acessórios projetos especificamente para os pequenos.
  • Com a popularização, novas versões surgiram e, por isso, vamos lhe mostrar aqui como escolher a cama montessoriana mais adequada.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de cama montessoriana: Nossas escolhas

Pais e mães que buscam pela cama montessoriana querem funcionalidade, segurança e design decorativo. Sabendo disso, os fabricantes inovaram e criaram modelos para agradar a todos. Por isso, a seguir, nós vamos apresentar para você os melhores modelos da cama montessoriana disponíveis hoje em dia no mercado.

Uma opção clássica

No formato de casinha, a cama montessoriana da Completa Móveis é fabricada com MDF e suporta até 80kg. A altura do estrado até o chão é de 4cm. Além disso, esse modelo tem dimensões de: 117cm de largura, 150cm de altura e 201 cm de profundidade. Por isso, comporta colchões de 78cm de largura X 178cm de comprimento.

Opção com barreira de proteção lateral

A cama Duda da Divaloto Móveis é no formato de casa, e possui barreira de proteção laterais. Feito em MDF, esse modelo suporta até 50kg e tem 8cm de altura do estrado até o chão. Além disso, essa cama mede 74,5cm de largura, 154 cm de altura e 154cm de profundidade. Portanto, comporta colchão de 148cm x 68cm.

Uma opção com ótimo custo benefício

A mini-cama Crystal Pertenella em formato de casinha possui proteção lateral reduzida, localizada apenas em uma extremidade do móvel. Feito com MDF biosustentável, esse modelo suporta 40kg. Além disso, essa cama montessoriana tem dimensão de 155cm de largura, 154,5cm de altura e 80cm de profundidade. Esse modelo comporta colchão de 150cm x 70cm.

Guia de Compra

Pode parecer simples escolher a melhor cama montessoriana com tantas opções de design lúdicos. Mas o fato é que a cama montessoriana, mais do que bonita, precisa ser funcional para o desenvolvimento da criança.

Por isso, criamos este Guia de Compra com todas as informações que você vai precisar para escolher a cama montessoriana ideal.

Criança em quarto montessoriano.

A cama montessoriana fica no chão para estimular a autonomia e liberdade da criança. (Fonte: Katarzyna BiaÅ‚asiewicz / 123rf)

O que é uma cama montessoriana?

A cama montessoriana é um móvel adaptado para crianças, que compõe o conceito do quarto montessori.

De acordo com o Método Montessori, criado pela educadora Maria Montessori, todos os móveis do quarto infantil são projetados especificamente para crianças e bebês.

Ou seja, tudo fica ao lance dos pequenos para estimular a exploração, o desenvolvimento e a independência.

Com a cama montessoriana não é diferente. Na verdade, esse tipo de cama nada mais é do que um colchão no chão.

O objetivo é que as crianças pequenas possam ter uma maior liberdade para se movimentar, entrar e sair da cama e explorar o quarto infantil, sem a dependência do adulto.

Para garantir a segurança, todo o quarto deve seguir o mesmo conceito.

Com a popularização do método, porém, a cama montessoriana ganhou elementos lúdicos para tornar o móvel mais atrativo para as crianças e garantir um charme adicional à decoração.

Hoje em dia, o mais comum é que você encontre a cama montessoriana com design de casinha, cabana ou tenda.

No conceito montessoriano original, também é característica da cama não ter grades de proteção, nem nada que impeça a criança de se movimentar livremente.

Porém, com o receio de alguns pais de que os pequenos pudessem rolar para o chão, atualmente, com as novas versões, é possível optar pela cama montessoriana com grades.

Quarto de criança com cama montessoriana.

A cama montessoriana ganhou recursos lúdicos como o design de casinha. (Fonte: Katarzyna BiaÅ‚asiewicz / 123RF)

Mais do que isso, outros elementos foram inseridos no conceito da cama montessoriana para contribuir com o estímulo à curiosidade e desenvolvimento da criança.

Entre eles estão as almofadas de diferentes formatos, luzes e bandeirolas. Para você ter uma ideia geral, confira a seguir como identificar uma cama montessoriana:

  • Posição rente ao chão com base baixa;
  • Dimensões adaptadas ao tamanho da criança;
  • Modelos e formatos divertidos e lúdicos;
  • Objetos decorativos lúdicos para aguçar a curiosidade dos pequenos.

Além disso, a cama montessoriana pode ter diversos tamanhos: tamanho de berço, de criança, de solteiro e até de casal. A escolha vai depender do seu gosto e do espaço disponível que você tem no quarto infantil.

Para qual idade é recomendada a cama montessoriana?

A cama montessoriana não tem limite de idade. Porém, alguns especialistas recomendam que você adote esse modelo a partir do momento em que a criança começar a querer engatinhar.

É nesse período, que costuma ocorrer a partir dos seis meses, em que a cama montessoriana tem seu maior benefício: permitir que os pequenos se movimentem livremente.

Afinal, em um berço a criança está presa, depende do adulto para entrar e sair e ainda corre o risco de escalar as grades de proteção oferecendo um perigo maior de quedas e acidentes. Com a cama montessoriana esse risco e limitações não existem.

View this post on Instagram

Um dos maiores sucesso,que a nossa designer @lucentrone projetou e executou para o quartinho da Maria Flor filha da querida cliente Deborah Secco ! Fazemos o projeto e temos todas as peças para compor ambientes para quartos de bebês e crianças, para mais informações no (11) 98426.4652/(11)3088.8949 atendimento com hora marcada no bairro Brooklin em São Paulo! #gestantes #decora #design #arquiteto #arquiteta #designer #designdeinteriores #kidsgram #kidsroom #baby #babys #babygram #gravida #gravidas #enxovaldebebe #decoracao #decoração #arquiteturadeinteriores #bebe #quartodebebe #quartodemenina #quartosdecorados #papeldeparede #cama #montessori #camamontessoriana

A post shared by Baby e Kids por Lú Centrone (@mamalu_boutique_) on

Por isso, os especialistas recomendam que, antes dos seis meses, você deva usar o berço. De preferência aquele que tem uma das laterais abertas para ser acoplado ao lado da cama dos pais.

Após esse período, a criança já pode ir para a cama montessoriana. O colchão no chão estimula a movimentação dos bebês.

Quando a criança ficar um pouco maior, você poderá substituir o colchão no chão por uma cama montessoriana baixa.

Mas se você ainda tem receio de deixar o seu bebê livre no quarto, continue lendo este artigo que vamos explicar como garantir a segurança da criança.

O que é o método Montessori?

O método Montessori é um sistema pedagógico desenvolvido através de pesquisas científicas e empíricas pela médica e pedagoga italiana Maria Montessori.

De modo geral, o método contempla a individualidade da criança e respeita seus próprios ritmos de aprendizagem e amadurecimento.

Por isso, esse conceito propõe a criação de um ambiente estimulante para que cada criança se desenvolva, descubra e aprenda seguindo sua curiosidade.

Dessa forma, cada menino ou menina é o protagonista de sua própria aprendizagem e os adultos atuam como guias, acompanhando esse processo.

Bebê brincando com urso de pelúcia.

O método Montessori, usado em escolas e em casa, respeita o ritmo de aprendizagem e amadurecimento de cada criança. (Fonte: StockSnap / Pixabay)

Hoje em dia, o método é aplicado em várias instituições de ensino pelo mundo. Mas, além da parte educacional, o método também chegou aos lares.

Percebendo que os quartos das crianças eram feitos pensando nos adultos e não nos pequenos, Maria Montessori criou conceito do quarto montessoriano em 1907.

Esse novo conceito de quarto infantil consiste em dispor os elementos do quarto na altura da criança para que ela possa acessá-lo com autonomia sem depender dos adultos.

Dessa forma, é possível também incentivá-la a se sentir confortável para explorar o espaço do seu quarto.

Maria MontessoriMédica criadora do método

“Para ajudar uma criança, devemos fornecer-lhes um ambiente que lhes permita desenvolver-se livremente.”

Assim, no quarto montessoriano, além da cama no chão, os outros móveis devem ser de fácil acesso para a criança.

Promover a independência e autonomia nos primeiros anos da criança por meio dos móveis do quarto é o grande objetivo do quarto montessoriano.

Como montar um quarto com cama montessoriana?

Como o método prioriza a autoeducação, o quarto montessoriano deve oferecer elementos posicionados na altura da criança.

Por isso, ao invés de camas altas, colchões no chão oferecem maior liberdade para os pequenos, que podem deitar e levantar quando quiserem.

Os brinquedos devem estar dispostos de forma que a criança possa pegá-los à vontade. Também é recomendado que os nichos e móveis sejam pequenos e não tenham portas.

Assim, a criança poderá pegar o que deseja com mais facilidade. Outros elementos importantes que você deve incluir na composição do ambiente montessoriano são:

  • Minimalismo: Com menos móveis e objetos, a criança pode circular e explorar o quarto com mais segurança;
  • Espelho: Ajuda a criança se descobrir e analisar seus movimentos. Recomendamos o espelho de acrílico, que não oferece o risco de quebrar e preso na parede na altura da criança;
  • Barra afixada na parede: Para ajudar a criança que está começando a ficar em pé e a andar;
  • Tapete: Para que os pequenos tenham experiências sensoriais e delimitar o espaço de brincadeiras;
  • Armário baixo: Coloque no armário, que também pode ser uma arara, poucas opções de roupas para que a criança possa escolher com facilidade;
  • Mesinha e cadeiras baixas: Todos os móveis do quarto, para brincar, pintar ou estudar, precisam ser adequados ao tamanho da criança;
  • Móveis na parede: Utilize prateleiras e nichos presos na parede para evitar que se movimentem ou até que caiam.

Os objetos, como livros e brinquedos, devem estar em nichos abertos que dispensam portas. É claro que, com essa disposição do quarto, existe o risco de você se deparar com um ambiente bagunçado.

Não à toa a ideia de ter um quarto simples, sem muitos móveis ou objetos de decoração é base do conceito montessoriano.

Mas isso não quer dizer que o quarto infantil será sem graça. Pelo contrário, o uso de objetos que estimulam as sensações, com almofadas, móbiles e até mesmo quadro de imagens reais, é super recomendado.

A ideia é que você organize os objetos e brinquedos de forma estratégica. Por exemplo, se a criança possui muitos brinquedos, os especialistas sugerem que você faça um rodízio: deixe alguns à disposição da criança por um tempo depois os substitua por outros.

O mesmo ocorre com as roupas. Separe até seis peças de roupas e deixe que o pequeno usufrua de sua autonomia para escolher a que irá lhe causar maior bem-estar.

Mais do que isso, com o acesso à escolha das roupas e brinquedos a criança também é estimulada a cuidar de seus pertencer e mantê-los em ordem.

Qual a diferença entre o quarto com a cama montessoriana e o tradicional?

Como vimos, o quarto montessoriano possui móveis baixo e objetos na altura e ao alcance da criança.

A cama montessoriana elimina o risco de queda.

Já no quarto infantil tradicional, isso nem sempre ocorre. Em geral, as camas, incluídos aí os berços, são altos e com grades de proteção. Com isso, a criança fica sempre dependente dos pais para se locomover.

Sem contar que, quando ela começa a engatinhar e a querer ficar em pé, as grades e a altura do berço começam a oferecer riscos de acidentes. A cama montessoriana elimina o risco de queda, já que o colchão está ou no chão ou muito próximo dele.

Além disso, no quarto tradicional é muito comum encontrar muitos objetos de decoração que são colocados pensando mais no gosto do adulto do que nos benefícios para os pequenos.

Maria MontessoriMédica criadora do método

“Nunca ajude uma criança em uma tarefa que ela se sente capaz de fazer sozinha.”

Não raro, o quarto infantil tradicional é impecável em relação à organização, mas falha na hora de estimular os sentidos e o desenvolvimento e aprendizado da criança.

Além disso, o fato é que um quarto tradicional de bebê é caro e os móveis se tornam obsoletos em pouco tempo. Por exemplo, o berço não dura mais que 2 ou 3 anos. Logo tem que passar a uma cama infantil e, depois, para uma cama de solteiro.

Com a cama montessoriana, você pode optar por uma de tamanho que dure por longos anos. Confira abaixo as principais diferenças entre o quarto com cama montessoriana e o quarto infantil tradicional:

Quarto montessoriano Quarto tradicional
Estímulos sensoriais Sim Não
Liberdade e autonomia Sim Não
Desenvolvimento de habilidades cognitivo-motoras Sim Não
Sentido colaborativo Sim Não
Organização do espaço Não Sim
Risco de queda da cama Não Sim

Quais os cuidados você deve ter com o quarto e a cama montessoriana?

Como qualquer ambiente infantil, também no quarto montessoriano é preciso que os pais e mães tenham alguns cuidados.

O primeiro deles se refere à cama montessoriana. Muitos pais e mães ainda têm receio de colocar a criança para dormir no colchão no chão.

Mas o fato é que a cama montessoriana pode até ser considerada mais segura do que a tradicional. Como vimos, com a cama montessoriana o risco de queda não existe. O que pode ocorrer é a criança rolar para o chão.

Caso isso ocorra, existem algumas medidas que você deve tomar para minimizar qualquer possível dano à criança. Entre elas, você pode optar pela cama que possui grades de proteção.

Mas, se você optar pela cama original do método, os especialistas recomendam que você tome três medidas de segurança:

  • Coloque um tapete amortecedor ao redor da cama montessoriana: dessa forma, caso a criança role para fora, não haverá impacto.
  • Você também pode usar almofadas e travesseiros para amortecer qualquer impacto.
  • Ou ainda, utilizar um estrado ou mesmo um tapete grosso embaixo do colchão. Essa recomendação é importante também para evitar a friagem que vem do chão.

Além desses cuidados com a cama montessoriana, o restante do quarto que é adaptado para criança também merece algumas considerações.

Isso porque, em um ambiente com elementos e objetos ao alcance da criança, a principal preocupação dos pais é com a segurança.

Por isso, os especialistas no método montessoriano sugerem os seguintes cuidados: • Evite móveis ou objetos com quinas.

  • Não use quadros com vidros, prefira os de acrílico.
  • Fixe os objetos na parede com fita dupla face. Evite o uso de pregos.
  • Tome cuidado com móveis instáveis que possam tombar.
  • Esconda e proteja as tomadas.

Quais as vantagens da cama montessoriana?

Como vimos, as vantagens da cama montessoriana são enormes. Primeiramente, esse tipo de cama é pensado para estimular e desenvolver as habilidades físicas e cognitivas da criança, desde muito novas.

Por serem no chão, ou rentes ao chão, as camas montessorianas são, inclusive, mais seguras no que diz respeito a possíveis quedas. E ainda ajudam a manter uma postura correta da coluna vertebral.

Além disso, a cama montessoriana tem um excelente custo-benefício. Pode sair de graça se você apenas colocar o colchão no chão.

Ou, caso você opte por comprar as lindas e lúdicas camas de casinha, ela poderá acompanhar o crescimento da criança por longos anos. Sem contar que essa é uma cama unissex e faz sucesso tanto no quarto de meninos quanto no das meninas.

Outra vantagem é o design lúdico e divertido, que encanta os pequenos. Além disso, o formato do telhado da casinha também possibilita o uso de um mosquiteiro, para proteger a criança da ação de insetos.

Além disso, a cama montessoriana é multifuncional. A seguir você confere mais vantagens e opções de usos que a cama montessori pode ter:

  • Espaço livre e aconchegante para dormir;
  • Espaço de descanso (muitos pais e mães colocam inclusive uma mini rede na cama);
  • Pode servir como uma cabana para brincadeiras e leituras;
  • A criança tem autonomia para entrar e sair quando quiser;
  • Favorece a postura correta da coluna vertebral e a circulação;
  • A criança não vai escalar grades protetoras como faz no berço.

Quanto custa uma cama montessoriana?

O preço da cama montessoriana pode variar bastante, especialmente em função do material de fabricação, do tamanho e do design do móvel. Por isso, você vai encontrar a cama montessoriana custando entre R$ 130 e R$ 2 mil.

É claro que você não precisa comprar a mais cara de todas. Mas é senso comum que as de melhor qualidade e mais duráveis terão um custo mais elevado.

Onde comprar uma cama montessoriana?

Você vai encontrar a cama montessoriana à venda em lojas de departamento e hipermercados como, por exemplo, Casas Bahia, Lojas Americanas e Carrefour.

Ainda assim, nós recomendamos que você realize a sua compra em lojas online como a Amazon Brasil.

Dessa forma, você não apenas garante mais opções de modelos e tamanhos para escolher, mas também adquirir a cama montessoriana do conforto da sua casa.

Critérios de Compra: O que observar ao escolher a cama montessoriana

Como vimos, a forma mais simples e econômica de adotar a cama montessoriana é colocando um colchão no chão.

Mas, se você prefere incluir elementos criativos à cama, para agradar as crianças e criar mais charme ao quarto, as opções de modelos disponíveis hoje em dia no mercado são imensas.

E, justamente por isso, antes que você compre a cama montessoriana, é preciso entender o que diferencia um modelo de outro.

Somente assim você poderá garantir que estará comprando a cama montessoriana que terá a qualidade, a durabilidade e a funcionalidade que você espera e que seu filho merece.

Por isso, listamos abaixo para você os principais fatores que devem ser levados em conta antes de adquirir a cama montessoriana:

  • Medidas
  • Peso suportado
  • Design
  • Material de fabricação
  • Extras

A seguir, vamos explicar cada um desses fatores em detalhes para que você tome a melhor decisão ao adquirir a cama montessoriana ideal para o seu filho (a).

Medidas

O fator mais importante que você deve levar em consideração antes de comprar a cama montessoriana é o tamanho do mobiliário.

Aqui você deve analisar dois pontos: se a cama terá espaço suficiente no quarto infantil e se você quer uma cama para cada fase da criança ou apenas uma que irá durar por vários anos.

Essas avaliações são necessárias porque você vai encontrar a cama montessoriana com vários tamanhos: dos pequenos aos tradicionais de solteiro.

Lembre-se de que o importante aqui é que a criança se sinta confortável na cama. Por isso, se você optar por uma cama pequena tenha em mente que, conforme a criança for crescendo as medidas do móvel também precisarão ser ajustadas.

A cama pequena, conhecida também como minicama montessoriana costuma ter, em média, 1,50 metros de comprimento por 70 centímetros de largura.

Mesmo sendo pequena, esse modelo é do tamanho ideal para a criança se movimentar com conforto durante a noite.

Em geral, esse tipo de cama é recomendado para crianças de 0 a 4 anos, mas pode variar de acordo com o crescimento de cada um.

A cama montessoriana de solteiro pode ser usada por mais tempo.

Para crianças a partir dos 3 anos de idade, a cama de solteiro tradicional já pode ser inserida. A grande vantagem desse tipo de cama é que ela acompanha o crescimento das crianças e pode ser usada por muitos anos, até a adolescência.

Além disso, a cama montessoriana de solteiro, que costuma ter 1,88 metros de comprimento por 88 centímetros de largura, oferece mais espaço para os pequenos se movimentarem.

Você também poderá encontrar tamanhos de cama montessoriana maiores, como as de casal, com cerca de 1,9 metros de comprimento e 90 de largura.

Por fim, se você quer ser fiel ao método montessoriano opte por camas mais próximas ao chão, ou seja, com uma altura entre o estrado e o chão pequena. Os modelos disponíveis no mercado possuem essa medida variando entre 4cm a 10cm.

Lembrando que quanto menor essa altura, mais próxima a cama será do chão e do conceito montessoriano.

Quarto infantil com cama montessoriana e detalhes em preto.

Quanto maior a cama montessoriana mais tempo a criança irá aproveitá-la. (Fonte: Katarzyna BiaÅ‚asiewicz / 123rf)

Peso suportado

Em seguida, recomendamos que você leve em conta o peso suportado pela cama montessoriana. Esse valor varia muito entre um modelo e outro e está relacionado com a qualidade do material de fabricação.

Dessa forma, será possível encontrar opções que suportem entre 30kg e 300kg. Obviamente, quanto mais peso a cama suportar mais resistente e durável ela será.

Assim, a criança poderá utilizar a cama por longos anos, acompanhando o ganho de peso natural que ocorre com a idade.

Design

Outro ponto a ser analisado é o design da cama. Como vimos, a cama montessoriana original nada mais é do que um colchão no chão.

Mas, hoje em dia, é possível encontrar versões mais lúdicas que atraem pais, mães e, é claro, as crianças. A seguir você confere os designs mais comuns da cama montessoriana disponíveis no mercado:

Cama baixa

Além do colchão no chão, essa é a forma mais básica de cama montessoriana: rente ao chão, com ou sem grades de proteção.

As grades, apesar de não fazerem parte do conceito oficial do método montessori, podem ajudar a tranquilizar os pais, impedindo que a criança role para o chão.

Esse modelo é o mais econômico e propicia autonomia e segurança para o bebê e a criança.

Cama casinha

É modelo que está mais na moda. O seu diferencial é que possui barras que formam uma estrutura de casa sobre a cama. A casinha pode ficar aberta ou ser coberta com tecidos e até o mosquiteiro.

Mas fique atento porque nem toda cama casinha está em consonância com o método montessori. Alguns modelos são muito altos em relação ao chão o que foge do conceito montessori.

 Cama montessoriana de casinha.

Hoje em dia a cama montessoriana pode ser encontrada com design lúdico como a que tem formato de casinha. (Fonte: Katarzyna BiaÅ‚asiewicz / 123rf)

Cama cabana

A cama montessoriana no estilo cabana segue a mesma linha da cama de casinha. Mas, aqui, a estrutura que se forma sobre a cama é em formato de tenda.

Esse modelo costuma ser mais econômico que a anterior e também cria um ambiente decorativo super lúdico e divertido para as crianças.

Aqui também é possível colocar tecidos decorativos sobre a cabana para aumentar ainda mais o aconchego da criança.

Material de fabricação

Como vimos, o material de fabricação determina a resistência e durabilidade da cama montessoriana.

Se você quiser que a criança utilize a cama da infância até a adolescência, recomendamos que você invista em uma cama fabricada com madeira maciça, que é o material mais durável.

Mas, além desse material, você também encontrar a cama montessoriana feita com MDF, que também é considerado bastante resistente.

Mais do que isso, certifique-se de que, se a cama for pintada, a tinta seja atóxica para não prejudicar a saúde da criança.

Extras

Por fim, fique atento para os itens extras que podem acompanhar a cama montessoriana. Nos modelos mais modernos, é possível comprar a cama acompanhada inclusive do colchão.

Essa é uma forma prática e econômica de adquirir o pacote completo. Em alguns casos, você também encontra a cama montessoriana acompanhada do mosquiteiro ou do tecido de voil que cobre a casinha ou a cabana.

(Fonte da imagem destacada: Katarzyna Białasiewicz / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.