Pote de vidro com moedas.
Ultima atualização: 17 de janeiro de 2020

Como escolhemos

10Produtos analisados

17Horas investidas

4Estudos avaliados

75Comentários coletados

Se você quer juntar e guardar dinheiro, a conta poupança pode ser uma das melhores alternativas. Ainda que essa modalidade não seja a ideal para quem está de olho em rentabilidade, ela é de fato uma das mais seguras.

Mas como funciona a conta poupança e como escolher o melhor banco para guardar o seu dinheiro? Seja bem-vindo ao Reviewbox Brasil, no artigo de hoje, vamos explicar tudo sobre a conta poupança e mostrar como escolher a melhor para você.




Primeiro, o mais importante

  • A conta poupança é ideal para quem deseja guardar dinheiro de forma segura.
  • Como não cobra taxas para operações básicas, a conta poupança tem inúmeras vantagens.
  • Mas, antes de abrir uma conta poupança, é importante analisar alguns fatores.

Você também pode gostar:

Melhores contas poupança: Nossas recomendações

A ideal para contas vinculadas

No Bradesco, você conta com a facilidade de ter uma conta-poupança vinculada à sua conta-corrente ou pode abrir uma conta poupança independente. A conta poupança do Bradesco é isenta de imposto de renda, não tem tarifa de manutenção e conta com proteção do Fundo Garantidor de Crédito.

A melhor opção para abrir pelo app

Se você é correntista do banco Itaú, sua conta poupança Itaú é vinculada à sua conta corrente e não há necessidade de abrir uma poupança separada para fazer as aplicações. Caso contrário, você pode abrir uma conta diretamente pelo aplicativo do Itaú. o prazo para a poupança estar aberta é de aproximadamente 10 dias úteis.

A que oferece mais opções

O Banco do Brasil oferece, além da poupança tradicional, a opção de investir na Poupex. Para correntistas BB, basta fazer o primeiro depósito ou transferência. Para quem ainda não é cliente, é só comparecer a uma agência; e para pessoas que não exerçam atividade remunerada, como menores e estudantes, não é necessário apresentar comprovante de renda.

Guia de Contratação: O que você precisa saber sobre a conta poupança

Juntar dinheiro pode não ser um processo simples para todos, mas é de fato a melhor maneira de você realizar alguns objetivos. Seja para comprar um bem, como um carro ou mesmo a casa própria, seja para realizar a viagem dos sonhos, o pagamento à vista é sempre mais vantajoso.

Sem contar que ter uma quantia extra disponível pode ser a salvação em momento de emergência. Daí a importância da conta poupança que, como veremos logo mais nesse Guia, é uma das modalidades mais seguras e práticas para poupar e guardar o seu dinheiro.

Mão colocando moeda em um cofre azul em forma de porquinho.

Juntar e guardar dinheiro é um hábito que ajuda a realizar objetivos. (Fonte: maitree rimthong/ Pexels.com)

O que é e como funciona a conta poupança?

A conta poupança, também chamada de caderneta de poupança, é um tipo de conta bancária que serve para que você aplique o seu dinheiro com o objetivo de economizar seja para comprar algum bem ou serviço, seja para sempre ter um extra em caso de imprevistos.

Dessa forma, além de ajudar a poupar dinheiro, a conta poupança conta com algumas vantagens, entre elas o rendimento anual e o fato de que você pode retirar o dinheiro a qualquer momento.

E o fato é que isso não ocorre em outros tipos de aplicações nas quais é preciso seguir algumas regras e prazos para utilizar o dinheiro aplicado.

Além disso, a conta poupança é um tipo de conta oferecida por todos os bancos e tem outras características básicas. São elas:

  • Tem um rendimento baixo.
  • É de baixo risco.
  • Não tem taxa de abertura, nem de manutenção.
  • É isenta de imposto de renda e de imposto sobre operações financeiras.
  • Tem cartão para fazer as movimentações autorizadas.

Com o cartão da conta poupança é possível fazer pagamentos, saques e transferências sem a cobrança de taxas.

No entanto, como esse tipo de conta bancária não é voltada para a movimentação financeira constante, essas operações costumam ser bem limitadas.

Caso você exceda o limite de operações financeiras permitidas aí,sim, você terá que arcar com a cobrança de taxas extras.

Sendo assim, você só poderá realizar as seguintes operações sem pagar nenhum taxa:

  • Fazer dois saques por mês;
  • Realizar duas transferências mensais para contas com o mesmo CPF;
  • Imprimir dois extratos com as movimentações referentes aos últimos 30 dias.

Qual a diferença entre conta poupança e conta corrente?

Existem muitas diferenças entre a conta poupança e a conta corrente. A principal é que, enquanto a conta poupança serve, prioritariamente, para deixar o seu dinheiro parado, a conta corrente é voltada para uma intensa movimentação financeira.

Por isso, a conta poupança conta com rendimento e a gratuidade para poucas operações. Sem contar que, diferentemente da conta corrente, com a poupança  não é possível pegar empréstimos nem ter um talão de cheque.

Consequentemente, também não existe o limite do cheque especial na conta poupança como ocorre na corrente.

Isso porque a conta corrente é utilizada para receber salário, realizar pagamentos em débito automático, além de emitir folhas de cheques.

Pessoa entregando cartão para um vendedor utilizar na maquinha de pagamento.

As contas corrente e poupança tem muitas diferenças.. (Fonte: energepic.com/ Pexels.com)

Assim como na conta poupança, também existem serviços que o Banco Central considera como essenciais e devem ser disponibilizados de forma gratuita na conta corrente.

É o caso do fornecimento do cartão, além de quatro saques e o fornecimentos de 10 folhas de cheque por mês, entre outros.

Mas como ponto negativo da conta corrente está o fato de que esse tipo de conta possui crédito que pode gerar dívidas, já que você acaba gastando mais do que tem.

Ainda assim, a conta corrente e a poupança se complementam e, por isso, costumam ser vinculadas uma a outra. E existem algumas vantagens nisso como veremos logo mais em Critérios de Aquisição.

Mas, a seguir, você confere de forma resumida as principais diferenças entre esses dois tipos de contas:

Conta poupança Conta corrente
Função Guardar dinheiro Movimentar dinheiro
Vantagens Não tem taxas para serviços essenciais e tem rendimento Não tem taxa para serviços essenciais, é habilitada para empréstimo e cheque especial
Desvantagens Rendimento é baixo, não permite pegar empréstimo Pode gerar dívidas altas

Dá para fazer compras com o cartão de débito da poupança?

Como vimos, é sim possível realizar transações financeiras com a conta poupança, inclusive compras, desde que o cartão tenha as bandeiras como Visa Electron, MasterCard, Elo etc.

Alguns bancos autorizam o uso do cartão da conta poupança apenas para saques.

Porém, essa não é uma regra. Em alguns casos, não é possível fazer compras com o cartão da conta poupança. Isso ocorre porque alguns bancos autorizam o uso do cartão da conta poupança apenas para saques, por exemplo.

Isso vai depender da instituição financeira na qual você tenha a conta poupança, já que alguns bancos permitem apenas que você use o cartão para movimentar o dinheiro na conta poupança.

Posso receber pagamentos na poupança?

Isso vai depender de quem realiza o depósito na sua conta poupança. Por exemplo, você pode  sim receber depósitos na sua conta desde que sejam feitos por você ou por outra pessoa.

Mas se você pretende receber o seu salário na sua conta poupança é preciso primeiro verificar essa possibilidade com o seu empregador. Isso porque, de modo geral, o salário é depositado em uma conta corrente.

Quanto rende a conta poupança?

Como vimos, uma das características da conta poupança é que ela gera um rendimento. Funciona assim: Os saldos da sua conta poupança que permanecerem parados por mais de 30 dias receberão o acréscimo de um rendimento.

Esse rendimento da conta poupança é definido pelo Banco Central do Brasil. Por isso, todos os bancos são obrigados a praticar a mesma correção que ocorre de duas formas:

  • Quando a taxa básica de juros (Selic) atingir até 8,5%, a poupança renderá 70% da Selic + a variação da Taxa Referencial (TR).
  • Quando a Selic estiver acima de 8,5%, o rendimento será de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) + variação da TR.

Vale frisar que o rendimento da conta poupança é mensal e a atualização acontece sempre no aniversário de abertura da conta.

foco

Você sabia que a Taxa Referencial (TR) é uma taxa de juros básica divulgada mensalmente pelo Banco Central do Brasil e calculada a partir do rendimento mensal médio do Certificado de Depósito Bancário (CDB) e do Recibo de Depósito Bancário (RDB)?

A TR é usada para a correção das aplicações da caderneta de poupança e das prestações dos empréstimos.

Como aumentar o rendimento da sua conta poupança?

Ainda que dependa de uma correção que é definida pelo Banco Central, o rendimento da conta poupança pode ser otimizado dependendo da forma como você poupa o seu dinheiro.

Para você saber como tirar o máximo da sua caderneta de poupança confira a seguintes algumas dicas de especialistas:

  • Data de aniversário: É o dia que você fez o depósito na conta poupança. Por exemplo, se você fez o deposito no dia 5 de janeiro, esse valor sempre terá o rendimento no dia 5 de cada mês.
  • Dia do saque: Como o rendimento do que você depositou só será acrescido no mês seguinte, toda a quantia que você resgatar antes desta data fará o rendimento total cair. Então, sempre que possível, saque o dinheiro somente depois do aniversário da conta poupança.
  • Poupança programada: Caso você tenha uma conta corrente no mesmo banco da conta poupança, você pode utilizar o serviço de Poupança Programada, por meio do qual você pode programar os depósitos da corrente para a conta poupança.

Qual a diferença entre conta poupança e conta digital?

A conta digital é, em geral, uma conta corrente oferecida pelos bancos digitais, na qual não existem cobrança de taxas para serviços realizados digitalmente. Mas o fato é que algumas contas digitais também fazem com que o dinheiro renda, assim como a conta poupança.

No entanto, os rendimentos da conta poupança são sempre os mesmos, independentemente do banco escolhido. Já as contas de bancos digitais podem oferecer rendimentos maiores e mais variados dependendo do banco escolhido.

Como abrir uma conta poupança?

Para abrir uma conta poupança ainda é preciso que você compareça a uma agência bancária de sua escolha.

No entanto, se você já tiver uma conta corrente, entre em contato com o seu banco pois o mais provável é que já exista uma conta poupança vinculada à sua conta corrente.

Outra opção é abrir uma conta corrente online, por meio do site ou app do banco e, depois, utilizar a conta poupança vinculada.

Cofrinho de vidro com moedas.

O processo para abrir uma conta poupança é bem simples. (Fonte: stevepb/ Pixabay.com )

Para abrir a conta poupança, basta que você apresente os seguintes documentos: Documento de identidade, CPF e comprovante de residência.

Vale lembrar que não é cobrada nenhuma taxa de abertura de conta poupança e também não é necessário apresentar nenhum comprovante de renda.

Além disso, qualquer pessoa acima de 18 anos pode abrir uma conta poupança. Para menores, na maioria dos casos, basta a presença e autorização de um responsável.

Quais as vantagens e desvantagens da conta poupança?

Existem pontos positivos e negativos quando tratamos da conta poupança, ainda que, de maneira geral, as vantagens seja maiores.

Um dos pontos positivos da conta poupança é a sua liquidez, ou seja, você pode sacar os seus rendimentos na hora que quiser.

Além disso, como vimos, os rendimentos da conta poupança são os mesmos em todos os bancos e estão isentos de cobrança de imposto de renda.

Outra vantagem é que a conta poupança não possui cobrança de taxas, caso você se limite às operações autorizadas, e ainda permite realizar compras, saques e pagamentos.

Mão segurando lápis, com notas, papéis e calculadora.

Na hora de pesar os prós e contras, a conta poupança ainda é mais vantajosa para quem quer economizar. (Fonte: jarmoluk/ Pixabay.com)

Por outro lado, uma das desvantagens em se manter recursos na conta poupança é que, caso o saldo não tenha completado seu próximo aniversário, você não receberá o rendimento previsto.

Além disso, se considerarmos outros tipos de investimento, a conta poupança tem um rendimento baixo e cobra taxas se voc~e exceder o limite de transações permitidas.

Confira a seguir, as principais vantagens e desvantagens da conta poupança:

Vantagens
  • Motiva a poupar dinheiro
  • Permite comprar, pagar e sacar
  • Dinheiro pode ser retirado a qualquer momento
  • Não tem taxas administrativas
  • Tem rendimento mensal fixo para todos os bancos
Desvantagens
  • Rendimento é baixo
  • Rendimento só ocorre após 30 dias do depósito

Qual o risco da conta poupança?

Ainda que seja uma modalidade de baixo risco, a conta poupança não está livre de problemas. O principal é que pode ocorrer a falência do banco onde está aplicado o dinheiro.

No entanto, em casos como esses, o Fundo Garantidor de Créditos (FGC) garante ao investidor o valor de até R$ 250 mil.

Ou seja, se você tem R$ 40 mil em uma conta poupança e, porventura, o banco entrar em falência, o FGC ajuda você a recuperar todo o seu dinheiro investido.

Mas se você tiver guardado R$ 300 mil na conta poupança, por exemplo, você perderia R$ 50 mil em uma situação de falência do banco.

Critérios de Contratação: Como comparar as contas poupança

Como vimos, todos os bancos praticam a mesma taxa de rendimento. Ou seja, esse é um ponto a menos com o qual você deve se preocupar na hora de escolher a melhor conta poupança.

Mas existem critérios que diferenciam uma conta de outra e é importante considerá-los se você quiser aplicar bem o seu dinheiro. São eles:

A seguir vamos explicar como você deve analisar cada um desses tópicos.

Melhor banco

O primeiro fator que você deve considerar antes de abrir uma conta poupança é o banco que irá ser o responsável por guardar o seu dinheiro.

De certa forma, todos os bancos poderiam ser considerados iguais, já que são obrigados a conceder a mesma taxa de rendimento.

Pessoa segurando celular e notebook à frente com imagens de números e gráficos.

Na hora de escolher o melhor banco, é preciso analisar outros fatores além dos ganhos financeiros. (Fonte: Austin Distel/ Unsplash.com)

No entanto, vale lembrar que cada banco tem procedimentos de atuação diferentes, principalmente no que se refere ao atendimento ao cliente. E isso pode tanto facilitar como dificultar a sua rotina.

Por isso, recomendamos que antes de escolher um banco para abrir a sua caderneta de poupança, não deixe de levar em consideração a proximidade da agência com a sua casa ou trabalho, a qualidade do atendimento e, principalmente, a abrangência de atuação nacional.

Correntista ou não

Além disso, vale considerar que, na maioria das vezes, é mais vantajoso abrir a sua conta poupança no mesmo banco no qual você tem uma conta corrente. Como vimos, a conta poupança muitas vezes já está vinculada à existência da corrente.

A vantagem de ter uma conta poupança vinculada à conta corrente é que, dessa forma, é possível dobrar os limites das transações como, por exemplo, o limite de saque diário. E ainda facilitar a transferência e depósitos.

Lembrando que, para ativar a sua conta poupança vinculada à corrente, basta realizar um depósito na mesma.

Tipos

Apesar de as regras e taxas serem as mesmas, cada banco conta com alguns tipos de conta poupança. Em geral, elas se diferenciam entre as contas disponibilizadas para correntistas e não correntistas.

Mas enquanto alguns bancos trabalham com apenas um tipo de conta poupança, em outros existem modalidades diversas, veja um exemplo:

  • Poupança comum: Aberta automaticamente com o primeiro depósito.
  • Poupança Salário: Basta autorizar que os seus créditos sejam efetuados diretamente em sua conta poupança. Porém, você só poderá fazer o resgate por meio de uma conta corrente.
  • Poupança Poupex: Nesta modalidade você ainda pode pleitear o sonho da casa própria, pois os recursos captados são aplicados em financiamentos imobiliários e administrados pela Associação de Poupança e Empréstimo (Poupex).

Taxas

Não deixe de analisar também quanto custam as taxas extras cobradas pelo banco. De acordo com a Resolução CMN 3.919 (1), os bancos não podem cobrar taxas sobre serviços considerados essenciais da conta poupança.

No entanto, nas transações que excedem os limites gratuitos previstos os bancos pode sim cobrar taxas adicionais. Por isso, confira quais são as taxas mais baixas.

Resumo

A conta poupança tem prós e contras. Ela ainda é uma das formas de guardar dinheiro mais seguras, ainda que tenha rendimento baixo.

Mas como, em geral, está vinculada à conta corrente e não cobra taxas para serviços básicos, a conta poupança é muito popular entre os brasileiros.

Para escolher a melhor conta poupança, vale considerar a qualidade de atendimento dos bancos e o tipo de conta que é oferecida.

(Fonte da imagem destacada: Michael Longmire/ Unsplash.com)

Referências (1)

1. Banco Central do Brasil - Resolução n° 3.919 de 25/11/2010
Fonte

Por que você pode confiar em nós?

Victor Oliveira Consultor em Investimentos
A graduação em economia foi um caminho natural para Victor, que desde pequeno era apaixonado por números e cálculos. A explosão das corretoras de investimentos no Brasil é recente, mas para ele, o assunto é muito antigo - e importante. Trader profissional, Victor auxiliar amigos, parentes e clientes a investir o dinheiro nas melhores oportunidades, economizando sempre que possível.
Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.
Resolução
Banco Central do Brasil - Resolução n° 3.919 de 25/11/2010
Ir para a fonte