Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você está pensando em comprar um carregador de pilhas, veio ao lugar certo. Nesse artigo, daremos todas as dicas para que você possa escolher o modelo que melhor supre as suas necessidades!

São vários os motivos para comprar um carregador de pilhas. Além da praticidade e da facilidade em momentos nos quais não há como ir atrás de novas pilhas, destacamos a economia que acontecerá no longo prazo e a proteção ao meio-ambiente.

Porém, há vários pontos a se prestar atenção para não jogar dinheiro no lixo. Por isso, explicaremos a seguir tudo que é importante na hora de fazer essa aquisição. Assim, você fará a escolha perfeita!

Primeiro, o mais importante

  • Carregadores de pilhas devem ser usados com pilhas recarregáveis. Apesar de alguns modelos prometerem eficiência com pilhas alcalinas, essa prática não é recomendada por especialistas.
  • Há diversos tipos de compatibilidade que devem ser observadas no momento da compra: tamanho, capacidade de carga, tipo químico e exclusividade de marca são alguns deles. Fique atento!
  • Os preços começam na casa de R$ 50, para modelos simples e com poucas opções. Os carregadores inteligentes, normalmente repletos de funcionalidades, podem custar até R$ 350.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 3 melhores modelos de carregador de pilhas

Preparamos uma lista com alguns modelos de carregadores de pilhas de muita qualidade. Todos eles serão ótimas aquisições, e nas linhas abaixo trazemos as especificações de cada um.

1º – Carregador de Pilhas Sony Branco

Esse carregador de pilhas da Sony apresenta várias características muito atraentes: vem com pilhas recarregáveis, é versátil e permite que sejam usadas nele tanto pilhas AA como AAA e ainda é compatível com outras marcas.

É um carregador de 2.500 mAh, ou seja, para pilhas que duram bastante e recarregam mais rápido. É muito fácil de transportar por suas dimensões muito compactas.

2º – Carregador de Pilhas com saída USB Multilaser

O principal destaque desse carregador da Multilaser é a saída USB. Assim, ele não precisa ser ligado em uma fonte de alimentação, podendo ser conectado diretamente em um aparelho eletrônico para recarga.

Também é muito compacto e pode ser transportado com facilidade em viagens e passeios. É compatível tanto com pilhas AA como AAA.

3º – Carregador de Pilhas inteligente Palo

As múltiplas funcionalidades oferecidas fazem desse carregador uma ótima opção. Ele é compatível com pilhas AA e AAA, além de Ni-MH e Ni-Ca. Isso pode ser feito de maneira simultânea.

Há um display em LED que mostra o estado de carregamento de cada pilha, além de proteção contra curto-circuito ou excesso de temperatura. Tem um sistema de desligamento automático para quando todas as cargas estiverem completas.

Guia de Compra

Quais os fatores mais importantes na hora de comprar um carregador de pilhas? Como não ficar na mão com o seu modelo ou não correr o risco de ter a desagradável experiência de descobrir que ele não serve para as suas necessidades?

Para saber essa e outras respostas, não se preocupe. Continue lendo nosso Guia de Compra, pois agora vamos agora tirar todas essas dúvidas!

Imagem mostra duas pessoas em um sofá segurando um controle remoto e pipoca.

Com um carregador de pilhas, seu controle remoto nunca mais vai ficar sem funcionar. (Fonte: Jeshoots.com / Pexels)

O que é um carregador de pilhas e para que ele serve?

Com o crescimento de eletrônicos de uso diário que consomem muitas pilhas, como câmeras digitais, aparelhos para ouvir música e portáteis com todo tipo de serventia, aumentou também a necessidade de recarregá-las. Entre outros aspectos, o carregador de pilhas permite que você economize, sem precisar comprar pilhas novas em um curto espaço de tempo.

Economia, praticidade, proteção ao meio-ambiente. Imagina ter um aparelho que consome um novo par de pilhas por dia? Não seria legal sempre fazer essas novas compras, custaria muito caro e, como elas são poluentes e de difícil descarte, causaria danos ambientais.

A popularização dos carregadores de pilhas resolveu esses problemas, mas é preciso tomar alguns cuidados: não adianta querer recarregar as pilhas alcalinas, aquelas comuns do mercado. Existem carregadores que fazem essa tarefa, mas isso não é recomendado por profissionais.

Os carregadores muitas vezes vem com pilhas recarregáveis da mesma marca para uso. Quando isso não acontece, é preciso prestar atenção em várias questões de compatibilidade.

Além de todas essas vantagens, as pilhas recarregáveis também duram muito mais do que as alcalinas. Aquelas com maior carga prometem uma durabilidade até 3,5 vezes maior após totalmente carregadas.

foco

Você sabia que a pilha é uma invenção italiana? Em 1800, o pesquisador Alessandro Volta empilhou discos de cobre e zinco, e intercalou com eles tecido molhado em ácido sulfúrico. Essa engenhoca estranha foi capaz de gerar energia e recebeu o nome de Pilha Voltaica.

Com o tempo, é claro que houve um aperfeiçoamento. A partir dessa engenhoca, temos hoje pequenas fontes de energia que funcionam de maneira muito eficaz. O que quase 220 anos não são capazes de fazer, não é mesmo?

Compatibilidade: Qualquer carregador serve para qualquer pilha?

Não. Há várias categorias de compatibilidade que precisam existir entre pilhas e carregador. Para evitar essas dúvidas, é recomendável comprar um kit completo de uma vez, já garantindo que nenhum problema acontecerá.

A primeira questão é sobre tamanho. São quatro os mais comuns no mercado brasileiro: AA, AAA, C e D. Confira qual é a que você precisa em seus aparelhos antes de comprar um carregador.

Se não houver compatibilidade de tamanho, não haverá nada que o carregador possa fazer. A maior parte dos modelos atuais suporta os tamanhos AA e AAA. Abaixo, uma tabela com as medidas de cada um desses tipos de pilhas:

AAA AA C D
Comprimento 44,5 mm 50,5 mm 50 mm 61,5 mm
Diâmetro 10,5 mm 14,5 mm 26,2 mm 34,2 mm

O segundo aspecto importante de compatibilidade é a capacidade de carga. Normalmente, nas pilhas, costuma estar especificado qual sua capacidade. Os números mais comuns são 1300 mAH (mili-ampére hora), 2000 mAH e 2500 mAH.

Há carregadores inteligentes que sabem reconhecer a capacidade de carga da pilha e não causar acidentes. Mas nos comuns, uma falta de compatibilidade pode causar sérios transtornos.

Por isso, os carregadores também vêm com especificações sobre para quais capacidades de carga ele é recomendado. Colocar uma pilha abaixo desse valor no aparelho pode causar sérios acidentes, como explosões e outros tipos de danos.

Também é preciso citar a compatibilidade química: existem no mercado pilhas feitas com duas composições diferentes, as níquel-metal-hidreto (Ni-MH) e as níquel-cádmio (Ni-Ca). Existem carregadores que servem para as duas sem problemas, mas outros que não.

Não deixe também de observar esse fator. Se você tem pilhas recarregáveis na sua casa feitas de níquel-cádmio e precisa adquirir um novo carregador, não escolha um modelo exclusivo para níquel-metal-hidreto!

Confira esse vídeo do canal Letra na Foto que fala sobre as principais especificações de alguns carregadores:

Quanto custa?

Pensando apenas em um carregador avulso, não parte de um kit, há variações de acordo com funcionalidades. Aqueles mais simples, compatíveis apenas com uma marca específica, podem custar na faixa de R$ 50.

Os intermediários, que têm restrições de compatibilidade, mas suportam todas as marcas, saem entre R$ 60 e R$ 70. Quanto mais avançado o modelo, mais esse preço sobe.

Carregadores inteligentes, com capacidades para muitas pilhas e compatíveis com todos os tipos possíveis podem ser encontrados até mesmo por mais ou menos R$ 350.

Onde comprar?

Lojas de eletrônicos são a melhor opção. Além de apresentarem uma boa variedade de modelos, terão profissionais especializados e que passarão orientações corretas. Evite comprar esses produtos em camelôs, mesmo sua presença sendo constante.

Para uma compra na Internet, recomendamos o uso da Amazon ou do Mercado Livre, ambas repletas de opções. Sites de grandes lojas de produtos eletrônicos também são excelentes pedidas.

Imagem mostra duas pilhas recarregáveis sobre uma mesa.

Pilhas recarregáveis costumam trazer escritas todas as suas especificações. (Fonte: Gadini / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para comparar ao comprar um carregador de pilhas

A compatibilidade é a coisa mais importante na hora de comprar um carregador de pilhas, mas não vamos parar por aí. Há outros fatores que devem ser levados em conta. Fizemos uma lista com quatro aspectos importantes:

  • Voltagem
  • Segurança
  • Funcionalidades extras
  • Modelos sem exclusividade

Abaixo, explicamos o que você deve prestar atenção em cada uma delas:

Voltagem

Como sabemos, as cidades brasileiras têm dois tipos de voltagens: 110 e 220 volts. A maior parte dos carregadores de pilha é bivolt, ou seja, funciona sem problemas em ambas. Mas não são todos.

Por isso, sabendo da voltagem da sua cidade, evite comprar um aparelho da outra. Usar um 110 em uma cidade 220 resultará na queima do produto, enquanto um 220 em um local 110 não funcionará corretamente.

Segurança

Alguns modelos simples de carregadores não trazem muita segurança. É preciso que você fique de olho para evitar sobrecargas. Em caso de esquecimento, danos ou acidentes podem acontecer.

Para evitar isso, há alguns modelos que trazem excelentes especificações de segurança. Entre elas, o desligamento automático quando o carregamento é completo, a proteção contra curto-circuito e o aviso da vida útil restante da pilha.

Dessa forma, você pode lidar com o seu carregador de forma mais relaxada, sem riscos de acidentes.

Funcionalidades extras

Para facilitar a sua vida, há carregadores que trazem funcionalidades extras muito úteis. Por exemplo, a entrada USB, que permite que a ligação seja feita diretamente com um aparelho eletrônico, dispensando o uso de cabo de força.

Também precisamos destacar os displays digitais. Os modelos ditos inteligentes costumam trazer informações escritas de forma muito intuitiva. Por exemplo, avisam a porcentagem de carregamento, o tempo restante e a vida útil da pilha.

Tudo isso faz a experiência com um carregador de pilhas bem mais agradável. Para impedir sobrecargas em carregadores sem muitas funcionalidades, é preciso calcular o tempo de carregamento. Por isso, confira esse vídeo do canal Um Pouco de Tudo:

Modelos sem exclusividade

Quando falamos de compatibilidade, deixamos o tipo mais simples de fora. Existem carregadores que podem ser usados apenas ou com as pilhas que vêm junto com ele, ou com pilhas da mesma marca. O descumprimento dessa regra faz com que o produto não funcione.

Esse tipo de carregador só deve ser usado se a sua necessidade for muito pequena. Nesse caso, o uso será sempre feito do mesmo kit e a vida útil será grande. Mas, sem dúvidas, um aparelho com tais restrições não é a melhor das opções.

(Fonte da imagem destacada: analogicus / Pixabay)

Avalie este artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
37 Voto(s), Média: 4,03 de 5
Loading...
Avatar

Publicado por REVIEWBOX