Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje falaremos sobre um item que não é dispensável, nem mesmo opcional. Se você é um entusiasta do ciclismo, com certeza precisa de um capacete de bicicleta.

Ao andar com a sua bicicleta, seja nas ruas da cidade, seja em um circuito indoor ou seja na natureza, proteção é fundamental. Você precisa ter plena consciência disso e sair de casa sempre usando seu capacete.

Por isso, fique atento! No decorrer desse texto, você aprenderá tudo que é necessário para adquirir o modelo ideal de capacete de bicicleta. Torne-se um expert, fique protegido e divirta-se com as pedaladas!

Primeiro, o mais importante

  • Se você gosta de pedalar, um capacete de bicicleta é muito importante. Ele protegerá a sua cabeça – e, dependendo do modelo, a sua face também – de grandes impactos. Existem modelos para o dia a dia e modelos profissionais.
  • Comprar um capacete de bicicleta tem algumas semelhanças com comprar roupas: você precisa saber o seu tamanho e experimentar os modelos, já que pode haver variação de marca em marca. Também pode escolher uma cor.
  • Os preços podem variar entre R$ 50, em modelos bastante básicos para iniciantes, e R$ 500, em modelos bastante avançados. Tudo depende do seu grau de experiência e do quanto usa a bicicleta.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de capacete de bicicleta

Embora algumas pessoas não gostem de fazer uso do capacete de bicicleta, é importante ter em mente que eles são essenciais para sua segurança. Ignorar esse equipamento pode custar a vida do ciclista. Pensando nisso, nós fizemos uma seleção para que você tenha acesso aos melhores modelos do mercado. Confira abaixo:

1º – Capacete Multilaser Átrio

[amazon box=”B0779KNZFR” description_items=”0″]

Esse é um capacete que traz como destaque a sua grande possibilidade de refrigeração: são 19 entradas de ar. Também se destaca o revestimento interno removível e lavável.

É possível fazer vários ajustes. Primeiro, no tamanho das alças, permitindo maior conforto. Além disso, a aba frontal é removível. O material é PVC + EPS e o peso é de 240 gramas.

A variedade de modelos é satisfatória: é possível escolher tanto pelo tamanho, como pela cor (com muitas opções).

2º – Capacete Ciclismo com Óculos e Pisca

[amazon box=”B07CRPFS5D” description_items=”0″]

Algumas funcionalidades desse capacete são muito interessantes. Ele conta com uma viseira fumê removível e com um pisca com três fases: lento, rápido e aceso direto.

São duas cores mais comuns: preto e verde fosco. O encaixe é por ímã, uma alternativa muito interessante. Há regulagem traseira, e os tamanhos M e G são os mais encontrados no mercado.

Também podemos destacar que as funcionalidades extras permitem o uso em várias circunstâncias, não apenas para pedaladas na cidade.

3º – Capacete TSW MTB

[amazon box=”B07KFK4HJM” description_items=”0″]

A ventilação é a principal característica desse modelo de capacete de bicicleta. São 29 aberturas, o que preservará a saúde dos seus cabelos e permitirá que os efeitos do suor não sejam tão sentidos.

Leve, com 230 gramas, e feito em policarbonato e poliestireno, é uma excelente pedida para as cidades. Também tem uma viseira removível, coisa que é bastante útil para dias de sol ou chuva.

Pode ser encontrado nas cores preto, branco ou preto e amarelo. Os tamanhos M e G também são os mais comuns.

4º – Capacete Calypso Attack

[amazon box=”B07HL2LWYH” description_items=”0″]

Modelo praticamente profissional, é feito com os melhores materiais disponíveis no mercado: poliestireno, espuma de poliuretano, correias de nylon, PVC e plástico ABS. É bastante pesado, tendo pouco mais de 1kg.

Possui viseira e forro removíveis. É fabricado de acordo com o Certificado Europeu, ou seja, cumpre com todos os requisitos de segurança. De negativo, apenas 14 aberturas de ventilação. O vermelho e o branco são as cores predominantes. Há vários tamanhos disponíveis.

Guia de Compra

Se você gosta de pedalar, seja na cidade, em trilhas, ou qualquer outro tipo de terreno, o capacete deve ser seu maior companheiro. Item obrigatório para sua segurança. São muitas as possíveis variáveis para um capacete de bicicleta.

Quer saber como escolher o ideal para você? Siga com a gente até o fim que vamos discorrer sobre esse produto indispensável!

Imagem mostra três homens pedalando, todos usando capacetes.

Usar capacete é fundamental para sua segurança ao pedalar. (Fonte: bedrck / Pixabay)

O que é um capacete de bicicleta e para que ele serve?

Capacetes servem como equipamento de proteção para ciclistas. Ele protege os praticantes dessa atividade de lesões sérias na cabeça quando acidentes acontecem. O ideal é que sejam sempre utilizados.

Seja para ciclismo nas ruas da cidade, Mountain Bike, Cross Country ou indoor, é fundamental fazer uso dessa proteção. Por mais que as bicicletas costumam ser bastante seguras, colisões ou quedas acontecem.

O ideal é que os capacetes apresentem viseira para proteger a face e acolchoamento interno para reduzir impactos. Dessa forma, a proteção à parte superior do corpo passa a ser completa.

foco

Você sabia que, por incrível que pareça, o capacete de bicicleta não é item obrigatório na legislação brasileira?

De acordo com o código de trânsito, campainha, sinalização noturna dianteira, traseira e lateral, e espelho retrovisor são exigidos.

É esperado que multas para ciclistas passem a ser aplicadas no Brasil em 2019. A falta de capacete não deve ser um dos itens a serem fiscalizados. Porém, você não precisa de leis para fazer o que é certo!

As vantagens em usar um capacete não são muitas. Porém, ela coloca de lado qualquer outro ponto que você possa considerar como desvantagem. Como você já sabe, segurança – e ainda vamos falar mais sobre isso nesse artigo – é o destaque nesse assunto.

Entre as desvantagens, podemos dizer que pode aquecer demais o couro cabeludo e algumas vezes pode ser desconfortável. Por isso, escolher um produto de qualidade é tão importante. Falaremos mais sobre isso nos critérios de compra ao fim desse texto.

Quais os tipos de capacetes no mercado

Há três tipos de capacetes que podem ser encontrados no mercado: os abertos, mais os full face e os aero.

Os abertos são usados para pedaladas comuns na rua e protegem apenas a parte de trás da cabeça. São os mais fáceis de serem encontrados.

Já os modelos FullFace, se assemelham aos de motocicletas, porém são mais leves. Eles são fechados para maior proteção e possuem uma queixeira que pode ser removível ou não.

E os aero, são bem mais desenvolvidos e com sistema aerodinâmico, que ajuda nas provas de velocidade.

Veja as principais diferenças na tabela comparativa abaixo:

Abertos Full Face Aero
Indicação Mais comuns, usado para pedalar na rua Fechado, usado em modalidades extremas, como downhill Mais aerodinâmico, usado em modalidades como triathlon
Características gerais Não possui queixeira Possui queixeira fixa ou removível, e pode ser usado com óculos de proteção (goggle) Em formato de gota, auxilia na performance do atleta por causa da dispersão do ar

No que prestar atenção ao comprar um capacete de bicicleta?

Há duas coisas que são pessoais e não interferem na qualidade do produto: a cor e o tamanho. Primeiro, adeque o capacete ao formato e tamanho da sua cabeça. É como comprar roupa: há P, M, G, GG.

A cor é um critério totalmente individual. Qual é a sua preferida? É bem possível que ela esteja disponível no mercado!

Um item a se destacar é a possibilidade de o capacete ter recebido certificados de segurança. Isso dá uma confiabilidade maior ao produto e faz com que você saiba que pode usá-lo com tranquilidade!

Por fim, saiba qual é o uso que você faz da sua bicicleta. É totalmente recreativo, apenas aos finais de semana? É cotidiano, na cidade, na ida e volta do trabalho? É semi profissional, envolvido em práticas esportivas?

Cada um desses critérios vai requerer um tipo de capacete diferente, principalmente o último. A quantidade de funcionalidades necessárias cresce e o material precisa ser ainda mais resistente!

H.G. WellsEscritor

“Toda vez que eu vejo um adulto em uma bicicleta, eu já não me desespero quanto ao futuro da raça humana.”

Você já deve conhecer o canal Pedaleria, que possui mais de 750 mil inscritos, uma grande comunidade apaixonada pelos pedais. Eles possuem um vídeo ensinando como fazer os ajustes corretos para que seu capacete cumpra sua principal função: fornecer segurança. Confira:

Quanto custa?

O preço de capacetes de bicicleta pode variar bastante de acordo com o nível de profissionalismo e as funcionalidades oferecidas. Para pagar um preço justo, você precisa saber qual a sua praia.

Dentre os modelos mais simples, encontramos variações que partem dos R$ 65 e chegam até cerca de R$ 120. Já os mais completos e repletos de funções podem chegar a custar até uma média de R$ 500. Também há uma diferença entre nacionais e importados.

Imagem mostra uma menina pedalando em uma rua e usando capacete.

Também é importante que as crianças usem capacetes ao pedalar. (Fonte: Skitterphoto / Pixabay)

Onde comprar?

Há muitas possibilidades de lugares para comprar o seu capacete. Caso a opção seja por uma loja física, opte pelas especializadas em esportes. A Centauro, presente em muitas cidades brasileiras, oferece muitas possibilidades.

Redes menos conhecidas também podem ser escolhidas, bem como lojas pequenas especializadas em ciclismo.

Na Internet, as melhores opções são a Amazon brasileira e o Mercado Livre. Além delas, existem também a possibilidade de comprar nos sites das lojas citadas acima, como a Centauro. Outras, como a Netshoes, oferecem modelos para todos os gostos.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de capacete de bicicleta

Há uma série de critérios que você pode observar no momento de fazer a escolha do seu capacete. No canal Doutor Bicicleta há um vídeo que te explica detalhes importantes a serem observados.

Nós também preparamos uma lista com os mais importantes deles, permitindo que você passe a ter um ótimo entendimento de cada um. São eles:

  • Material
  • Proteção
  • Conforto
  • Ventilação
  • Funcionalidades extras

Vamos falar um pouco mais sobre cada um desses critérios?

Material

Há duas questões que fazem com que o material do capacete seja tão importante: a durabilidade, para que você não precise rapidamente comprar um novo exemplar, e a resistência, aumentando a proteção à sua cabeça.

O material mais comum é o EPS, abreviação de poliestireno expandido. O que é isso? Nada mais que o conhecidíssimo Isopor. Fibras de vidro ou de plástico também costumam ser bastante usados.

Procure saber qual é o material do capacete que você escolher e pesquise sobre a sua resistência. Será fundamental para a proteção da sua cabeça!

Proteção

Falando na proteção, nada mais importante do que ela em um capacete, certo? Então o que você precisa analisar aqui é a combinação de vários fatores. Material, processo de fabricação e acabamento.

Cada parte da sua cabeça é vulnerável a certos tipos de choques e pode causar problemas diferentes caso seja atingida. Por isso, o capacete ideal é aquele que oferece uma solução diferente para cada área.

Por exemplo, modelos com viseira expansível ajudam na proteção à testa. Outros com acolchoamento interno ajudam com os choques com a parte de cima. Quanto mais variações em um capacete, melhor.

Conforto

Talvez você passe horas pedalando. Tirar o capacete não deveria ser uma opção, então é preciso que ele seja confortável.

O primeiro ponto é o ajuste de tamanho. Apesar de haver capacetes P, M, G e com outras denominações, como já citamos, eles também trazem fitas reguláveis. E elas devem ser usadas de forma correta.

O ideal é que haja entre 2 e 3 dedos de folga entre as fitas e o seu queixo. Isso não permitirá que o capacete saia, mas será o suficiente para te deixar confortável. Usar um modelo apertado será ruim, um solto será perigoso.

Também entra aqui a questão das espumas e acolchoamentos internos. Eles servem não só para a sua proteção, mas também para tornar mais agradável o uso do objeto.

Imagem mostra um homem sentado em sua bicicleta usando capacete e mexendo no celular.

Um capacete confortável tornará mais prazerosa a experiência de pedalar. (Fonte: fgmsp / Pixabay)

Ventilação

Em muitos momentos desse texto, mencionamos a ventilação dos capacetes. Você sabe por que ela é tão importante?

Basicamente, seu couro cabeludo precisa respirar durante o exercício. É um local de transpiração intensa e, se totalmente tapado, muitos problemas surgirão. Doenças de pele, calvície, produção de caspa e seborreia, entre outros.

É por isso que os capacetes ressaltam a quantidade de aberturas que possuem. Quanto mais, menor a possibilidade de você desenvolver esse tipo de problemas. Porém, elas precisam ser estratégicas, não prejudicando a segurança do equipamento.

Funcionalidades extras

Uma das funcionalidades extras mais interessantes é o pisca. Ele serve como sinalização para pedaladas urbanas noturnas e aumentam a segurança, já que chamam a atenção dos motoristas de automóveis.

Também podemos citar aqui as viseiras, que têm a função de proteger do sol ou da chuva, e o sistema de fixação com imã, que gera muito mais estabilidade no capacete durante o ato de pedalar. Esses critérios podem ser um plus quanto se trata de conforto e segurança.

(Fonte da imagem destacada: The Lazy Artist Gallery / Pexels)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
23 Voto(s), Média: 4,52 de 5
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX