Imagem mostra um forno industrial de grande porte.
Ultima atualização: 7 de fevereiro de 2020

Como escolhemos

8Produtos analisados

17Horas investidas

4Estudos avaliados

51Comentários coletados

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Tem um estabelecimento do ramo alimentício como uma padaria, uma confeitaria ou um restaurante? Então não há como fugir de ter um forno industrial! Esse utensílio te oferece tudo o que é necessário para aumentar a eficiência de seu trabalho.

Há muitos tipos de fornos industriais e fazer uma escolha pode ser complicado. Mas não se preocupe: Nesse artigo, vamos trazer diversas informações, fazer comparações, explicar diferenças e te ajudar a adquirir o modelo que melhor se encaixa no seu ramo e nas suas necessidades!




Primeiro, o mais importante

  • Um forno industrial é necessário em muitas áreas do ramo alimentício e pode ser útil até em outras indústrias.
  • Contar com um forno industrial faz com que haja mais agilidade e produtividade em uma cozinha. Além disso, a durabilidade dos melhores modelos impressiona.
  • Você pode escolher entre diversos tipos de fornos industriais e se prefere alimentação a gás ou elétrica. Existem vantagens e desvantagens em cada uma dessas opções!

Você também pode gostar:

Os melhores fornos industriais: As escolhas da redação

Forno combinado, forno de lastro, forno de convecção, forno giratório... São muitas as opções de fornos industriais no mercado. Por isso, nossa redação fez um minucioso trabalho para selecionar alguns modelos de qualidade garantida!

Um ótimo forno para restaurantes

Se você tem um restaurante, precisa de um forno com bom espaço interno, consumo amigável e extrema resistência. Esse modelo da Cristal Aço oferece tudo isso: É feito com chapas de aço carbono e recebe pintura eletrostática que protege contra ferrugem, consome 0,800 kg/h de gás e tem 150 litros de capacidade.

A escolha certa para pães e salgados

Muitas pessoas fazem venda de pães, bolos e salgados em escala média. Para elas, a Cristal Aço também tem uma incrível solução. Esse forno não é grande, com capacidade de 90 litros, mas efetua seu trabalho com incrível eficiência. Pesa 26 kg, tem tampa com vidro temperado de 6 cm de espessura e é bastante resistente.

Um forno industrial muito econômico

A Venâncio é uma das principais marcas brasileiras de fornos industriais e utensílios para cozinha industrial. Aqui, ela traz um excelente modelo que se destaca pelo baixo consumo: Apenas 0,380 kg/h de gás. Permite que você diminua as contas de seu restaurante sem perder eficiência e agilidade!

Guia de compra

Nós sabemos que, se você chegou aqui, é porque tem muitas dúvidas sobre fornos industriais. Por isso, pesquisamos quais são as perguntas mais frequentes sobre o utensílio e preparamos respostas completas!

Leia nosso guia de compra e passe a conhecer muito mais sobre fornos industriais!

Imagem mostra um homem abrindo uma massa de pão em uma cozinha profissional.

O forno industrial é indispensável em uma cozinha profissional. (Fonte: skeeze/ Pixabay.com)

O que é um forno industrial?

O forno é um utensílio fechado capaz de conservar altas temperaturas e gerar o calor responsável não só por cozer alimentos, como por transformar outros materiais como barro e vidro. Em sua versão industrial, é maior, mais potente e alcança extremas temperaturas.

Ao contrário do fogão industrial, que tem serventia apenas em empresas do ramo alimentício, o forno é de uso bem mais amplo. Afinal, os processos químicos que acontecem em calor extremo não estão restritos apenas aos alimentos.

Existem muitos tipos de fornos industriais na indústria alimentícia e eles podem ser usados para uma enorme variedade de cozimento de alimentos: Pães, doces, salgados, pizzas, massas, carnes e etc. Cada um deles pede por um tipo de forno com características específicas.

foco

Você sabia que fornos existem desde cerca de 30 mil anos atrás? Povos muito antigos já tinham suas técnicas para cozer alimentos: Faziam buracos no chão, enterravam a comida, fechavam e em seguida acendiam uma fogueira em cima.

Claro que a evolução até os fornos que temos hoje foi grande. Os gregos desenvolveram a panificação e os franceses o forno com tijolos. Em 1728, uma grande inovação: O forno com porta, que podia ser totalmente fechado e transformou o preparo de alimentos.

O que diferencia um forno industrial de um comum?

O forno industrial faz tudo o que um modelo comum e doméstico também faz, porém, em proporções maiores. Ele alcança temperaturas superiores, tem uma capacidade avantajada devido às suas dimensões e tem mecanismos para tornar o consumo de gás ou eletricidade mais amigável.

A principal diferença, porém, está na estrutura. Fornos domésticos já precisam ser feitos com materiais de primeira qualidade para suportar o calor e a exposição aos alimentos, mas com os modelos industriais, essa necessidade se amplifica.

Outra característica de fornos industriais é a especificidade: Muitos modelos são próprios para um determinado alimento, como pão ou pizza. Para esses tipos, até é possível a instalação em ambiente doméstico, já que existe uma considerável variação de tamanho.

Em um forno doméstico, o design é parte importante: É necessário combinar com a cozinha e gerar harmonia no ambiente. Quando se fala em um forno industrial, a principal característica esperada é a eficiência. Ele precisa acima de tudo tornar o trabalho mais rápido e mais ágil!

Também precisamos citar que, em um ambiente doméstico, os maiores fornos são aqueles que vêm nos fogões. Os melhores modelos industriais são independentes, facilitando a movimentação na cozinha e o aproveitamento do espaço.

Na tabela a seguir, comparamos fornos domésticos e industriais:

Forno doméstico Forno industrial
Capacidade Em fogões, até 110 litros, separados, até 50 litros Tem grande variação de acordo com o alimento para o qual é feito
Temperatura alcançada Raramente passa de 300 graus Alguns podem atingir 1200 graus
Recomendação Uso doméstico ou em pequenos negócios do ramo alimentício Uso para negócios de tamanho médio ou grande do ramo alimentício, preparação de alimentos específicos ou outros nichos industriais

Quais as vantagens de um forno industrial?

O forno industrial tem extrema resistência. Quando se escolhe um modelo de qualidade, sabe-se que ele irá durar por décadas. Mesmo que você não esteja mais no ramo alimentício, poderá até conseguir um valor de revenda pelo utensílio.

Além disso, ele confere agilidade e economia para uma cozinha profissional. Por conseguir alcançar temperaturas mais altas, faz com que refeições fiquem prontas em menor tempo. Assim, a linha de produção anda com maior eficiência.

A economia vem do fato de modelos de fornos profissionais contarem com controladores de consumo. É preciso menos gás para preparar uma refeição do que aconteceria com um forno comum.

Você pode escolher dentre vários tipos de fornos industriais para ter aquele que mais se adequa às suas necessidades em formato, tamanho e utilidade. Também pode escolher como será colocado em sua cozinha, garantindo um posicionamento que facilite a movimentação e o trabalho.

Mesmo com todos esses benefícios, a maior parte dos fornos industriais não é muito mais cara que um modelo comum. Veja na tabela a seguir as principais vantagens e desvantagens desses utensílios:

Vantagens
  • São extremamente resistentes: Podem durar por décadas
  • Fazem com que alimentos fiquem prontos mais rápido e aumentam a agilidade da cozinha
  • Versáteis: Assumem tamanhos e formatos ideais para diferentes tipos de alimentos
  • Não têm preços tão altos em comparação aos modelos domésticos
Desvantagens
  • Não valem a pena para uso apenas doméstico
  • Na maioria das vezes, não há preocupação com a beleza do design

Quais os tipos de forno industrial?

Existem muitos tipos diferentes de fornos industriais. Alguns deles têm usos específicos, outros são indicados para todas as áreas. Vamos listar a seguir alguns dos principais:

  • Forno combinado: Um dos tipos de fornos mais modernos, funciona através da combinação entre ar quente seco e vapor. Pode ser usado no preparo de todos os tipos de alimentos e é extremamente versátil. Permite até mesmo que receitas com diferentes tempos de preparo sejam feitas ao mesmo tempo.
  • Forno de lastro: É típico de padarias e confeitarias. Tem esse nome por usar um sistema de aquecimento que parte de baixo para cima, atingindo os alimentos de forma igualitária. Pode ter um grande número de grelhas para produção em grande escala.
  • Forno para pizza: Pode ser a lenha ou a gás. Produz grande concentração de calor dentro da câmara e pode suportar temperaturas extremas, que chegam a cerca de 1200 graus. Precisam ter o diâmetro de abertura ideal.
  • Forno de convecção: É um forno que tem como intenção gerar um cozimento uniforme através de uma distribuição de calor igualitária dentro de toda a sua extensão. Muito bom para alimentos congelados, é bastante usado em restaurantes comerciais de grande demanda ou em fast foods.

Ainda há vários outros tipos de fornos industriais, como os para frango ou carnes e os micro-ondas. Porém, esses citados acima são os mais usados no ramo alimentício!

Forno industrial elétrico ou a gás?

Mais uma dúvida que você pode ter ao comprar um forno industrial é: Será que vale mais a pena optar por um modelo elétrico ou a gás? Não existe uma resposta correta, já que os dois tipos têm suas vantagens.

O forno elétrico é ideal para quem trabalha com alimentos que pedem mais cuidado.

Um forno elétrico permite maior controle por parte dos usuários, já que os ajustes de temperatura são mais precisos e a segurança é muito maior. É recomendado principalmente para quem trabalha com uma culinária elaborada e que pede grande cuidado no preparo de cada alimento.

Por outro lado, o forno a gás tem um custo muito menor. O consumo de gás pesa menos do bolso do que o de eletricidade. Para quem trabalha com o utensílio o dia todo, a diferença no final do mês pode ser enorme.

Outra diferença é que o tempo de pré-aquecimento de um forno a gás é menor. Assim, ele permite maior agilidade no preparo de muitos alimentos.

Cabe a você ponderar se prefere mais segurança e controle no preparo ou economia e velocidade. Há excelentes modelos de cada um dos tipos!

Quanto custa e onde comprar um forno industrial?

O preço de um forno industrial varia de acordo com o tamanho, o tipo e a alimentação. Os modelos mais baratos custam aproximadamente R$ 400 e já podem ser de bastante qualidade, enquanto os mais caros podem chegar a quase R$ 10.000.

Para comprar um forno industrial de qualidade, você pode ir a um comércio especializado em produtos para cozinhas profissionais e restaurantes. Outra opção é fazer a aquisição pela internet. A Amazon brasileira conta com excelentes produtos, bem como a Amazon internacional e o Mercado Livre.

Critérios de compra: O que levar em consideração ao escolher um forno industrial

Agora que você já está convencido a comprar um forno industrial e sabe qual é o melhor tipo para você, precisamos apenas discutir alguns critérios técnicos importantes. Selecionamos quatro:

Abaixo, entramos em mais detalhes sobre cada um deles!

Estrutura

Um forno industrial está sempre exposto a altíssimas temperaturas, gordura, óleo, restos de alimentos e resíduos. Caso ele não seja preparado com um material de altíssima qualidade, não terá toda a resistência necessária.

O aspecto mais importante na escolha de um forno industrial é a estrutura. Ele precisa ser feito com ferro fundido ou metal, ter uma espessura suficiente, contar com pintura eletrostática ou outra proteção contra ferrugem e ter uma tampa feita com vidro temperado suficientemente grosso.

Só assim, você terá certeza de que ele pode resistir ao uso constante!

Imagem mostra um forno a lenha assando pães

Um forno industrial está sempre exposto a altas temperaturas e precisa ser resistente. (Fonte: Sinawa/ Pixabay.com)

Capacidade

O que você costuma colocar dentro do forno? Alimentos grandes e pratos que servem a muitas pessoas, enormes quantidades de massas para assar, simples refeições delicadas que não ocupam muito espaço, preparos simultâneos de receitas?

Existe uma variação razoável na capacidade dos fornos industriais: Alguns são menores e indicados para algum uso específico, outros são grandes e prontos para uso em restaurantes com movimento considerável. Você precisa decidir qual é a capacidade ideal para as suas necessidades!

Temperaturas alcançadas

Algumas receitas precisam de uma temperatura específica para chegarem ao ponto perfeito. Outros, de um tempo de cozimento ideal. Ao lidar com um forno industrial, você precisará saber ajustar essas questões para servir alimentos saborosos aos seus clientes.

Uma temperatura alta para aquecer alimentos prontos dá velocidade ao seu negócio.

Porém, o forno industrial também será usado para aquecer refeições já prontas ou para preparar receitas que independem de tempo correto de preparo. Nesses casos, quanto mais alta a temperatura alcançada, mais existirá velocidade no preparo.

O ideal na maioria dos casos é ter um forno com uma gama de temperaturas muito ampla, que permite tanto o cozimento lento de certos alimentos, como o rápido aquecimento de outros!

Consumo

Quem trabalha com um forno industrial quer que as contas sejam o mais reduzidas possíveis. E existe um jeito fácil de conseguir isso: Através da escolha de um modelo cujo consumo de gás seja amigável.

É possível saber qual é o consumo de um forno industrial: Ele é medido por quilo de gás por hora e normalmente está na lista de especificações técnicas do modelo. Caso esse seja um critério importante para você, escolha com bastante atenção!

(Fonte da imagem destacada: fedorkondratenko/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em nós?

Helena Sartori Cozinheira Profissional
Helena AINDA não participou do MasterChef, mas tem certeza que sua hora vai chegar. Cozinheira desde os 17 anos, quando ajudava no restaurante de sua tia, ela sabe de cor e salteado quais são os utensílios e ingredientes necessários para preparar cada uma das receitas especiais de seu livro. No ReviewBox, compartilha esse conhecimento com o público.
Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.