Um carrinho de cachorro quente rodeado de pessoas em uma calçada de Nova Iorque.
Ultima atualização: 18 de novembro de 2019

Como escolhemos

7Produtos analisados

14Horas investidas

3Estudos avaliados

53Comentários coletados

Olá, você está no Guia de Compras ReviewBox Brasil, seja bem-vindo (a). O texto de hoje se dedica em especial para quem quer trabalhar com carrinho de cachorro quente, seja de forma ambulante ou em festas fechadas.

Cresce o número de pessoas dispostas a vender hot-dog. As licenças para a atividade comercial são fáceis de conseguir. Mas, se você comprar o carrinho de cachorro quente errado seu negócio não vai deslanchar. Portanto, preste atenção no texto antes de ir às compras.




Primeiro, o mais importante

  • Carrinho de cachorro quente deve ser escolhido de acordo com as suas necessidades de trabalho e conforme o número de lanches que pretende vender.
  • Os modelos podem ter cobertura de alumínio ou espaço para guarda-sol.
  • As melhores edições de carrinho de cachorro permitem que você também prepare outros alimentos.

Você também pode gostar:

Melhores carrinhos de cachorro quente: As escolhas profissionais

O sonho de você conquistar sua independência financeira pode ser realidade na venda de hot-dog. Porém, isto apenas acontecerá se a escolha de carrinho de cachorro quente for correta tecnicamente. Alguns padrões famosos entre vendedores experientes serão demonstrados abaixo:

Para vender cachorro quente e muito mais

O produto de toldo de alumínio possui peso de 50 kg, aproximadamente. Funciona como uma edição 3 em 1, já que além de cachorro quente você pode preparar lanches na chapa e churrasco. Modelo luxuoso, com firmes rodas maciças e 4 molheiras grandes para adicionar molho, purê, entre outras combinações. Este carrinho apresenta as seguintes dimensões: 103x76x95cm.

Venda de hot-dog até nos locais mais difíceis

A ausência do toldo com o guarda-sol substituindo permite que a edição de porte grande seja mais leve do que as produções concorrentes de tamanhos semelhantes: 103x76x95cm. Este modelo garante mais flexibilidade no trabalho, principalmente por causa do sistema de rodas pneumáticas para ser transportado em praias, paralelepípedos, ruas, calçadas, entre outros pontos.

Produto funcional de preços populares

Se você não faz questão da grelha pode vender seu cachorro quente ou outros lanches feitos na chapa. Este é um modelo inox, de aço carbono reforçado para evitar a ferrugem gerada no contato com água e a fim de não esquentar de forma exagerada no contato com sol. A chapa possui aço 430 e sistema de rodas pneumáticas para facilitar o transporte.

O simples que sempre funciona no serviço básico

Produção popular para festas e outros eventos fechados que servem o cachorro quente mais básico. Apresenta como vantagem principal a leveza para locomover a diferentes pontos da propriedade sem excesso de desgaste físico. O preço é agradável aos públicos iniciantes e existe até uma personalização temática no sentido de destacar a presença do seu carrinho de hot dog nos ambientes.

Guia de Compra

É melhor comprar um modelo multifuncional ou uma produção mais leve e básica? Como tirar a licença de vendedores? Respostas de perguntas como estas você aprenderá ao seguir na leitura.

Uma pessoa com um cachorro quente na mão.

O melhor carrinho de cachorro quente tem a estrutura necessária para você preparar hot dog gourmet diferenciado (Fonte: HannahChen/ Pixabay.com)

Como trabalhar com um carrinho de cachorro quente?

Antes é preciso ter uma licença conseguida na prefeitura da sua cidade. Depois se faz necessário adquirir um carrinho de hot dog profissional. Sempre com higiene e produtos de qualidade vale a pena realizar as vendas nos locais mais movimentados.

Horário de almoço, portas de shows ou baladas, saídas de jogos de futebol e faculdades, enfim, existem diversos pontos para você realizar as vendas, principalmente nos centros metropolitanos mais movimentados.

SEBRAEServiço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

"O mercado de alimentação de ambulante se apresenta como um ramo promissor, que continua crescendo continuamente."

Como montar os lanches para vender no carrinho de cachorro quente?

Inicialmente você pode usar um carrinho de cachorro quente simples, com poucas molheiras, a fim de preparar lanches baratos. Conforme cresce seu negócio é preciso comprar outros carrinhos maiores para se adequar a demanda.

Inovar e diversificar nos lanches é a dica para vender mais. Alguns modelos permitem retirar as rodas a fim de deixar o carrinho sem rodas, uma escolha interessante a quem deseja ficar mais parado em calçadas não retas.

Um dos segredos para fidelizar a clientela, além do uso de salsichas qualitativas e pães frescos, está em preparar molhos especiais com sabores únicos, uma técnica popular entre os vendedores de hot-dog das ruas de Nova Iorque.

De quais licenças você precisa para vender cachorro quente no Brasil?

A licença para vender hot dog pode ser diferente de acordo com cada município. No caso de São Paulo você precisa ter o TPU (Termo de Permissão de Uso), que pode ser tirado em diferentes sedes da prefeitura, exigindo uma taxa anualmente.

Cadastre-se como vendedor MEI.

Cadastre-se como vendedor MEI (Microempreendedor Individual) na categoria: Vendedor ambulante de produtos alimentícios. Assim você não tem custos para lançar notas e possui a disposição diversos direitos trabalhistas.

foco

Atenção: TPU é obrigatório. MEI não é obrigatório.

Quais são as vantagens de usar um carrinho de cachorro quente para ganhar dinheiro?

Ganhar dinheiro com carrinho de cachorro quente é uma velha tática que ainda funciona para lucrar. Você pode ter a margem de lucro jamais conquistada em outros negócios.

Os modelos geram uma flexibilidade superior para você trabalhar em diferentes espaços da cidade, graças também ao sistema de rodas pneumáticas. O lado ruim é que junto com os alimentos o carro pode ser pesado para locomover. Veja outros prós ou contras:

Vantagens
  • Para fazer hot-dog e outros alimentos
  • Não requer curso técnico para aprender a usar
  • Trabalhe nos mais diferentes locais
  • Há cobertura para proteger de sol e chuva
  • Rodas pneumáticas para acessar pontos mais difíceis
  • Composição de materiais resistentes
Desvantagens
  • Requer licença para trabalhar
  • Alguns modelos são muito pesados
  • Edições de preços baixos não preparam outras alimentações

Qual é o melhor tipo de carrinho de cachorro quente?

Existem diversos padrões diferentes de carrinho de cachorro quente. Às vezes você compra uma edição e depois percebe que com o dinheiro gasto poderia levar algo melhor. Evite este risco ao conhecer agora os principais tipos de modelos e suas diferenças:

  • Simples: Carrinho de cachorro quente perfeito a quem está em início de carreira. A produção é pequena, simples de limpar, com molheiras térmicas para cozinhar salsichas e espaço aos pães.
  • 2 em 1: Alguns modelos possuem duas cubas de cozimento, outras edições apresentam mais a prensa e a chapa para prensar. A versão serve para produzir hot-dog e outros lanches.
  • 3 em 1: Venda lanches na chapa, cachorro quente e salgados (estufa de vidro) ou churrasco. Há espaço para pães, área de bebidas e até coifa.
  • 4 em 1: Além de lanches, cachorro quente e churrasco, você consegue produzir pastéis no carrinho de hot-dog. Abasteça também com bebidas e caixas nos amplos locais reservados da produção.
  • 5 em 1: Sirva cachorro quente, lanches na chapa, churrasco, pasteis e batata frita ou churros. É um modelo mais robusto e espaçoso, com todos os acessórios para você preparar os alimentos na hora.

Abaixo a tabela mostra mais características dos modelos:

Simples 2 em 1 3 em 1 4 em 1 5 em 1
Peso aproximadamente De 10 a até 30 quilos 40 quilos 45 quilos 50 quilos 55 quilos ou mais
Espaço reserva Área para pães Área para 2 molheiras, pães e gaveteiros pequenos 3 molheiras, pães, gaveteiro médio e caixas pequenas 4 ou 5 molheiras, gaveteiro grande, pães e caixas médias 5 ou 6 molheiras, gaveteiro grande, pães e caixas médias
Nível profissional Amador Júnior Avançado Sênior Sênior
Sistema de roda Em alguns modelos não há Normal e pequena Pneumática pequena Pneumática média Pneumática média
Chapa e prensa Não Sim em alguns modelos Sim Sim Sim

Qual é a média de preço e onde comprar o carrinho de cachorro quente?

Um carrinho de cachorro quente pode custar de R$ 500 a até R$ 3.000. Padrões muito abaixo da média de valores não possuem qualidade. O produto avança no preço na medida em que pode produzir mais alimentos ou por possuir um material resistente e leve.

Você acha modelos em lojas como Magazine Luiza, Extra e Walmart. Ao adquirir online não é preciso levar o produto do ponto de venda até à sua casa. Na Amazon Brasil as promoções sem frete são populares. Compre online também no Shoptime.

foco

Você sabia que o primeiro hot-dog surgiu em 1880 nos Estados Unidos?

O inventor foi Charles Feltman que criou o lanche de pão, salsicha e molho. Feltman trouxe a salsicha especial de Frankfurt, Alemanha, desenvolvida por um açougueiro alemão que a batizou com o nome do seu cachorro.

Critérios de Compra: Como comparar os carrinhos de cachorro quente

É importante não bobear na escolha de carrinho de cachorro quente. Este produto custa caro e você precisa de algo capaz de aguentar o serviço pesado para faturar em nível de recorde.

Graças aos pontos listados adiante você tem mais chances de comprar um modelo na medida exata, com menos custos e mais benefícios:

Abaixo você desvendará os diferentes Critérios de Compras:

Tamanho

Você deve comprar um carrinho de cachorro quente conforme seu tipo de trabalho. Por exemplo, para vender muitos lanches simples compre a edição de 2 em 1. No sentido de fornecer para um público menor, como, em festas infantis, pode comprar o modelo simples.

A demanda dos clientes revela qual carrinho de cachorro quente você deve escolher.

Para vender na rua com autorização a diversos públicos é mais indicado os padrões maiores, de 3 a até 5 ou 6 funções em apenas 1 produto, diversificando as opções de cardápio.

Analise também o tamanho das molheiras e de gavetas de faca de pão ou para colocar o jogo de facas Às vezes o gaveteiro é pequeno mesmo em edições de carrinho grandes!

Personalização

A vantagem dos modelos menores é que você encontra mais facilmente versões com artes e mensagens como: Vende-se hot-dog, cachorro quente, entre outras. Algumas personalizações no corpo do produto possuem a estampa das imagens dos lanches.

Existem múltiplas ofertas personalizadas, sendo possível até encontrar as edições mais de época que podem atrair um público vintage.

Um carrinho de cachorro quente com design diferenciado.

Você encontra modelos com personalização. (Fonte: Cheryl Wee / Pexels.com)

Material

Hoje em dia as melhores produções são de aço carbono. Isto porque além de resistentes, tais carrinhos de hot-dog pesam muito menos.

Por exemplo, uma edição de aço carbono 4 em 1 pesa 40 kg, o mesmo peso de padrões simples ou 2 em 1 com ferro ou outros metais mais pesados.

Preste atenção também na chapa que precisa de aço Inox 430 para não enferrujar fácil e rápido.

Sombra

O toldo de alumínio pode ser algo que encarece a produção, embora seja importante para você não sofrer com intempéries climáticas enquanto está na rua. Padrões com guarda-sol protegem menos, embora custem preços mais populares.

Há carrinho de cachorro quente com encaixes para você instalar toldo, guarda-sol ou ficar sem nenhuma cobertura, aproveitando o ambiente de temperatura agradável.

(Fonte da imagem destacada: Andrii Kazanovskyi / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

César Ferreira Formado em Engenharia Industrial
César é apaixonado por carros. Talvez tenha sido essa paixão que o levou a, desde pequeno, querer entender como as coisas funcionam. Essa curiosidade, por sua vez, lhe fez cursar Engenharia Industrial. Hoje, ele presta consultoria para pequenas e médias empresas e, nas horas vagas, deixa seu carro - e o de seus amigos - cada vez mais tecnológicos e especiais.