Mulher em uma sala. Ela está sentada de frente para um cavalete, pintando uma tela.

Olá! Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Tintas, pincéis, quadro e cavalete. Pintores e desenhistas precisam destes quatro itens para fazer suas obras. No artigo de hoje vamos falar sobre um deles, o cavalete para pintura.

Suportes verticais, normalmente em forma de tripé e mecanismo de inclinação, os cavaletes para pintura são usados basicamente para apoiar as telas durante o trabalho do artista. Eles podem ser de madeira, de aço ou de alumínio.

Os cavaletes para pintura ajudam a evitar que se derrube tinta e acumule poeira sobre o quadro, além, claro, de manter a tela numa posição fácil de visualizar o que se está pintando. No texto abaixo vamos dar dicas para você escolher o melhor cavalete para chamar de seu. Vem com a gente!

Primeiro, o mais importante

  • O cavalete para pintura é um acessório de extrema importância para qualquer artista plástico e desenhista. Seja qual for o tipo de trabalho que você irá fazer, investir em um bom cavalete é parte essencial do processo e um excelente custo benefício, já que ele é um artigo que costuma durar muito tempo.
  • O cavalete ajuda a dar estabilidade na hora de pintar o quadro. Ter um suporte adequado para a sua tela influencia até na precisão do uso pincel na hora da pintura.
  • O uso do cavalete para pintura contribuiu para a postura do pintor, numa melhor visualização da obra e evita a queda de poeira enquanto se espera a tinta secar.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 3 melhores cavaletes para pintura do mercado

Pensar no seu conforto e na qualidade do cavalete de pintura são os dois principais fatores na hora da compra. Os cavaletes abaixo são os melhores e mais populares atualmente no mercado.

1º – Cavalete para Pintura Stúdio – Trident

Feito em pinus natural, este cavalete para pintura faz parte da linha econômica da Trident. Ele é bastante popular e ideal para pinturas artísticas. Não ocupa muito espaço, é bem resistente e fácil de montar e desmontar.

Seu modelo em tripé suporta telas com até 1,35 metros de altura. O cavalete tem 1,75 de altura, 0,58 cm de largura e 0,70 cm de dimensão.

2º – Cavalete de Mesa para Pintura – Souza

Este modelo da Souza é perfeito para telas com até 50 cms. Ele é bem leve, feito em madeira pinus na cor natural e pode ser tanto para uso profissional como para lazer.

Com 75 cm de altura, 33 cm de largura e 23 cm de dimensão, este cavalete para pintura foi desenvolvido para ser usado na mesa.

3º – Cavalete de Mesa para Pintura – Trident

Um modelo minimalista e elegante. Este modelo de cavalete de mesa da Trident é fabricado em lyptus, uma madeira nobre de reflorestamento que possui cor avermelhada e é bem resistente.

Sua superfície é polida e envernizada com textura semifosca. O cavalete para pintura é ideal para quadros menores. Ele suporta telas com até 40 cm de altura.

Guia de Compra

Agora que você conheceu alguns dos mais populares cavaletes para pintura disponíveis no mercado, saiba um pouco mais sobre suas vantagens e desvantagens e como escolher o seu. Vamos responder dúvidas sobre tipos de cavalete, onde comprar e quanto custa.

A foto mostra um quadro em destaque, apoiado em um cavalete de pintura, sendo pintado por uma mulher, tendo como cenário um mar.

Investir em um bom cavalete faz toda a diferença na hora da pintura. (Fonte: Counselling / Pixabay)

O que é o cavalete para pintura?

O cavalete para pintura é uma ferramenta indispensável para desenhistas e artistas plásticos. Se trata de uma estrutura que pode ser de madeira ou alumínio e ter diferentes formatos, com o único objetivo: servir de suporte para telas e diferentes papéis.

Ele pode ser de chão, de mesa, ficar em diferentes ângulos, inclusive na horizontal. E para escolher o cavalete certo é necessário conhecer as necessidades do artista.

Quais são as vantagens e desvantagens do cavalete para pintura?

O cavalete para pintura é instrumento essencial para qualquer artista plástico e desenhista. Seja qual for o tipo de trabalho que você irá fazer, investir em um bom cavalete é parte importante do processo e proporciona um excelente custo benefício, já que ele é um produto que costuma ser muito durável.

O cavalete é fundamental para dar mais estabilidade na hora de pintar o quadro. Ter um suporte adequado para a sua tela influencia até na precisão do uso pincel na hora da pintura.

Isso sem contar que a inclinação do cavalete contribui para a sua postura, para uma melhor visualização da pintura e também para que não caia poeira na tela enquanto você espera a tinta secar.

Entre as desvantagens do cavalete para pintura está o espaço que ele irá ocupar e a necessidade de tirar a poeira dele, de vez em quando. Isso não é nada comparado ao tanto de benefícios que ele trará ao seu trabalho.

Vantagens
  • Excelente custo / benefício
  • Acessório durável
  • Dá estabilidade na hora da pintura
  • Ajuda na postura do pintor
  • Melhor visualização da pintura
  • Os modelos inclinados evitam a queda de poeira até a secagem da tinta .
Desvantagens
  • Ocupa espaço
  • Precisa limpá-lo de vez em quando .l

Como escolher o cavalete de pintura ideal para mim?

Para facilitar a escolha do seu cavalete, listamos algumas dicas que podem te ajudar na decisão:

  • Caso você pinte telas de diferentes tamanhos, escolha um modelo mais robusto capaz de suportar tanto os quadros menores, como os maiores;
  • Se não tem muito espaço em casa, ou no local que o cavalete será usado, escolha um modelo fácil de montar e desmontar e certifique-se que terá algum cantinho para guardá-lo adequadamente após o uso;
  • Se pintar em aquarela, invista num cavalete que possa ser ajustado de forma mais horizontal, desta forma você pode evitar que a tinta escorra.
A imagem mostra um quadro em destaque com uma pintura de uma montanha com uma árvore no topo e o sol ao lado. O quadro está num cavalete de madeira e tem uma mesinha na lateral esquerda com pincel e tinta.

Os cavaletes de pintura são instrumentos essenciais para artistas. (Fonte: Hawksky / Pixabay)

Quanto custa?

Existem cavaletes para pintura de diferentes preços no mercado. Aqui é preciso pensar no quanto você está disposto a investir e qual o seu objetivo. Dependendo do material e do que disponibiliza, os cavaletes podem chegar até por volta de R$ 2.500.

Estes modelos mais caros são aqueles maiores e mais pesados, feitos com madeira nobre de reflorestamento e comumente utilizados em estúdios de arte, ou por pintores que disponibilizam de mais espaço.

Do lado oposto, está o cavalete para pintura de mesa ou então aqueles menores que custam a partir de R$ 20 em média. Caso você esteja procurando por um modelo de tamanho médio, bom, resistente e mais acessível, é possível encontrar cavaletes de pintura excelentes a partir de R$ 80.

Onde comprar?

Encontrar o cavalete ideal para sua pintura é muito fácil, você pode encontrar o modelo ideal sem nem sair de casa. Nas lojas online como a Amazon, Lojas Americanas, Mobly, Submarino, entre outras, é possível encontrar alguns modelos.

Há ainda uma grande variedade disponível em lojas especializadas em artigos de pintura como, por exemplo, A Casa do Artista, Casa da Arte, Grafitti Artes e O Projetista.

Lojas como Tok Stok e Kalunga também vendem cavaletes para pintura, talvez você não encontre muitos modelos, mas caso queira algo mais básico, pode ser uma boa opção.

Imagem de cavaletes com artistas pintando paisagem de construções e canal.

Você encontra o cavalete para pintura ideal buscando online. (Fonte: Skitterphoto / Pixabay)

Critérios de compra: Fatores para avaliar em um cavalete para pintura

Antes de investir em um cavalete para pintura é fundamental pensar em alguns pontos que podem te ajudar a fazer uma escolha mais assertiva. São elas:

  • Modelo
  • Design
  • Tamanho
  • Tipo de tinta

Continue lendo para saber mais sobre cada um deles.

Modelo

Existem diferentes modelos de cavaletes para pintura no mercado. A sua escolha vai depender do tamanho de quadro que você pinta e do local onde o cavalete ficará. Esses são os mais comuns:

  • Cavalete Tripé: Um dos mais popular entre os artistas, tanto os amadores, como os profissionais, este tipo de cavalete é bem prático. Ele é leve, fácil de fechar, de transportar e de guardar. Além de ser bastante estável e suportar telas de diferentes tamanhos.
  • Cavalete de Estúdio: Um pouco mais pesados do que os cavaletes tripés, este cavalete para pintura costuma ser mais utilizado em ateliês de arte ou estúdios, locais em que não há necessidade de fechar e guardá-los após o uso.
    O cavalete de estúdio é mais estável e, pelo fato de ter regulação de altura, comporta telas maiores. Devido ao seu peso, alguns modelos possuem rodinhas, o que facilita o transporte.
  • Cavalete de Exterior: Perfeitos para trabalhar ao ar livre, este cavalete de pintura é leve e fácil de transportar. Ele pode ser encontrado em madeira, alumínio ou metal e geralmente seu peso varia de 1 kg até por volta de 2,5 kg.
  • Cavalete de Mesa: Pensado para telas pequenas, este cavalete para pintura é leve, de fácil transporte e, como sugere, é para ficar em cima da mesa. Ele é ideal para artistas que preferem pintar sentados. Podem ser fabricados em madeira ou então em metal.

Design

O design diz respeito à forma do cavalete de pintura, basicamente existem três tipos mais comuns: cavalete para pintura baseado em tripé, com armação em H ou com múltiplos propósitos.

O cavalete para pintura baseado em tripé é composto por barras transversais responsáveis por torná-lo estável e um mecanismo que possibilita ajuste sem prejudicar a estabilidade das pernas.

Já o cavalete para pintura com armação em H é projetado com duas hastes verticais paralelas e um suporte horizontal, formando a letra H. O ângulo do cavalete pode ser ajustado de acordo com a necessidade do pintor.

E por fim, o cavalete para pintura com múltiplos propósitos é basicamente uma mistura do cavalete em tripé e o de estrutura H. Ele possui diversas adaptações, dentre elas o ajuste rotacional, horizontal e vertical. Além de armaduras responsáveis por prender a tela com mais segurança.

Tamanho

Aqui a decisão vai se basear de acordo com o espaço que você tem para utilizar o cavalete para pintura e o tamanho da tela que costuma pintar. Se o espaço for pequeno, assim como a escolha do quadro, a melhor opção é o cavalete de mesa.

Se a tela for de média a grande, mas o local de uso não tão espaçoso assim, escolha um cavalete fácil de guardar. Caso o cavalete fique num ambiente amplo e não precise ser guardado toda vez para desocupar o espaço, invista em um maior.

Imagem de atelier de pintura com pintores e seus quadros em cavalete.

O tamanho do tripé vai depender do tamanho do quadro. (Fonte: renemilone / Pixabay)

Tipo de tinta

O tipo de tinta que você costuma usar também deve ser levado em conta na hora de escolher o cavalete para pintura. A maioria dos cavaletes funcionam muito bem para tintas acrílicas e compostas à base de óleo.

Pelo fato de ficarem numa posição vertical ou então mais inclinado para frente, a poeira dificilmente cai sobre a tela e isso não prejudica a secagem da pintura.

Se você prefere usar tintas mais líquidas, ou seu trabalho é basicamente feito em aquarela, opte por um cavalete que permite deixar a tela em um ângulo mais horizontal.

(Fonte da imagem destacada: bridgesward / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Avatar
Os redatores do portal REVIEWBOX pesquisam e escrevem artigos informativos de alta qualidade sobre os mais variados produtos e assuntos.