Skatista pratica manobra aérea usando kit de segurança com capacete, cotoveleiras e joelheiras
Ultima atualização: 15 de abril de 2020

Como escolhemos

16Produtos analisados

17Horas investidas

3Estudos avaliados

68Comentários coletados

Olá! Seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. No artigo de hoje vamos te ajudar a escolher um item de proteção que é indispensável na prática de diversos esportes: a cotoveleira.

Resistente e durável, a cotoveleira protege e dá suporte às articulações e à região dos cotovelos como um todo durante a prática de esportes e atividades físicas. Disponível em modelos adultos e infantis, versáteis ou adaptadas para esportes específicos, as cotoveleiras absorvem os impactos e evitam os temidos machucados e ralados em caso de queda.

Siga conosco nessa leitura e confira as melhores opções do produto, além das características para as quais você deve atentar para fazer a melhor escolha de cotoveleiras esportivas.




Primeiro, o mais importante

  • Cotoveleiras podem ser versáteis e atender a diversas práticas esportivas diferentes. No entanto, cada modelo oferecerá um tipo e nível de proteção, que poderá ser mais ou menos adequado a seus propósitos.
  • Características como tipo, material, resistência, qualidade, tamanho, ajuste e formas de limpeza deverão ser analisadas para a definição da cotoveleira ideal.
  • Os preços das cotoveleiras variam de acordo com a marca, material e modelo. É possível adquirir versões simples a partir de R$15, sendo que as mais sofisticadas ou de marcas renomadas, podem custar mais de R$100.

Você também pode gostar:

Melhores cotoveleiras: Nossas favoritas

Uma boa cotoveleira é fundamental para a prática de qualquer atividade que envolve risco de quedas, impactos ou sobrecarga na região dos cotovelos. Seja nos modelos elásticos ou ajustáveis, as cotoveleiras são o equipamento ideal para manter os cotovelos protegidos sem limitar ou prejudicar os movimentos do atleta.

Existem versões adequadas para diversos esportes. Se você não sabe por onde começar na escolha da sua, confira nossa lista com algumas das cotoveleiras mais interessantes do mercado brasileiro:

Uma excelente cotoveleira ajustável

Desenvolvida em Neoprene, a cotoveleira ajustável da Muvin é indicada para proteger e dar sustentação e estabilidade ao cotovelo de atletas em atividades esportivas. Também pode ser utilizada em momentos de reabilitação. Proporciona boa compressão e pode ser ajustada através de velcros. Sua composição tem verso e anverso 100% poliamida e Enchimento 100% em neoprene.

Uma cotoveleira muito resistente

Desenvolvidas para absorver e resistir a fortes impactos, a tecnologia dessas cotoveleiras garante segurança e conforto ao usuário. Confeccionadas em tecido resistente na parte externa, e interior em malha respirável, a Protec possui couraça em TPU com rebites metálicos na cor do produto, ajuste maleável duplo, acolchoamento por placa de EVA e etiqueta de identificação.

A melhor cotoveleira para alto rendimento

Ideal para atletas de alto rendimento treinarem de forma segura. Confeccionada em modelo elástico e com acolchoamento extra, esta cotoveleira garante seu extremo conforto e proteção. Seu material tem 80% poliéster e 20% elastodieno. Disponível nos tamanhos P, M e G.

Guia de Compra

Se você já está convencido que cotovelo ralado e esfolado não é uma opção, vamos ao Guia de Compra de cotoveleiras. Nesta seção apresentaremos as informações mais relevantes sobre o item de proteção: modelos e indicações de uso, vantagens e desvantagens, valores, onde comprar, etc.

garoto com cotoveleira no braço direito

A cotoveleira pode te salvar de muitos arranhões e ralados. (Fuente: Nguyen: Fy7RX0gHZRM/ Unsplash.com)

O que é uma cotoveleira?

A cotoveleira é um equipamento de proteção utilizado na área dos cotovelos para prática de atividades como ciclismo, patinação, skateboarding, motociclismo, dentre outras. Também é um acessório usado por goleiros, tenistas, jogadores de hockey e futebol americano, seja para absorver impactos ou dar sustentação às articulações.

As cotoveleiras podem ser do tipo ajustáveis com proteção rígida ou acolchoada, do tipo elástica ou de compressão. O modelo de compressão retém o calor na região, melhorando a circulação sanguínea e prevenindo sobrecarga e lesões do músculo e articulações.

Já os modelos com acolchoamento focam mais em amortecer quedas e pancadas, evitando ralados e ferimentos.

Grupo de crianças se prepara para patinar colocando equipamentos de segurança

Para algumas atividades o uso de cotoveleiras deve ser acompanhado de outros equipamentos como capacetes e joelheiras. (Fuente: George: 4049981/ 123rf.com)

Cotoveleira: por que usar?

As maiores vantagens do uso das cotoveleiras são a praticidade e eficiência na prevenção de lesões e machucados. Elas protegem a região dos cotovelos, amortecendo impactos em caso de quedas ou pancadas. Os modelos elásticos ou com compressão tem ainda a vantagem de proporcionarem suporte aos músculos, prevenindo lesões e ajudando na recuperação muscular.

As cotoveleiras podem ser de diversos modelos, de forma a se adequar ao perfil do atleta, ao tipo e intensidade de atividade que ele pratica. Acessíveis, estão disponíveis em versões de todas as faixas de preço. No entanto, o modelo deve ser escolhido com cuidado de acordo com a atividade a ser desenvolvida.

Modelos com proteção rígida podem restringir movimentos e dificultar algumas atividades, por exemplo. Já modelos em materiais muito finos podem não oferecer a proteção necessária em atividades com risco de quedas ou pancadas.

Vantagens
  • Podem melhorar a performance do atleta ao deixá-lo mais seguro e sem medo de lesões e machucados
  • Modelos de compressão ajudam na recuperação muscular e previnem lesões musculares
  • Existem versões adaptadas a diversas práticas esportivas
  • Podem ser encontradas em diversas faixas de preço
Desvantagens
  • Modelos rígidos podem restringir movimentos
  • Modelos sem acolchoamento podem não absorver bem impactos

Quais os tipos mais comuns de cotoveleira?

A cotoveleira deve ser escolhida de acordo com a atividade a ser desempenhada e o nível de proteção necessária. Atente para o fato de que atividades com ricos de quedas e pancadas precisam de maior acolchoamento para absorção de impactos.

Já esportes de muita movimentação vão demandar modelos com melhor sustentação aos músculos e articulações. Na hora de escolher a sua cotoveleira atente, ainda para o tamanho, especialmente no caso de produtos infantis. O produto precisa ter as dimensões adequadas ao usuário para se encaixar bem ao braço e desempenhar a proteção esperada.

Confira o comparativo entre os dois principais tipos de cotoveleira:

Ajustável Elástica
Proteção Rígida ou acolchoada Rígida, acolchoada ou por compressão
Usos Patinação, skate, ciclismo, etc. Goleiros, futsal, tênis, vôlei
Movimentação Pode restringir movimentos Não restringe movimentos

Quanto custa uma cotoveleira?

Os valores das cotoveleiras podem variar muito de acordo com modelo, material e marca do produto. É possível encontrar versões mais simples a partir R$15. Já modelos mais sofisticados ou com assinaturas de marcas famosas podem ter preços bem mais elevados.

Se for comprar online, vale a pena atentar, ainda, para os valores de frete cobrados pelas plataformas de venda. Eles podem variar muito de acordo com a região de envio, tamanho e peso do produto.

Onde comprar uma cotoveleira?

Você pode comprar suas cotoveleiras em lojas especializadas em artigos esportivos, onde os vendedores poderão te auxiliar na escolha mais adequada a seus objetivos. Grandes redes como a Decathlon e Centauro Esportes, por exemplo, são uma boa opção, e costumam oferecer grande variedade de marcas e modelos.

Caso você prefira comprar online, sites como Amazon, Americanas e Netshoes também oferecem muitas opções de produtos, tendo ainda mais variedade que a encontrada em lojas físicas.

Grupo patina utilizando equipamentos de proteção

Tamanho adequado do equipamento deve ser observado para crianças e adultos. (Fuente: Scharnagl: 95622080/ Pixabay.com)

Critérios de compra: como comparar os modelos de cotoveleira

Para pesquisar e comparar um produto precisamos ter o mínimo de informação sobre ele. Se você acompanhou esse artigo até aqui, está no caminho certo para fazer uma compra acertada. A seguir vamos apresentar algumas características para as quais você deve estar atento na hora de comparar cotoveleiras:

A seguir detalharemos estes tópicos para que não restem duvidas no momento da escolha.

Modelo

Existem modelos de cotoveleiras específicos para algumas atividades, como por exemplo cotoveleira para futsal, para tênis, para motociclistas. Os modelos multiuso, podem ser do tipo ajustável com proteção rígida ou acolchoada, do tipo elástico - com ou sem acolchoamento, além dos modelos de compressão.

Os modelos elásticos devem ser vestidos como se fossem meias, e se ajustam naturalmente ao corpo. Já os modelos ajustáveis são fixados por meio do fecho.

Material

Os materiais mais utilizados na fabricação de cotoveleiras são tecidos reforçados e elásticos, malhas mistas, neoprene, emborrachado com reforços em plástico rígido ou material acolchoado como silicone, gel ou fibras de algodão para absorção de impactos. O tipo e a qualidade dos materiais usados na confecção da cotoveleira serão fundamentais para determinar sua qualidade, durabilidade e resistência.

Alguns materiais podem receber tratamento antibacteriano para a confecção das proteções de cotovelo, o que é uma excelente opção para evitar mau cheiro e a proliferações de microorganismos na peça.

Tamanho

Apesar da grande maioria ser ajustável, as cotoveleiras também são fabricadas com diferenciação de tamanhos entre infantil e adulto, sendo que a última opção pode ainda ser categorizada em P, M e G e GG, dependendo do modelo e fabricante.

Elas também podem ser separadas entre modelos masculinos e femininos, onde a fôrma se adapta ao gênero, mas a grande maioria é unissex. É fundamental que a cotoveleira escolhida seja adequada ao tamanho do usuário. Uma cotoveleira grande demais poderá ficar mal ajustada, comprometendo a proteção e aumentando o risco de lesões.

Uma cotoveleira pequena, por sua vez, também pode atrapalhar o desempenho, pois além de causar incômodo pode comprometer a circulação do sangue na região.

Ajuste

O ajuste das cotoveleiras não elásticas pode se dar por velcro ou cordões com fivelas. Geralmente os locais de são dois: um acima e outro abaixo do cotovelo. A forma e o local de ajuste são fundamentais para determinar o quanto a cotoveleira se moldará ao corpo e o quanto ficará firme.

Além disso, será determinante para o grau de facilidade de colocar e tirar o equipamento. Modelos com cordões e fivelas podem ser mais complicados de colocar sem ajuda de terceiros.

Higienização

Pode parecer insignificante, mas as possibilidades de lavagem e limpeza da sua cotoveleira também devem ser um dos fatores determinantes para a escolha. Isso porque, assim como luvas e meias, as cotoveleiras precisam ser higienizadas com frequência.

Afinal, elas estarão em contato diretor com o suor, se tornando o ambiente perfeito para proliferação de bactérias, micro-organismos e maus odores. Se você prima por praticidade, dê preferência a modelos 100% laváveis, que se adequem a sua rotina habitual de cuidados com acessórios esportivos.

Assim você não precisará criar uma nova rotina de cuidados para sua cotoveleira, e poderá ter um acessório sempre limpo com o mínimo de dor de cabeça.

(Fonte da imagem destacada: gfkDSGN/ Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Andressa Rodrigues Coach de Crossfit
O ciclismo reinava absoluto no coração de Andressa até que ela conheceu o Crossfit. Não, ela não largou completamente a bike por burpees e push-ups, mas agora divide a atenção entre as duas modalidades. Colecionando medalhas e troféus tanto pedalando quanto completando WODs, ela também quer compartilhar seu conhecimento nas duas atividades na internet.