Imagem mostra uma pessoa, retratada apenas pelas suas mãos, servindo-se de um chopp, com a mão esquerda segurando o copo e a direita operando a torneira da chopeira.
Ultima atualização: 11 de janeiro de 2020

Como escolhemos

9Produtos analisados

17Horas investidas

3Estudos avaliados

76Comentários coletados

Olá, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! O artigo de hoje é para você que gosta de relaxar com um bom e velho "chopinho", ou curtir o dia com os amigos com um belo de um chopp gelado: vamos falar tudo sobre a chopeira a gelo.

Prática, barata e, em alguns modelos, portátil, a chopeira a gelo é a solução perfeita para sua festa, seu churrasco ou só para tomar uma gelada chegando em casa. Neste Guia, vamos ajudar você a encontrar o modelo ideal, que sirva aquele chopp do jeito que você gosta.




Primeiro, o mais importante

  • As chopeiras a gelo portáteis e caseiras costumam a comportar entre 3 e 10 litros em seus reservatórios.
  • Esses reservatórios devem ser enchidos com latas ou garrafas de cerveja, preferencialmente garrafas, e preferencialmente com cervejas mais encorpadas.
  • Em alguns modelos, essa capacidade pode ser estendida ao conectar barris ao reservatório.

Você também pode gostar:

Os melhores chopeiras a gelo: As favoritas da redação

São várias as situações em que cabem, ou mesmo que pedem um chopp bem gelado. Para todas elas, há um modelo ideal de chopeira a gelo. Na lista a seguir, separamos os melhores do mercado, para ajudar na sua pesquisa, e, quem sabe, na sua compra.

A chopeira a gelo para a sua casa

Este modelo é para você que gosta de tomar o seu choppinho em casa, ao fim do expediente ou para receber alguns amigos. Com capacidade para 5,2 litros, esta chopeira a gelo conta com espaço para gelo com revestimento de isopor, o que mantém as pedras por mais tempo, assim como a baixa temperatura do chopp. Na saída, aliás, conta com uma torneira de alavanca grande, além de escorregador de líquidos.

O modelo para um chopp bem gelado

A chopeira a gelo da Beer Top é perfeita para os dias mais quentes e para os boêmios mais exigentes. Servindo mais de cinco litros, ou doze latas de 350ml, o modelo mantém a bebida gelada por incríveis quatro horas, além de gelar o liquido quente em apenas quatro minutos, tudo por conta do seu isolamento térmico de alumínio polido. Conta também com fácil manuseio, graças a sua torneira italiana.

O modelo de chopeira mais prático

Fazer um evento dá muito trabalho. Comprando essa chopeira a gelo da Beer House Mariz, no entanto, a bebida não será problema. Com capacidade de sete litros, tem tempo de resfriamento de 3 a 4 minutos, graças à sua serpentina de alumínio, mesmo material do revestimento, que, junto ao isolamento interior de isopor de alta densidade, mantém o chopp gelado por muito mais tempo. Completa o modelo o kit conector para barris.

Guia de Compras

Chega de procurar pela latinha gelada, de congelar a garrafa no freezer, de "queimar" a mão no gelo e aquele abre e fecha sem fim da geladeira. A chopeira a gelo é uma solução muito mais prática e elegante para servir aquela gelada aos amigos, do menor encontro ao churrascão mais movimentado.

Até porque a chopeira a gelo vem em diferentes designs e capacidades, para atender aos diferentes eventos em que é necessária. Vamos explorar essa diversidade no Guia abaixo, além de compartilhar informações, dicas e tudo mais o que for preciso para que você encontre o seu modelo ideal.

Imagem foca em um copo de vidro cheio de chopp, enquanto duas mulheres conversando, dividem uma mesa de madeira.

A chopeira oferece melhores soluções para a gelada dos seus convidados, não importa o evento. (Fonte: ELEVATE/ Pexels.com)

Como funciona a chopeira a gelo?

O funcionamento da chopeira a gelo é muito simples. A maioria dos modelos conta com duas partes: o reservatório de líquido e o reservatório de gelo.

Os nomes falam por si só. No reservatório de líquido, você despeja a quantidade que você quer de cerveja, seja de lata ou garrafa, desde que dentro da capacidade de volume do reservatório.

foco

Duas recomendações:

Use cerveja de garrafa, para minimizar a perda de gás durante o enchimento.

No reservatório de gelo, coloque um pouco de água também, para acelerar a resfriamento e diminuir o ar entre as pedras de gelo, reponsáveis por esquentar a bebida.

Esse líquido, que fica na parte de cima, desce para o reservatório de gelo - onde, ora, fica o gelo - por meio da serpentina, uma tubulação metálica enrolada que, junto do gelo, é responsável por resfriar a bebida que chega ao copo, servida por uma torneira especializada, que controla a pressão.

Imagem mostra o close de uma mão segurando um copo de plástico, que é enchido de cerveja pela torneira de uma chopeira.

Com dois reservatório, uma serpentina e uma torneira, a chopeira a gelo é simple e fácil de usar. (Fonte: Magda Ehlers/ Pexels.com)

Chopeira a gelo ou chopeira elétrica?

É muito provável que, em suas pesquisas, você se depare com a opção de comprar uma chopeira elétrica ao invés de uma chopeira a gelo. Nesta seção, vamos compará-las brevemente, para que você possa fazer a melhor escolha.

A chopeira a gelo é muito mais simples.

Na questão do funcionamento, a chopeira a gelo, como vimos, é muito simples, da hora de montar à hora de servir. A chopeira elétrica, por sua vez, tem uma certa complexidade desde a instalação, com cuidados com os fios e com a rede elétrica, até a regulagem da temperatura e da pressão da saída.

Isso faz com que o preço da chopeira a gelo seja muito menor, que você compra por até R$ 2000. A chopeira elétrica, naturalmente, tem um preço maior, que pode chegar até R$ 6000, quando não R$ 9000, se forem profissionais e de grande porte.

O ponto forte da chopeira a gelo é a sua praticidade e o fato de não precisar de energia elétrica, o que faz do seu uso bastante econômico e versátil, especialmente para viagens.

A chopeira elétrica, por sua vez, tem um ótimo desempenho para um grande fluxo de saída, mantendo a temperatura e a pressão certas por muito mais tempo.

Gelo Elétrica
Funcionamento Simples Complexo
Preço Até R$ 2000 Até R$ 6000
Ponto forte Praticidade, não usa energia elétrica Desempenho em maior fluxo

Vale a pena ter uma chopeira a gelo de duas torneiras?

Outra dúvida com a qual você pode se deparar é se vale a pena uma chopeira a gelo com duas torneiras. Isso porque esses modelos têm um preço elevado, ou com uma capacidade menor (por ter duas serpentinas), quando não os dois.

No entanto, se você costuma receber um pessoal bom de copo, as duas torneiras são algo a se considerar. Não só elas deixam a tiragem mais prática, como o modelo "duplica" o número de bombeadas máximas por enchimento, aumentando também a chance do chopp ser tirado da maneira certa por muito mais tempo.

Agora, se o seu uso da chopeira for mais íntimo, isto é, para você, poucos convidados e algumas canecas, nem se preocupe em dobrar o número de torneiras.

Imagem mostra homem enchendo um copo de vidro numa chopeira de duas torneiras.

Se o seu pessoal for bom de copo, escolha um modelo de duas torneiras! (Fonte: asayenka/ 123rf.com)

Chopeira a gelo para barril ou para garrafa?

A variedade básica entre chopeiras a gelo são a sua "fonte" de bebida, isto é, se são abastecidas por barris ou por garrafas (ou latas). É bom deixar claro que muitos modelos têm a opção de ambos.

A chopeira para barril é um pouco mais complicada.

A chopeira para barril tem a instalação um pouco mais complicada, porque você tem que conectar direitinho a mangueira, mas ela compensa por ter um abastecimento único, dependendo do tamanho do barril, ou com uma frequência bem menor, dependendo do evento.

A chopeira por garrafa, por sua vez, é um pouco mais simples, já que basta você derramar o conteúdo no reservatório e servir, o que a faz mais barata, não só do custo do produto, mas também das garrafas em si.

O lado negativo é que a perda de gás é maior, especialmente na hora do abastecimento.

Barril Garrafa
Abastecimento Único ou menor Constante
Custo Maior Menor
Saída Perda mínima de gás Perda razoável de gás

Quanto custa uma chopeira a gelo?

Uma das maiores vantagens da chopeira a gelo é o seu menor preço. Você encontra modelos básico, e de menor capacidade, a partir de R$ 200, enquanto modelos mais robustos, com torneira dupla e maior volume interno por até R$ 2000.

Critérios de Compra: Como escolher sua chopeira a gelo

Para ajudar você a sair da loja, seja ela física ou virtual, com a melhor chopeira a gelo, montamos uma lista de critérios de compra. Seus itens são elementos, características, pontos relacionados ao produto que, se bem notados, devem guiar a sua escolha em direção ao modelo ideal.

Capacidade

Uma das características mais importantes para a escolha da sua chopeira a gelo é a capacidade, isto é, o quanto de bebida cabe em seu reservatório, medido em litros, e, em certo fabricantes, em latas de cerveja.

A maioria dos modelos no mercado têm capacidade entre três e dez litros, sendo os mais comuns entre cinco e sete litros de capacidade.

Escolha a capacidade que melhor lhe caiba. Nossa dica é pensar no máximo de litros que você poderia precisar de uma vez na sua chopeira, considerando os eventos que você faz ou quer fazer com o produto.

Ao mesmo tempo, não esqueça que a chopeira a gelo têm um reabastecimento fácil, e muitos modelos contam com refrigeração em até cinco minutos de uma bebida quente (por volta dos 30ºC).

Imagem, em preto e branco, mostra seis chopeiras grandes enfileiradas no balcão de um bar.

O ideal é que a chopeira tenha a capacidade para os eventos que você faz. (Fonte: Pixabay/ Pexels.com)

Saída

Quando falamos da saída de uma chopeira a gelo, estamos nos referindo à tudo o que engloba o transporte do chope do reservatório até o seu copo. Isso quer dizer, portanto, o número e o tipo de torneiras, a serpentina e outras tecnologias.

  • Número de torneiras: os modelos mais comuns vêm com uma ou duas torneiras. Este segundo item é ideal para situações em que a chopeira a gelo é mais utilizada;
  • Tipo de torneiras: as mais populares são a italiana, a belga, a americana e a stout. As mais recomendadas para este tipo de chopeira são a italiana e a americana;
  • Serpentina: escolha a maior serpentina possível, dentro das possibilidades, e de alumínio, de preferência, para um melhor resfriamento na saída do chopp;
  • Escorregador de líquidos: dê preferência para os modelos com esta tecnologia, que diminui drasticamente a perda de gás na hora de servir.
foco

Dica: fique de olho também no número máximo de bombeadas que a chopeira é capaz de fazer a cada troca de líquido, quanto maior for esse número, maiores as chances de você servir um chopp bem tirado.

Dimensões

Olho nas dimensões do seu modelo de escolha! Uma chopeira a gelo com o tamanho incompatível com a sua estrutura pode dar muita dor de cabeça, e até atrapalhar a eficiência do produto, se colocado nos lugares errados.

O ideal é que você vá fazer a sua compra com as medidas da sua bancada ou mesa em mãos, para não ter erro.

Revestimento

O revestimento é um dos principais elementos para se considerar, já que ele interfere e muito na manutenção da temperatura do seu chopp, ainda que o material do reservatório seja igualmente importante.

Procure por modelos com revestimento de alumínio, de preferência anodizado, ou outro metal com acabamento inox, como aço.

Imagem mostra um close da torneira de uma chopeira, revestida de um metal bem reflexivo.

Um bom revestimento, além de manter a temperatura baixa, ajuda a deixar o ambiente mais elegante. (Fonte: Pixabay/ Pexels.com)

Portátil ou caseira

Outra escolha que você deve fazer é entre modelos portáteis ou caseiros, que recai, obviamente, em como e onde você pretende usar a sua chopeira a gelo.

Por não precisar de energia elétrica, o produto é portátil por natureza, portanto, mesmo se você escolher uma chopeira caseira, pode levar nos churrascos fora de casa.

Agora, se você pretende levar a chopeira em viagens, ou transportá-la constantemente, sugerimos que você opte por um modelo portátil, que, nesses termos citados, terá uma durabilidade muito maior.

(Fonte da imagem destacada: Evan Dvorkin/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em nós?

Vanessa Santos Engenheira Mecânica
Engana-se quem pensa que Vanessa não é uma mulher vaidosa. Ela gosta tanto de estar bem arrumada que, quando quer comprar um secador ou um babyliss, usa seus conhecimentos em engenharia para escolher o melhor modelo. Faz a mesma coisa com os eletros em casa, e por isso decidiu compartilhar o que sabe com o público online, por acreditar que muitas pessoas compram produtos sem saber, de fato, o que estão levando para casa.
Lucas Ayres Jornalista
Fanático por esportes e apaixonado por música, vive antenado às novas tecnologias e tendências da moda masculina. Escreve sobre os produtos que orbitam nesses assuntos, e outros que deixam a casa e o dia a dia mais fácil, prático e, além de tudo, saudável.