Imagem de um menino usando celular.
Ultima atualização: 16 de janeiro de 2020

Como escolhemos

12Produtos analisados

19Horas investidas

4Estudos avaliados

98Comentários coletados

A criançada não perde tempo, é só chegar próximo ao aniversário, dia das crianças ou natal que os pequenos já começam a pedir presentes. Entre os “brinquedos” favoritos da garotada está o celular para criança.

Diante do pedido, surgem algumas dúvidas na cabeça dos pais: Devo ou não dar um celular de presente para meu filho? Qual é a idade certa para dar celular para criança? Qual modelo é ideal para os pequenos? Entre outras dúvidas que serão discutidas neste artigo. Boa leitura!




Primeiro, o mais importante

  • O primeiro celular para criança deve ser dado para meninos e meninas com idades entre 9 e 13 anos. Antes dessa faixa etária, a criança pode utilizar o celular dos pais, mas não ter o próprio smartphone.
  • Com um celular próprio, a criança pode se comunicar com os pais quando estiver dormindo na casa de um amiguinho, avisar quando a aula acabar mais cedo ou mais tarde e ligar em casos de emergências.
  • Você não encontra um celular próprio para criança. Portanto, recomendamos a compra de um modelo de entrada de uma das marcas mais populares como Motorola, LG, Samsung, Asus, Xiaomi, entre outras.

Você também pode gostar:

Os melhores celulares para criança: Os favoritos da redação

Nas datas comemorativas é comum que os pequenos peçam um celular de presente. Para ajudá-lo a encontrar o melhor celular para criança, separamos algumas opções que devem agradar a todos os gostos.

A melhor opção para crianças que gostam de games

O smartphone Redmi 7A é ideal para crianças que gostam de jogar, pois o aparelho apresenta bom desempenho e não trava nem com os games mais pesados. O aparelho tem processador Snapdragon 439, 2GB de memória RAM, 32GB de memória interna e roda Android 9.0 Pie. O celular possui câmera principal de 13MP e câmera frontal de 5MP. Disponível nas cores preta e azul.

O celular para criança mais resistente

Crianças deixam o celular cair com facilidade. Mas isso não será um problema com o smartphone K12 Plus da LG, pois o equipamento possui certificação militar que garante maior resistência a impactos e quedas. O aparelho possui inteligência artificial e conta com botões exclusivos para fazer pesquisas, mandar mensagens e verificar a previsão do tempo. O aparelho tem bom desempenho e registra fotografias deslumbrantes.

O celular para criança com melhor bateria

Assistir vídeos no Youtube é uma das maiores diversões da criançada, por isso é fundamental que o smartphone carregue bateria resistente, como o modelo G7 Power da Motorola que possui bateria de 5000mAh e entrega 55 horas de funcionamento. O aparelho possui tela Max Vision de 6,2 polegadas e resolução HD, ideal para assistir à TV digital integrada. A câmera traseira tem 12MP e a frontal 8MP. Disponível nas cores azul e lilás.

A melhor opção para crianças que gostam de fotografar

Seu filho está na fase de fotografar tudo o que vê? Então presentei a criança com um Galaxy A30. O aparelho possui câmera Ultrawide que permite registrar fotos com ângulo mais amplo, dessa forma, nenhum amiguinho vai ficar fora do registro. Esse modelo tem tela infinita AMOLED com 6.4 polegadas. A bateria tem capacidade de 4000mAh e carregamento rápido. Disponível nas cores preto, branco e azul.

Guia de Compra

Alguns anos atrás, o sonho das criançada era ganhar um brinquedo do personagem favorito dos desenhos. Atualmente, o interesse da garotada é em dispositivos móveis como smartphone e tablet.

Se a criança anda pedindo um celular de presente, descubra se este é o momento certo para presenteá-la, entenda como inserir o aparelho na vida do pequeno de maneira saudável e saiba qual aparelho comprar neste Guia de Compra.

Imagem de um grupo de crianças usando celulares.

O interesse da garotada por tecnologia está começando cada vez mais cedo. (Fonte: Cathy Yeulet/ 123RF.com)

Qual é a melhor idade para dar um celular para criança?

Essa é uma dúvida comum entre os pais e um assunto polêmico em sociedade. Afinal, qual é a idade correta para dar um celular para a criança?

Para crianças com menos de sete anos, o celular serve apenas como distração, portanto não há a necessidade de comprar um celular de uso pessoal.

Para ganhar um celular, a criança precisa ter maturidade.

Não é que as crianças mais novas não tenham habilidades tecnológicas para utilizar o aparelho, pelo contrário. Mas para ganhar um celular pessoal, com autonomia de uso e acesso à internet, é preciso ter maturidade intelectual e emocional.

O recomendado é presentear a criança com um celular entre os nove e treze anos de idade, depende da maturidade e rotina do pequeno. Se o seu filho dorme na casa de coleguinhas ou participa de atividades fora do horário escolar, é importante que ele possua um aparelho para se comunicar com você.

Como controlar o uso do celular para criança?

Não basta comprar um celular para criança. É preciso controlar como o pequeno vai utilizar o aparelho.

A criança não pode ficar o dia inteiro utilizando o celular, pois o uso excessivo pode gerar problemas de postura, obesidade, dificuldade de relacionamento com os familiares e outras crianças e até problemas como ansiedade e depressão.

Por isso é fundamental estabelecer um limite de tempo permitido para que a criança use o aparelho, para que ela também possa brincar, comer e realizar as atividades escolares sem utilizar o aparelho.

O celular para criança deve funcionar como uma ferramenta de comunicação e não como um vício

Também é importante que a criança receba orientações de como usar o celular. Oriente para que a criança não utilize o celular em sala de aula, não fotografe outras pessoas sem pedir permissão, atenda o telefone ao receber ligações dos familiares e ligue em caso de emergências.

Também é importante manter um dialogo com a criança sobre os perigos da internet – no caso de crianças menores, evite contratar plano de internet, para que ela só possa usar a rede Wireless de casa, sob sua supervisão.

Imagem de uma mulher com sua filha mexendo em um celular.

O celular para criança deve ser utilizado sob a supervisão de um adulto. (Fonte: George Rudy/ 123RF.com)

Como configurar o celular para criança para deixá-lo mais seguro?

Não importa se o aparelho possui sistema operacional Android ou iOS, ambos possuem configurações especiais que permitem que os pais controlem o acesso da criança aos aplicativos e sites.

No sistema operacional Android é possível restringir downloads de aplicativos da Play Store, cuja classificação indicativa seja acima da faixa etária da criança. Também é possível bloquear a opção de compra de jogos e serviços.

A instalação de aplicativos pode ser supervisionada pelos pais, que recebem notificação em seus smartphones toda a vez que a criança instalar algum APP.

Imagem de uma criança usando celular.

Configure o celular para deixá-lo mais seguro para a criança. (Fonte: Idprod/ 123RF.com)

Os pais devem supervisionar o celular da criança com frequência, para verificar com quem o pequeno conversa por ligação e mensagem de texto.

Você pode entrar em contato com a operadora de telefonia e solicitar a vinculação do número de celular da criança ao seu. Também é possível receber um resumo da conta e determinar o valor que o usuário pode gastar.

foco

Você sabia que o Youtube oferece algumas restrições de acesso às crianças? Você deve acessar o menu de configurações e restringir a visualização conteúdo impróprio ou adulto.

Perfis em redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp só são permitidos para crianças acima dos 13 anos com a permissão dos pais ou responsáveis.

Quais são as vantagens do celular para criança?

O celular para criança pode ser usado como uma ferramenta educacional, quando o pequeno é incentivado a buscar mais informações sobre os temas abordados em sala de aula.

A criança também pode utilizar o calendário de celular para marcar as datas das provas, fazer anotações para lembras de pesquisar assuntos interessantes e registrar um esquema no quadro negro.

O aparelho também oferece segurança, pois pode ser usado como meio de comunicação entre a criança e os pais. Muitos aparelhos são equipados com sistema de GPS que permite aos pais rastrear o equipamento e saber onde a criança está.

Outro benefício do celular para criança é incentivar a responsabilidade, não só em cuidar do aparelho, mas também a finalidade e tempo de uso que darão ao aparelho. Conheça mais vantagens (e desvantagens) do celular para criança na tabela abaixo:

Vantagens
  • É uma ferramenta de comunicação eficiente
  • Ensina a criança a ter responsabilidade
  • Pode ser utilizado como ferramenta de aprendizagem
  • Preços variados
Desvantagens
  • O aprendizado da linguagem escrita pode ser afetado pelo uso de abreviações em conversas pelo celular
  • O uso excessivo pode levar ao isolamento social
  • Pode fazer com que a criança perca o interesse em brinquedos e brincadeiras
  • Pessoas mal intencionadas podem furtar ou roubar o aparelho

Vale a pena contratar seguro para celular para criança?

Para garantir proteção ao smartphone da criança, recomendamos que você contrate um seguro para celular. É comum que as crianças sejam vítimas de furtos ou roubos por pessoas mal intencionadas.

Além disso, o seguro para celular pode cobrir danos causados por quedas, impactos ou contato com a água. Os valores de mensalidades são baixos quando comparados ao valor gasto na compra.

Já escrevemos um artigo sobre o assunto, confira:

Critérios de compra: Como analisar um celular para criança

Poucos momentos na infância são tão esperados quanto ganhar o primeiro celular. Mas será que todos os aparelhos são bons para os pequenos? Como escolher o melhor aparelho para a criança?

Para iniciar a vida digital do seu filho com o pé direito, confira algumas dicas de como escolher o melhor celular para criança:

Com essas dicas, será muito mais fácil encontrar um celular para seu filho, sobrinho ou afilhado, não é mesmo? Qualquer dúvida, deixe um comentário. Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com outros papais.

Funcionalidades

Se o celular for para uma criança muito pequena, o aparelho deve ser fácil de usar e oferecer apenas os recursos básicos como ligação e mensagens de texto.

Se a criança for um pouco maior, compre um celular que sirva para o entretenimento. O aparelho deve oferecer games, câmera com boa resolução e outros recursos.

Para crianças acima dos treze anos de idade, é fundamental comprar um celular com recursos completos e especificações técnicas satisfatórias, como processador rápido, memória RAM ampla, capacidade de armazenamento adequada e sistema operacional fluido.

Imagem de dois garotos mexendo em seus celulares.

A escolha do celular deve ser baseada na idade da criança. (Fonte: Pixabay/ Pexels.com)

Resistência

Ao comprar um celular para criança, é importante analisar a resistência do aparelho. É natural que as crianças o deixem cair com facilidade, além de sujarem e molharem o gadget com frequência.

Por isso avalie se o celular possui classificação IP que indica o grau de proteção do aparelho ao contato com líquido e poeira. A sigla vem acompanhada de dois números, o primeiro indica proteção contra poeira e o segundo contra água.

A proteção contra poeira vai de 1 a 6 (proteção contra partículas maiores de 50mm à proteção total). Já a proteção contra água varia de 1 a 8 (proteção contra queda de água na vertical à proteção contra imersão em 1,5m por meia hora).

Bateria

Avalie também a capacidade da bateria do celular ou smartphone. Alguns devem ser carregados constantemente e outros levam dias para descarregar.

Dê preferência para os modelos que ofereçam bom gerenciamento de bateria ao executar os aplicativos, dessa forma a bateria dura mais e seu filho pode falar com você sempre que precisar.

Imagem de um garoto falando ao telefone.

Compre um celular para criança com boa capacidade de bateria. (Fonte: Daniel Nieto/ Pexels.com)

Design

Ao comprar um celular para criança, avalie o design do aparelho. Os pequenos preferem aparelhos que despertem a atenção de outras crianças, portanto invista em um modelo da cor preferida da criança.

Também vale a pena comprar algumas capinhas coloridas ou estampadas para que a criança possa personalizar o celular.

(Fonte da imagem destacada: Hal Gatewood/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em nós?

Natália Nunes Professora
Professora do Ensino Fundamental nas redes pública e particular, Natália tem experiência de sobra para saber o que faz as crianças felizes e o que lhes incomoda. Além dos pequenos, ela também é apaixonada pelas palavras. Na internet, une as duas paixões e escreve sobre o curioso universo dos pequenos.
Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.