Seja bem-vindo ao ReviewBox! Hoje vamos falar de um item essencial no seu dia a dia: o fone de ouvido. Com a evolução da tecnologia, atualmente é possível encontrar uma enorme variedade de modelos.

Seja para ouvir música, passar o tempo, praticar exercícios, trabalhar e até para se concentrar. Ou ainda para atender ligações, ouvir mensagens de áudio, podcasts ou assistir filmes e séries. Fato é que o fone de ouvido é um acessório necessário e útil.

Para ajudar você na sua decisão de compra, vamos explicar neste artigo os diferentes tipos de fone de ouvido que existem hoje e o que você precisa considerar antes de escolher o melhor para você.

Primeiro o mais importante

  • O fone de ouvido é um acessório essencial para você garantir privacidade e concentração. Seja para ouvir sua música favorita, praticar exercícios, se locomover pela cidade ou trabalhar, hoje existe um modelo ideal para cada situação.
  • Com novas tecnologias e diferentes formatos, vale apena investir em um headphone de boa qualidade.
  • Modelo, fio, eliminação de ruído, conector, driver, sensibilidade, impedância, resposta de frequência e potência são fatores que você deve levar em conta antes de escolher o seu fone de ouvido.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 7 melhores fones de ouvido

Escolher um headphone exige uma atenção maior às especificações técnicas. Para além do designer, este acessório precisa ser funcional e confortável. As marcas fabricantes sabem disso e cada vez investem mais em tecnologia.

Sendo assim, nós apresentamos para você os sete melhores modelos de fone de ouvido disponíveis no mercado.

1º – Fone de ouvido JBL T110

O JBL T110 é um fone intra-auricular, que possui controle remoto de botão único em um cabo plano, além de microfone embutido.

Este modelo tem ainda uma resposta de frequência que varia de 20Hz a 20kHz e driver de 9mm.

2º – Fone de ouvido K414P AKG

O K414P AKG é um fone de ouvido do tipo supra-auricular, que também é dobrável e flexível.

Este headphone possui alça com regulagem de altura, além de resposta de frequência variando de 13Hz a 27KHz, potência de 125dB e impedância de 32Ohms.

3º – Fone de ouvido Jaybird X3

Este é um fone de ouvido intra-auricular à prova d’água, que tem proteção contra chuva e suor, ideal para a prática de exercícios.

Sem fio, o Jaybird X tem tecnologia Bluetooth e conta com 8 horas de autonomia. Este modelo tem ainda potência de 5W e impedância de 16ohms.

4º – Fone de ouvido Pioneer

O Pioneer Se-MS5T-S é um fone do tipo circum auricular, com microfone no cabo, capaz de reproduzir frequências maiores que 40.000Hz.

Este modelo tem driver dinâmico, além de resposta de frequência que varia de 9Hz a 40.000Hz, impedância de 32ohms e potência de 1000 mW.

5º – Fone de ouvido HyperX Cloud II Surround

O HyperX Cloud II Surround é um headset do tipo supra-auricular, com microfone integrado e removível.

Este modelo possui driver de 53mm, resposta de frequência de 15Hz a 25KHz, além de placa de som com interface USB v2.0 e sistema de cancelamento de ruído.

6º – Fone de ouvido Sony

O Sony MDR-ZX110 é um headphone dobrável do tipo supra-auricular. Este modelo tem um driver de 30mm, resposta de frequência de 12Hz a 22.000Hz, impedância de 24ohms e sensibilidade de 98 dB/mW.

7º – Fone de ouvido Philips

O Philips SHP2500/10 é um fone de ouvido circum auricular, com um cabo de 6 metros de comprimento.

Este modelo tem frequência máxima de 1522.000Hz, impedância de 32 Ohms, potência de 500mW e sensibilidade de 106dB.

Guia de Compra

Comprar um fone de ouvido pode parecer uma tarefa simples. Para a maioria das pessoas, basta a indicação de amigos, a confiança em uma marca ou até mesmo o belo designer. Mas, para garantir que o seu headfone reproduza um som de qualidade, com eficiência e conforto, é preciso ir além.

Por isso, preparamos este Guia de Compra com as informações que você precisa para decidir qual fone de ouvido é o ideal para as suas necessidades.

Mulher com fone de ouvido grande no parque.

Comprar o fone de ouvido certo vai garantir qualidade e conforto durante o uso. (Fonte: rinfoto0 / Pixabay)

O que é o fone de ouvido?

Criado em 1919 por Nathaniel Baldwin, o fone de ouvido surgiu originalmente para auxiliar no processo de comunicação, especialmente para transmissões de rádio.

Mas foi só em 1958 que este dispositivo se popularizou. Neste ano, foi criado o primeiro fone de ouvido estéreo.

E, desta vez, o objetivo era permitir que as pessoas pudessem ouvir música de maneira privada e sem incomodar quem estivesse no mesmo ambiente. Nascia então o fone de ouvido como conhecemos hoje, apesar de ainda precário em seu designer e funcionalidade.

Desde então, este acessório não parou de evoluir para oferecer mais qualidade de som e conforto, além de design para todos os gostos. Até o nome do fone de ouvido se ampliou: auscultador, auricular, headphone, headset e por aí vai.

Fone de ouvido sobre mesa de trabalho com computador.

O fone de ouvido é um aliado da concentração durante o trabalho em frente ao computador. (Fonte: Picography / Pixabay)

Fato é que, hoje, o fone de ouvido é considerado o segundo dispositivo portátil mais importante para as pessoas conectadas. O número de vendas mundo afora comprova este fato.

E essa demanda crescente tem um motivo. Hoje, com a tecnologia, o fone de ouvido serve muito mais do que apenas para ouvir músicas.

O headphone é usado para ligações telefônicas, para ouvir mensagens de voz, jogar vídeo game, trabalhar por teleconferência, estudar em cursos online e em uma variedade de outras tarefas.

Por conta disso, os fabricantes investem na criação de fones cada vez mais específicos para cada tipo de situação.

Hoje é possível encontrar fones de ouvido que destacam os graves do áudio; outros que eliminam ruídos; que resistem ao suor. Além dos sem fios, com Bluetooth; com microfone, grandes, pequenos, infantil, estéreo e etc.

Mulher correndo no parque, com fone de ouvido e celular na mão.

Para praticar exercícios o ideal é escolher um fone de ouvido que não cairá do ouvido, garantindo a liberdade de movimentos. (Fonte: StockSnap / Pixabay)

Mas, para além desta variedade de opções, a maioria das pessoas busca um fone de ouvido que combine fidelidade de som, portabilidade e, é claro, conforto.

Ainda assim, existem muitos outros fatores que determinam a escolha do headphone certo para você. Falaremos em detalhes sobre esses fatores nos Critérios de Compra ao fim desse texto.

Por que investir em um fone de ouvido de qualidade?

Hoje em dia quase todo celular acompanha um headphone do estilo intra-auricular, aqueles que se encaixam dentro do ouvido.

Por isso, é comum nos contentarmos com este modelo e usá-lo, inclusive, para outras tarefas, até no computador. E, até aí, tudo bem.

Mas o primeiro problema aqui é que este tipo de fone de ouvido nem sempre será a melhor opção para o seu objetivo. O modelo intra-auricular não tem um bom isolamento acústico, por exemplo.

Fone de ouvido intra-auricular conectado ao celular.

Os fones que acompanham celular, em geral, não possuem bom isolamento acústico. (Fonte: Monfocus / Pixabay)

Além disso, outro problema surge quando é preciso substituir o fone que acompanha seu celular, seja por desgaste de uso ou pela baixa qualidade na transmissão do som.

Neste momento, para tentar economizar, muitas pessoas optam por produtos de qualidade duvidosa, incluindo aí os fones piratas.

O fone de ouvido piratas, porém, tem baixa qualidade. Este acessório não transmite o áudio com clareza, não reproduz os graves e ainda apresenta timbres ocos. Para evitar essas falhas, cada vez mais as pessoas têm investido em acessórios que oferecem uma experiência sonora melhor.

Sem contar no conforto que é garantido pelo designer de um bom aparelho. É importante que o fone se encaixe de forma natural em sua cabeça, sem pesar, machucar ou mesmo escorregar.

Também é fundamental que o fone fique confortável em sua orelha para preservar sua saúde auditiva. E, para que você possa garantir tudo isso, é essencial que você entenda um pouco sobre as informações técnicas que diferenciam um headset de outro.

Entender o que é driver, impedância, resposta de frequência e conector, pode fazer toda a diferença na escolha do fone de ouvido ideal para você. Vamos lhe explicar cada um desses fatores logo mais neste artigo.

foco

Você sabia que não é permitido dirigir usando o fone de ouvido? De acordo com o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro, dirigir utilizando fones de ouvido, conectados a aparelhagem sonora ou telefone celular, é infração média e gera multa no valor de R$130,16.

Quais as vantagens e desvantagens do fone de ouvido?

Além de servir a diferentes funções, a grande vantagem do fone de ouvido é que ele permite privacidade sonora e concentração, seja em casa, na rua, no trabalho ou no ônibus.

Com as diferentes funcionalidades disponíveis hoje em dia, o headfone ainda permite que você realize múltiplas tarefas. É possível ouvir música enquanto malha na academia ou ouvir um podcast enquanto se locomove para a escola ou trabalho, só para citar alguns exemplos.

Outra vantagem é que, ao usar o fone de ouvido a qualidade do som que sai, seja do seu celular ou computador, é infinitamente melhor do que ouvir música ou assistir filmes sem o fone.

No entanto, este acessório também tem suas desvantagens. E elas dependem do modo que você utiliza o fone de ouvido.

Homem com fone de ouvido pequeno.

Usar o fone de ouvido por muitas horas e em volume muito alto pode causar danos a sua audição. (Fonte: StockSnap / Pixabay)

O uso incorreto deste acessório pode causar danos na sua audição. A exposição prolongada ao volume alto pode causar, por exemplo, a fadiga auditiva. Esse problema causa sensação de zumbido, de ouvido cheio ou entupido. Em alguns casos é possível reverter essa situação.

Em outros casos, porém, é possível que haja um dano permanente na audição e até mesmo a perda completa. A recomendação dos especialistas, portanto, é utilizar o fone de ouvido com o volume mais baixo possível.

Especialistas recomendam que você faça pausas no uso do fone de ouvido a cada hora para que os ouvidos possam descansar.

Mas a desvantagem do fone de ouvido não fica restrita apenas ao volume alto. A maneira como o acessório se encaixa no ouvido também é um ponto que você deve tomar cuidado.

O headphone exerce uma pressão em nossos ouvidos, já que eles tampam a entrada dos tímpanos. Alguns modelos podem pressionar mais do que outros e também contribuem para problemas auditivos. Por isso, escolha bem.

A seguir, veja as principais vantagens e desvantagens do fone de ouvido:

Vantagens
  • Privacidade e concentração
  • Modelos com funcionalidades diferentes para cada objetivo
  • Melhora a qualidade do som que sai de celulares e computadores
Desvantagens
  • Volume muito alto pode causar danos à audição
  • Fones que pressionam demais o ouvido também causam danos auditivos
  • Uso prolongado pode levar até à perda da audição

Quais os tipos de fone de ouvido e qual escolher?

A escolha do modelo do fone de ouvido é um dos fatores mais importantes a se considerar, já que irá refletir no seu conforto e no seu objetivo de uso.

De nada adianta ter um headset pesado e grande demais se você quer ouvir música enquanto corre para se exercitar. Por outro lado, um fone de ouvido pequeno e portátil pode não ser tão confortável para os seus ouvidos.

Esta é uma escolha pessoal, mas que também leva em conta as especificidades dos diferentes modelos de fone de ouvido disponíveis hoje no mercado.

Por isso, primeiro você deve se perguntar em quais situações você pretende usar o seu. Isso porque cada modelo servirá melhor para cada situação.

Dessa forma, os fones de ouvido podem ser divididos em quatro categorias, de acordo com sua ergonomia, ou seja, a forma como se encaixam no ouvido. São eles: earbud, intra-auricular, supra-auricular e circum auricular.

Earbud ou auricular

É o modelo mais comum. Este fone de ouvido é o que geralmente acompanha os celulares. Pelo seu formato, o earbud se encaixa na entrada do canal auditivo, podendo ter alças para orelha ou não.

Mas, também por conta do formato, o earbud não isola bem os ruídos externos. Isso faz com que você precise aumentar muito o volume, o que pode ser prejudicial para a sua audição.

Intra-auricular

É o tipo de fone de ouvido que se encaixam dentro do canal auditivo por meio de borrachas. Por isso, este fone bloqueia muito bem os barulhos externos.

Além disso, o intra-auricular é leve, portátil e discreto. Por outro lado, este modelo pode se tornar incômodo com o uso prolongado, já que fica dentro do ouvido. Também é preciso tomar um cuidado extra com a higiene para evitar infecções.

Supra-auricular

Para garantir máximo conforto ao usar o fone de ouvido por um período longo, prefira esse tipo por conta do seu formato. O supra-auricular, também conhecido como on-ear, é um headphone maior, com arco que fica sobre a cabeça e almofadas que se apoiam na orelha.

Dentro desta categoria, existem os modelos que se apoiam em parte da orelha e os que se apoiam totalmente sobre ela. Além disso, o supra-auricular reproduzir o som com mais qualidade e tem maior poder de isolar ruídos externos. Por isso também este costuma ser um modelo de fone de ouvido mais caro.

Circum Auricular ou over-ear

Este fone, assim como o supra-auricular, também tem arcos que ficam sobre a cabeça. A diferença, porém, é que o circum auricular é maior e suas almofadas envolvem completamente as orelhas.

Por esta razão, este modelo garante um grande isolamento acústico.

Abaixo, nós condensamos as principais diferenças entre os quatro modelos de fones de ouvido para que você possa comparar e escolher o melhor para você.

Earbud Intra-auricular Supra-auricular Circum Auricular
Ajuste no ouvido Se encaixa na entrada do canal auditivo É inserido dentro do canal auditivo Se apoia nas orelhas sem cobri-las por completo Cobre totalmente as orelhas
Isolamento de ruído externo Baixo Alto Médio Alto
Qualidade sonora Baixa Alta Mais alta Muito alta
Tamanho Pequeno, leve e confortável Pequeno e leve, mas pode ser incômodo Grande, pesado, mas confortável Grande, pesado, mas muito confortável
Portabilidade Portátil Portátil Menos Portátil Menos Portátil

Com essas informações em mãos, você poderá escolher qual o modelo se encaixa melhor em seu objetivo.

Se você quiser um fone de ouvido para aumentar sua concentração, os modelos intra-auricular e circum auricular são os mais recomendados, por serem os que melhor bloqueiam o barulho externo.

Caso você queira praticar atividades físicas ouvindo música, opte pelo earbud, que possui alças para prender atrás da orelha. O intra-auricular também é uma ótima opção, já que com ele você não precisa se preocupar com o fone caindo de sua orelha durante uma corrida, por exemplo.

Você também pode optar por modelos considerados esportivos que usam tecnologia à prova d’água e são resistentes ao suor e à chuva.

Mas se você quer ouvir música e ainda assim se manter alerta para realizar outras tarefas, como atender ao telefone, por exemplo, escolha um acessório que não o isole tanto do ambiente externo.

Neste caso, o earbud e o supra-auricular podem ser boas opções para você. Esses modelos são, inclusive, a melhor opção para quem anda de bicicleta já que mantém a segurança no meio do trânsito.

Mulher com fone de ouvido grande com alças, sentada no sofá.

Para maior conforto e qualidade sonora a melhor opção é o fone circum auricular que cobre toda a orelha. (Fonte: PourquoiPas / Pixabay)

Quanto custa?

O preço é um ponto importante na compra do seu fone de ouvido. Porque aqui vale a máxima: o barato pode sair caro.

Fones de ouvido muito baratos não reproduzem o som com qualidade, não são confortáveis nem duráveis.

Hoje o preço do fone de ouvido pode variar entre R$5 e R$20.000, dependendo do modelo, das especificações e tecnologias. Você não precisa comprar o mais caro. Mas, como já vimos, vale a pena investir em um headset de qualidade.

Opte por aquele cujas especificações técnicas garantem um som de qualidade. Vamos explicar para você as mais importantes em Critérios de Compra.

Onde comprar?

Você pode encontrar fone de ouvido à venda em lojas de produtos eletrônicos, de departamento e hipermercados como Casas Bahia, Lojas Americanas e Extra.

Mas para encontrar as melhores marcas e com os melhores preços, a melhor opção é comprar em lojas online como a Amazon e o Mercado Livre.

Como os melhores modelos de fone de ouvido ainda são produzidos por marcas internacionais, nem sempre você os encontrará nas lojas físicas. Além do mais, ao comprar online você poupa seu tempo e o faz do conforto da sua casa.

Critérios de compra: Fatores para comparar os melhores modelos de fone de ouvido

Agora que você já conhece os benefícios de investir em um fone de ouvido de qualidade, é chegada a hora de entender como identificar o melhor aparelho para você.

Algumas especificações técnicas são as grandes responsáveis para que o acessório tenha o desempenho desejado e mais durabilidade. Mas também é fundamental que você entenda outros fatores, para garantir conforto durante o uso e, principalmente, para preservar sua saúde auditiva.

A seguir listamos os principais fatores que você deve levar em conta antes de escolher o seu fone de ouvido ideal:

  • Fio
  • Eliminação de ruído
  • Conector
  • Driver
  • Sensibilidade
  • Impedância
  • Resposta de frequência
  • Potência

A seguir, vamos detalhar cada um desses fatores para que você possa escolher com segurança o melhor fone de ouvido que atenda às suas necessidade e expectativas.

Fio

Hoje em dia você pode optar por headsets com ou sem fio. Em alguns casos, o fone de ouvido pode, inclusive ter as duas opções.

Ao escolher seu headphone com fio é preciso levar em conta a qualidade e o comprimento do cabo. Cabos grossos costumam ser mais resistentes e os achatados não fazem tantos nós.

Se você for conectar seu fone à TV, por exemplo, o ideal é que o cabo seja mais comprido. Hoje é possível encontrar cabos que variam de 2 a 10 metros de comprimento, o que lhe garante maior mobilidade.

Outra opção é o fone de ouvido sem fios. Este tipo de acessório funciona com sistema wireless como, por exemplo, o Bluetooth.

Com ele você pode conectar seu fone ao seu notebook, celular ou tablet sem precisar do cabo. No entanto, com o fone de ouvido Bluetooth, existe uma distância máxima para que haja a conexão entre o fone e o aparelho. Além disso, a bateria tem tempo limitado.

Fone de ouvido supra-auricular rosa com fio.

Quanto maior o comprimento do fio mais mobilidade você terá com seu fone de ouvido. (Fonte: LubosHouska / Pixabay)

Eliminação de ruído

Um dos fatores que devem ser considerados antes de escolher o seu headset é a quantidade de ruído externo que é filtrado pelo acessório. Isso é importante para que você não precise ficar aumentando o volume e, assim, prejudicar sua audição.

Assim, o bloqueio pode ser feito de duas formas: pelo cancelamento de ruído ou pelo isolamento acústico.

Como vimos, o isolamento acústico é uma barreira física e pode variar de acordo com o modelo do fone que você escolher. O intra-auricular e o circum auricular são os melhores neste quesito.

Já o cancelamento acústico é um sistema que exige bateria ou pilha para bloquear o ruído externo. Por isso, o fone de ouvido com esta funcionalidade é mais caro.

Mulher no ônibus com fone de ouvido.

Quanto maior o bloqueio de barulhos externos melhor será a qualidade do som, principalmente quando você estiver no ônibus. (Fonte: balticmedia / Pixabay)

Conector

Apesar de o conector, ou plug, não influenciar na qualidade do som, ele é reflete na qualidade da transmissão de informações para o seu fone de ouvido.

O plug de melhor qualidade é banhado a ouro de aço inoxidável. Já que o ouro conduz melhor a eletricidade, o som transmitido do aparelho para o headphone não terá ruídos.

O mais comum e mais barato é o plug de cobre. Mas ele oxida facilmente e, consequentemente, perde a capacidade de funcionamento com maior rapidez.

Além disso, você deve se certificar de que o conector é compatível com o equipamento ao qual será ligado.

Driver

O driver, ou diafragma, é a caixa acústica ou o alto-falante do seu fone de ouvido. É nele em que estão localizados todos os componentes responsáveis pelo funcionamento do acessório.

Por isso, o tamanho e o material de fabricação do driver refletem na qualidade do produto. Em teoria, quanto maior for o driver, que é medido em milímetros, melhor. Mas é possível encontrar drivers de ótima qualidade em fones pequenos.

Neste caso, o que ocorre é que, pela limitação do espaço, é preciso mais tecnologia para inserir todos os componentes. E isso torna o headphone mais caro. O fone de ouvido tipo earbud e intra-auriculares têm, geralmente, drivers em torno de 8mm e 10mm.

Já os headphones maiores, como o supra e o circum auricular, que não tem limitação de espaço, podem ter driver de até 40mm. Outro ponto a se analisar no drive é o seu material de fabricação. Os drivers são divididos em dinâmico, armadura balanceada e eletrostático:

  • Dinâmico: esse é o driver mais comum e barato, que tem uma amplitude sonora capaz de reproduzir vários tipos de frequência, mantendo assim um som mais linear. O driver dinâmico é geralmente encontrado no fone do tipo earbud.
  • Armadura balanceada: esse costuma fazer parte do fone intra-auricular. é o tipo de driver que tem uma performance superior ao do driver dinâmico para reproduzir frequências mais altas.
  • Eletrostático: é mais comum nos fones mais caros, porque é capaz de alcançar vários níveis de graves e agudos, além de não apresentar sinal de distorção sonora.
Fone de ouvido vermelho com cabo.

O tamanho e o material do driver, que é a caixa acústica do fone de ouvido, refletem na qualidade do som. (Fonte: vmcampos / Pixabay)

Sensibilidade

Medida em decibéis, a sensibilidade determina o volume que o fone de ouvido pode alcançar.

Por isso, basta que você considere que quanto maior o valor da sensibilidade, mais alto será o volume que o fone de ouvido será capaz reproduzir.

Lembre-se, porém, que a partir de 85 decibéis, o som já é alto o suficiente para causar danos a sua audição.

Impedância

A impedância é outra especificação que se relaciona diretamente à qualidade do som. Medida em ohms (Ω), a impedância funciona como um inibidor dos ruídos causados pela corrente elétrica presente no fone.

Em geral, quanto maior a impedância do fone de ouvido, maior será a probabilidade de o fone reproduzir um áudio limpo, claro e de melhor qualidade.

Para você ter um parâmetro, os fones considerados de boa qualidade, por exemplo, têm impedância acima de 25ohms. Mas isso não é regra já que fatores como potência e resposta de frequência, como veremos abaixo, também influenciam na qualidade som.

Mulher DJ com fone de ouvido.

Quando maior a impedância do headphone, menos ruído haverá na reprodução do som. (Fonte: Hanny Naibaho / Unsplash)

Resposta de frequência

O ouvido humano consegue ouvir frequências entre 20Hz (mais grave) e 20.000Hz (mais aguda). Por isso, o fone de ouvido deve reproduzir o som dentro desta faixa de frequência.

Assim, quanto maior a resposta de frequência mais detalhes do som serão perceptíveis como, por exemplo, instrumentos e efeitos sonoros.

Potência

Você também deve observar a potência máxima do fone de ouvido. A potência determina a capacidade do acessório de suportar volumes altos.

Ou seja, quanto maior for a potência, maior será a capacidade do seu fone de reproduzir o som em volumes mais altos de maneira eficaz.

Mas se você exceder a capacidade de potência do seu fone, o acessório irá estourar, comprometendo a sua utilização.

(Fonte da imagem destacada: SplitShire / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
46 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...