Bulldog marrom com coleira laranja deitado em um fundo branco e com uma bolinha laranja
Ultima atualização: 5 de novembro de 2019

Como escolhemos

12Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

79Comentários coletados

Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje, vamos dar uma olhada em um item que pode ser um grande aliado na manutenção da saúde e higiene de seu pet: a coleira antipulga.

Ninguém quer ver seu bichinho de estimação sofrendo com coceiras incômodas, ou pior: doenças causadas por esses parasitas. Criamos este guia esperto para ajudar você a fazer a melhor escolha possível para seu amigão, de forma que ele fique protegido e você fique sossegado (a). Vamos lá?




Primeiro, o mais importante

  • As coleiras antipulga possuem um ótimo custo-benefício, uma vez que podem durar por até 9 meses.
  • Há coleiras para cães e gatos, coleiras só para cães e coleiras só para gatos.
  • Animais prenhas, amamentando, com alergias ou feridas não devem usar a coleira antipulga – é indicado escolher outro método.

Você também pode gostar:

As melhores coleiras antipulga: Nossas recomendações

Se você tem um gatinho ou cachorrinho e quer protegê-lo dos parasitas como pulgas e carrapatos, nós temos algumas recomendações de produtos bem avaliados para facilitar a sua busca. Dê uma olhada:

Coleira antipulga para cães de grande porte

Coleira indicada para cães de grande porte, com circunferência máxima de 38 cm abotoada. Combate pulgas, carrapatos e o mosquito transmissor da leishmaniose por até 6 meses.

Coleira antipulga para gatos

Coleira recomendada para gatos, mantém pulgas e carrapatos longe por um período de até 5 meses.

Coleira antipulga para cães filhotes ou de pequeno porte

A coleira previne contra pulgas e carrapatos em cachorrinhos filhotes ou de pequeno porte. Tem eficácia por até 5 meses e o fabricante recomenda não molhar. O produto libera um pó que não deixa o pelo do animal oleoso.

Guia de Compra

Seu amigão merece os melhores cuidados, e evitar o desconforto e as doenças causadas por parasitas é um dos maiores carinhos que você pode dar.

Para que você escolha o produto mais adequado ao seu companheirinho, leia nosso Guia de Compras e tire algumas dúvidas comuns acerca das coleiras antipulga.

 Mulher de shorts passeia com seu labrador marrom em um parque

Gosta de passear com o seu amigo? Utilize a coleira anti pulga para que ele esteja sempre protegido em suas andanças! (Fonte: freepik/Freepik.com)

Como funciona uma coleira antipulga?

A coleira antipulga deve ser ajustada no pescoço do animal, e libera toxinas através de um pó que mata as pulgas e os carrapatos sem causar danos à saúde do bichinho.

A liberação dessas toxinas se dá de forma gradual, à medida que o pelo do animal roça na coleira com sua movimentação.

Quanto tempo dura uma coleira antipulga?

A vida útil de uma coleira antipulga, isto é, o tempo que ela age e protege seu animal contra parasitas, varia bastante de acordo com o produto.

A coleira antipulgas pode durar de 2 a 9 meses.

É possível encontrar coleiras mais baratas com duração de 2 meses, mas também dá para investir em coleiras com ação prolongada, de até 9 meses. De qualquer forma, é importante ressaltar que as coleiras antipulgas costumam ter mais eficácia após 30 dias.

Há diferença entre coleira antipulga para cães e para gatos?

É muito importante fazer a distinção entre coleiras antipulgas para cães e para gatos, porque os felinos são geralmente menores e mais leves e a escolha do produto adequado deve ser feita baseada no porte do animal.

Há coleiras antipulgas que funcionam tanto para cães de porte pequeno como para gatos e há as coleiras específicas para gatos. Essa informação sempre está presente nos rótulos e é bem fácil de encontrar.

A partir de que idade posso colocar a coleira antipulga em meu pet?

A maioria dos fabricantes recomenda o uso da coleira antipulga a partir de 6 semanas de idade, mas sempre verifique a indicação na embalagem para ter certeza que está comprando o produto certo.

Enquanto seu amigão for filhote, o ideal é investir em coleiras antipulgas com menor duração de proteção, já que ele irá crescer e você terá que trocar a coleira por uma nova, do tamanho adequado.

Cachorro deitado de barriga para cima em gramado

Os animais adoram brincar em parques e rolar em gramados. Mantenha sempre seu companheiro protegido de pulgas! (Fonte: Richard Theis / 123rf.com)

Coleira antipulga faz mal à saúde do meu pet?

A coleira antipulga é completamente segura e não faz mal à saúde do seu pet se usada corretamente, observando as instruções do fabricante. As toxinas liberadas no pelo do animal são nocivas somente aos parasitas.

Aqui, vale apenas um adendo: se o seu pet for alérgico, consulte um veterinário de confiança para verificar se é possível utilizar a coleira. As coleiras antipulga podem causar irritação ou coceira em pets com pele mais sensível. Se você perceber que seu animal está incomodado ou coçando o local, suspenda o uso do produto.

Fêmeas prenhas ou que estejam amamentando filhotes também não devem usar a coleira antipulga durante o período.

Quais são os cuidados que devo ter com a coleira antipulga?

As coleiras antipulga são formuladas para proteger contra parasitas sem causar danos à saúde do seu animal. No entanto, como todo medicamento, leia com cuidado as instruções de uso do fabricante e tome os seguintes cuidados:

  • Não deixe o seu companheirinho morder a coleira. A coleira é de uso tópico, ou seja, de uso externo na pele. A ingestão das toxinas pode fazer muito mal, portanto assegure-se de que a coleira antipulga não fique sobrando no pescoço para que seu pet não mastigue o objeto. Para evitar esse problema, além de comprar a coleira para o porte certo, você pode cortar com uma tesoura o material excedente.
  • Verifique na bula ou embalagem se a coleira antipulga adquirida pode ser molhada ou se você deve retirá-la do animal antes de dar banho ou levá-lo à praia ou piscina .
  • Não utilize coleiras antipulga que passaram do prazo de validade.
  • Não utilize coleiras antipulga em peles lesionadas.
  • Coloque a coleira antipulga no pescoço do seu pet com uma folga de 2 dedos. Dessa forma, a coleira ficará confortável, mas não sairá do lugar.
  • Lave bem as mãos com sabonete após manipular a coleira antipulga.
foco

Você sabia que não basta apenas colocar uma coleira anti pulga em seu animal, é necessário se livrar dos parasitas no ambiente?

Para isso, passe o aspirador com muito cuidado em toda a casa. Depois, misture meio litro de suco de limão, dois litros de água e quatro litros de vinagre, coloque a solução em um pulverizador e passe a mistura em todo o ambiente, deixando agir por 2 horas. Em seguida, aspire novamente.

Quais as vantagens e desvantagens de uma coleira antipulga?

A coleira antipulga tem vários benefícios, mas também tem alguns incômodos. Veja a seguir a tabela que montamos com as principais vantagens e desvantagens da coleira antipulgas para decidir se ela é, de fato, a opção contra parasitas mais adequada ao seu animal:

Vantagens
  • Mais fácil de administrar do que os comprimidos e pastilhas
  • Duração entre 2 a 9 meses
  • Não deixa o pelo oleoso como alguns medicamentos de uso tópico
  • Há modelos para cães e gatos
Desvantagens
  • Não pode ser colocada em fêmeas prenhas ou amamentando
  • Não pode ser usada em pele lesionada
  • Filhotes podem crescer e perder a coleira antes do fim da eficácia
  • Alguns modelos não podem ser molhados

Critérios de Compra: O que considerar antes de comprar uma coleira antipulga

É muito importante escolher a coleira antipulga adequada às necessidades do seu animal para não lhe causar nenhum mal-estar. Para isso, você deve observar alguns fatores:

  • Peso do animal
  • Conforto
  • Duração da proteção
  • Custo-benefício

Vamos explicar direitinho cada um deles a seguir:

Peso do animal

A primeira coisa que você deve levar em consideração antes de fazer a sua compra é o porte do seu pet. No caso das coleiras antipulga, é possível escolher por faixa de peso e, consequentemente, porte P, M ou G.

O que muda com cada tamanho de coleira antipulga? Basicamente, a circunferência da coleira e a quantidade de toxinas. E isso é muito importante porque define a eficácia do produto.

Uma coleira P em um cachorro de porte médio vai ficar apertada e, pior, não terá o nível de toxinas necessário para proteger seu pet. Da mesma forma, se você utilizar uma coleira para um porte maior que seu animal, poderá intoxicá-lo.

Três filhotes de Beagle bocejando em frente a um fundo amarelo

As coleiras anti pulga podem ser utilizadas por filhotes a partir de 6 semanas de idade (Fonte: jcomp/Freepik.com)

Conforto

É essencial que seu animal fique confortável com a coleira para que ele não tente removê-la. Para isso, lembre-se sempre de deixar uma folga de 2 dedos entre o pescoço do animal e o produto e, claro, aposte na coleira antipulga para o porte do seu pet – assim o caimento será mais apropriado.

Duração da proteção

Todos os fabricantes de coleira antipulgas deixam bem claro na embalagem qual é o período de proteção do produto. As versões mais baratas oferecem 2 meses de proteção, mas é possível encontrar coleiras que prometem até 9 meses de segurança contra parasitas.

Custo-benefício

Para descobrir se uma coleira antipulgas tem um bom custo-benefício, a conta é bem simples: divida o preço da coleira pelo número de meses que ela oferece proteção.

Dessa forma, você saberá se vale a pena pagar mais caro por uma coleira que dura mais, e pode ser uma ótima forma de economizar.

(Fonte da imagem destacada: freepik/ Freepik.com)

Por que você pode confiar em mim?

Andreia Sales Presidente de ONG de Animais
Ter quatro cachorros e três gatos em casa ainda era pouco para Andreia. Por isso, há 6 anos, ela decidiu abrir uma ONG para resgatar e cuidar de bichinhos indefesos. Outra forma que encontra que cuidar dos animais é compartilhando, na internet, seu conhecimento e experiência sobre os produtos que facilitam a vida dos pets.