Ultima atualização: 6 de julho de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

14Horas investidas

2Estudos avaliados

58Comentários coletados

Seja sempre muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. E como o tempo não para, já vamos logo tratar do nosso assunto, o cronômetro!

Quem nunca acabou marcando o tempo para realizar qualquer tarefa que fosse? Principalmente entre amigos, existe uma constante disputa por quem realiza algo mais rápido. E a contagem dos segundos costuma definir um vencedor.

Cronômetros existem há muitas décadas, com um objetivo mais pontual do que a marcação de horas. Criados para medir pequenos momentos, são essenciais em diversas atividades, principalmente esportivas. Fique atento para saber tudo sobre eles.




Primeiro, o mais importante

  • Um cronômetro é um tipo específico de relógio, que tem como objetivo medir pequenos intervalos de tempo.
  • Sua precisão é bastante diversificada, existindo modelos capazes de medir até mesmo milésimos de segundo (1/1000 segundos). O que é muito útil em atividades com disputa acirrada.
  • Um cronômetro pode ser vendido tanto individualmente, como fazer parte do conjunto de um relógio (de pulso ou bolso).

Melhores cronômetros: Nossas recomendações

Pesquisar por cronômetros não é tarefa tão fácil. Existe uma tonelada de modelos, sem falar nas recomendações de amigos ou pessoas próximas. Lembre-se que a escolha é sua, e nós preparamos algumas das melhores opções para te mostrar.

Cronômetro clássico de marca conceituada

Uma das marcas mais conceituadas no mercado em termos esportivos, apresenta esse cronômetro com desenho exclusivo e tecnologia avançada. Possui funções de data e hora, além de alarme e contagem regressiva.

rmazena internamente até 200 voltas com precisão de centésimo de segundo (1/100), com bateria de lítio para maior durabilidade. Além disso, é resistente à água.

Para quem precisa registrar as voltas

De marca de qualidade, o cronômetro oferece desempenho e performance para marcação de seus treinamentos. Possui memória para registro de até 100 voltas, além de uma grande tela LCD para melhor visualização. O visor mostra volta mais rápida, mais lenta e também calcula tempo médio entre as voltas. Possui memória para 20 registros, com temporizador de contagem duplo. Funciona a bateria.

Modelo de cronômetro muito prático

Cronômetro de mão digital, possui uma tela LCD de 1,5 polegadas para melhor visualização da informação. Exibe tempo, hora e data. Com seu peso ultra leve, é fácil de carregar, além de ser resistente à agua. Possui precisão de centésimo (1/100) segundo. Funciona a bateria.

Guia de compra

Existem muitas opções de cronômetro no mercado, como também uma variação enorme de preços. Eles não são caros, mas isso não é motivo para você gastar além do que precisa. Neste guia vamos te conduzir a entender melhor do assunto.

 cronometro analógico, em funcionamento, sendo segurado por uma mão.

ideal para marcar curtos espaços de tempo com precisão, o cronômetro é muito utilizado por atletas. (Fonte: Free-Photos/ Pixabay)

Cronômetro ou cronógrafo?

Um cronômetro é o nome dado a um tipo específico de relógio com a função de medir pequenos intervalos de tempo. Com medições que variam entre um minuto até 23h59min59.999s, eles permitem uma contagem com enorme exatidão em escala temporal sobre o que você deseja medir.

É importante deixar claro que, apesar do termo mais comum no Brasil ser “cronômetro”, o mais correto para definição do equipamento é CRONÓGRAFO. O nome cronômetro é dado quando o equipamento tem alta confiabilidade de precisão em seus registros.

Portanto, o cronógrafo é o equipamento que mede pequenos intervalos. E alguns cronógrafos podem ser considerados cronômetros, caso seja atestada sua alta confiabilidade na medição destes registros.

Mas, para não confundir, vamos seguir falando em CRONÔMETRO. Só entenda que o termo correto é CRONÓGRAFO.

imagem contendo diversos painéis de cronômetro, indicando o quanto a precisão é importante

apesar do nome cronômetro, a verdade é que medidores de tempo com curta duração são cronógrafos. Cronômetros são apenas os mais eficientes. (Fonte: geralt/ pixabay)

O cronógrafo foi criado inicialmente para auxiliar na navegação. O registro de tempo permitirá determinar rotas marítimas mais seguras e precisas. A partir daí a tecnologia se encarregou de melhorá-los ao longo do tempo em termos de tamanho e exatidão, principalmente.

Hoje, praticamente todo cronômetro é semelhante a um relógio de bolso. Inclusive, boa parte dos relógios possui esta função junto a seu conjunto, principalmente os digitais.

Em sua maioria, eles atualmente trabalham em sistemas eletrônicos (digitais), o que permite uma verificação maior do registro além do segundo. Unidades como 1/10, 1/100 e até mesmo 1/1000 são consideradas em determinados casos e usos.

Quer saber se ele vale a pena?

Vantagens
  • Registro preciso de medição temporal
  • Permitem precisão de até 1/1000 segundos
  • Aplicável a diversas tarefas
  • Alguns possuem função relógio
Desvantagens
  • Alguns funcionam apenas como marcador curto
  • Mercado com alguns modelos sem critério de qualidade

Se você pratica algum esporte de alto rendimento, ou então realiza trabalhos em laboratórios, você precisa de um cronômetro. Apesar de desenvolvidos para uso náutico, eles se adaptaram muito bem ao uso em outras atividades. Tanto que são itens essenciais nas mesmas.

Cronômetro: Quando ocorreu seu uso mais essencial?

Eis que você tem um certo conhecimento sobre cronômetros (pelo menos o que fazem, pois você já leu sobre isso). Contudo, vamos te apresentar a história do uso mais absoluto do equipamento.

A década era de 70, e os Estados Unidos estavam a todo vapor na corrida espacial contra a URSS (Rússia atual, sem um monte de país que antes era junto). Vários foguetes tripulados eram lançados com os mais diversos objetivos.

Eis que, em uma das missões bem-sucedidas, quando do retorno à terra, os sistemas de alta tecnologia da Apollo 11 falharam. Algo impeditivo de fazer os astronautas retornarem, inclusive, à terra.

imagem de uma cápsula de resgate da Apollo 11, nave espacial americana.

um cronômetro ajudou os astronautas dentro de um equipamento como este, a voltarem para terra, enquanto no espaço. (Fonte: Mimotsa/ Pixabay)

Contudo, um dos astronautas tinha um relógio mecânico com cronômetro. E a partir dali foram realizados cálculos vitais para os auxiliarem no retorno à terra. Afinal, eles foram criados para navegação, não é mesmo?

Desde então a NASA equipa todos os astronautas com um cronômetro, para garantir uma opção segura caso equipamentos venham a falhar.

E não é brincadeira não. Se você pesquisar, inclusive, Buzz Aldrin (um dos astronautas a, dizem, pisar na lua) tinha um relógio com cronômetro quanto caminhou na superfície lunar.

Cronômetro: Quais seus usos?

É importante que você entenda os objetivos de se ter um produto antes de comprá-lo. Afinal, agir apenas por instinto e uma situação como esta, é jogar dinheiro fora. E o coitado não merece ser tratado assim.

Os cronômetros possuem uso para diversas atividades, hoje em dia. Apesar de ser mais visto ligado ao atletismo, a funcionalidade da medição precisa do tempo pode ser aplicada em diversas áreas de conhecimento.

E essa relação costuma estar diretamente ligada com a precisão do cronômetro adquirido. Eles costumam registrar intervalos de tempo que vão de segundos até 1/1000 (ou milésimos) de segundo. E conforme a atividade medida, isso faz diferença.

Vamos supor uma disputa acirrada entre competidores de natação. Cronometristas ficam em cada raia para marcar o tempo exato da batida do nadador na borda da piscina (sua chegada).

foto de um nadador em competição, com outros próximos.

o cronômetro é muito utilizado em competições de natação, onde pessoas ficam próximas à borda para marcação exata do tempo de chegada. (Fonte: 12019/ Pixabay)

Se você lembrar bem, isso já definiu o vencedor em algumas provas televisionadas.
Ou então para simplesmente estabelecer sua marca. Você está correndo e pretende saber qual o tempo que levou (independente da colocação), pois visa melhorar sua eficiência na corrida.

Em laboratório, cronômetros são utilizados para medir o tempo com que uma reação ocorre. Isso auxilia os cientistas e técnicos a calcular reações e elementos existentes na amostra.

O contato de um agente químico com uma solução, por exemplo. Digamos que o composto mude de cor. O intervalo de tempo pode ser parâmetro para medir o quão tóxico (contaminada) está a amostra.

Cronômetro: O que significa fração de segundo?

A fração de segundo é o motivo exato pelo qual os cronômetros ficaram tão populares. O conhecimento de tempo foi se tornando tão exato, que hoje é possível medir partes de um segundo, algo importante em determinados campos de trabalho.

A fração de segundo equivale a uma parte do mesmo. É como fracionar o segundo em intervalos contáveis, e no parar do cronômetro, identificar este valor. Neste caso, quanto mais se “fatiar” o segundo, mais precisa é a medição.

As medições de fração de segundo possíveis:

  • 1/10 ou décimo de segundo, onde a visualização é 0,1
  • 1/100 ou centésimo de segundo, onde a visualização é 0,01
  • 1/1000 ou milésimo de segundo, onde a visualização é 0,001

Quais os diferentes tipos de cronômetro?

Como a maioria dos equipamentos, o tempo vai criando alternativas de fabricação que acabam os diferenciando ao longo do tempo. É muito difícil você encontrar, hoje, algum objeto que não tenha variações.

Com o cronômetro, porém, a OIT – Organização Internacional do Trabalho recomenda o uso de apenas dois tipos. Que, na verdade, são os modelos existentes:

Cronômetro mecânico

Modelo derivado dos primeiros inventados, com toda uma estrutura mecânica por trás da marcação do tempo. Costuma trabalhar com sistemas de molas e gatilhos de alta precisão.

A medição é feita a partir do disparo e do travamento do sistema de molas, por um botão geralmente situado na parte superior do cronômetro.

Dentro do tipo mecânico, existe uma divisão conforme o tipo de medição realizada, sendo ele: ordinário (normal), de retorno ao zero (contagem regressiva), e registro fracionário de segundos (marcação de fração de tempo).

Cronômetro digital ou Temporizador digital

Com o advento da tecnologia e telas e mostruários digitais, não é surpresa a existência de cronômetros nesta área. Inclusive, eles são os mais comercializados no mundo, atualmente, pela facilidade em medir o tempo e suas funções tecnológicas.

Um cronômetro digital pode fazer todas as medições permitidas a um cronômetro mecânico, além de alguns possuírem recurso de gravação. Ou seja, permitem o registro de diversas repetições sem necessidade de anotar.

Alguns, inclusive possuem visor com mais de um mostrador. Isso permite funções como deixar visível a volta mais rápida e mais lenta, e até mesmo o tempo médio entre as marcações.

Contudo, o equipamento digital demanda energia externa para funcionar. E esses cronômetros funcionam todos à bateria, sendo esta sua principal desvantagem.

Afinal, ela precisa ser trocada quando acaba sua vida útil. Independente de onde ou o que você esteja fazendo, ou o quanto precisa do cronômetro naquele momento. Se a bateria falhar, você precisa trocar ela.

Que tal ver as melhores características de cada um ao mesmo tempo?

Função Cronômetro analógico Cronômetro digital
Medição regressiva Alguns Alguns
Fração de segundo Alguns Todos
Uso fácil de todas as funções Todos Alguns
Uso de baterias Nenhum Todos
Registro de voltas Nenhum Alguns

Quanto custa um cronômetro?

Sejamos sinceros. Você pode ter um equipamento destes adquirido em uma loja de tudo por R$ 10,00. A questão é: é este cronógrafo que você precisa?

Você deve lembrar do conceito: cronógrafo é qualquer medidor de curto intervalo de tempo, e o cronômetro é como uma certificação dada aquelas com nível de precisão.

Então você pode até gastar uma ninharia por um deles, mas será um cronógrafo e não um cronômetro. Este último você encontrará com preços a partir dos R$ 25,00. Isso vai te garantir algumas boas escolhas.

Claro que, conforme a tecnologia agregada que você desejar, este valor pode facilmente subir a outros patamares. Até a casa dos três dígitos.

Onde comprar um cronômetro?

Onde comprar um cronômetro está relacionado quase que diretamente ao que você quer do produto. Como dito, lojas de tudo por R$ 10,00 vão te oferecer opções.

Relojoarias podem também ter alguns modelos no mostruário, com uma pegada mais estética. E lojas de artigos esportivos certamente te oferecerão ainda uma quantidade deles.

Contudo, hoje em dia um bom caminho sempre é o comparativo e a aquisição pela internet. Lojas virtuais como a Amazon vão te mostrar uma quantidade enorme de opções, com a possibilidade de você comparar sem alguém do teu lado esperando.

Critérios de compra: como escolher o seu cronômetro

Conforme a utilidade que damos a um produto, é a forma como o observamos para compra. Algumas coisas servem mais para embelezamento, e outras para questões mais práticas. Um cronômetro entra na segunda opção, apesar de existirem belos modelos.

Sendo assim, você precisa imaginar exatamente o que pretende com um, para escolher o certo para esta atividade. Talvez seja um pouco complicado, mas nós vamos te passar o que você pode considerar antes da escolha:

Utilidade

Antes de mais nada, imagine que utilidade o cronômetro vai ter para você. E se lembre que ele não serve apenas para marcar corridas de tempo.

Tempos de cozimento, passeios, rotinas de exercício, atividades laborais, também são opções para o uso do cronômetro. Mais uma ideia: você está se preparando para sair e uma amiga diz “estou pronta em cinco minutos!” Então você aperta o botão iniciar.

Defina sua exigência de uso e parta por aí. Dependendo do que você quer fazer, pode ser que o cronômetro precise de algumas características particulares.

Leitura

Pode parecer estranho, mas a legibilidade é um fator importante para o cronômetro. A função mais importante dele é marcar tempo, e é da mesma forma essencial que você consiga ver isso de maneira prática.

Contudo, alguns modelos baseados em design acabam sacrificando a fácil visualização por formas diferenciadas de mostrador. O resultado é você quase precisar de uma aula para entender o que está sendo mostrado.

Leve isso em consideração. Você precisa dos números? Então opte por um que mostra facilmente eles.

Extras

Então um cronômetro marca curtos intervalos de tempo. Isso é ótimo. Mas se você precisar registrar vários intervalos de modo simultâneo, como fazer? Ora, basta um bloco e lápis na mão.

Ou então, optar por um modelo que permita o registro de marcações. Alguns guardam 100 ou mais registros, o que é bastante informação para você usar.

Conhecer a volta mais rápida? Sem problema. Algumas versões têm essa opção, inclusive mostrando na parte de cima do display este valor, até ser ultrapassado.

Botões

Você acha estranho que precise se preocupar com botões? Pois saiba que não. Isso é bem importante em um cronômetro.

Ao medir curtos intervalos de tempo, você precisa que sua marcação seja o mais precisa possível. E ela envolve acionar e parar o cronômetro, por meio de uma botoeira.

Quando mais leve e acessível ela for, mais rápida será a parada após acionamento do seu dedo. E isso faz diferença em uma marcação de precisão.

Para mostrar um design diferenciado, ou as vezes modernidade, os cronômetros acabam vindo com botões quase no mesmo nível da parte rígida. O resultado são locais que você precisa apertar com força para marcar.

E às vezes o cronómetro continua a girar, mesmo após você ter acionado ele, por não atingir exatamente o mecanismo de paragem.

Fonte de energia

Cronômetros podem ter duas fontes de energia: mecânica ou elétrica. E isso faz uma grande diferença, apenas se você estiver longe de um lugar que venda baterias.

A principal característica entre eles é que o sistema mecânico funciona com sistemas complexos de molas, engrenagens e gatilhos. Isso permite um uso contínuo tranquilo, mas exige certos cuidados em onde utilizar o cronômetro.

O recomendado é fazer limpezas periódicas nele, pois qualquer sujeira pode ir comprometendo os mecanismos. Geralmente são mais bonitos, e sempre são analógicos (de ponteiros).

Já os modelos a bateria têm como limitante justamente a fonte de energia. A bateria pode acabar, e você não tem o poder de definir quando. Costumam ser digitais, mas podem ter versões analógicas.

Pense bem sobre qual a melhor opção para você.

(Fonte da imagem destacada: geralt/ Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Andrey Duarte Educador Físico
O sonho de ser jogador profissional de futebol foi abandonado aos 21 anos, mas isso não fez com que Andrey se afastasse do esporte. Professor de educação física, hoje ele passa seu tempo livre pesquisando e compartilhando conhecimento sobre as mais diferentes modalidades esportivas.