Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil, seu site de resenhas na internet. Você está procurando novas formas de aumentar seu prazer, sozinho ou a dois? Um dildo pode ser uma opção nova e excitante.

Hoje em dia, existe existem uma infinidade de dildos no mercado, em diferentes formatos, tamanhos e com variadas funcionalidades. Eles são usados para a masturbação ou para apimentar os momentos de intimidade sexual.

Se você tem dúvidas e vergonha de perguntar sobre qual o modelo é ideal para você, confira a análise abaixo e aproveite todo o prazer que um bom dildo pode proporcionar à sua vida sexual.

Primeiro, o mais importante

  • Se você está fazendo sua primeira compra, atente-se ao tamanho e largura do dildo que irá comprar, já que um modelo muito grande pode causar desconforto caso você seja iniciante.
  • Algumas pessoas possuem alergias a determinados materiais. Por isso, é importante prestar atenção ao material e se não há contraindicações para sua saúde.
  • Diferentes dildos oferecem diferentes funcionalidades. Existem opções com vibração, em diferentes formatos ou mesmo modelos pensados para o uso a dois.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de dildo

Quer saber quais são os melhores dildos do mercado para aumentar seu prazer? Então você não pode perder esse ranking com os melhores. Em seguida, continue lendo para aprender tudo sobre o dildo.

1º – Dildo – Pênis Vibrador 10 Ritmos

O dildo de silicone flexível da marca Bio Vibe promete oferecer muito prazer com um modelo de pênis realístico com a opção de vibração, ideal para explorar todas as zonas erógenas do corpo com um toque agradável.

Ele possui 19 cm no corpo, com uma glande e serve para penetração anal e vaginal. É a prova d’água e tem 10 ritmos de vibrações diferentes. É perfeito para usuários iniciantes e experientes.

2º – Dildo – Pênis Profundo Negro com Escroto e Ventosa

Desenvolvido para usuários mais experientes, o modelo realístico oferece um membro com 20 cm de comprimento e 4 cm de diâmetro, para penetração vaginal e anal. É também um vibrador.

Feito de material atóxico, ele é flexível e agradável ao toque. Esse modelo também possui uma glande saliente para maior satisfação, uma réplica de escroto e uma ventosa para prender o aparelho em superfícies planas.

3º – Dildo – Pênis de Borracha com ventosa

O dildo de borracha da segue a tendência dos modelos realísticos, possuindo uma curva, os detalhes de veias e da glande para aumentar seu prazer.

Ele possui um tamanho total de 14 cm de comprimento e 3,5cm de diâmetro. Com um modelo de escroto na base e ventosa para fixação, você terá mais liberdade para explorar novas sensações.

4º – Dildo – Pênis Duplo

O dildo duplo é ideal para dupla penetração, com um tamanho total de 36 cm de comprimento. Suas bases possuem 3,5 cm de diâmetro e pesa 400 gramas. Ele é macio e flexível, dando a sensação real, com duas glandes nas extremidades e veias massageadoras.

Esse dildo alia um toque agradável, conforto, resistência e flexibilidade em um único modelo, tornando-o perfeito para o uso individual ou a dois.

Guia de Compra

Com um dildo em casa, suas noites de prazer não serão mais as mesmas. Seja para usar sozinha ou a dois, a réplica de um pênis pode trazer muito mais prazer para suas relações.

Você percebeu através do ranking a enorme variedade desse produto. Então, se você quer aprender tudo sobre o dildo, não pode deixar de ler esse Guia completo.

Mulher de sutiã sentada na cama coberta com um edredom segurando um dildo rosa.

Existem dildos dos mais variados tamanhos e formas. (Fonte: Moodboard / 123RF)

O que é um dildo?

Um dildo é uma réplica peniana desenvolvida para ajudar na masturbação ou para explorar novas fantasias em suas relações sexuais.

Realísticos ou no estilo fantasia, alguns modelos incluem detalhes como veias, texturas, saco escrotal e glande. Outros modelos são desenvolvidos com curvas para ajudar na massagem do ponto G ou para a penetração anal, oferecendo uma massagem para a próstata.

Por que comprar um dildo?

Com o crescimento do mercado de produtos adultos e com a sociedade cada vez mais consciente da importância de relações sexuais de qualidade, não é preciso ter vergonha de comprar seu primeiro dildo.

Se você está à procura de uma opção para trazer mais prazer para sua masturbação ou quer novas possibilidades em seu relacionamento, hoje existem uma porção de modelos e opções que prometem ampliar suas experiências sexuais.

Além disso, eles são discretos, fáceis de limpar e podem abrir um mundo de novas sensações e fantasias, seja a sós ou acompanhado.

Quais as vantagens de ter um dildo?

Os dildos são discretos e estão sempre prontos para o uso, seja individual ou entre parceiros. Ele é ideal para intensificar a masturbação ou para explorar novas fantasias.

Especialistas também recomendam o uso dos dildos para treinamento de técnicas de pompoarismo, auxiliando em um maior controle sobre a musculatura pélvica e até na redução de cólicas menstruais.

Quais os principais tipos de dildo do mercado?

Existe uma variedade de dildos no mercado, com diferentes tamanhos e formatos. Hoje, os dildos mais conhecidos são os que oferecem uma réplica fiel do pênis, com curvas e texturas. Boa parte desses modelos possui saco escrotal e uma ventosa na base, permitindo que sejam fixados em superfícies lisas, deixando suas mãos livres ou criando possibilidades para diferentes posições sexuais.

Os modelos mais simples, de formato cilíndrico, podem contar ou não com vibradores. Entre os dildos com vibradores, vários modelos oferecem curvas especiais para massagem do ponto G ou da próstata, além de contar com estimulantes para o clitóris.

Os modelos duplos são longos e flexíveis e ideais para a dupla penetração, por exemplo. E temos também os modelos de strap, que podem ser usados como um pênis companheiro ou para as fantasias de inversão de papéis.

Imagem de dildo alimentado a pilhas sob uma superfície vermelha.

Um dos recursos mais comuns em dildos é a vibração. Verifique a disponibilidade e forma de alimentação de seu aparelho. (Fonte: RJA1998 / Pixabay)

Dildo com vibração ou sem vibração? Qual modelo escolher?

Se você está procurando por seu primeiro dildo e tem dúvidas entre os modelos com ou sem vibração, veja as principais vantagens e desvantagens dos modelos antes de efetuar sua compra na tabela abaixo.

Dildo sem vibração Dildo com vibração
Destaque Mais fáceis de limpar São capazes de oferecer novos estímulos e níveis de prazer
Pilha Não utiliza pilhas ou baterias É necessário a utilização de pilhas ou baterias
Prova d’água São a prova d’água Consulte se o seu modelo é a prova d’água
Preço Os modelos sem vibradores costumam ser mais baratos Já o adicional do vibrador vai aumentar o preço, assim como você deve considerar o preço das pilhas

Quais cuidados devo ter com um dildo?

Para que seu dildo tenha uma longa durabilidade, alguns cuidados são necessários. Sua saúde também agradece. Confira:

  • Caso seu dildo possua um vibrador e não for a prova d’água, é importante não mergulhar o produto completamente na água, pois isso pode danificá-lo.
  • Também não é recomendado colocar os dildos em máquinas que realizam lavagem com água quente, como as lava-louças, pois a maioria pode derreter ou ser danificado caso sejam expostos a altas temperaturas.
  • Em relação ao armazenamento, o ideal é escolher um local específico para guardar seus produtos sexuais, evitando deixá-los em uma gaveta junto com roupas ou outros itens, pois se não foram limpos adequadamente, eles podem acabar proliferando fungos e bactérias.
  • Quando se trata de produtos para fins sexuais, mantê-los sempre limpos é essencial para preservar sua saúde e a vida útil de seu dildo.

Quando higienizar um dildo?

Os dildos podem ser excelentes para ajudar a potencializar seu prazer, mas como todo item sexual, é preciso ter um cuidado especial na higienização do seu produto.

É importante limpar antes e após o uso e realizar limpezas regulares para que seu dildo seja sempre seguro e esteja sempre limpo para evitar doenças.

Procure não deixar o dildo exposto o ambiente para que ele não junte pó, pelos de animais ou qualquer tipo de sujeira. Antes de guardar, é importante higienizá-lo de acordo com as recomendações do fabricante, pois alguns materiais podem exigir um tipo de limpeza específica.

É necessário lubrificar o dildo?

Com todos os modelos de dildos, é recomendado a utilização de lubrificantes com base de água ou oleosos. Esse cuidado é fundamental, especialmente para o uso durante o sexo anal.

Você pode encontrar uma infinidade de lubrificantes especializados no mercado e assim como na relação sexual convencional, é importante encontrar o que mais te agrada para utilizar junto com seu dildo.

Nécessaire preta com dildo rosa e lubrificador.

É importante sempre lubrificar o dildo antes do uso. (Fonte: bombardir / 123RF)

Quanto custa?

Alguns fatores podem influenciar no preço de um bom dildo, como o material de que é feito e as funções ele possui. É possível encontrar modelos mais simples na faixa de preço de R$ 30 a R$ 100. No entanto, modelos mais elaborados e com mais funções podem chegar até os R$ 1.000.

Onde comprar?

O mercado de itens adultos está crescendo no Brasil e você pode encontrar lojas especializadas nas capitais e nos grandes centros. Hoje é possível encontrar esses produtos até mesmo cidades menores, portanto você pode escolher pessoalmente seu produto com facilidade.

Se você prefere uma certa discrição, pode optar pela internet, seja em sites de grandes lojas da área ou em sexy shops virtuais, e para a sua tranquilidade, a maior parte das lojas virtuais, especializadas em itens adultos ou não, disponibiliza formas de entrega e pacotes discretos.

Existe ainda a possibilidade de compra em portais de compra direta, como a Amazon. Para a sua tranquilidade, todos os modelos indicados nesse review podem ser encontrados facilmente nesse portal.

Três dildos coloridos com vibrador um ao lado do outro com fundo branco.

O dildo pode ser comprado com muita discrição pela internet. (Fonte: Claudia Nass / 123RF)

Critérios de compra: Fatores a considerar antes de comprar um dildo

Com tantas opções e funcionalidades, você pode ficar um pouco apreensivo antes de comprar um dildo, principalmente se essa for sua primeira compra. Antes de realizar sua compra, preste atenção ao custo/benefício e considere os itens listados abaixo para não se arrepender.

  • Tamanho
  • Formato
  • Material
  • Funções
  • Vibração
  • Resistência a água
  • Fonte de alimentação
  • Zonas de estímulo

Confira a seguir, em detalhes, o que cada um desses itens significa e escolha o dildo perfeito para você.

Tamanho

Se você pretende comprar um dildo, o tamanho é um dos primeiros fatores a ser considerado.

Cada modelo de dildo oferece um tamanho diferente. Os modelos cilíndricos ou realistas costumam de ter um comprimento de 13 cm a 19 cm. No entanto, é possível encontrar tamanhos bem maiores.

Os dildos duplos costumam variar entre 28 cm e 30 cm. O diâmetro de ambos costuma variar de 3 cm a 5 cm. Novamente, é possível encontrar dildos ainda mais grossos.

Caso essa seja a sua primeira compra, é aconselhável aumentar o tamanho dos modelos gradativamente, para que você se acostume com a experiência de utilizar um dildo antes de explorar modelos maiores.

Formato

É possível encontrar dildos em uma infinidade de formatos, cada um pensado para estimular uma certa parte erógena ou explorar diferentes sensações e fantasias.

Os modelos cilíndricos são os mais simples, mas hoje é possível encontrar dildos realísticos, com texturas, diferentes cores e tamanhos, simulando perfeitamente um pênis.

Alguns dildos possuem curvas especiais, desenvolvidas para explorar o ponto G ou para massagear a próstata. Outros possuem curvas e formas adicionais para massagear o clítoris ou anus. Procure um dildo cujo tamanho e formato sejam ideais para intensificar seu prazer.

Dildos coloridos de vários formatos.

O dildo pode ter diferentes formatos que resultam em diferentes formas de prazer. (Fonte: morris71 / 123RF)

Material

É importante verificar de qual material o dildo é feito para escolher qual é mais agradável para você. Os modelos confiáveis podem ser feitos de materiais polivinílicos atóxicos, de silicone ou de látex.

Também existem modelos de alumínio e até mesmo de vidro borossilicato. É apenas recomendável que se evite materiais que contenham Ftalatos, pois esses compostos químicos podem ser cancerígenos.

É recomendável uma atenção mais especial com produtos feitos em borracha porosa, pois se eles não foram limpos adequadamente, tornam-se mais propensos a reter sujeira, aumentando o risco de proliferação de fungos e bactérias.

Funções

Cada modelos de dildo oferece funções únicas. Eles podem ser usados para explorar diferentes zonas erógenas do corpo, como estimular mamilos, o clítoris ou o ânus.

Eles podem ser usados para a penetração vaginal ou anal, ajudando na masturbação ou para explorar novas fantasias. Você pode encontrar modelos para dupla penetração, como os modelos duplos.

Alguns dildos contam com formatos anatômicos para ajudar no treinamento de técnicas de pompoarismo, ou para estimular áreas específicas do corpo, como o ponto G ou a próstata.

Vibração

Para intensificar ainda mais seu prazer, alguns modelos possuem vibradores incorporados que podem ser ligados pela base ou através de controles remotos, com ou sem fio.

Esses vibradores costumam ter diferentes estágios de vibração, permitindo que você ou seu parceiro mude confortavelmente a velocidade ou intensidade da vibração.

Mão de mulher segurando vibrador rosa.

O dildo com vibrador intensifica o prazer. (Fonte: Kaspars Grinvalds / 123RF)

Resistência a água

Quando se trata de modelos sem vibração, a maioria pode ser usada mesmo em ambientes molhados, como chuveiros, banheiras e piscinas.

Já nos modelos com vibradores, é importante verificar nas especificações se o espaço de alimentação do aparelho é vedado e se é resistente a água. Assim, você evita acidentes e corre menos risco de danificar o vibrador.

Fonte de alimentação

Os dildos que possuem vibradores precisam de uma fonte de energia externa, e podem ser alimentados por pilhas e baterias. No caso das baterias, os vibradores podem se utilizar de uma porção de modelos semelhantes àquelas que você pode encontrar nos relógios de pulso.

As mais comuns são os modelos CR2032, CR2016, ou a linha que vai de A5 a A9. No caso das pilhas, a maioria utiliza de duas a três pilhas AA ou AAA. Existem ainda modelos recarregáveis, que podem ser facilmente alimentados via cabo externo, estando sempre disponíveis para você.

Zonas de estímulo

O corpo humano possui diferentes zonas erógenas e a intensidade do estímulo em cada área pode variar de pessoas para pessoas. Com diferentes tipos de dildos, você pode conseguir diferentes estímulos.

Apesar de serem essencialmente desenvolvidos para ajudar na masturbação através da introdução na vagina ou no ânus, você pode explorar o uso de seu dildo para acariciar diferentes partes do corpo.

Você pode utilizá-los para acariciar os mamilos, o clitóris, a próstata ou mesmo para estímulos orais. Modelos maiores podem ser utilizados para penetrações mais profundas e os modelos duplos permitem uma dupla penetração.

Os modelos com vibradores podem trazer um estímulo ainda maior, principalmente para áreas mais sensíveis como o clítoris ou os mamilos.

(Fonte da imagem destacada: RJA1988 / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
36 Voto(s), Média: 4,53 de 5
Loading...