Imagem de um homem tocando cavaquinho.
Ultima atualização: 26 de fevereiro de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

17Horas investidas

3Estudos avaliados

65Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. O assunto de hoje é: cavaquinho, um instrumento musical importante na história do samba, pagode e choro brasileiros. Hoje em dia, não há uma roda desses estilos musicais que não tenha o cavaquinho.

O cavaco, carinhosamente chamado no diminutivo, é um instrumento de 4 cordas que pode ser acústico, elétrico ou eletroacústico. O cavaquinho é feito de vários tipos de madeira que influenciam na sonoridade deles, geralmente suave e dançante, mas que também pode ser mais intensa.

Ser você está interessado em comprar um modelo de cavaquinho, mas não conhece as características desse instrumento, quais são os melhores modelos, quanto custam e onde comprar, então você veio no lugar certo.

Neste artigo vamos te contar tudo o que você precisa saber antes de comprar seu cavaquinho.




Primeiro, o mais importante

  • O cavaquinho tem quatro cordas, elas podem ser feitas de nylon ou aço. As cordas de nylon são indicadas para quem está aprendendo, pois são mais suaves, enquanto as de aço produzem um som mais potente, mas machucam um pouco os dedos.
  • O cavaquinho pode ser acústico, elétrico ou eletroacústico. O acústico é ideal para quem está aprendendo, pois é mais barato. O modelo elétrico é indicado para quem vai se apresentar com esse instrumento, já o eletroacústico é um híbrido e pode ser usado das duas formas.
  • O preço do cavaquinho varia de acordo com o modelo, marca, madeira utilizada, e se é acústico ou elétrico. O preço mais baixo que você vai pagar é R$ 250 e o mais caro chega a R$ 5.000 (modelo profissional).

Ranking: Os 4 melhores modelos de cavaquinho

O cavaquinho é um instrumento que não pode faltar em rodas de samba, pagode ou choro. Esse instrumento esteve presente na criação desses ritmos musicais tão importantes na história da música brasileira. Para facilitar sua busca reunimos aqui os melhores modelos à venda no mercado:

1º - Cavaquinho Fishman natural fosco - Rozini

O cavaco RC11 ATN da Rozini é feito com matérias-primas da mais excelente qualidade, o braço é de cedro, o cavalete é de jacarandá, as laterais, fundo e tampo são de mogno maciço. O acabamento é em verniz natural fosco.

Esse modelo é ideal para cordas de aço, pois as tarraxas são feitas de cobre-velho e os pinos são grossos, a união desses materiais resulta num acomodamento melhor desse tipo de corda. Os trastes são feitos de alpaca.

Esse modelo tem equalizador ativo que é um circuito de pré-amplificadores que ficam dentro do instrumento e possuem uma bateria para alimentar. A captação ativa resulta em um som mais limpo, preciso e claro.

Review em Vídeo
Veja e escute esse modelo em ação

2º - Cavaquinho série raiz - Giannini

No products found.

O cavaquinho CS1 NS da Giannini é um modelo acústico, tem 68 cm de comprimento, 30 cm de largura, 11 cm de altura e pesa apenas 2 kg. O tamanho e o peso menores facilitam carregar esse instrumento na mochila.

O tampo é feito de marupá maciço, a faixa e o fundo são de Imbuia maciço, o braço é de cedro e o acabamento é acetinado (fosco). A escala é de pau-ferro e a marcação é feita por bolinhas brancas.

3º - Cavaquinho estudante elétrico natural - Rozini

O cavaco RC09 ELN da Rozini é um modelo indicado para quem está começando a aprender a tocar cavaquinho e quer um produto com preço acessível, mas de boa qualidade. Esse cavaquinho é elétrico e já vem com as cordas de aço modelo J93 D Addario.

Esse instrumento pesa 2 kg, tem 68 cm de comprimento,30 cm de largura e 11 cm de altura. O braço é feito de cedro, as laterais e o fundo são de imbuia ou mogno laminado e o tampo é de marfim laminado.

A escala e o cavalete são feitos de pau ferro, os trastes são de alpaca, as tarraxas são cromadas e o pino folk. O acabamento é em verniz natural.

4º - Cavaquinho paulistinha elétrico natural - Rozini

O cavaco RC04 ELN da Rozini é um modelo elétrico e próprio para cordas de aço (já vêm com o produto). Ele é feito com matérias-primas de qualidade, o braço é de cedro, as laterais e o fundo de Imbuia laminado e o tampo de abeto maciço.

Esse modelo tem 68 cm de comprimento, 30 cm de largura e 11 cm de altura. As tarraxas são cromadas, os pinos finos e os trastes são feitos de alpaca. O acabamento é em verniz natural e você pode escolher entre o modelo preto ou branco.

Guia de Compra

O cavaquinho é um instrumento muito importante no Brasil. Ele está presente nas rodas de samba, pagode e choro. Seja para diversão própria ou até mesmo para se apresentar, existe um cavaquinho certo para cada pessoa.

Além de apresentar os melhores modelos, como fizemos no ranking acima, nós queremos trazer todas as informações para que você saiba comprar o melhor cavaco para você. Vamos lá?

Imagem de mãos de um homem tocando cavaquinho.

O cavaquinho é um instrumento importante na música brasileira. (Fonte: Carlos Frederico Sant Anna Pinheiro / 123RF)

O que é um cavaquinho e onde utilizá-lo?

O cavaquinho é um instrumento de corda de pequenas dimensões que desempenhou um papel importante na criação e desenvolvimento do samba e choro, ritmos importantes da música popular brasileira.

Também chamado de cavaco, esse instrumento tem quatro cordas que são afinadas em Ré, Si, Sol e Ré, essas cordas podem ser de nylon ou de aço. As cordas de nylon têm o som mais suave enquanto as cordas de aço são mais potentes e têm o som metálico.

As dimensões desse instrumento variam um pouco de modelo para modelo, mas em geral são 52 cm de comprimento, sendo 12 cm para a cabeça, 17 cm para o braço e 23 cm para a caixa. A largura do bojo maior (parte inferior da caixa) é de 15 cm e o menor 11 cm. A parte vibrante das cordas, da pestana ao cavalete mede 33 cm.

Para escolher um bom modelo de cavaquinho se atente ao acabamento que deve ser sem empenos no braço ou fendas na madeira, a cabeça com carrilhão deve apertar e desapertar as cordas com a mesma facilidade, e o instrumento deve ser de meio tampo, pois suja e estraga menos.

Mas a principal característica que você deve observar é se o cavaquinho tem a sonoridade clara e bem viva em todas as cordas. Para descobrir isso toque corda por corda e veja se o som que ela produz tem a vibração ideal.

Preparamos uma tabela com os principais prós e contras para quem está aprendendo a tocar cavaquinho. Essa tabela não se refere às vantagens e desvantagens do instrumento, mas de aprender sobre ele, confira:

Vantagens
  • O cavaquinho é leve e pequeno, o que o torna muito fácil de segurar e transportar
  • É um instrumento barato
  • Versatilidade musical: esse instrumento faz solos e acompanhamento
  • Pode ser usado para tocar vários ritmos musicais como pagode, samba e choro
Desvantagens
  • Distância entre cordas e largura do braço pequena, difícil de encaixar os dedos
  • Palheta escorrega dos dedos
  • Dores na ponta dos dedos quando está começando a aprender

Qual a diferença entre o cavaquinho e o ukulele?

Antes de falarmos sobre as diferenças entre o cavaquinho e o ukelele, vamos falar sobre uma característica que varia entre os cavaquinhos: se o instrumento é acústico, elétrico ou eletroacústico.

O cavaquinho acústico é um modelo muito usado por quem está aprendendo a tocar, pois ele é um pouco mais barato e não é preciso adquirir um amplificador de som.

Agora se você for comprar um cavaquinho para fazer apresentações, tocar em eventos, bares, entre outros, é preciso ligá-lo em um amplificador, logo você deve escolher um modelo elétrico ou eletroacústico.

Os modelos elétrico ou eletroacústico podem ser ligados diretamente no amplificador, o que faz bastante diferença no som caso seja em um espaço amplo e aberto.

Agora vamos falar um pouco sobre um instrumento que se parece tanto com o cavaquinho que tem pessoas que até confundem os dois: o ukulele, de origem havaiana.

Ukulele

Apesar de ser parecido por fora, o ukulele tem o som bem diferente do cavaquinho, é bastante suave, tanto que esse instrumento é usado nas calmas músicas havaianas, pop, indie e jazz.

Ele também tem o braço um pouco menor do que o cavaquinho e as cordas têm um espaçamento maior entre elas e são feitas de nylon, que garantem o som mais suave. Além disso, os músicos costumam tocar o ukulele com as pontas dos dedos.

Imagem de um Ukulele em cima de uma cadeira em uma praia.

O Ukulele é um instrumento de origem havaiana e é usado tanto em músicas locais, quanto no pop, jazz e indie. (Fonte: Rawpixel.com / Pexels)

O ukulele é feito de um tipo de madeira típica do Havaí, que é a Koa, essa madeira garante um timbre diferente, mais suave e delicado.

Cavaquinho

O cavaquinho tem o som mais forte e com bastante volume, o que ajuda a manter o ritmo da música e também pode ser usado para fazer solos. Para tocá-lo você pode dedilhar ou usar uma palheta.

Esse instrumento tem o som melodioso e dançante, por isso é muito usado em rodas de samba, pagode e choro.

O espaçamento entre as cordas é um pouco menor e elas são feitas de nylon ou aço (é o tipo mais comum). O material de fabricação varia, ele pode ser feito de vários tipos de madeira, depende do modelo, marca e preço.

Preparamos uma tabela comparativa sobre as principais diferenças e similaridades entre esses dois instrumentos, confira:

Cavaquinho Ukulele
Som Tem o som mais forte e alto Tem o som suave
Estilo musical É usado no pagode, samba e choro É usado na música havaiana, pop, indie e jazz
Material Pode ser feito de vários tipos de madeira É feito de madeira Koa, típica do Havaí
Forma de tocar Pode ser dedilhado ou tocado com palheta É tocado com a ponta dos dedos
Cordas Espaçamento entre cordas é menor Espaçamento entre cordas é maior

Quanto custa?

O preço do cavaquinho varia de acordo com o modelo, marca, madeira utilizada, e se é acústico ou elétrico. Os modelos mais baratos custam menos de R$ 200, os de melhor qualidade (acústica e materiais de fabricação da peça), custam por volta de R$ 500.

Os modelos de uso profissional são um pouco mais caros, o mínimo que você vai pagar é R$ 3.000 e o preço mais alto chega a R$ 5.000.

foco

Você sabia que o choro é um gênero musical brasileiro, que surgiu em meados do século XIX? Ele se originou do processo de junção de elementos musicais de canções folclóricas populares, com danças europeias como a polca e elementos musicais do lundu, um tipo de canção e dança de origem africana.

Todas essas influências resultaram em uma linguagem musical híbrida: o chorinho. O choro sempre foi um estilo musical de tradição oral, ou seja, os músicos costumavam transmitir oralmente seus conhecimentos, muito antes de propagá-los por meio da escrita.

Onde comprar?

Você comprar um cavaquinho em lojas próprias de instrumentos musicais, onde é possível experimentá-los. Tem como comprar em grandes lojas como Magazine Luiza e Lojas Americanas. Você também pode comprar online, em e-commerces, como Amazon, Submarino e Mercado Livre.

Indicamos a Amazon, pois nesse site você consegue comparar preços, modelos, marcas, ver várias fotos do produto, ler a opinião de outros consumidores e ter a confiança de que receberá um produto original, de qualidade e entregue rapidamente em sua casa.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de cavaquinho

Ao comprar um instrumento musical você deve ter em mente que algumas características fazem toda diferença no tipo de som e a qualidade que ele tem. Isso não é diferente com o cavaquinho, a qualidade acústica está diretamente ligada às seguintes características:

  • Tipo de madeira
  • Acústico ou elétrico
  • Tipo da corda
  • Design

Vamos explicar cada uma dessas características, para que você não fique com nenhuma dúvida sobre o que deve levar em consideração na hora de comprar um cavaquinho.

Tipo de madeira

O tipo da madeira usada no cavaquinho define não só a qualidade e durabilidade do produto como o tipo de som que sai do instrumento, que podem ser mais grossos ou mais finos a depender da vibração que causam na madeira.

Geralmente os fabricantes empregam diferentes tipos de madeira para diferentes peças do cavaco. O fundo e as laterais são feitos de um tipo de madeira, enquanto o tampo e o braço são de outros.

Os tipos de madeira mais usados são: cedro (para o braço), jacarandá, mogno, marupá, imbuia, linden, abeto e dark maple para as laterais, fundo e tampo. O cedro é um dos tipos de madeira de maior qualidade, ele destaca bastante os sons graves e tem a durabilidade excelente.

Há também cavaquinhos de compensado, eles são mais simples, baratos e ideais para quem está começando, mas criam um som mais agudo e têm a durabilidade menor, principalmente se não for tão bem cuidado

Acústico ou elétrico?

O cavaquinho pode ser acústico, elétrico ou eletroacústico. Para quem está aprendendo a tocar ou vai tocar somente numa roda de amigos recomendamos o cavaquinho acústico, pois não haverá a necessidade de usar amplificadores e ele é um pouco mais barato.

O cavaquinho elétrico é o tipo mais adequado para músicos profissionais ou para as pessoas que vão se apresentar em público, isso porque ele é acoplado a um amplificador de som.

Imagem de um amplificador.

O cavaquinho elétrico e o eletroacústico precisam ser conectados a amplificadores de som. (Fonte: Kpr 2 / Pixabay)

Por fim, o modelo eletroacústico pode ser usado tanto do modo acústico, quanto elétrico. É preciso ressaltar que os amplificadores são vendidos separadamente e eles são um pouquinho caros, por isso pese os prós e contras de cada opção antes de definir a sua escolha.

Tipo de corda

O cavaquinho tem quatro cordas, e assim como qualquer outro instrumento de corda, elas podem ser feitas de nylon ou aço. Confira as diferenças:

Cordas de nylon

As cordas de nylon são indicadas para pessoas que estejam aprendendo a tocar, pois são mais macias do que o aço e, dessa forma, não vão machucar os dedos. Você deve trocar as cordas de nylon por aço quando seus dedos estiverem calejados com as cordas de nylon.

Mas as cordas de nylon não são indicadas apenas para quem está aprendendo, por causa do timbre suave, elas são ideais para serem tocadas de forma individual (dedilhando) e se destacam no ritmo choro.

O instrumento deve ser adequado para as cordas de nylon, observe se a tarraxa (peça onde prende as cordas) é de plástico e grossa. Se você colocar cordas de aço em tarraxas desse material elas vão destruir a parte plástica e empenar o instrumento pela tensão da corda, em alguns casos podem até fazer soltar o cavalete do corpo do cavaco.

Cordas de aço

Esse tipo de corda é ideal para quem quer tocar um som um pouco mais forte, pois como as cordas são mais grossas, o som que produzem é mais intenso e mais alto.

É mais indicado tocar instrumentos com corda de aço usando palhetas para não machucar tanto os dedos, mas você pode tocar com os dedos também.

Cavaquinhos próprios para cordas de aço têm tarraxa mais fina e feita de metal, que não estraga em contato com o aço. Não é adequada para cordas de nylon, por que elas não ficarão tão firmes e nunca ficarão bem afinadas.

Design

E por último, mas não menos importante, o estilo do cavaquinho. Um instrumento que diz muito sobre a personalidade do músico, e com o cavaco não seria diferente.

Existem opções de madeira clara, média ou escura. Você ainda pode comprar um cavaquinho branco, preto, colorido e até mesmo estampado. As cores da bandeira brasileira, e até mesmo o brasão do nosso país são alternativas possíveis de serem encontradas.

(Fonte da imagem destacada: Carlos Frederico Sant Anna Pinheiro / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.