Olá, seja bem vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre um produto de uso masculino, muito utilizado no mundo inteiro, e que está na cara de muita gente, literalmente: a espuma de barbear.

Quem já sofreu com as duras irritações do pós-barba ou mesmo enfrentou a inconveniência de um barbear improvisado, no sabonete, sabe do valor de uma boa espuma de barbear. Além de cuidado e proteção à pele, esse produto é um verdadeiro facilitador de uma atividade que para muitos é diária.

Neste Guia, vamos te ajudar a escolher o modelo ideal para sua barba, explicando quais são os diferentes tipos presentes no mercado, além dos melhores lançamentos. Depois de ler esse artigo, você poderá escolher a melhor espuma e sem traumas no barbear. Vamos lá?

Primeiro, o mais importante

  • Note sua pele, seus pêlos, até sua lâmina. Saber sobre seu barbear é imprescindível para escolher a melhor espuma.
  • Existem géis, cremes e espumas de barbear. Informe-se sobre cada tipo para saber qual melhor se encaixa na sua barba e pele.
  • Seu preço varia pouco. É possível encontrar modelos a partir de R$ 18 até R$ 60.

Você também pode gostar:

As melhores espumas de barbear: Os favoritos da ReviewBox

Querendo encontrar o produto certo para fazer a barba sem precisar se irritar – e nem irritar sua pele? Elencamos os quatro melhores produtos com espuma de barbear no mercado, levando em conta sua fórmula, rendimento e custo benefício.

A opção com melhor custo benefício

A espuma da Granado tem o melhor custo benefício. Ainda que o baixo valor seja pela menor quantidade, o produto compensa com uma embalagem para viagem.

Enriquecido com quatro óleos essenciais diferentes, o modelo hidrata, refresca, revitaliza e ainda ajuda na cicatrização, independente do tipo de pele.

Uma opção para todos os tipos de pele

O modelo da Anna Pegova é excelente: tem propriedades anti envelhecimento, enriquecido com Vitamina E; é hidratante, com Alantoína e Aloe Vera; e tem alta emoliência e umectação com o óleo de abacate.

Indicada para todo o tipo de pele, a espuma ainda ajuda na cicatrização e tem efeito antioxidante.

A espuma de barbear para o dia a dia

A espuma da Nivea é a mais indicada para o dia a dia. O preço certamente é o mais competitivo, levando em conta sua em embalagem de 200ml e o barbear eficiente e anti-irritação que proporciona. De quebra, tem a tecnologia patenteada Silver Protect, desodorante e antibacteriana.

Uma opção para garantir a hidratação da pele

O modelo da L’Occitane pode parecer rebuscado, com o peso da marca e o extrato de Cumaru. No entanto, a sua força está na simplicidade, garantindo uma boa hidratação, um perfume agradável e equilibrado, além de uma boa espalhabilidade.

Guia de Compra

A espuma de barbear é um produto de finalidade simples, e por isso mesmo é difícil escolhê-lo. Inserida numa atividade recorrente e, para muitos, essencial, a espuma tem diversas fórmulas e versões disponíveis no mercado.

Neste Guia de Compra, explicaremos seu funcionamento, mostraremos suas variedades, suas vantagens e desvantagens. Assim, você pode pensar na espuma que melhor se encaixa ao seu rosto e ao seu barbear.

Imagem mostra um homem se barbeando. Sua mão direita raspa a barba com a lâmina, enquanto sua mão esquerda garante a tensão da pele.

A espuma de barbear é simples, mas essencial para o cuidado da pele masculina. (Fonte: Patrick Coddou / Unsplash)

O que é e para que serve a espuma de barbear?

A espuma de barbear nada mais é do que um produto químico feito para ser um mediador entre os pêlos faciais e a lâmina durante a raspagem. Sua aplicação é feita diretamente sobre a pele e sua atuação se baseia em três frentes:

  • Amaciamento dos pêlos da barba, através da umidificação. A lógica é igual à do cabelo, que fica mais fácil de manejar, pentear e cortar quando molhado.
  • Lubrificação do corte, atuando como um amenizador da fricção entre pele, pêlos e lâmina, diminuindo os impactos da raspagem.
  • Hidratação e cuidado da pele, diminuindo a irritação pós-barba, contribuindo para uma cútis resistente e um crescimento saudável dos pêlos.

Há também atuações secundárias, mais ligadas ao barbear do que ao produto em si. Uma delas é o direcionamento que dá ao processo da raspagem, guiando a pessoa que se barbeia ao mostrar onde a lâmina foi usada.

Outra atuação da espuma tem um efeito quase terapêutico, que é o seu processo de aplicação, um momento de cuidado pessoal, quase íntimo, e, por que não, nostálgico, relembrando de um momento da vida pelo qual todo homem passa, que é o aprender a se barbear.

A espuma de barbear, ou pelo menos seu conceito, é tão antiga quanto a nossa civilização em si, um símbolo da consciência e autoconhecimento do homem, tanto de seu corpo como das consequências de suas ações.

foco

Você sabia que há evidências de um creme rudimentar usado na Suméria, região de civilizações pré-históricas no hoje Oriente Médio, em 3000 a.c.?

Barras de sabão para barbear, tubos com misturas de óleos com sabão e os primeiros rascunhos de um creme próprio para a atividade dos barbeiros fizeram parte da história desse composto de uso tão específico.

A grande “revolução” começou em 1949, quando foi lançada nos EUA a primeira lata pressurizada de creme de barbear, que produzia instantaneamente uma espuma apenas ao apertar um botão.

Daí em diante o produto se estabeleceu no mercado, atendendo a uma demanda real de rapazes que queriam mais do que um sabonete para suas barbas. Em 1970, surge o primeiro gel; nos anos 90, a combinação de gel e espuma.

Os produtos de hoje não se alteram muito na aplicação e em seu estado. Ao invés disso, fabricantes apostam em fórmulas e composições diferenciadas, de modo a atender à barbas e barbeares diversos.

Quais as vantagens e desvantagens da espuma de barbear?

As vantagens da espuma de barbear vêm diretamente de seu uso. Uma delas, a principal, é que facilita o barbear, especialmente em relação ao uso de um sabonete comum.

Outra é a proteção que oferece à pele, seja contra cortes e feridas, seja contra grandes irritações pós-raspagem. A espuma também tem uma aplicação mais prática, já no estado final do composto, ao contrário de géis e cremes, que precisam produzir a espuma antes do barbear.

Imagem mostra um homem de frente ao espelho, com creme de barbear espalhado pela barba, produzindo espuma com uma escova própria.

O creme de barbear precisa de uma escova ou um pincel para produzir espuma antes do barbear. (Fonte: Patrick Coddou/ Unsplash)

A espuma ainda guia o barbear, informando por onde a lâmina passou ou os limites onde ela tem de passar.

Por outro lado, o produto limita a visibilidade dos pêlos, sendo menos visível à medida em que aumenta sua densidade. Se a lâmina, por exemplo, falha em alguns momentos, só é possível perceber quando se está com o rosto limpo.

Outro ponto negativo é a sujeira que o seu barbear acaba proporcionando. Como dissolve-se na água, a espuma não retém os pêlos cortados, deixando pela pia um rastro de “restos” no caminho para o ralo.

Por fim, por mais avançadas que estejam as fórmulas de hoje, o produto não é dos mais econômicos, no sentido da quantidade que é necessária para um barbear eficiente. O problema aumenta com barbas espessas e/ou que são raspadas diariamente.

Vantagens
  • Facilidade no barbear
  • Proteção à pele
  • Agrega funções cosméticas e cuidados dermatológicos
Desvantagens
  • Visibilidade dos pêlos comprometida no barbear
  • Não retém os pêlos cortados
  • Pouco econômico

Gel, creme ou espuma de barbear: Qual escolher?

Não há exatamente uma diferença entre espumas de barbear. São mais ou menos densas ou aromatizadas, e só. A variação acontece no seu estado prévio, que antecede a espuma, quando ele existe.

Veja abaixo um estudo de mercado feito em relação ao uso dos diferentes tipos de textura da espuma de barbear:

Estudo de mercado (09/19): Foram utilizados métodos científicos para analisar mais profundamente 93 produtos da categoria “Espuma de barbear”. O objetivo dessa análise é responder como a questão “Textura” se distribui pelo mercado. Essas informações vão lhe permitir avaliar melhor qual é o produto ideal para você. Você também pode ver os resultados do nosso estudo no gráfico acima. (Fonte: Elaboração própria)

Nesse caso, há cremes e géis de barbear, além da espuma já pronta. O primeiro, costumeiramente vendido em pequenas latas cilíndricas, como pomadas – remetendo aos primórdios do produto – é um creme simples, que precisa de uma escova ou um pincel para que possa produzir espuma.

O gel, mais moderno, vendido em tubos ou potes, como um gel de cabelo, tem uma aplicação mais simples e rápida, espumando ao contato com a pele e com água.

Ele consegue ser um anteparo, uma proteção mais eficiente contra cortes, mas pode entupir a maioria das lâminas, por ser mais denso e de dissolução mais lenta que a espuma pronta. Vamos comparar os três tipos de produtos para barbear?

Gel Creme Espuma pronta
Aplicação Fácil Demorada Fácil
Eficiência Alta Média Alta
Problemas Entope lâminas Limpeza da escova ou pincel Sujeira na pia

Cosméticos e dermatológicos: Por que são especiais?

Outra variedade comum encontrada é a combinação do produto para o barbear com substâncias de cuidado estético e dermatológico.

Não é difícil encontrar espumas (e géis e cremes) que oferecem uma hidratação prolongada, efeito cicatrizante para possíveis cortes ou refrescantes para o pós-barba, entre outros benefícios à pele e aos pêlos.