imagem de um detector de tensão com pontas de teste, sob uma planta elétrica com outras ferramentas ao fundo.

Olá, seja muito bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Esperamos que esteja vindo em alta voltagem para conhecer mais sobre o detector de tensão!

Uma ferramenta bastante útil se você for lidar em algum momento com eletricidade. Afinal, é sempre importante saber se existe corrente elétrica em algo que se vai mexer.

Utilizados para trabalhos em vários ramos, e de diferentes maneiras, um detector de tensão é ferramenta de extrema utilidade. Utilizado por eletricistas e também amadores, você vai gostar de ter um por perto quando for trocar as tomadas da casa, ou instalar o novo chuveiro.

Primeiro, o mais importante

  • Um detector de tensão serve para indicar se um objeto ou fiação encontra-se energizado.
  • Hoje, a medição pode ser realizada sem a necessidade de aproximação direta no item (contato).
  • Sendo uma ferramenta de uso na parte elétrica, são importantes cuidados e precauções para reduzir qualquer chance de um acidente.

Você também pode gostar:

Os melhores detectores de tensão: Nossas escolhas

Escolher um detector de tensão nem sempre é simples. Existem variados modelos com diferentes usos, muitos voltados ao mercado profissional da elétrica. Para te auxiliar nas possibilidades, apresentaremos aqui alguns dos melhores disponíveis.

Para medir sem contato direto

Detector de tensão para medir presença sem contato direto. Identificar fase e neutro com sinais sonoros e luminosos, permitindo identificar situações energizadas sem isolamento. Funciona a pilha, com alimentação de duas unidades AAA. Possui categoria IV para medição até 1.000V de tensão AC.

Uma opção com plugues

Detector de tensão com plugues. Sistema injetado com corpo revestido de borracha e isolamento duplo, proporcionando um maior isolamento e segurança. Possui lâmpada neon para indicação de presença de tensão no local auferido. Trabalha com indicação em 127 e 220V e funciona para detecção de corrente contínua ou alternada.

Uma opção simples e prática

Detector de tensão sem contato direto. Funciona emitindo sinal luminoso e sonoro ao encontrar tensão elétrica no local auferido. Ideal para profissionais e amadores, com utilização simples e prática. Possui categoria IV 1000V em corrente alternada. Funciona com duas pilhas AAA.

Guia de Compra

Apesar da finalidade específica, existem modelos diferentes de detector de tensão no mercado. Informações como categoria, frequência e corrente, são comuns na descrição e isso pode te confundir. Para evitar uma má escolha, basta seguir nosso Guia sobre o assunto.

Homem usando um detector de tensão em um painel elétrico.

Alguns modelos de detector de tensão possuem também tela em LED, para identificar a quantidade de tensão existente. (Fonte: Katarzyna BiaÅ‚asiewicz / 123rf)

Qual a função do detector de tensão?

Sendo uma ferramenta de uso simples, sua utilização também é básica, apesar de muito importante. Um detector de tensão serve para informar ao utilizador se um objeto tem carga elétrica.

Isso ocorre por meio de aviso luminoso ou auditivo (ou até ambos), onde o detector aciona automaticamente na presença de tensão. Algumas versões mais avançadas podem até mesmo indicar o nível de tensão, graças ao visor existente nestes modelos.

Já os mais básicos contam apenas com um alerta sonoro. O que também é suficiente, quando se tem por objetivo saber se existe energia no objeto ou não.

Mão usando um detector de tensão modelo caneta.

Um detector de tensão serve para informar ao utilizador se um objeto tem carga elétrica.. (Fonte: Pisit Khambubpha / 123rf)

Para verificar se algum componente elétrico ainda contém carga, ou se um fio está energizado; o equipamento tem muitos usos. Em uma caixa de passagem, você pode utilizar o detector para saber quais linhas estão “vivas”, ajudando na realização do seu trabalho.

É uma ferramenta de rápido diagnóstico.

Utilizadas também como ferramentas de rápido diagnóstico, podem determinar problemas de energização num determinado local. Com a análise ponto a ponto, você vai perceber até onde a linha está energizada e o consequente local para ajuste.

Em situações onde há necessidade de medir alta tensão, é recomendado o uso de equipamentos especiais. Eles costumam fornecer a voltagem nominal presente na linha testada, garantindo a amplitude necessária para não ocorrer uma falta medição ou mesmo um acidente.

Quais as vantagens do detector de tensão?

São aparelho muito pequenos, portanto, bastante portáteis. Simples e fáceis de manusear, oferecem mais segurança para certos serviços elétricos.

De preço bastante acessível e material robusto, o detector de tensão tem um excelente custo-benefício.

Quer saber se vale a pena ter um em casa, para as manutenções rotineiras?

Vantagens
  • São portáteis em sua maioria
  • Servem de alerta rápido
  • São ferramentas robustas e leves
  • Altamente duráveis
Desvantagens
  • Podem emitir radiação eletromagnética
  • O mau uso pode acarretar em falsos resultados

Quais os tipos de detector de tensão?

Os detectores de tensão trabalham em diferentes categorias, e também com dois principais modelos.

Categorias

Medidores e detectores de tensão são incluídos em quatro possíveis categorias. Sua função é indicar qual a capacidade máxima de carga que eles podem absorver, sem risco para o utilizador. São elas:

  • Categoria I: A com menor faixa de proteção contra exposição, feita para uso em circuitos menores como aparelhos domésticos. Transiente entre 2,5 e 4.000 V de pico.
  • Categoria II: Utilizada para medição em fiações e tomadas de equipamentos com baixo e médio consumo de energia. Transiente entre 4 e 6.000 V de pico.
  • Categoria III: Tem uma maior amplitude de uso, sendo aplicada tanto no ambiente residencial quanto comercial. Transiente entre 6 e 8.000 V de pico.
  • Categoria IV: A de maior amplitude, podem ser utilizados até mesmo em painéis de distribuição. Transiente entre 8 e 12.000 V de pico.

Modelos

Existem no mercado, dois tipos principais de detectores, conforme seu método de operação. Servindo para medir a carga elétrica de um objeto, eles podem ser detectores com contato e sem contato.

Sem contato: Geralmente no formato de uma caneta, possuem uma ponta não condutiva em material plástico ou similar. Seu funcionamento verificar a presença de campo magnético no fio, e ativa o sinal de detecção se a encontra.

Com contato: Permitem detectar a presença de tensão alternada fazendo contato físico com o ponto energizado. Podem funcionar com pontas de prova fixas ou móveis (itens que precisarão ser colocados no objeto a detectar tensão).

Sem contato Com contato
Portabilidade Portáteis Portáteis
Outros itens Não necessitam anexos Podem necessitar de pontas de prova
Uso Uso em locais de difícil acesso Uso em locais de difícil acesso
Categoria Uso mais comum em situações de menor categoria Uso em qualquer categoria

Quanto custa um detector de tensão?

Detectores de tensão são ferramentas baratas. Você poderá comprar um detector de tensão com preços abaixo dos R$ 50. E, com os cuidados corretos, a ferramenta permanecerá com você durante muitos anos.

Claro que, devido à complexidade do modelo e ao uso, é possível encontrar o detector de tensão em preços bem mais salgados. Versões acima dos R$ 100 aparecem facilmente em qualquer pesquisa.

Mas, se atenha à necessidade que possui para evitar a sedução de ferramentas prometendo mais do que você precisa.

Onde comprar um detector de tensão?

Equipamento portátil e de uso comum entre eletricistas e trabalhadores cuja função tenha algo com elétrica, é uma ferramenta comum de ser encontrada.

Você terá opções na maioria das lojas de material de construção e também naquelas específicas para componentes elétricos.

Claro que, se você pretende realmente pesquisar, a internet é uma excelente opção. Lojas virtuais como a Amazon vão te entregar uma grande quantidade de modelos para comparativo. E, quando decidir comprar, poderá parcelar e receber na comodidade de sua casa.

Critérios de Compra: Como escolher o seu detector de tensão

Muitas vezes acabamos por ter que realizar algum trabalho envolvendo eletricidade. Claro que ter um detector de tensão à mão vai ajudar muito. Porém, eles são diferentes entre si, e você precisa saber exatamente do que precisa.

Nesta seção vamos te passar os critérios mais importantes para levar em consideração quando for adquirir um detector de tensão:

  • Qualidade de construção
  • Sistema indicador
  • Forma de energização
  • Categoria

Confira agora os critérios em detalhes para fazer a melhor escolha.

Qualidade de construção

A eletricidade é capaz de causar graves danos e, por isso, você precisa estar ciente das capacidades do seu detector de tensão. Apesar de todas as versões serem robustas, existem algumas particularidades entre elas.

Apesar da fabricação de um detector de tensão ser cercada de cuidados, existem versões com mais apelo na segurança. Modelos com emborrachamento, resistentes à poeira e respingos, entre outras possibilidades.

Tenha em mente como pretende usar a ferramenta, para buscar uma qualidade de construção adequada. Pois, todo recurso a mais, significa maior investimento.

Imagem de uma pessoa segurando um detector fora de uso, com um pequeno quadro de energia desfocado ao fundo.

O sinal sonoro e visual garantem mais segurança para uso do detector de tensão. (Fonte: pixeldieb / Pixabay)

Sistema indicador

A maioria dos detectores de tensão costuma vir com, pelo menos um sinal sonoro como alerta de detecção. Porém, situações próximas podem não permitir que você consiga ouvir esta emissão.

Caso esteja próximo a um local de obras, é possível que você mesmo entenda um falso negativo. Onde as consequências podem ser desastrosas.

Optar por um modelo com dupla indicação – sinal luminoso e sonoro – vai dobrar suas chances de perceber a indicação do detector de tensão. Algo que certamente vai facilitar bastante sua vida quanto precisar operar a ferramenta.

Da mesma maneira, é possível que um dos sistemas esteja com falha. Optando por modelos de dupla indicação, você terá menos riscos de se expor a um “fio vivo”, ou objeto eletrificado.

Forma de energização

Via de regra, a maioria dos detectores de tensão que você encontrar no mercado utilização baterias para funcionamento. Porém, as opções dentro desta condição continuam enormes, desde pilhas AA até baterias

Alguns inclusive demandam de energia elétrica para funcionamento (casos especiais, de maior detecção de tensão).

foco

Avalie antes da compra, com que forma de energia o detector de tensão funciona. Afinal, nem sempre é fácil encontrar determinadas baterias para reposição no mercado.

Categoria

É sempre importante lembrar o quanto a energia elétrica pode ser perigosa. E os equipamentos elétricos podem trabalhar com diferentes voltagens e tensões.

Por este motivo, é importante que você possua uma ferramenta compatível com o objeto que pretende identificar a tensão, ou mesmo a fiação. E é aqui onde entra a categoria do produto.

Em se tratando de eletricidade, ferramentas para medição e detecção possuem uma categoria. Ela já foi apresentada em uma seção anterior, e serve para identificar até que nível de voltagem o equipamento é capaz de suportar.

Claro, você nunca deve subestimar o próprio manual do detector de tensão. É lá onde realmente estarão os dados necessários para sua tomada de decisão, e para o melhor funcionamento da ferramenta.

(Fonte da imagem destacada: Bru-nO / Pixabay)

Por que você pode confiar em mim?

Gabriel Zimath Redator
Gabriel Zimath
Os redatores do portal REVIEWBOX pesquisam e escrevem artigos informativos de alta qualidade sobre os mais variados produtos e assuntos.