Imagem de pessoas usando coletes salva vidas.
Ultima atualização: 25 de setembro de 2019

Como escolhemos

10Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

53Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil, hoje vamos falar sobre o colete salva vidas, um equipamento que garante a sua segurança em esportes e atividades de lazer aquáticas. Escolher um bom colete salva vidas envolve analisar o contexto em que o equipamento será usado.

Você encontra modelos próprios para água doce, salgada e para esportes. Neste artigo vamos compartilhar dicas de como escolher o modelo ideal de colete salva vidas, ensinar a maneira correta de colocar o equipamento e dar algumas sugestões de compras.




Primeiro, o mais importante

  • A primeira coisa que você precisa entender, é que em um acidente não importa se você sabe nadar bem, o que irá protegê-lo é o colete salva vidas.
  • O colete salva vidas pode ser laranja, amarelo ou vermelho. A cor chamativa serve para localizá-lo a longa distância.
  • É essencial que o colete salva vidas seja adequado ao seu peso. Os modelos estão disponíveis em cinco tamanhos, do PP ao GG, e atendem pessoas de até 150 kg.

Você também pode gostar:

Os melhores coletes salva vidas: Nossas sugestões

O colete salva vida é uma ferramenta reativa capaz de reduzir o risco de afogamento, pois o equipamento mantém você flutuando pelo tempo necessário até você ser resgatado. Para ajudá-lo a escolher o modelo ideal, selecionamos algumas sugestões de compra.

O mais tradicional

O colete salva vidas classe II da Ativa possui três fechos horizontais, para ajuste na cintura, peito e pescoço, seis fitas refletivas e apito. A gola desvira uma pessoa inconsciente em até cinco segundos. Este modelo é revestido em poliéster, tem enchimento de espuma de polietileno e o acabamento é de vinil.

O melhor custo-benefício

O colete salva vidas classe III da Ativa é do tipo “canga”. Este equipamento possui tira de ajuste na região do abdômen e pescoço e dobra na região dos ombros para maior conforto e ergonomia. A gola desvira uma pessoa inconsciente em até cinco segundos. Este modelo também conta com apito, acondicionado em bolso próprio.

O colete salva vidas de design anatômico

O colete salva vidas classe IV da Nautika é do tipo jaleco e tem design anatômico, que garante liberdade de movimentos. Este modelo é feito em nylon e possui enchimento de polipropileno. As três fitas de ajuste, localizadas na altura do pescoço, peito e cintura são feitas em polietileno e as travas possuem engate rápido.

O mais profissional

O colete salva vidas classe V da Prolife é ideal para quem pratica esportes aquáticos, pois tem design anatômico, ajustável ao corpo, e ampla abertura na região dos braços. Este modelo é feito em Neoprene, com ajustes em nylon, travas de segurança e zíper frontal. O colete é preto com detalhes em verde neon.

Guia de Compra

O Brasil possui 8.000 quilômetros de costa e 35.000 km de rios, uma das áreas de navegação mais extensas do mundo. E o clima tropical estimula o uso durante o ano inteiro.

Para se divertir em uma embarcação, beira-mar ou num rio, o uso do colete salva vidas é indispensável. Mas, você sabia que existem diversos modelos de coletes salva vidas? Confira essas e outras informações neste Guia de Compra.

Imagem de uma mulher remando em um bote.

O colete salva vidas é essencial em atividades aquáticas. (Fonte: Atia Naim / Unsplash)

Quais as vantagens de um colete salva vidas?

O colete salva vidas é um dispositivo de flutuação pessoal (DFP) que permite que uma pessoa consiga manter-se flutuando na água em uma situação de emergência ou acidente aquático.

O uso deste equipamento é obrigatório, seja para navegar (em embarcações de pequeno, médio e grande porte) ou praticar esportes aquáticos.

Os principais itens de segurança do colete salva vidas são: fitas refletivas, luzes sinalizadoras, alça de resgate (usada para içar náufragos), apito e cabo liga-náufrago (usado para conectar pessoas à deriva).

O colete também possui fitas na cintura, peito e pescoço, usadas para ajustar o colete para que o equipamento não gere incômodo, nem saia do corpo em caso de queda brusca.

Vantagens
  • Modelos em cinco categorias, com diferentes indicações de uso
  • Tamanhos variam do PP ao GG
  • O colete não possui prazo de validade
  • É um equipamento relativamente barato
Desvantagens
  • Algumas pessoas têm dificuldade para prender o colete
  • Alguns modelos limitam os movimentos dos braços

Quais são os diferentes modelos de colete salva vidas?

Os coletes salva vidas são classificados em cinco categorias, que variam conforme a área de navegação e indicação de uso.

Classe I

Este modelo deve ser usado para navegar em oceano, seja em águas brasileiras ou internacionais. Geralmente, o colete classe I é usado em plataformas de petróleo e em travessias transatlânticas.

O colete possui os seguintes itens de segurança: gola, adesivos refletivos, luz sinalizadora, alça para resgate, cabo liga-náufrago e apito.

https://www.instagram.com/p/BvS3XDGHm44/

A gola deixa o náufrago com o peito para cima e impede que uma pessoa inconsciente fique com a face voltada para a água, evitando o afogamento.

Classe II

Este modelo é indicado para navegar em mar aberto, em até 200 milhas da costa (cerca de 320 km).

Existem dois modelos nesta classificação: “canga” (quadrado) e “jaleco” (deve ser vestido como uma jaqueta). Os dois modelos possuem o mesmo desempenho e flutuabilidade, mas o “jaleco” é mais confortável.

Em ambos os modelos, os itens de segurança obrigatório são: gola, adesivos refletivos e apito.

Classe III

É indicado para atividades desportivas ou de lazer em rios, lagos e represas. Este modelo é muito usado na pesca e canoagem.

O colete da classe III possui menor flutuabilidade (por esse motivo não deve ser usado no mar), menos itens de segurança (apenas gola e apito), e a durabilidade é menor.

Classe IV

É indicado para pessoas que trabalham em situações de risco de queda na água como trabalhadores que consertam barcos, constroem pontes, entre outras atividades.

Este modelo é fabricado para ser usado por longos períodos. Os itens de segurança variam de acordo com a atividade e riscos que o trabalhador será submetido.

Classe V

Este modelo é desenvolvido especialmente para a prática de atividades esportivas como jet-ski, banana-boat, stand up paddle, windsurf, rafting, pesca, boia cross, caiaque, etc.

Imagem de dois homens andando de caiaque.

É essencial usar colete salva vidas durante a prática de esportes aquáticos. (Fonte: Murat Bahar / Unsplash)

Para cada uma dessas atividades, há um modelo apropriado. Os itens de segurança obrigatórios variam de um modelo para o outro, de acordo com o esporte.

Classe I Classe II Classe III Classe IV Classe V
Indicação de uso Navegação longe da costa e travessias Navegação próxima à costa Para atividades em rios, lagos e represas Para quem trabalha em situações de risco de queda n’água Para praticar esportes aquáticos
Itens de segurança obrigatórios Gola, adesivos refletivos, luz sinalizadora, alça para resgate, cabo liga-náufrago e apito Gola, adesivos refletivos e apito Gola e apito Depende da atividade executada pelo trabalhador Varia conforme o esporte
Diferencial É o modelo mais completo Existem dois modelos: “canga” e “jaleco” É mais leve e confortável Pode ser um colete ou boia É um modelo versátil, similar a uma camiseta
Desvantagens É um modelo mais robusto e pesado Depois de colocar o colete, a pessoa deve inflá-lo Durabilidade menor, não pode ser usado no mar e possui menos itens de segurança A pessoa precisa usá-lo durante toda a jornada de trabalho Existem diferentes versões, de acordo com o esporte

Quanto custa um colete salva vidas?

O preço de um colete salva vidas varia de acordo com o modelo:

  • Classe I: em média R$ 290
  • Classe II: em média R$ 45
  • Classe III: entre R$ 30 e R$ 35
  • Classe IV: de R$ 90 a R$ 10
  • Classe V: Em média R$ 120
foco

Você sabia que em média 17 pessoas morrem afogadas por dia no Brasil? Esse número é assustador, e esses acidentes podem ser evitados com o uso do colete salva vidas para determinadas atividades.

Onde comprar um colete salva vidas?

Você pode comprar o colete salva vidas em lojas de artigos esportivos como Decathlon, Centauro (físicas), Netshoes e Dafiti (virtuais). Você também encontra uma grande variedade de modelos na Amazon.

Imagem de duas pessoas remando.

Você encontra coletes salva vidas em lojas de artigos esportivos. (Fonte: Razvan Chisu / Unsplash)

Critérios de Compra: Fatores para comparar os modelos de colete salva vidas

Saber comprar um colete salva vidas vai garantir muito mais segurança em suas atividades de lazer aquáticas. Para escolher o modelo ideal, você deve analisar as seguintes características:

  • Modelo
  • Material
  • Tamanho
  • Homologação

Confira cada um dos itens em detalhes abaixo.

Modelo

Os coletes salva vidas são classificados de acordo com o local em que serão utilizados:

  • Classe I: uso em mar aberto (águas nacionais e internacionais).
  • Classe II: navegação próxima à costa (até 200 milhas/ 320 quilômetros).
  • Classe III: uso em rios, lagos e represas.
  • Classe IV: para quem trabalha em situações em que há o risco de cair na água.
  • Classe V: para praticar esportes aquáticos.

Material

O colete salva vidas pode ser confeccionado em nylon ou Neoprene. Ambos oferecem o mesmo nível de segurança, mas existem algumas diferenças entre eles.

O colete de nylon tem custo acessível. O equipamento é frio, um ponto positivo se a água estiver quente, mas uma desvantagem se a água estiver fria.

O colete de Neoprene é fabricado com o mesmo material usado em trajes de mergulho, um tipo de borracha, que oferece conforto, liberdade de movimentos e possui função isotérmica.

Tamanho

É essencial comprar um colete salva vidas com o tamanho adequado ao peso do seu corpo. O limite máximo de um colete compreende o diâmetro do cinto com os fechos encaixados.

  • Tamanho P: Deve ser usado por crianças com até 25 kg.
  • Tamanho PP: Deve ser usado por crianças que pesem entre 25 e 35 kg.
  • Tamanho M: indicado para pessoas de 35 a 55 kg.
  • Tamanho G: Deve ser usado por pessoas de 55 a 110 kg.
  • Tamanho GG: Ideal para pessoas entre 110 e 150 kg.

As faixas de peso mínimas e máximas são determinadas pelo Departamento de Engenharia da Marinha do Brasil.

Imagem de um homem andando a caiaque.

É fundamental que o colete seja do tamanho adequado a pessoa. (Fonte: Pete Nowicki / Unsplash)

Homologação

Exija o certificado de homologação da DPC.

Quando for comprar um colete salva vidas, exija o certificado de homologação da DPC (Diretoria de Portos e Costa), órgão ligado à Marinha do Brasil. Essa é a garantia que o colete passou pelos testes de desempenho e resistência exigidos pela Marinha.

Os fabricantes são obrigados a fornecer uma cópia do certificado. Você também pode conferir essa informação pelo site da Marinha do Brasil.

(Fonte da imagem destacada: NejRon / 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.