Chuveiro ligado.

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre o chuveiro, um objeto essencial no dia a dia das pessoas.

O melhor chuveiro é aquele que une quatro características: promove um banho agradável e relaxante, tem um design bonito, bom custo-benefício e é adequado ao projeto do seu banheiro.

Neste artigo, vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre os chuveiros: quais modelos existem, modos de funcionamento, de instalação, quais características você deve levar em consideração no momento da compra e muito mais. Vamos lá?

Primeiro, o mais importante

  • Existem seis tipos de chuveiros: elétrico, a gás, eletrônico, multitemperatura, híbrido e pressurizado. Outro modelo de “chuveiro” é a ducha. Embora seja considerado um aparelho distinto, a função é a mesma.
  • Escolher o chuveiro certo envolve analisar algumas características como potência, resistência, modelo, formato, voltagem, se tem ou não pressurizador e se a marca vale a pena.
  • Quando for comprar um chuveiro para a sua casa, dê preferência para os modelos de marcas já estabelecidas no mercado como Lorenzetti, Hydra, Corona, Deca, Cardal e Fame. Um chuveiro pode custar de R$ 40 a R$ 2.000.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de chuveiro: Nossas escolhas

Tomar banho várias vezes ao dia é um hábito cultural do brasileiro, embora essa não seja uma prática comum em outros países. Não é à toa que você consegue encontrar chuveiros para todos os gostos e bolsos. Para ajudá-lo na escolha, selecionamos os melhores para este ranking.

Uma opção com modo chuveiro e ducha

O chuveiro Acqua Duo da Lorezentti pode ser usado de duas maneiras: como ducha com jato direcionado, inclinado e concentrado, ou no modo chuveiro, com jato mais espaçado, por meio de um espalhador amplo. São 7800 watts de potência.

Para controlar a temperatura, você pode usar uma haste à altura das mãos ou o comando eletrônico, que permite escolha gradual e precisa de temperatura. A tecnologia Press Plus oferece jatos de alta performance mesmo com baixa pressão.

Para ouvir suas músicas enquanto toma banho

A ducha digital Optima Music da Hydra vai potencializar o seu relaxamento durante o banho, pois toca músicas (em MP3, rádio FM ou arquivos de cartão de memória). Para trocar a música (e a temperatura da água) você usa um controle remoto.

Esse chuveiro tem sistema de controle de temperatura eletrônico e gradual. Também vem com pressurizador. A Optima Music está disponível nas versões com ou sem turbo.

Uma opção bem avaliada por designers

À primeira vista, o Acqua Storm Ultra da Lorezentti é igual ao modelo Acqua Duo, mas a diferença é que essa versão é uma opção intermediária, pois conta apenas com o modo chuveiro (o outro modelo também pode ser usado como ducha).

Mas o design sofisticado e moderno (um dos mais bem avaliados por designers) continua o mesmo. O Acqua Storm possui um amplo espalhador, que mantém o jato direcionado para o seu corpo. As temperaturas são ajustáveis.

Uma opção com design minimalista

A ducha Lorenquadra Plus da Lorenzetti tem um design minimalista, no formato quadrado, bicos do espalhador em alto relevo e acabamento em metal na cor cromado.

Esse chuveiro proporciona amplo espaço de cobertura, alta vazão, jato contínuo e volumoso e potência total para banhos quentes e confortáveis.

Para iluminar o banho

A ducha Lorencolor da Lorenzetti conta com LEDs coloridos no espalhador, com um alcance de 6 metros. São quatro opções de cores, você pode selecionar a sua preferida através do controle remoto ou deixar que elas alternem-se automaticamente no modo randômico.

E se algum dia você quiser tomar o banho sem as luzes, é só desativar a função. Esse chuveiro oferece uma excelente distribuição de água, controle de temperatura e um banho ultra confortável.

Guia de Compra

O banho deixou de ser apenas um hábito de higiene pessoal e se transformou em uma sessão de relaxamento diária. Afinal, não há nada melhor para revigorar o corpo e a mente depois de um dia longo no trabalho, do que um bom banho.

O banho ajuda você a relaxar e descansar, refletir sobre momentos vividos, situações a serem analisadas e decisões a serem tomadas. E por que não fazer esse momento ficar ainda melhor com um bom chuveiro!?

Imagem de criança tomando banho com ducha.

A hora do banho é um momento de diversão para a criançada. (Fonte: Oksana Kuzmina / 123RF)

O que é exatamente um chuveiro e quais suas vantagens?

O chuveiro é um dos equipamentos domésticos mais usados no dia a dia, afinal, é com ele que você irá realizar a sua higiene diária, realizar seu ritual de cuidados consigo próprio e até relaxar.

Embora existam sete tipos diferentes de chuveiros (vamos detalhar cada um deles na próxima seção), todos têm a mesma função. No chuveiro, a água cai de pé, porque o aparelho é preso a um cano na parede ou no teto.

Apesar de representar uma boa parcela da conta de luz (se o modelo for elétrico), o chuveiro é mais econômico no consumo de água, pois assim que você abre a torneira, a água já sai com a temperatura desejada.

A pressão da água varia, a maioria dos modelos tem uma pressão baixa (nesse caso, você pode instalar um pressurizador ou comprar um modelo com esse recurso), mas alguns têm uma pressão média ou intensa.

A pressão da água não só deixa o banho muito mais prazeroso, como pode proporcionar uma massagem relaxante em suas costas, tornando seu banho ainda melhor.

Vantagens
  • Alto controle de temperatura
  • Pressão de água constante
  • Temperatura se mantém estável
  • Diferentes modelos, para todos os gostos e bolsos
Desvantagens
  • Variação no fluxo de água pode causar oscilação na temperatura
  • Os chuveiros com funcionamento elétrico consomem muita energia

O que deve ser analisado antes de escolher um chuveiro?

Antes de comprar um chuveiro novo, você precisa analisar a estrutura hidráulica da sua casa, a pressão da água e qual sistema de aquecimento você deseja adotar (elétrico, a gás ou energia solar).

A pressão é a força com a qual a água passa pelo encanamento até sair no chuveiro. Essa característica influenciará bastante no tipo de chuveiro você irá comprar. Se a sua caixa d’água for muito perto do chuveiro e a pressão for baixa, vale a pena comprar um chuveiro pressurizador.

O sistema de aquecimento vai depender de como é o encanamento da sua casa e o tipo de chuveiro que você deseja instalar, que pode ser: elétrico, eletrônico, termostático, digital ou ecológico.

Imagem de um banheiro.

Na hora de comprar um chuveiro, leve em consideração a estrutura hidráulica e tamanho do seu banheiro. (Fonte: La-Belle-Galerie / Pixabay)

Quais os tipos de chuveiro disponíveis no mercado?

Dentre os diversos tipos de chuveiros disponíveis, com certeza há um modelo ideal para acompanhá-lo em um banho gostoso e relaxante. Mas com tantas possibilidades você deve estar em dúvida sobre qual é o chuveiro certo. Vamos conhecer em detalhes cada um dos tipos de chuveiro.

Chuveiro elétrico

O chuveiro elétrico é o modelo mais popular entre os brasileiros, por dois motivos: preço mais baixo e facilidade de instalação (basta fixá-lo em um cano ou diretamente na parede por meio de um ponto de energia).

O que esquenta a água é um mecanismo interno chamado resistência, que é ativada automaticamente quando o chuveiro é ligado. Os modelos mais simples possuem controle de temperatura com três ou quatro opções.

Em alguns casos, o chuveiro elétrico pode ser ineficiente, por isso sempre verifique os aspectos técnicos como potência em watts e voltagem. Por causa da energia elétrica gasta para aquecer a água, a vazão (saída de água) costuma ser menor.

foco

O uso intenso do aparelho pode elevar o consumo de energia a níveis extremos, por isso fique atento à temperatura marcada pela chave seletora, pois quanto mais quente, mais cara fica a conta de luz.

A conta de luz também fica mais cara durante o inverno, pois é preciso mais energia para esquentar a água gelada que vem do encanamento.

Chuveiro multitemperatura

Uma versão mais moderna do chuveiro elétrico é o modelo multitemperatura, que oferece controle de temperatura, tornando o banho mais prático, pois você não vai precisar ajustar o registro antes de se lavar.

O chuveiro multitemperatura pode ser ajustado com facilidade, mas é preciso desligar o aparelho toda vez que for mudar de temperatura, caso contrário ele pode queimar. Geralmente vem na temperatura frio, morno e quente ou verão e inverno.

Ducha

Na ducha, a água cai de maneira inclinada e com uma pressão muito mais intensa. Embora sejam mais comuns em áreas externas, muitas pessoas aderem esse modelo ao banheiro de dentro da casa.

Mas para isso, é essencial que seja feito um projeto adequado para o banheiro, pois a ducha precisa ter uma distância maior da caixa d’água por que ela ofereça uma pressão mais forte.

A ducha aquece a água através de uma aquecedor movido a gás, externo (você pode colocá-lo na área de serviço da casa). Esse modelo pode ser instalado diretamente na parede ou teto e não precisa de fiação elétrica.

Imagem de uma ducha.

A ducha libera a água de forma concentrada e com pressão. (Fonte: PublicDomainPictures / Pixabay)

Chuveiro eletrônico

O chuveiro eletrônico possibilita a regulagem gradual da temperatura, através da mistura entre as águas quente e fria. Com esse aparelho, além de você conseguir alcançar a temperatura ideal, há uma economia maior de energia elétrica.

O melhor é que, diferente do chuveiro elétrico e multitemperatura, você não vai precisar desligar o chuveiro para mudar a temperatura da água. Por conta de todas essas vantagens, o chuveiro eletrônico é um dos modelos mais vendidos atualmente.

Chuveiro a gás

O chuveiro movido a gás, à primeira vista, pode parecer uma opção mais econômica, mas nem sempre isso é verdade, pois esse combustível pode gerar um gasto alto ao consumidor.

Uma vantagem, é que ele funciona mesmo quando você estiver sem energia elétrica. Outra vantagem é que se você mora em prédio com encanamento a gás, provavelmente o preço é embutido no valor do condomínio.

Chuveiro híbrido

O chuveiro híbrido pode ter três formas de funcionamento/aquecimento: energia elétrica, solar ou a gás, sendo que todos têm o funcionamento elétrico e a outra forma de funcionamento varia de um modelo para o outro.

Também conhecido como chuveiro flex, esse modelo tem o funcionamento elétrico até a água alcançar a temperatura ideal, depois disso, a resistência elétrica é desligada e o aquecimento passa a ser feito por energia solar ou a gás.

Desta forma, você pode aproveitar a energia solar no verão (caso possua os painéis de captação no telhado da sua casa) e a energia elétrica apenas no inverno.

Com a popularização da energia solar, o chuveiro flex deve ser um dos modelos mais usados futuramente, pois esse aparelho proporciona uma otimização dos recursos e representa uma economia de até 40% na conta de energia elétrica.

Chuveiro pressurizado

O chuveiro pressurizado é indicado para casas em que a pressão da água seja baixa. Geralmente casas no piso térreo ou que possuem a caixa d’água muito próxima do aparelho (até cinco metros acima).

O chuveiro pressurizado aumenta a pressão da água através de um sistema interno ou externo de pressão.

Como há uma vazão maior de água, o consumo de energia elétrica e de água também aumenta. Portanto, só compre este modelo se você realmente precisar de aumentar a vazão e pressão da água.

Mas se para você não tem jeito e o chuveiro precisa ser do tipo pressurizado, uma alternativa interessante é o chuveiro pressurizado eletrônico, que permite o ajuste da temperatura e da pressão da água.

Confira uma tabela que compara os quatro tipos mais usados:

Chuveiro elétrico Chuveiro eletrônico Chuveiro a gás Ducha
Controle de temperatura 3 a 4 opções de temperatura Regulagem gradual de temperatura, até 14 temperaturas Regulagem gradual de temperatura Você deve controlar a torneira fria e a quente
Movido à Energia elétrica Energia elétrica Gás Gás
Vantagens É mais barato, prático e fácil de manusear Maior controle de temperatura, não precisa desligá-lo para alterar a temperatura Para quem mora em prédio, o gás geralmente é embutido no valor do condomínio   A água cai inclinada, diretamente para o corpo. A pressão é mais forte
Desvantagens Precisa desligar para alterar a temperatura É mais caro do que os outros modelos Demora um pouco para esquentar a água Gasta mais água e demora até acertar a temperatura

Mas afinal, qual é o melhor tipo de chuveiro?

A resposta para essa pergunta é: depende! Para fazer a melhor escolha você precisa levar em consideração três aspectos: o seu conforto, a estrutura da sua casa e qual é o modelo que se destaca no aspecto da economia.

Às vezes você precisa investir em um chuveiro mais caro na loja, mas que proporcionará uma economia maior à longo prazo.

O uso do chuveiro será diário e a frequência pode ser alta (depende da quantidade de moradores em casa, e de quantos banhos cada pessoa toma por dia), portanto não escolha chuveiros baratos demais, pouco convencionais, ou que não têm nada a ver com a estrutura da sua casa.

Quanto custa um chuveiro?

Você encontra chuveiros elétricos bem baratos, por cerca de R$ 40 e, embora esses modelos sejam básicos e feitos de plástico, são bastante eficientes e de marcas boas.

Os modelos mais refinados custam entre R$ 300 e R$ 500, mas dentre essas opções você encontra chuveiros que até tocam música durante o banho. Se você quiser um modelo sofisticado, com luzes de LED, o investimento pode chegar a R$ 2.000.

Onde comprar um chuveiro?

Você encontra diversas opções de modelos de chuveiros, de diferentes marcas, em lojas de material de construção como Leroy Merlin, C&C e Tok Stock e até em supermercados como Carrefour e Extra.

Se preferir, dá para comprar no conforto da sua casa, através da internet, em lojas virtuais das marcas que fabricam os chuveiros ou em e-commerces maiores como a Amazon, Mercado Livre e e-Bay.

Imagem de chuveiro ligado.

Você pode encontrar um bom chuveiro em lojas de materiais de construção e também online, na Amazon. (Fonte: tookapic / Pixabay)

Critérios de Compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de chuveiro

A escolha de um chuveiro deve ser feita com atenção e com base em muitas pesquisas, pois entre as diversas opções, há um modelo perfeito para as suas necessidades e preferências.

Mas não se preocupe, a escolha de um chuveiro se tornará simples quando você souber quais características devem ser analisadas no momento da compra:

  • Potência e voltagem
  • Sistemas de funcionamento
  • Tipo de instalação
  • Formato e tamanho
  • Estilo
  • Tipo de jato
  • Válvulas
  • Recursos extras

Vamos explicar cada um dos itens, para que você não fique com dúvidas e acerte na compra. Embora sejam muitos critérios, você perceberá que todos eles estão interligados.

Potência e voltagem

Para um chuveiro mais durável e potente, escolha um superior a 5400 watts.

Os chuveiros mais baratos e com um consumo menor de energia elétrica têm potência abaixo de 5.400 watts. Embora sejam vantajosos nesses aspectos, eles queimam com mais facilidade.

Se você busca um chuveiro mais durável e potente, escolha um modelo com potência superior a 5400 watts.

Observe também a voltagem, que pode ser 110/127 volts ou 220 volts. Escolha um modelo adequado à corrente elétrica da sua residência. Os modelos bivolt apresentam potências variadas, de acordo com a corrente usada (exemplo: 7800 watts na versão 220 volts, e 5500 W em 110 v).

Sistemas de funcionamento

Além do tradicional chuveiro elétrico, há chuveiros com funcionamento eletrônico, termostático, ecológico e até digital.

O chuveiro digital permite que você controle com precisão a temperatura, o fluxo de água e o tipo de jato, tudo isso através do painel wireless que pode ser manipulado remotamente, através de um controle remoto ou smartphone.

Esse tipo de chuveiro também conta com múltiplos programas e funções. Você pode, por exemplo, deixá-lo no modelo aquecido, e a água fica na sua temperatura preferida até a hora do banho. Veja nesse exemplo de chuveiro digital:

O chuveiro ecológico limita o fluxo de água que será liberada durante o banho, com redução de até 50% do uso de água, quando comparado com o chuveiro convencional. Este modelo mantém a temperatura constante.

O chuveiro termostático tem rígido controle de temperatura e a mantém constante durante o banho. Uma vez que você chegar à temperatura desejada, o chuveiro irá mantê-la, sendo uma excelente opção para idosos ou crianças.

Tipo de instalação

Os chuveiros de parede são os modelos mais comuns. Quanto mais longo for o tubo, maior é a distância entre o jato e a parede, por isso considere o espaço que pode ser alcançado e o tamanho reservado no box.

Os modelos de teto demandam um projeto melhor estruturado, pois necessitam que a instalação hidráulica e o cano cheguem até o teto, o que significa que esses modelos precisam de muito mais espaço.

Formato e tamanho

O espalhador, ou seja, a peça com os orifícios por onde saem os jatos de água do chuveiro, pode ter diferentes formatos e tamanhos.

O tamanho está diretamente ligado à pressão de água dispensada pelo chuveiro. Em relação ao formato, há uma grande variedade de opções disponíveis, dos tradicionais redondos, aos modernos quadrados e retangulares.

Quando for escolher o tamanho e o formato do chuveiro, leve em consideração as dimensões do banheiro, principalmente a parte de banho, delimitada pelo box. Quanto maior e mais largo for o seu chuveiro, maior a cobertura de água que você terá.

Estilo

Você também pode escolher o chuveiro de acordo com o estilo do seu banheiro. Os mais comuns são em estilo tradicional ou moderno/contemporâneo.

Se o seu banheiro for tradicional, a escolha de um chuveiro novo não será complicada, pois você encontrará muitas opções à disposição. Uma dica é inovar na escolha da válvula para dar um toque especial à decoração do banheiro.

Quem tem o banheiro com decoração moderna/contemporânea, deve escolher um chuveiro com design sofisticado, como os quadrados ou retangulares e as válvulas minimalistas.

Imagem de um banheiro moderno.

Escolha um chuveiro que combine com a decoração do seu banheiro. (Fonte: midascode / Pixabay)

Tipos de jatos

Entre os modelos de chuveiro, há diferença até no estilo de jato d’água, que pode ser desde o estilo tradicional, até os mais inovadores:

  • Jatos de água massageadores
  • Jatos lineares
  • Direcionáveis
  • Efeito cascata
  • Efeito nebulizador com nuvens e fumaça
  • Efeito de chuva/ garoa

Se você está disposto a gastar um pouco mais, escolha um modelo com um jato diferenciado, que lhe dará mais conforto na hora do banho.

Válvulas

Quando você for comprar um chuveiro, também precisa pensar no tipo de válvula que irá instalar. Existem duas opções: a válvula exposta e a escondida.

A válvula exposta, como o próprio nome já diz, tem todas as partes funcionais externas à parede. O encanamento é ligado diretamente nela, o custo é baixo e a instalação é prática. Esse tipo de válvula pode ter diferentes formatos, o mais comum é em barra.

A válvula escondida tem todas as partes funcionais instaladas dentro da cavidade da parede e só aparecem os controles (para acionar e desligar o chuveiro). Esse estilo de válvula economiza espaço e é uma opção mais moderna, porém mais cara.

Imagem de uma válvula externa.

A válvula externa ainda é o tipo mais usado. (Fonte: rgerber / Pixabay)

Recursos extras

Conheça os diferenciais que o seu novo chuveiro pode ter:

  • Articulação, para você mudar a direção do jato de água.
  • Com duas duchas.
  • Com sistema de redução de cloro.
  • Com luzes coloridas.
  • Que toca música, para deixá-lo ainda mais relaxado durante o banho.

Novamente, a escolha por esses recursos vai depender de quanto você quer investir. Quanto mais recursos, mais caro será seu chuveiro.

(Fonte da imagem destacada: Andrey Volokhatiuk / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Letícia Pontes
Letícia Pontes