Compressor de ar amarelo.
Ultima atualização: 1 de abril de 2020

Como escolhemos

9Produtos analisados

15Horas investidas

3Estudos avaliados

54Comentários coletados

Olá para você, visitante aqui da ReviewBox Brasil! Sinta-se muito bem-vindo a esta review para tirar todas as suas dúvidas sobre o compressor de ar.

Este é um equipamento indispensável em muitas atividades, funciona como gerador e armazenador de ar, comprimindo-o, para que possa então ser utilizado. É muito útil para pintura, calibragem de pneus, e muitas outras atividades.

Indicados para diferentes usos, indo do industrial ao doméstico, são ótimas opções se você quer algo feito de maneira rápida. Então, siga a leitura para conhecer mais sobre o compressor de ar, e fazer a melhor aquisição possível!




Primeiro, o mais importante

  • A matéria prima do compressor é o próprio ar. Disponível em abundância, não é um recurso que você precisa comprar, e nem se preocupar que esteja poluindo o ambiente.
  • O compressor de ar é o próprio equipamento. Acessórios como pistolas de tinta e outros, são geralmente comprados à parte. Estes, sim, podem poluir sem o cuidado necessário.
  • A compressão do ar não é brincadeira. Sem os cuidados e manutenção necessários, um compressor pode causar ferimentos graves a quem estiver próximo. Toda ferramenta é segura, quando bem operada e cuidada.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de compressor de ar

Compressores com pistão ou ar direto, pressão de trabalho, PCM… São palavras que vão aparecer quando você procurar um destes, mas, não esquente. Aqui lhe mostraremos os melhores disponíveis no mercado e explicar todos os detalhes.

1º – Compressor de ar portátil Tramontina

Um compressor ideal para as necessidades do dia a dia. Extremamente portátil, é destinado principalmente ao uso doméstico. Encher pneus ficará muito mais fácil, assim como limpar locais de difícil acesso e muitos outros usos.

Possui uma mangueira de 45 cm com válvula especial, permitindo a mobilidade necessária para seu uso. O motor entrega uma pressão máxima de 300 PSI, bem forte para o tamanho do aparelho, com vazão de até 8 litros por minuto.

2º – Compressor de ar direto Vonder

Um excelente equipamento para quem precisa do compressor de ar para muitas finalidades. Seu conjunto de acessórios acompanha pistola de ar, bico para enchimento de pneus e bolas, e até mesmo pistola de pintura.

Acompanha mangueira enroscada para maior praticidade do trabalho, ideal para uso doméstico e pequenas ações. Seu sistema bifásico com chave seletora facilita o uso em regiões com diferente voltagem.

3º – Compressor de ar Motomil

Compressor com sistema de ar direto, modelo Jetmais. É ideal para o uso doméstico e atividades de hobby atingindo até 40 PSI de pressão.

Perfeito para pequenos serviços de pintura, calibrar pneus e bolas e serviços de limpeza, é um equipamento ideal para se ter em casa.

Possui mangueira espiral com alcance de até cinco metros, até de acompanhar conjunto prático de acessórios com pistolas e bicos.

4º – Compressor de ar SCHULZ

Um compressor confiável, ideal para soluções de alto desempenho. Inflar botes e pneus será uma tarefa fácil com um equipamento destes. Ideal para uso intenso em pequenas empresas.

Funciona também para acionamento de ferramentas pneumáticas nos mais diversos ramos. Trabalha apenas em tensão 110V com deslocamento de até 283 litros de ar por minuto. Seu reservatório de até 93 litros garante uma quantidade enorme de ar para trabalho, permitindo pausas no motor e elevando sua vida útil.

Guia de Compra

Compressores não são exatamente baratos. E também podem ser perigosos, se você não souber o que está fazendo. Conhecer melhor as características e opções de mercado vão te ajudar a ter um produto adequado. E saber o caminho, basta continuar lendo.

Homem mexendo em compressor de ar em obra ao ar livre.

Compressores de ar possuem manômetros (mostradores) e válvulas que precisam ser monitorados. A manutenção e os cuidados devem ser realizados periodicamente. (Fonte: auremar / 123RF)

O que é o compressor de ar?

Você não precisa ir muito longe para entender o conceito: um compressor de ar serve para comprimir o ar. Ou seja, captar parte do ar ambiente e o colocar sob alta pressão (comprimir) num lado, e soltar ele do outro.

Essa compressão acaba fazendo com que, na saída, o ar ganhe força e velocidade, para “voltar ao normal”.

Quem usa um compressor de ar?

Compressores de ar acabam sendo assimilados com a pintura e o enchimento rápido de pneus. Porém, outra função muito procurada é a capacidade de fornecer energia para equipamentos pneumáticos (como lixadeiras, parafusadeiras e pregadoras).

Homem pintando peça de carro com compressor de ar.

O compressor de ar tem muitas funções. (Fonte: Aleksandr Kondratov / 123RF)

Um uso atual e em constante melhoria, é também o ar comprimido para práticas hospitalares, visando ganho de saúde. A pressão é utilizada para auxiliar alguns tratamentos.

Até mesmo na informática, sua utilização é muito realizada por profissionais. Limpar a poeira e os resíduos sólidos em uma máquina com jatos potentes de ar gera bem menos risco que dar um “banho” nelas.

Como funciona o compressor de ar e quais suas vantagens?

Grande vantagem nestes dias de economia, é o funcionamento do motor. Realizado de modo “intermitente”, é acionado para comprimir o ar até o limite do armazenamento que possui. Então, ele para o processo e fica em repouso.

Conforme o ar comprimido é utilizado, vai diminuindo de quantidade no reservatório, e em certo ponto o acionamento é feito de modo automático. Isso o torna bastante prático e funcional.

Um compressor de ar pode ser encontrado com funcionamento por diferentes fontes de energia. Você encontrará possibilidades para locais com bom fornecido de energia elétrica, ou mesmo movidos à gasolina ou diesel.

Apesar do uso de um combustível fóssil, com mais poluentes, também vem com tecnologia para economia. Quando o reservatório está cheio, o motor diminui em muito a sua potência de funcionamento.

Conforme a necessidade do trabalho, e o tamanho do reservatório, vários modelos podem ser carregados e movidos conforme necessidade. Quer saber se ele vale a pena para você em meio a tantas tecnologias? Nós temos uma tabela para te ajudar!

Vantagens
  • Utiliza matéria prima limpa (ar)
  • Diferentes opções de energia para funcionamento
  • Possui modelos portáteis
  • Diferentes acessórios permitem uso variado (enchimento, pintura, uso de ferramentas)
Desvantagens
  • Ruidoso em funcionamento
  • Perigoso quando sem manutenção e cuidados no uso

Qual a diferença entre o compressor de ar e bomba de ar?

Se você for a uma loja e observar opções, irá encontrar além de compressores, bombas de ar. Até mais portáteis, bombas de ar podem ser bem atrativas em preço no comparativo. Mas o que ela faz é bem diferente daquilo que um compressor faz.

Compressor em repouso, com mangueira engatada, mas sem acessórios para utilização (pistola de ar, ponta). Nas laterais da foto, uma chave de boca e um macaco hidráulico.

O compressor capta e pressuriza o ar, a bomba apenas transporta. (Fonte: stevepb / Pixabay)

O compressor de ar você já conhece, mas como nosso dever explicar tudo para você, vamos trazer algumas poucas e determinantes diferenças da bomba de ar, que vão te permitir escolher aquilo que precisa.

Seu objetivo é apenas transportar o ar de um local para outro? A bomba de ar é o que procura.

Elas não possuem um reservatório próprio, para armazenar e pressurizar. Simplesmente atuam como transportadoras, podendo ser de uso mecânico (força humana), elétrico, ou combustível.

Você pretende encher um colchão inflável, ou aquelas enormes estruturas para crianças brincarem? Ou ainda um pequeno motor de aquário? Para essas funções a bomba de ar serve.

Compare os dois na tabela abaixo:

Compressor de ar Bomba de ar
Objetivo Capta e pressuriza o ar para uso Capta e transporta o ar
Barulho Barulhentas em funcionamento Costumam ser silenciosas
Funcionamento Por energia Mecânico ou por energia
Velocidade Rápida retenção do ar Modelos lentos ou rápidos, conforme necessidade

Apesar de uma possível dúvida, vamos esclarecer uma coisa: Os dois equipamentos têm usos distintos, só isso já significa que deve evitar comprar um quando precisa do outro.

Quais os diferentes tipos de compressor de ar?

Sabendo o que é um compressor de ar e como ele funciona, vamos falar de características e modelos. Você precisa estar bem ciente do que eles são capazes, porque existem aqueles para usar em casa ou até mesmo aqueles de uso industrial.

Imagine você receber em casa um aparelho com 30 ou 50 kg. E quando comprou pensava em um pequeno compressor de ar para pintar seus móveis. Estes equipamentos possuem algumas características e classificações bem distintas, e isso vai lhe ajudar muito na compra.

PSI ou Libras

É certo que pesquisando sobre compressor de ar, você encontrará esta informação. Ela se refere a unidade que representa o quanto de “força” o equipamento é capaz de gerar pelo ar que está comprimido. Ou seja, o quanto o compressor de ar é capaz de entregar em seu duto de saída.

Esse cálculo é feito em libra-força (ou PSI), área de uma polegada quadrada. Para você ter uma ideia, um PSI costuma ter aproximados 4,5 Newtons (unidade de força). Em comparação, o soco de um boxeador tem 3.000 Newtons.

Um equipamento com 100 PSI vai te entregar 450 Newtons de força! E existem compressores com mais de 1000 PSI.

Agora, imagine você ligando o compressor de ar para efetuar alguma limpeza, e ele simplesmente cortar ou quebrar aquilo que esteja limpando? Se não tomar cuidado na compra e na regulagem, é possível danificar o objeto.

Compressor de ar azul com fundo branco.

Observe as unidades de PSI / Libra e capacidade de reservatório do compressor de ar.. (Fonte: olegsam / 123RF)

Reservatório

Esse é um conceito bem mais fácil que PSI. Significa o tamanho do reservatório que o compressor de ar possui em seu interior, para armazenar o ar pressurizado.

Isso fará toda a diferença, a partir do quanto você utilizará a máquina ao longo do dia. E do quanto de pressão você precisa que ela forneça durante o uso.

Equipamentos de baixa pressão costumam ter tanques para até 120 litros de ar comprimido armazenados.

O ar comprimido costuma ser armazenado numa taxa de 7:1. Ou seja, para você ter um litro de ar comprimido, são necessários sete litros de ar. Um reservatório para 50 litros de ar, vai ser de tamanho parecido com os baldes domésticos.

Os reservatórios para cada modelo podem sofrer uma grande variação de volume. São encontradas opções para reserva de 1 até 70 mil litros de ar.

É possível que uma má escolha faça com que a compressor de ar não tenha capacidade suficiente de fornecimento. O princípio é simples: se o equipamento consegue fornecer 30 litros por minuto, e o acessório precisa de 50, ele não terá potência para funcionar (ou vai fazê-lo em menor capacidade).

Como é a manutenção de um compressor de ar?

Você vai usar o compressor de ar que adquirir por muito tempo, isso é verdade. Contanto que siga as instruções de manutenção e funcionamento. Do contrário, poderá reduzir bastante a vida útil do equipamento.

Um compressor de ar vem com alguns componentes: o motor, o local para entrada do ar, o reservatório, alguns mostradores e a válvula de saída. Diferentes modelos podem trazer variações no formato, mas a essência é esta.

Estes mostradores (manômetros) mostram o volume de ar armazenado no reservatório e a pressão de saída regulada.

Um deles é o “horímetro”. Ele funciona como uma espécie de relógio, sendo acionado para contagem toda vez que o motor do compressor ligar. Significa que você terá uma informação real do tempo de trabalho do equipamento.

Com isso, poderá realizar mais facilmente as manutenções programadas do equipamento, conforme ele atingir as horas recomendadas. Isso facilita bastante o cuidado, ainda que não deva ser a única estratégia para prevenção de acidentes. Algumas orientações que podem lhe ajudar muito:

  • Local apropriado para uso: Deixe o compressor longe de áreas com material inflamável (ou você criará uma bomba muito potente). Ele também deve ficar afastado de paredes e divisórias, pois precisa de espaço para captar o ar.
  • Nivelamento: Um compressor de ar precisa estar nivelado onde esteja, para evitar que a lubrificação interna seja comprometida.
  • Atenção às válvulas, mangueira e conexões: Antes de utilizar, certifique-se que esteja tudo bem encaixado e sem vazamentos. Dê uma atenção especial à válvula de retenção, aquela que permite o armazenamento do ar comprimido.

Quanto custa?

Dependendo do que você procura em um equipamento como estes, os valores terão uma variação imensa. Atividades domésticas e o uso em hobbies vai lhe permitir acessar os de menor valor.

Você poderá encontrar bons compressores com sistema direto (não há reservatório), a partir dos R$ 60. Um preço bem em conta, considerando o potencial que o equipamento tem em realizar tarefas.

Agora, se você pretende um uso industrial, ou quer um compressor de ar com reservatório (aumentando a vida útil dele, de maneira significativa), precisará investir uma centena de reais ou mais.

E, por fim, se pretende adquirir um equipamento para uso na empresa, você gastará milhares de reais. Por isso é importante conhecer muito bem a sua demanda.

Onde comprar?

Um compressor de ar não é exatamente um acessório doméstico essencial. Então procure lojas de material de construção ou então de departamento. Praticamente todo local que venda ferramentas elétricas terá uma ou outra opção para você analisar.

A internet é recheada de opções e diversidades deste equipamento. Websites como a Amazon e Americanas possuem uma enorme variedade de compressores de ar. É bastante provável que você encontre aquilo que precisa lá.

Critérios de compra: Fatores para comparar os modelos de compressor de ar

Apesar de você já estar bem alinhado com o tema, reservamos algumas dicas importantes para o final. Um compressor de ar possui algumas características que precisam ser observadas antes da compra.

E estas características estão relacionadas diretamente ao que você procura quando decide pela aquisição de um. Nós separamos as principais que você precisa ter em mente:

  • Uso
  • Movimentação e espaço
  • Pressão necessária
  • Tempo de funcionamento

Agora confira cada um desses fatores em detalhes e saiba escolher o melhor modelo para suas necessidades.

Uso

Saber o objetivo de estar comprando um compressor de ar é extremamente importante. Isso vai ajudar pensar sobre questões como: Onde vou usar, existe energia elétrica? Precisarei de um reservatório para facilitar minha vida? Essas são apenas algumas das questões.

Vou usar uma pistola de pintura? Pretendo usar ferramentas pneumáticas? Outras questões, como essas, vão exigir que você procure o acessório que pretende conectar e leia em seu manual a pressão que ele precisa para funcionar.

Com criatividade e um objetivo em mente, os compressores de ar podem ser úteis em situações que poucos imaginam. A partir daí você já terá algumas definições, e fará os primeiros filtros nos equipamentos que esteja procurando.

Movimentação e espaço

Será um compressor de ar que terá um lugar específico ou ele precisará ser movimentado para o uso doméstico ou nas atividades de hobby?

Compressor de ar preto móvel com fundo branco.

Seu compressor de ar pode ser móvel ou fixo. (Fonte: visionsi / 123RF)

Existem compressores maiores com rodas, e outros menores com peso até mesmo inferior a 10 kg. Opções capazes de fornecer certa mobilidade, incluindo o transporte para qualquer lugar.

Defina que tarefas pretende realizar, e se necessitará de um equipamento móvel, ou poderá ser fixo.

Se for fixo, lembre-se que um lugar sem poeira vai aumentar a vida útil do filtro de ar, e que ele precisa ser distante pelo menos 30 cm de extremidades fechadas. Não o fazer vai afetar o suprimento de ar e a vida útil do motor.

Pressão necessária

Alguns compressores de ar vêm com a facilidade dos próprios acessórios. Pistolas de ar e pintura, pinos e válvulas. Isso permite que você não precise calcular a pressão do equipamento para usá-los.

Porém, você pode querer algo mais potente do que aquilo enviado, ou mesmo precisar adquirir peças extras porque alguns compressores não vêm com acessórios. Considerar a função que pretende dar ao compressor e ver qual a pressão necessária é essencial para uma boa escolha.

View this post on Instagram

O Manômetro é um dispositivo mecânico responsável por medir e exibir a partir de um ponteiro a exata pressão no interior de um sistema fechado. O manômetro é amplamente utilizado em sistemas em que a pressão precisa ser constantemente monitorada como bombas e compressores, gases de solda, sistemas hidráulicos e pneumáticos etc. Manômetros podem ser encontrados no Dino e na Bancada de Refrigeração da Intechno, dois sistemas totalmente distintos, o que comprova a grande usabilidade deste importante sensor. No Dino o manômetro é responsável por informar a pressão na linha de combustível, enquanto na Bancada de Refrigeração o manômetro informa as pressões nas linhas de alta e baixa do sistema. Quer aprender como realizar a leitura do manômetro, como ele é empregado, suas unidades de medida, calibração, modelos etc. Os produtos da Intechno podem te ajudar a entender tudo isso! #intechno #dino #dinamometrodidatico #kitderefrigeracao #aprenderfazendo #tecnologianaeducacao #dinamometro #manometro #bancadaderefrigeracao #kitsdidaticos

A post shared by Intechno Equip. Didáticos (@intechnobr) on

Procure no acessório que já possui (no manual), ou que deseja adquirir, qual a pressão recomendada de uso. Considere também se for utilizar mais de um acessório ao mesmo tempo no mesmo compressor.

A soma da pressão necessária vai te ajudar a descobrir qual compressor de ar é adequado. Sempre considere 10% a mais como margem de segurança.

Tempo de funcionamento

Das necessidades mais importantes em se ter considerada, saber o quanto você precisa de ar é importantíssimo. Isso vai auxiliar a lhe indicar se você precisa ou não de um compressor com reservatório próprio.

Motores de compressor costumam aquecer com o funcionamento prolongado, podendo atingir temperaturas perigosas. O ideal é que você faça a verificação da temperatura periodicamente enquanto o usa.

Não há um padrão para o tempo de funcionamento (que é definido no manual de cada modelo), pois depende da tecnologia existente e da própria temperatura ambiente no local de operação.

Contudo, a opção com reservatório sempre vai lhe ajudar com este problema. Afinal, o motor irá trabalhar apenas quando necessário, e seu trabalho ocorrerá de modo contínuo, com o ar comprimido armazenado.

(Fonte da imagem destacada: kropekk_pl / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

César Ferreira Formado em Engenharia Industrial
César é apaixonado por carros. Talvez tenha sido essa paixão que o levou a, desde pequeno, querer entender como as coisas funcionam. Essa curiosidade, por sua vez, lhe fez cursar Engenharia Industrial. Hoje, ele presta consultoria para pequenas e médias empresas e, nas horas vagas, deixa seu carro - e o de seus amigos - cada vez mais tecnológicos e especiais.