Imagem de mulher deitada usando lingerie e cinta liga preta
Ultima atualização: 31 de março de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

15Horas investidas

2Estudos avaliados

58Comentários coletados

Que mulher não gosta de se sentir poderosa e sensual, seja para si mesma ou para surpreender o parceiro? Hoje, no ReviewBox Brasil, vamos falar sobre a cinta liga e como ela pode incrementar seu look.

Com anos de história na moda feminina, ela evolui com o tempo e faz um par perfeito com as meias 7/8. Para entender tudo o que é preciso sobre a cinta liga e como incorporá-la em seu dia a dia, confira nossa análise.




Primeiro, o mais importante

  • É possível encontrar modelos em vários tamanhos, materiais e números de presilhas.
  • A cinta liga é um complemento que deixa uma bela lingerie ainda mais especial.
  • Como elas ficam em contatos com a pele, procure por materiais que não causem incômodos durante a utilização.

Você também pode gostar:

As melhores cintas liga: Nossas recomendações

A cinta liga mexe com a fantasia e imaginário masculino, já que aos mesmo tempo que esconde, revela com sensualidade. Quer ousar? Veja alguns exemplos que separamos especialmente para você.

A branca discreta

Confortável, moderna e com ricos detalhes em rendas em todo o seu contorno para destacar a pele, essa cinta liga branca é uma ótima opção para aquela noite especial. Para vestir melhor, ela tem ajuste com tripla regulagem.

Um modelo clássico

A coleção Poesia dos Anjos da Recco possui toda a delicadeza de uma renda elegante, com laterais mais finas e a maciez do bio senci, um tecido mais leve e agradável ao toque. Ela pode ser encontrada em duas cores e três tamanhos.

Nossa indicação para quebrar a rotina

Na cor vermelha, essa cinta liga é uma ótima escolha para surpreender seu parceiro ou apenas se sentir mais poderosa. Rendada e com tiras para prender, ela tem prendedores na parte frontal com regulagem de altura. E o melhor, ela vem acompanhada de uma linda meia 7/8 da mesma cor para compor o visual.

Guia de compra

Não há como se sentir sexy, mas quando se trata da cinta liga, também é muito importante que ela vista bem e fique confortável no corpo. Principalmente quando existem tantas opções disponíveis.

Então, não deixe de ler cada um dos tópicos do nosso guia de compra para entender mais sobre o produto, sua história e todas as dicas fundamentais para escapar do look tradicional do dia a dia e assumir a femme fatale que existe dentro de você.

Imagem de mulher deitada usando uma cinta liga preta rendada

A cinta liga é um verdadeiro símbolo de sexualidade e sensualidade. (Fonte: Javier Sanchez Mingorance/ 123RF.com)

Qual a origem da cinta liga?

Os primeiros relatos que temos sobre o uso das cintas liga surgiram por volta do século 18. Inicialmente, elas era utilizadas principalmente por dançarinas, que exibiam suas pernas sob as saias rodadas durante seus espetáculos.

Em uma época em que a meia-calça ainda não existia, as ligas ajudavam a prender as meias 7/8, que chegam até a metade das coxas. Desde então, ela se tornou um símbolo de poder feminino que não tem medo de explorar peças mais ousadas.

foco

Você sabia que, incialmente, a cinta liga era utilizada pelos homens? Demorou um tempinho até as mulheres a incorporarem em seu guarda-roupas.

Como utilizar a cinta liga corretamente?

Utilizar uma cinta liga é muito simples, independentemente do modelo. Vale lembrar aqui que sua função é basicamente ajudar a segurar e manter a meia 7/8 no lugar.

Para isso, é preciso que as presilhas sejam bem resistentes e não soltem com facilidade com a movimentação do corpo. Também é importante notar que muitos modelos são tamanho único, então confira sempre se elas possuem reguladores de altura.

Quais as vantagens e desvantagens da cinta liga?

A cinta liga é uma ótima opção para as mulheres que procuram dar mais destaque para as coxas e o bumbum, garantindo um visual mais sedutor.

Elas também são muito mais confortáveis que a meia-calça, além de fazerem uma ótima combinação com uma lingerie mais sensual, como mostraremos nos próximos tópicos.

Por fim, você pode encontrá-las em uma grande variedade de cores e estilos para combinar com as demais peças íntimas que você já possui em seu guarda-roupa.

As únicas desvantagens é que alguns materiais podem incomodar em contato com a pele e que elas custam consideravelmente caro para uma peça que, em sua essência, é bastante simples.

Vantagens
  • Ajuda a evidenciar as coxas e o bumbum
  • Garantem um visual mais sedutor
  • É mais confortável que a meia-calça
  • Várias cores e estilos
Desvantagens
  • Alguns materiais podem incomodar
  • Elas custam caro

Quais os diferentes tipos de cinta liga?

Dentre as várias opções disponíveis no mercados, temos três modelos que se destacam. A cinta liga tradicional é a mais comum para combinar com sua lingerie favorita. Elas possuem de duas a seis presilhas e podem ser encontradas em uma faixa de preço intermediário.

As cinta de coxa é mais delicada, oferecendo mais conforto já que ela fica presa de forma independente em uma das pernas. Isso também a torna mais barata.

Já a cinta com frente maior é perfeita para o dia a dia, quando você quer se sentir sexy mesmo sem que ninguém perceba, pois ela não marca na roupa. Porém, elas costumam custar um pouco mais caro em função de possuírem mais tecido.

Cinta-liga tradicional Cinta de coxa Cinta com frente maior
Indicação de uso Para combinar com a lingerie Presa a uma das coxas Ótimas para o dia a dia
Benefícios Possuem de duas a seis presilhas Oferecem mais conforto Não marca na roupa
Preço Estão em uma faixa de preço intermediário São as mais baratas Elas custam um pouco mais caro

Com quais peças a cinta liga mais combina?

Apesar de ser uma peça muito versátil, a cinta liga tem seu par essencial: A meia 7/8. Deixando isso de lado, o poder de combinação é enorme.

Elas combinam muito bem com lingeries mais sensuais, como a calcinha feio dental, o sutiã tomara que caia e com belas saias e botas.

Você também pode seguir uma linha mais delicada e clássica, abusando das rendas e cores mais sóbrias. Use e abuse de sua imaginação para conseguir um visual único.

Imagem de mulher usando um espartilho preto de couro

A cinta-liga também combina muito bem com espartilhos. (Fonte: KlausHausmann/ Pixabay.com)

Que cuidados eu devo ter com minha cinta liga?

Os principais cuidados que você deve ter é com a higienização das peças. Geralmente delicadas e com rendas, o mais recomendado é que elas sejam lavadas a mão, com uma sabão neutro. Para que elas não desbotem, deixe-as sempre secando na sombra.

Outro cuidado básico é durante o armazenamento. Evite que as peças fiquem emboladas com outras lingeries, já que os prendedores podem enroscar e acabar danificando e desfiando o tecido.

Por último, e esse é um dos pontos mais importantes, não adianta sacrificar o conforto pelo visual. Opte por peças com bons sistemas de regulagem para que a cinta liga fique confortável em seu corpo, especialmente em ocasiões que você a vestirá por períodos mais prolongados.

E, se a intenção é mesmo aproveitar uma noite sexy e especial, veja abaixo alguns outros itens que podem apimentar as coisas ainda mais.

Critérios de compra: O que eu devo avaliar antes de comprar uma cinta liga

Após acompanhar nosso guia você já deve saber tudo o que é preciso para escolher a cinta-liga perfeita, não é mesmo!? Calma, ainda temos que considerar alguns fatores essenciais para não se arrepender da sua compra.

Nos tópicos abaixo separamos alguns destaques essenciais que distinguem um modelo do outro e que você deve levar em consideração, seja para seu conforto ou para conseguir aquele destaque que vai enfeitiçar seu parceiro.

Material

Umas das primeiras coisas que você deve observar quando estiver escolhendo uma cinta liga é o material. E aqui, existem algumas opções, como o nylon, rendas e outros materiais sintéticos.

Peças de algodão, por exemplo, costumam ser as mais confortáveis enquanto aquelas de material misto oferecem a vantagem de ter mais elasticidade. O ideal é que a peça fique confortável em seu corpo.

Quanto as presilhas e reguladores de altura, eles são geralmente feitas de plástico ou metal. Enquanto os de plástico são mais leves, os metálicos são mais resistentes.

Imagem de mulher ajustando a altura de uma cinta liga preta

É possível ser sensual sem abrir mão do conforto! (Fonte: Dmitry Belyaev/ 123RF.com)

Tamanho

Outro fator a qual você deve estar atenta é o tamanho da cinta liga. Muitos modelos são de tamanho único, e nesses casos um bom sistema de regulagem de altura é essencial.

O tamanho pode variar de P, M, G e GG.

Em peças mais complexas, compostas de partes de tecido que ficam localizadas acima da linha da calcinha, o tamanho pode variar de P, M, G e GG. Nesses casos, também é bom verificar o quanto ela cobre na parte frontal e posterior.

Modelos muito grandes podem acabar encobrindo demais o bumbum, por exemplo. Por outro lado, em peças menores, as ligas podem acabar puxando e forçando demais as meias.

Prendedores

A quantidade de prendedores também podem variar muito de um modelo para o outro. Nas peças mais tradicionais, são apenas duas presilhas que prendem as meias na parte frontal do corpo.

Porém, também é possível encontrar cintas liga com quatro ou até seis prendedores. Nesses casos, além de fixar melhor a meia, a questão é mais estética.
Independente da quantidade e do material, o essencial aqui é que eles não se soltem com facilidade.

Estilo

A variedade aqui é praticamente infinita, desde os modelos mais sensuais até os mais clássicos e românticos. Basta escolher qual combina mais com a impressão que você quer causar.

Enquanto os modelos de duas presilhas evidenciam mais as coxas, as cintas com quatro também dão um belo destaque para o bumbum. Mesmo uma cinta de coxa pode fazer toda a diferença, seja diretamente sobre a pele ou por cima de uma meia arrastão.

Imagem de dançarinas burlescas usando cintas de uma coxa

A cinta liga é um ótimo exemplo de uma peça funcional e bonita que não precisou ser muito modificada com o passar do tempo. (Fonte: PublicDomainPictures/ Pixabay.com)

Cores

Por último, mas igualmente importante, a cor é o que dá vida a uma cinta liga e ajuda a ditar o clima da ocasião sem que você precise abrir mão da sensualidade.

Cores mais sóbrias como branco e bege são uma ótima pedida para um visual mais clássico. Por outro lado, preto, vermelho ou cores que puxam para o vinho costumam denotar sexualidade e ousadia. E estamos só falando das combinações mais óbvias.

A verdade é que não há regras aqui e a possibilidade de combinações é enorme. Então, use sua criatividade para conseguir visuais únicos que vão surpreender.

(Fonte da imagem destacada: Artem Labunsky/ Unsplash.com)

Por que você pode confiar em nós?

Jaqueline Aguiar Esteticista
Cuidar das outras pessoas é o que Jaqueline mais ama fazer. E ela faz isso de duas maneiras: em sua clínica, através de procedimentos estéticos, e pela internet, aconselhando mulheres e homens sobre os melhores produtos do ramo. Com o tempo que sobra, ela também gosta de compartilhar conhecimento sobre seu outro hobby: o apimentado universo dos sex shops.
Redatora e psicóloga, é uma entusiasta de gadgets, jogos e utilidades. Adora escrever e experimentar inovações que podem tornar a vida mais prática.