Imagem mostra um carro com um complexo sistema de áudio.
Ultima atualização: 6 de junho de 2020

Como escolhemos

13Produtos analisados

16Horas investidas

4Estudos avaliados

59Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! O artigo de hoje fala sobre um importante acessório para quem deseja elevar a um novo nível o som de seu automóvel: A corneta. Com ela, a qualidade sonora será muito superior, com limpeza, nitidez e eficiência. Preparado para um novo patamar em seus anúncios ou eventos?

A corneta não é um acessório responsável pela reprodução ou emissão de som, mas sim pela sua adequação e distribuição. No decorrer do artigo, explicaremos a você perfeitamente como ela funciona e te ensinaremos a escolher os modelos mais adequados para as suas necessidades.




Primeiro, o mais importante

  • Cornetas fazem com que sistemas de som automotivo sejam muito melhores. Elas têm a função de conduzir e distribuir as ondas sonoras.
  • É possível escolher entre cornetas curtas ou longas. As primeiras servem para áreas pequenas, que precisam de som espalhado, e as segundas para grandes espaços nos quais as ondas devem ser direcionadas.
  • Outras características como o material da corneta, o formato do bocal e as frequências alcançadas também influenciam na qualidade do som automotivo.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de corneta: Nossa opinião

Cornetas podem ser muito diferentes entre si. São vários os modelos de qualidade disponíveis no mercado e, para começar o artigo, fizemos uma seleção de alguns dos melhores para te apresentar. E sem esquecer da diversidade!

Uma ótima corneta longa

Para quem deseja uma corneta longa, capaz de espalhar som com qualidade por ambientes de variados tamanhos, a HL14/50 da JBL é uma ótima opção. Ela tem frequência mínima de 600 Hz, garganta de duas polegadas e é feita em alumínio na cor preta. Tem perfeito acoplamento com os drivers da Selenium.

Uma corneta de alta compatibilidade

Os drivers de uma polegada são os mais populares do mercado. Se você procura por uma corneta compatível com eles, tem como excelente opção a HL11/25 da JBL. Ela é toda branca, feita em alumínio e tem fixação em rosca. Apresenta excelente dispersão e qualidade de som de primeira linha.

O melhor custo-benefício

A corneta CHC 14-50 da Hinor apresenta um dos melhores custo-benefícios do mercado: Com um design inovador, capaz de proporcionar ótimas respostas à alta frequência, ela tem um valor incrivelmente competitivo. A garganta é de duas polegadas e o corpo é feito em alumínio com lindo acabamento dourado.

Guia de compra

Chegou a hora de entendermos detalhes importantes sobre as cornetas automotivas. Estamos no principal setor do artigo, o guia de compra!

Leia atentamente as próximas linhas para conhecer várias informações valiosas que te levarão a comprar a melhor corneta possível para o sistema de som de seu automóvel.

Imagem mostra várias pessoas ao redor de um carro com grande aparato sonoro.

É preciso escolher as cornetas corretas para sonorizar áreas grandes. (Fonte: aleks49/ 123rf.com)

O que é uma corneta automotiva e para que ela serve?

Existem alguns componentes bastante importantes para um som automotivo de alto nível. Os drivers são os principais, já que reproduzem sons com grandes intervalos de frequência. Porém, a qualidade não costuma ser exemplar, nem o alcance e a distribuição.

É aí que entram as cornetas. Rosqueadas aos drivers, elas não têm função de reprodução de som, mas sim de ampliação e de distribuição. Quando colocadas no sistema de áudio automotivo, geram uma melhora automática na qualidade, principalmente quando a compatibilidade é respeitada.

Com formato cônico e medidas que podem variar, as cornetas têm distribuições de som diferentes. Você pode instalá-las não apenas em carros, mas também em outros veículos. São bastante utilizadas até mesmo em trios elétricos, importantes durante o carnaval e outros eventos.

foco

Você sabia que não pode utilizar o som automotivo da forma que quiser? É preciso seguir a legislação brasileira para fazê-lo. E ela diz que é uma infração circular com equipamento que produza som audível em uma frequência que perturbe o sossego público.

O critério é bastante subjetivo e, por isso, você precisa tomar cuidado. Som automotivo realmente alto, só em locais privados, isolados ou em eventos com autorização para acontecer!

Quais as vantagens de uma corneta automotiva?

A vantagem mais clara de uma corneta é a capacidade de expandir e distribuir o som gerado pelos drivers. Com ela, a distribuição se torna muito mais fácil e o ambiente é preenchido pelas ondas sonoras com qualidade superior.

Ela tem diversas aplicações em situações que necessitam de ampliação do som. É indispensável em carros que fazem propaganda na rua, em eventos, em trios elétricos e em outras situações nas quais veículos precisam ter um grande alcance em suas ondas sonoras.

Com preços acessíveis, permitem uma melhoria do sistema sonoro sem muito peso no bolso. Também são de instalação bastante fácil, muitas vezes a partir apenas de uma rosca simples, e possuem uma resistência acima da média. É fácil encontrar modelos de qualidade.

Ao instalar uma corneta, apenas preste atenção se não vai infringir a legislação de trânsito e haverá compatibilidade com seus drivers.

Veja na tabela a seguir as principais vantagens e desvantagens de uma corneta:

Vantagens
  • Melhora muito a qualidade do som automotivo
  • É versátil e pode ser usada em muitos veículos
  • Tem preços acessíveis
  • É fácil de instalar
Desvantagens
  • O uso indiscriminado pode levar a problemas com a lei

Como a corneta consegue melhorar o som automotivo?

Sem nenhuma ferramenta de ampliação, quando as ondas sonoras reproduzidas por um driver saem, elas se chocam com o ar. Assim, não só têm grandes dificuldades de viajar por um caminho longo e ter um alcance considerável, como também sofrem com consideráveis distorções.

A corneta, a partir de sua estrutura cônica, tem a função de guiar as ondas sonoras. Passa a existir um formato e um direcionamento que evita as distorções e permite que ou o alcance seja muito maior, ou a amplificação local.

Por isso, ao escolher uma corneta você precisa escolher o tipo que é mais adequado às suas necessidades. Como ela conduz as ondas sonoras pelo ar, é responsável também por como o som se distribuirá ao redor do driver. A opção pelo modelo ideal fará com que a reprodução seja perfeita para o que você precisa.

Corneta automotiva curta ou longa?

Cornetas são divididas entre curta e longa. Como os nomes já dizem, isso diz respeito ao comprimento do corpo do acessório, mais precisamente, à distância entre o bocal e a garganta.

A diferença entre cornetas curtas e longas está justamente na forma de condução das ondas sonoras. Enquanto as primeiras têm a função de espalhar mais o som, as segundas servem mais como um organizador direcional, levando-o a um lugar específico.

Portanto, cornetas curtas espalham as ondas sonoras por perto do driver, gerando uma ótima qualidade local, próxima à emissão. Cornetas longas as direcionam para um ponto específico, sendo indicadas para distâncias longas e para lugares de grande porte.

Quanto menor a área que o som precisa atingir, mais recomendado é o uso de uma corneta curta. E quanto maior ela é, melhor a corneta longa.

Preparamos uma tabela que compara os dois tipos:

Corneta curta Corneta longa
Formato Bocal próximo à garganta Bocal longe da garganta
Distribuição do som Som é espalhado, não expandido ou direcionado Som é direcionado a pontos específicos
Indicação Áreas pequenas, sonorização próxima ao veículo Áreas grandes, sonorização mais distante do veículo

Como a corneta se relaciona com o tipo de som desejado?

Como acabamos de dizer, há uma grande influência no formato da corneta e o tipo de som produzido. Além do alcance, o comprimento do acessório também se relaciona a notas mais graves (lançadas pelas longas) e agudas (distribuídas pelas curtas).

O material da corneta automotiva também influencia na distribuição do som.

O material também tem uma certa influência aqui. Metais, como o alumínio, produzem um som mais limpo. Os modelos de plástico, que são mais baratos, fazem com que hajam algumas distorções. Isso pode ser interesse em alguns momentos, dependendo das intenções.

Dentre cornetas especificamente curtas ou longas, você pode observar alguns dados como frequência e alcance. Assim, descobrirá também qual modelo é o mais adequado para o tipo de som que você deseja. Mais tarde, falaremos com mais detalhes sobre essas características.

Em quais situações é usada uma corneta automotiva?

Som automotivo é um mercado de nicho. Não são muitas as pessoas que montam sistemas sonoros potentes em veículos. Então, afinal, quem precisa de uma corneta automotiva? Em que situações você deveria ir atrás de uma?

  • Competições de som automotivo: É comum pelo Brasil a realização de competições de som automotivo. Participantes se reúnem para mostrar qual conseguiu fazer o melhor “tuning” em seu carro. Cornetas são importantes para alcançar um nível de pressão sonora vencedor.
  • Carros de anúncios: Você com certeza já viu muitas vezes carros que passam anunciando produtos nas ruas. Para alcançar o maior número de pessoas possível com o anúncio, é fundamental uma boa corneta!
  • Eventos especiais: Em alguns eventos, como festivais, festas, feiras e parques, carros servem para tocar músicas ou para fazer anúncios. Mais uma vez, a corneta é uma ótima ideia para alcançar o maior número de pessoas.
  • Trios elétricos: Comuns no carnaval, mas também em outras situações, os trios elétricos precisam de um enorme alcance para suas ondas sonoras. Na maior parte das vezes, contam com vários sistemas e cornetas de muita qualidade para isso.

Se você pretende usar um veículo com qualquer uma dessas utilidades, sem dúvidas deve adquirir uma corneta automotiva!

Quanto custa e onde comprar uma corneta?

As variações de preço de cornetas automotivas acontecem devido ao material, às dimensões e às marcas. Os modelos mais baratos custam por volta de R$ 10, mas não são muito confiáveis. Os melhores podem chegar perto de R$ 200.

Lojas especializadas em som automotivo são excelentes para a compra de uma corneta. Outra opção é a aquisição pela internet. A Amazon brasileira oferece diversos modelos da mais alta qualidade. Também é uma boa ideia observar Amazon internacional e Mercado Livre.

Critérios de compra: Fatores para a escolha de uma corneta automotiva

Chegou a hora de entrarmos em alguns critérios mais técnicos. Selecionamos quatro quesitos que podem te ajudar muito a optar pelo modelo ideal:

Abaixo, entramos em mais detalhes sobre cada um deles!

Formato

Além de serem curtas ou longas, as cornetas também podem apresentar formatos diferentes. Como explicamos, o corpo desse acessório serve para conduzir as ondas sonoras e diminuir a resistência encontrada pelo caminho. Podemos concluir, então, que esse quesito influencia na condução do som.

Quanto mais reta é uma corneta, ou seja, tem uma linha direta entre a garganta e o bocal, mais ela é ideal para sons agudos. Quanto mais curva, com formatos exponenciais ou hiperbólicos, mais se torna apropriada para o grave.

Essas características podem ser aliadas ao comprimento para produzirem resultados ainda melhores do que com apenas uma das categorias.

Imagem mostra alguns componentes de sistemas de áudio de carros.

Ótimos sistemas de áudio servem até para competições. (Fonte: belchonock/ 123rf.com)

Comprimento e formato do bocal

Além do comprimento e do formato da corneta como o todo, também é importante prestar atenção no bocal. É ali que o acessório termina e, portanto, não há parte mais fundamental para indicar como será a condução do som.

Quanto mais reto o bocal da corneta, maiores as chances de distorções sonoras.

Quando a borda é mais elevada, com pequenas curvas, ela distribui o som com menos distorções. Por outro lado, quanto mais abrupto for esse final, como acontece nos modelos totalmente retos, maiores serão as possibilidades de distorções sonoras.

O tamanho do bocal também influencia: Quanto maior ele for em relação ao corpo, maior a capacidade de reprodução de sons graves. O agudo funciona mais com bocais menores e mais compactos.

Material

Nós já falamos que o plástico causa grandes distorções no som, enquanto metais como o alumínio fazem com que ele seja mais limpo. Essa é uma das diferenças entre os materiais de cornetas. Porém, existem mais algumas coisas que precisam ser ditas.

Primeiro, é necessário comentar que modelos de plástico são muito mais baratos. A diferença é absolutamente enorme. Porém, não fica por aí: Isso se reflete totalmente na durabilidade.

Portanto, apesar de mais caras, as cornetas de metal tem uma durabilidade incrivelmente maior e não distorcem o som. Dependendo do que você deseja para o seu sistema, pode escolher o que mais faz sentido!

Compatibilidade

A compatibilidade entre corneta e driver precisa ser levada em consideração. Primeiro, no encaixe: Os mais comuns são os de uma polegada, mas eles não são tão eficientes como os de duas polegadas. Quando mais necessidade de um ótimo som, mais se deve escolher a segunda opção.

Também não há sentido em escolher uma corneta para sons mais agudos sendo que a capacidade de reprodução do driver é mais para sons graves. Observe com cuidado as frequências e características das duas peças para ter a certeza de que elas formam juntas um sistema compatível.

(Fonte da imagem destacada: eugeneput/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

César Ferreira Formado em Engenharia Industrial
César é apaixonado por carros. Talvez tenha sido essa paixão que o levou a, desde pequeno, querer entender como as coisas funcionam. Essa curiosidade, por sua vez, lhe fez cursar Engenharia Industrial. Hoje, ele presta consultoria para pequenas e médias empresas e, nas horas vagas, deixa seu carro - e o de seus amigos - cada vez mais tecnológicos e especiais.
Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.