Ultima atualização: 27 de maio de 2020

Como escolhemos

14Produtos analisados

18Horas investidas

4Estudos avaliados

70Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Você quer fazer gostosos lanches em seu restaurante, hamburgueria ou até mesmo na sua própria residência? O artigo de hoje pode te ajudar! Vamos te contar tudo o que é preciso saber para escolher a melhor chapeira elétrica possível.

Uma chapeira elétrica simples pode dar velocidade, agilidade e sabor à produção de lanches e de outras refeições. Porém, há várias questões que precisam ser analisadas antes da compra, como tamanho, capacidade, facilidade de uso e alimentação. Falaremos sobre tudo isso nas próximas linhas!




Primeiro, o mais importante

  • Chapeiras elétricas podem ser muito úteis em restaurantes, bares e hamburguerias. É possível fazer ótimo uso de uma até mesmo em ambiente doméstico.
  • Elas são mais seguras, práticas e constantes do que os modelos a gás, além de permitirem um cozimento de melhor qualidade. O preço é a maior desvantagem.
  • É importante prestar atenção também em características como tamanho e espessura da chapa, tempo de aquecimento e presença de caixa coletora de gordura.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de chapeiras elétricas: Nossas recomendações

A quantidade de chapeiras elétricas disponíveis no mercado é grande e pode te deixar confuso. Porém, nós decidimos começar o artigo te ajudando: Vamos te apresentar alguns modelos que com certeza irão te satisfazer!

Uma chapeira elétrica completa

Quanto mais completa a chapeira, mais ela pode te ajudar. Esse modelo da Cotherm é indicado para hambúrgueres, carnes, peixes e muito mais, possui revestimento antiaderente, coletor de gordura e termostato. Com estrutura reforçada, é bastante durável e pode ser usada em escala profissional. Disponível a 127 ou 220 V.

Um modelo para iniciantes

Se você não deseja desembolsar muito e procura apenas por uma chapa básica, a Cotherm também tem uma excelente solução. Ela não conta com grandes recursos especiais além do coletor de gordura, mas ainda assim seu design é moderno e eficiente. Disponível em várias opções de tamanhos e voltagens.

A chapeira elétrica para profissionais

A chapeira profissional da First Máquinas é toda feita em aço inox da mais alta qualidade. Ela tem potência de 1800 W e produz calor de forma uniforme, permitindo o perfeito cozimento dos alimentos. Conta com lâmpada, coletor de gordura, termostato e pés antiderrapantes. Mede 55 x 43 x 24 centímetros.

Guia de compra

Será que você realmente tem muito a ganhar com uma chapeira elétrica? Que tipo de modelo faz mais sentido para a sua cozinha doméstica ou profissional?

Chegou a hora de respondermos as perguntas mais frequentes sobre chapeiras elétricas!

Imagem mostra um homem fazendo panquecas na chapa.

São muitos os tipos de alimentos que podem ser preparados em chapeiras. (Fonte: skeeze/ Pixabay.com)

Para que serve uma chapeira elétrica?

Chapas são utensílios de cozinha que têm uma superfície lisa e plana, ideal para esquentar, grelhar ou fritar certos tipos de alimentos. Elas são muito usadas por restaurantes, bares e hamburguerias, mas também podem ser ótimas em um ambiente doméstico.

Existem dois tipos de chapeiras: Elétricas e a gás. As primeiras, sobre as quais falamos nesse artigo, têm a característica de serem alimentadas por eletricidade. Elas apresentam vantagens e desvantagens e falaremos mais sobre isso em breve.

Indispensáveis em certos estabelecimentos comerciais, as chapeiras também podem ser muito úteis para a sua casa, uma vez que podem melhorar o sabor de alguns alimentos, além de dar mais agilidade e praticidade ao preparo dos mesmos.

Quais alimentos podem ser preparados em uma chapeira elétrica?

É muito comum associarmos o preparo de hambúrgueres e lanches com as chapas. Porém, há muito mais que pode ser feito em utensílios como esses. Vários cortes de carne bovina, peixes, linguiças e bacon ganham sabor e até se tornam mais saudáveis quando neles preparados.

E os vegetarianos também podem aproveitar: Alguns legumes também ficam bastante saborosos na chapa, e pães são um clássico absoluto do preparo com o utensílio. Quem nunca foi a um bar ou padaria de manhã e pediu pelo brasileiríssimo “pão na chapa”?

Claro que para estabelecimentos especializados principalmente em lanches, a chapeira é ainda mais fundamental. Hambúrgueres e outros sanduíches têm com esses utensílios suas melhores formas de preparo. Se você é muito fã desses alimentos, pode também cozinhá-los assim em casa!

foco

Você sabia que as hamburguerias são os estabelecimentos do ramo alimentício que mais se expandem no Brasil? Dados oficiais do Instituto Gastronomia mostram que houve um aumento de nada menos do que 575% no número de restaurantes do nicho na última década.

Chapeira elétrica ou a gás?

A maior dúvida no momento de comprar uma chapeira é sobre a alimentação: É melhor que ela seja elétrica ou a gás? Como já mencionamos, há vantagens e desvantagens dos dois lados.

As chapas elétricas são de instalação mais simples, não precisam de laudo para funcionamento e estão sempre prontas para uso, não dependendo de botijões de gás e suas trocas. Elas também são melhores para controle de temperatura, fazendo com que seja mais fácil deixar alimentos no ponto.

Por outro lado, uma chapa elétrica é bem mais cara que uma a gás e também gera custos maiores no dia a dia, uma vez que seu consumo em uso contínuo é bastante alto.

Além de ser mais barata, a chapa a gás permite mais mobilidade: Em um food truck, por exemplo, ela é obrigatória.

Veja na tabela a seguir a comparação entre os dois tipos de chapeiras:

Chapeira elétrica Chapeira a gás
Consumo Alto consumo de eletricidade Consumo moderado de gás
Facilidades de uso Não precisam de laudo, não estão sujeitos à troca dos botijões de gás, permitem melhor aquecimento Possuem maior mobilidade e oferecem mais economia
Recomendações Hamburguerias gourmet, restaurantes de padrão médio ou elevado Food trucks, carrinhos de lanches, restaurantes mais simples

Quais as vantagens de uma chapeira elétrica?

Os benefícios da chapeira para uma cozinha são muitos: O tempo de preparo de alimentos é menor, o sabor é mais realçado e, dependendo da qualidade do modelo, até pode se aproximar do tão desejado “gosto de churrasco”.

É possível preparar vários pratos de maneira simultânea, ainda mais quando a chapa for grande. A presença de termostato também faz com que seja possível acertar o ponto exato de cada alimento, coisa que é mais difícil com outros utensílios.

A chapa elétrica especificamente proporciona uma não dependência de botijões de gás, uma grande facilidade de instalação e uma melhora ainda mais clara no preparo e no sabor dos alimentos. Também tem menos riscos de acidentes, levando uma grande segurança a todo o ambiente.

Suas desvantagens são o preço elevado, a dependência de eletricidade e o consumo acima da média.

Preparamos uma tabela com as principais vantagens e desvantagens das chapeiras elétricas:

Vantagens
  • Dá agilidade e velocidade ao preparo de alimentos
  • Oferece um sabor especial e permite controlar o ponto de cada alimento
  • Permite o preparo de vários pratos de forma simultânea
  • Não depende de botijões de gás, nem de instalações complexas e laudos
  • Deixa o ambiente mais seguro
Desvantagens
  • Preço bastante elevado
  • Depende da presença de eletricidade no local
  • Alto consumo de eletricidade

É fácil usar uma chapeira elétrica?

O uso de uma chapeira elétrica não exige grandes conhecimentos prévios. Com um pouco de prática, você rapidamente irá dominá-lo rapidamente. Nós recomendamos apenas estudo culinário para saber qual é o ponto ideal de cada alimento.

Para usá-la adequadamente, basta ligá-la à tomada com a voltagem correta, acertar a temperatura, deixar que o pré-aquecimento aconteça, colocar um fio de óleo (ou azeite, ou similar) e preparar o alimento da melhor forma possível.

Com o preparo repetido de alimentos, a chapeira se manterá quente, o que facilitará seu uso e reduzirá algumas dessas etapas, principalmente o período de pré-aquecimento.

Chapeira comum ou tipo grelha?

Outro tipo de chapeira que tem se tornado cada vez mais popular no mercado é a que conta com uma grelha além de sua estrutura tradicional, chamada de “char broiler”. Ela permite com que esse desejado “gosto de churrasco” seja simulado com ainda mais sucesso.

Chapas do tipo “char broiler” dão uma maior sensação de defumação ao alimento.

A estrutura de chapa da “char broiler” pode ser normal, feita em metal ou aço inox, ou em cerâmica. A distância da grelha para o aquecimento, que usa recursos especiais como pedras vulcânicas, permite que a fumaça tenha parte importante no cozimento, dando uma maior sensação de defumação ao alimento.

Chapeiras do tipo “char broiler” são usadas principalmente por hamburguerias artesanais, onde lanches considerados mais sofisticados são vendidos. O preço do utensílio também é consideravelmente mais elevado.

Quanto custa e onde comprar uma chapeira elétrica?

Os preços de chapeiras elétricas variam de acordo com o tamanho, o material e os recursos especiais que oferecem. Encontramos modelos que variam, em média, entre R$ 300 e R$ 1.200. Os mais baratos já podem ser bastante úteis para uso doméstico ou em pequenos restaurantes.

Lojas especializadas em artigos para cozinha profissional podem ter chapeiras mais completas, mas os menores podem ser comprados até em hipermercados e lojas de eletrodomésticos. A aquisição pela internet é uma ótima opção: Recomendamos a Amazon brasileira, a Amazon internacional e o Mercado Livre.

Critérios de compra: Fatores para a escolha de uma chapeira elétrica

Você já sabe que comprar uma chapeira elétrica é uma boa ideia. Agora, precisa escolher o modelo. Selecionamos quatro critérios técnicos que podem te ajudar:

A seguir, vamos discutir cada um deles com maiores detalhes!

Tamanho

Quantos hambúrgueres, bifes, vegetais ou pães você prepara de uma só vez? Qual é a demanda por alimentos feitos na chapa que provavelmente existirá em sua casa ou restaurante? Essas são as perguntas que você deve fazer para escolher o tamanho do seu utensílio.

Há uma variação considerável nos tamanhos de chapeiras elétricas. Tanto grandes restaurantes, como ambientes domésticos são contemplados por essa diversidade de opções. Basta você saber o que mais se encaixa nas suas necessidades e optar pelas dimensões ideais!

Imagem mostra uma carne vegetal sendo cozida em uma chapeira.

Até mesmo pratos vegetarianos podem ser feitos em uma boa chapeira. (Fonte: Steven Heap/ 123rf.com)

Material

O melhor material para uma chapeira elétrica é o aço inoxidável. Muito durável, ele não sofre com nenhum tipo de corrosão. É comum que seja adicionado a ele um pouco de cromo, importante para impedir que os alimentos fiquem com um sabor metálico.

Chapeiras de ferro são uma opção para quem deseja pagar pouco.

Existem outras opções aos modelos de aço inox. Para quem deseja pagar muito pouco, o ferro pode ser a escolha. Porém, é preciso mencionar que ele não oferece nem a mesma durabilidade, nem a mesma qualidade no preparo dos alimentos.

Também existem algumas chapeiras elétricas de cerâmica, uma opção mais gourmet para quem deseja alcançar sabores específicos. Ao contrário do caso do ferro, aqui os valores são mais altos.

Tempo de aquecimento

O tempo que uma chapeira elétrica leva para estar totalmente aquecida influencia diretamente na agilidade do seu trabalho. Quanto mais rápido isso acontecer, maior será também a velocidade que os pedidos chegarão aos seus clientes.

Para uso doméstico isso pode não ser tão importante, mas em estabelecimentos comerciais é bom notar o funcionamento do termostato, as temperaturas alcançadas e em quanto tempo é possível começar a trabalhar com os alimentos após ligar o utensílio na tomada.

Espessura da chapa

A espessura é uma das especificações mais importantes de uma chapeira elétrica. Quando mais grossa a placa metálica é, seja ela de aço inoxidável ou ferro, mais ela consegue suportar as constantes mudanças de temperatura sem sofrer danos estruturais.

Além disso, uma chapa mais grossa aquece de forma uniforme, o que faz com que os alimentos sejam cozidos por inteiro e que vários pratos possam ser produzidos simultaneamente. Para bares e restaurantes, mais uma característica importante!

(Fonte da imagem destacada: andreadonetti/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Helena Sartori Cozinheira Profissional
Helena AINDA não participou do MasterChef, mas tem certeza que sua hora vai chegar. Cozinheira desde os 17 anos, quando ajudava no restaurante de sua tia, ela sabe de cor e salteado quais são os utensílios e ingredientes necessários para preparar cada uma das receitas especiais de seu livro. No ReviewBox, compartilha esse conhecimento com o público.
Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.