Cardamomo em grãos.
Ultima atualização: 8 de junho de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

25Horas investidas

4Estudos avaliados

70Comentários coletados

Se você está em busca do melhor cardamomo, seja para incrementar uma receita, seja para tratar algum problema de saúde, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil!

No artigo de hoje, vamos desvendar o universo dessa especiaria asiática e mostrar como identificar qual o melhor cardamomo para você comprar.




Primeiro, o mais importante

  • O cardamomo é um condimento tradicionalmente usado na culinária e medicina asiática.
  • Da família do gengibre, o cardamomo pode ser encontrado em pó, grãos e óleo essencial.
  • Para escolher o ideal, é preciso considerar a espécie e o aspecto visual do cardamomo.

Você também pode gostar:

Melhores cardamomos: Nossas recomendações

O melhor cardamomo em grãos

No Armazém Sabor em Grãos, você encontra uma grande variedade de produtos naturais a granel, incluindo o cardamomo. Nesse caso, o cardamomo é vendido em grãos a granel, a partir de 100 gramas.

O melhor cardamomo em pó

Moído em forma de pó, o Cardamomo da Cereal Express é vendido em um frasco com 100 gramas. A empresa alerta para os celíacos que pode haver contaminação cruzada na manipulação dos alimentos

O melhor cardamomo em óleo

O óleo essencial de cardamomo da Terra Flor atua na saúde do sistema digestivo e combate a azia, náuseas e o mau-hálito. Da espécie Elletaria, de origem da Índia, o frasco dessa opção vem com 5 ml.

Guia de Compra

O cardamomo é muito mais do que um simples condimento. Com propriedade medicinais essa especiaria tem muitas variações no uso e no aspecto.

Nesse Guia de Compra, vamos explicar os benefícios do cardamomo, como consumir essa especiaria, onde comprar e quanto custa.

Mulher tomando chá.

O cardamomo é utilizando em diversas receitas, com destaque para chás e cafés. (Fonte: Pixabay/ Pexels.com)

O que é cardamomo e qual sua origem?

O cardamomo é uma planta medicinal, amplamente utilizada como condimento nas mais diversas receitas.

Com origem na Índia, hoje o cardamomo é cultivado, principalmente, no Nepal, na Tailândia e na América Central.

De sabor ardido e aroma que lembra o gengibre - o cardamomo é, de fato, da mesma família do gengibre -, essa especiaria tem o formato de uma vagem de cor esverdeada ou branca, e contém sementes negras em seu interior.

E são precisamente as sementes que são utilizadas nas receitas, seja em forma dos grãos ou de pó.

Grãos de cardamomo.

São as sementes negras do cardamomo que tem o aroma e as propriedades medicinais característicos da planta. (Fonte: kwol/ Pixabay.com)

Comum na culinária indiana, árabe e asiática, o cardamomo é usado para incrementar e temperara receitas doces ou salgada.

Além disso, o cardamomo é também conhecido por seus efeitos medicinais, tanto que é historicamente utilizado para combater problemas digestivos como azia, espasmos intestinais, síndrome do intestino irritável, gases, alívio de tosse e bronquite.

Quais os benefícios do cardamomo para a saúde?

Já se conhece alguns dos benefícios do cardamomo desde a Antiguidade. Os egípcios, por exemplo, mascavam o cardamomo para refrescar o hálito e limpar os dentes.

Com o passar do tempo, outros benefícios foram descobertos e essa planta começou a fazer parte da lista de produtos naturais utilizados na medicina tradicional oriental.

Dentre as propriedades medicinais do cardamomo se destacam o efeito diurético, expectorante, laxante, antisséptico e descongestionante. Além disso, o cardamomo é conhecido por aliviar o estresse.

Mas, para você conhecer o poder do cardamomo sobre a saúde, nós listamos a seguir outros benefícios:

Alto valor nutricional

O cardamomo possui carboidratos, fibras e minerais como sódio, potássio, ferro, cálcio e magnésio. No cardamomo, você também encontra as vitaminas A, B e C.

Melhora o sistema digestivo

Essa especiaria ajuda na produção de saliva, e suas fibras auxiliam nos movimentos do intestino. Com isso, o consumo de cardamomo pode evitar a prisão de ventre.

Outro benefício do cardamomo na saúde digestiva é que essa especiaria previne gases e inchaço, e atua como um preventivo de úlceras.

Além disso, o cardamomo tem propriedades relaxantes, o que ajuda a diminuir as dores causadas pela gastrite.

Cuida dos dentes e do hálito

Como vimos, antigamente a mastigação do cardamomo servia para a higiene bucal. Essa pode ser uma alternativa por quem sofre de mau hálito.

Além disso, o cardamomo pode auxiliar na prevenção de dores nos dentes e o seu óleo pode ser usado para manter a saúde dentária e da gengiva.

É bom para a pele e cabelo

O cardamomo contém óleos essenciais, substâncias que nutrem o couro cabeludo, hidratando-o e ajudando na remoção de caspa. Além disso, esses óleos fortalecem as raízes do cabelo.

A hidratação por meio do cardamomo também ocorre na pele, já que a planta atua como coadjuvante no combate aos radicais livres, retardando o envelhecimento das células e o aparecimento de rugas.

A vitamina C, presente no cardamomo, ajuda ainda mais a manter a pele saudável, reduzindo manchas, acnes e prevenindo alergias.

Ajuda na perda de peso

As fibras alimentares do cardamomo podem atuar no processo de emagrecimento, se você adotar uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos com frequência. Isso porque as fibras são responsáveis por aumentar a sensação de saciedade.

Melhora o sistema respiratório

O cardamomo tem ação descongestionante e, por isso, pode ser um aliado para tratar os sintomas de gripes e resfriados, além de outros incômodos do sistema respiratório, como asma, tosse e bronquite.

As propriedades do cardamomo também ajudam na excreção do muco, tanto que o chá de cardamomo com mel é recomendado em situações como essa.

Controla a pressão arterial

Rico em potássio, um mineral que controla os batimentos cardíacos e ajuda a equilibrar os efeitos do sódio, o cardamomo também pode atuar no controle da pressão arterial.

Onde o cardamomo pode ser usado?

Como vimos, é a semente do cardamomo que é utilizada, seja como tempero e condimento para realçar o sabor de alimentos e bebidas, seja para garantir aroma às receitas. Mas além disso, o cardamomo é usado como planta medicinal e também cosmética.

Na alimentação e na medicina, as sementes de cardamomo são trituradas ou moídas e usadas em conjunto com outros temperos e alimentos. Mas ele também pode ser usado como óleo nos cuidados com a pele ou até para tratamento de doenças.

Confira a seguir os usos mais comuns dessa planta:

  • Receitas doces e salgadas
  • Chás e cafés
  • Cosméticos
  • Medicamentos

Como consumir o cardamomo?

Na culinária, um dos usos mais comuns do cardamomo é em receitas doces, como nas sobremesas. Pudins e geleias, além de bolos e pães, costumam receber toques de cardamomo entre os ingredientes principais.

O cardamomo também combina com frutas cítricas, como laranja e limão, e com outros condimentos como a baunilha e a cúrcuma, principalmente quando esses produtos são utilizados para fazer molhos.

Mas o uso do cardamomo vai além. Ele também costuma ser utilizado em bebeidas e até em receitas salgadas.

Xícara de chá com biscoito ao lado, e grãos de cardamomo sobre a mesa.

No Brasil, a forma mais conhecida de se usar o cardamomo é no chá indiano. (Fonte: mahdijoban/ Pixabay.com)

Nos países árabes, por exemplo, as sementes de cardamomo são consumidas no café, já que a especiaria funciona como aromatizador, e ainda atua na melhora da digestão. Na Índia, o cardamomo costuma entrar na receita do famoso chá indiano, o chai.

Para a preparação de chás, recomenda-se, de modo geral, o uso de três sementes secas e trituradas de cardamomo para cada xícara de água. O ideal é que você ferva a água com o cardamomo por cerca de 10 minutos.

E, por fim, vale mencionar que o cardamomo também funciona como especiaria para fazer marinadas de carnes e até mesmo para temperar o arroz.

foco

Você sabia que não se come casca do cardamomo?

O ideal é abrir as vagens, retirar os grãos e moê-los. Dentro de cada vagem existem cerca de 10 a 20 sementes.

Cardamomo: Existem contraindicações?

Em doses elevadas, existem registros de que o cardamomo pode provocar vômito. Por isso, se você tiver úlceras ou febre deve evitar o consumo desse condimento.

Além disso, crianças, gestantes e pessoas que tenham alguma doença devem consultar um médico antes de iniciar o consumo de cardamomo. Porém, de modo geral, se consumido moderadamente não há contra indicações.

Onde comprar e quanto custa o cardamomo?

O cardamomo é uma das especiarias mais caras do mundo. No Brasil, dependendo do local onde você for comprar, o quilo pode custar mais de R$ 200.

Mas isso não quer dizer que não é possível encontrar essa especiaria com um preço acessível. Em forma de suplemento e de óleo essencial, o cardamomo pode custar a partir de R$ 20.

Mercado de especiarias em sacos e bacias grandes, entre elas o cardamomo.

Você pode comprar o cardamomo em mercados, mas pela internet as vantagens são maiores. (Fonte: sherioz/ Pixabay.com)

Você poderá optar por comprá-lo em lojas de especiarias, mercados especializados e até mesmo em lojas de departamento como Magazine Luíza e hipermercados como o Extra.

Se você optar por comprar o cardamomo pela internet, em sites como a Amazon Brasil, além de preços promocionais, você ainda terá mais marcas disponíveis. Sem contar que ainda adquire o produto sem sair de casa.

Critérios de Compra: Comparando os tipos de cardamomo

Depois de entender o benefícios do cardamomo, e como inseri-lo em sua dieta, é importante saber como escolher o melhor produto.

Hoje em dia, já é possível encontrar uma boa variedade à venda. Por isso, recomendamos que você compare os seguintes critérios para escolher o melhor cardamomo:

A partir daqui, mostraremos a melhor forma de verificar esses itens e garantir a compra do melhor cardamomo.

Tipos e usos

Assim como outros tipos de sementes, também o cardamomo tem algumas variações de acordo com a origem e o local de plantio. E essa variação interfere nos efeitos da planta.

Por exemplo, na Índia, o chamado cardamomo-verde é muito usado para tratar infecções nas gengivas e nos dentes, na prevenção de doenças da garganta, congestão pulmonar, tuberculose pulmonar, inflamação das pálpebras e problemas digestivos.

É importante verificar a espécie do cardamomo.

Por isso, na hora de comprar o melhor produto é importante verificar a espécie do cardamomo e a sua recomendação de uso.

Já algumas espécies do gênero Amomum são mais usadas para tratar dores estomacais, constipações, disenteria e outros problemas digestivos.

Para lhe ajudar nesse processo, listamos na tabela abaixo os três principais tipos de cardamomo, seu local de plantio e a recomendação de uso:

Local de distribuição Finalidade
Elettaria (ou cardamomo-verde) Da Índia até à Malásia Usada como especiaria, para mastigar e como fumo
Amomum (ou cardamomo-preto) Ásia e Austrália Usada na medicina tradicional chinesa, indiana, vietnamita e coreana
Aframomum (ou cardamomo-de-madagáscar) África e Madagáscar Usada como especiaria

Pó, grão, cápsula ou óleo

O cardamomo é vendido de diversas formas. Mas as mais comuns são: inteiro ou moído, tostado a seco ou na forma de óleo.

Aqui a escolha é bem pessoal e depende também da receita que você vai fazer. Mas, de todo modo, os especialistas concordam que o cardamomo em forma de semente conserva por mais tempo o sabor e o aroma da especiaria.

Além disso, vale destacar que, hoje em dia, também já é possível encontrar até alguns produtos cosméticos, como loções e perfumes, que contêm cardamomo em sua composição, e os suplementos em forma de cápsulas.

O óleo de cardamomo, por exemplo, pode ser utilizado no lábios, como hidratante corporal e em massagens.

Aspecto e aroma

Fique atento para não comprar o cardamomo velho ou de má qualidade. Para tanto, observe o aspecto da semente.

Por exemplo, se você optar por comprar o cardamomo em forma de semente, verifique se a casca está bem verde, sem furos e sem manchas. Ela também deve estar bem fechada para que preserve os compostos aromáticos.

Observe também se não há pó por perto, que pode indicar a presença de bichos. Já o interior deve ser bem escuro. Isso porque as sementes mais frescas são de cor marrom escura, pegajosas e inchadas.

Cardamomo em grãos na tigela, na colher e na mesa.

O aspecto visual e o aroma do cardamomo são indicadores da qualidade do produto. (Fonte: scym/ Pixabay.com)

Quanto mais velho o cardamomo mais secas serão as sementes, já que elas perdem a cor e ficam murchas.

Lembrando que as especiarias naturalmente perdem o seu aroma com o tempo e o mesmo acontece com o cardamomo, por isso quanto mais frescas mais aroma e sabor ela vai proporcionar às receitas.

Quantidade

Não deixe de levar em conta também a quantidade de cardamomo que vem na embalagem antes de se decidir pelo melhor produto. Nesse ponto, vale observar que quanto mais cardamomo vier no frasco, maior será o custo-benefício do produto.

Por outro lado, se você não for utilizar o cardamomo com frequência é importante lembrar que a semente envelhece com o tempo e perderá suas propriedades benéficas. Por isso, se esse for o seu caso, o ideal é optar por um frasco com menor quantidade de cardamomo.

(Fonte da imagem destacada: Ludmila_Ph/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em nós?

Gustavo Conceição Nutricionista
Na escola, Gustavo participava de todas as modalidades. Ele acabou não se tornando atleta profissional, mas manteve-se próximo do universo esportivo cursando nutrição e, depois de graduado, prestando consultoria a atletas de várias modalidades e clubes de futsal e vôlei pelo país. Pós-graduado em suplementação, compartilha online seu conhecimento sobre o que há de melhor em complementos alimentares.
Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.