Fruteira-de-chao
Ultima atualização: 13 de agosto de 2020

Como escolhemos

16Produtos analisados

13Horas investidas

2Estudos avaliados

47Comentários coletados

Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Se você entende a importância de ter frutas e legumes sempre à mão, e de modo organizado, está na hora de ter uma fruteira. Mas em meio a tantos tipos, existe uma que é ainda mais funcional: A fruteira de chão.

No artigo de hoje, nós vamos explicar porque você deve investir em uma fruteira que fica no chão. Mais do que isso, nós vamos mostrar quais são os melhores modelos disponíveis.




Primeiro, o mais importante

  • A fruteira de chão é ideal para organizar frutas e legumes, principalmente aquelas que não devem ir para a geladeira.
  • Além disso, essa é uma peça multifuncional, que pode ser usada em outros cômodos da casa.
  • Para escolher o melhor modelo, você deve considerar a quantidade de cestos, o tamanho e o material de fabricação.

Você também pode gostar:

Melhores fruteiras de chão: Nossas recomendações

A fruteira de chão mais versátil

A fruteira da Brinox é feita em aço inox e conta com três compartimentos. Com design moderno e retangular, essa fruteira de chão suporta até 50kg e possui rodinhas. Além disso, tem as seguintes medidas: 40 x 28 x 77 cm.

A melhor fruteira de madeira

Rústica e compacta, essa fruteira de chão é produzida em madeira de eucalipto. Além disso, conta com três cestos de inox e um tampo superior em madeira. Essa opção mede 45 cm de comprimento, 30 cm de largura e 75 cm de altura. Não possui rodinhas.

A melhor opção com 4 compartimentos

Com quatro divisórias no formato quadrado, a fruteira de piso da Keyna é feita com arames cromados, garantindo a máxima ventilação. Além disso, essa peça mede 84 cm de altura. Não possui rodinhas.

Guia de Compra

Se você está em busca de uma fruteira de chão, mas fica confuso com tantas opções à venda, não se preocupe. Nós criamos esse Guia de Compra justamente para tirar todas as suas dúvidas e fazer valer o seu investimento.

A seguir, você vai entender a importância de uma fruteira de chão, como usá-la e onde comprar o modelo ideal.

Mulher fazendo compra no supermercado.

Certas frutas e legumes devem ser armazenados em fruteiras, expostas como em um mercado. (Fonte: Artem Beliaikin/ Pexels.com)

Por que você deve investir em uma fruteira de chão?

Se você preza por uma alimentação saudável, ou quer adotar esse hábito na sua rotina, o primeiro passo é começar pela boa organização dos alimentos na sua cozinha. Afinal, de nada adianta guardar frutas e legumes em armários ou geladeiras e esquecê-los por lá, certo?

Para evitar o desperdício, e o esquecimento, o ideal é investir em uma boa fruteira. Isso porque na fruteira os alimentos ficam à vista e à mão.

Sem contar que, por conta de sua estrutura, a fruteira promove uma maior ventilação, o que é essencial para a manutenção de certas frutas e legumes.

Várias frutas e legumes.

Ter uma fruteira é como ter uma extensão da feira em casa. (Fonte: Mittmac/ Pixabay.com)

De modo geral, existem três tipos de fruteira: A de mesa, a de parede e a de chão. A fruteira de mesa costuma ser compacta e, por isso, comporta apenas uma pequena quantidade de frutas.

A fruteira de parede é uma opção versátil, que tanto pode ser pequena como grande. É ideal para quem não tem espaço disponível. Mas a mais tradicional é a fruteira de chão.

Essa peça é maior, conta com vários compartimentos e ainda pode ser movimentada e colocada em diferentes locais, de acordo com sua necessidade.

Quais são os tipos de fruteira de chão?

Na hora de comprar uma fruteira de chão, você vai se deparar com inúmeros modelos. Como veremos logo mais nesse artigo, esses modelos variam de acordo com o tamanho, o formato e a quantidade de cestos.

Mas, de modo geral, a fruteira de chão pode ser a tradicional, a embutida e a do tipo armário. A mais comum é aquela que é toda vazada, com rodinha ou não, e é colocada em um canto da cozinha.

Fruteira sobre bancada da cozinha.

Existem diversos tipos de fruteiras disponíveis no mercado. (Fonte: tookapic/ Pixabay.com)

Outro tipo de fruteira de chão é aquele que pode ser embutido em armários ou cômodas da cozinha. Nesse caso, as fruteiras precisam ter medidas exatas que correspondam ao vão do móvel destinado a elas.

Além disso, diferentemente do modelo tradicional, essa fruteira fica imóvel. E, por fim, existe a fruteira de chão que é do tipo móvel, ou seja, vem com paredes laterais fechadas e costuma ter gavetas também.

Assim como alguns modelos convencionais, essa fruteira possui tampo superior para acomodar microondas, cafeteira, bebedouro e outros eletrodomésticos.

Onde colocar a fruteira de chão?

Como vimos, a fruteira de chão pode ser colocada em cantos da cozinha ou até mesmo em vãos, dentro da bancada, projetados para ela. Alguns modelos também são 2 em 1, ou seja, podem ser instalados tanto na parede quanto no chão.

O mais importante, porém, é escolher um local de fácil acesso para colocar a sua fruteira de chão. Também é recomendado que ela fique longe de eletrodomésticos, que emitam calor, e que não atrapalhe a passagem de pessoas.

foco

Você sabe quais alimentos devem ser guardados na fruteira? Confira alguns deles:

  • As maçãs e peras preferem locais arejados e podem ficar juntas na cesta da fruteira;
  • As bananas escurecem na geladeira, por isso, devem ficar na fruteira, mas separadas de outros alimentos porque ela pode acelerar o amadurecimento dos demais;
  • Tomates, pimentões e pepinos se conservam melhor na fruteira e podem compartilhar o mesmo cesto;
  • Frutas cítricas, como laranjas e limões, demoram mais a amadurecer na fruteira;
  • Cebolas e alhos também preferem a ventilação, além de uma menor incidência de luz;
  • As batatas, quando nas fruteiras, devem ficar separadas das cebolas.

Quais as outras utilidades da fruteira de chão?

Além de servir como organizador e expositor de frutas e legumes na cozinha, a fruteira de chão pode ter outras utilidades dentro da casa e até mesmo no escritório.

É possível utilizá-a para guardar bebidas, livros e documentos.

Dependendo do modelo e da estrutura da fruteira, é possível utilizá-a para guardar bebidas, livros e documentos, além de pincéis e tintas, tecidos e linhas de costuras, e por aí vai.

O limite é, de fato, a sua necessidade de uso e a criatividade.

Sem contar que, dependendo do design e da cor, a peça ainda ajuda a compor a decoração do ambiente.

Quais as vantagens e desvantagens da fruteira de chão?

São inúmeras as vantagens de se ter uma fruteira de chão. Com ela, é possível organizar e ter sempre à vista frutas e legumes. Além disso, a fruteira é mais adequada para conservar certos alimentos, que estragariam mais rápido no armário ou geladeira.

Além disso, a fruteira de piso é grande, conta com dois ou mais compartimentos, costuma ter rodinhas e, às vezes, vem com uma tampa de base que serve de apoio para eletrodomésticos.

Versátil, a fruteira de chão também pode ser utilizada como organizador de objetos, materiais de trabalho ou lazer.

Por outro lado, essa peça pode demandar um maior espaço. Outra desvantagem é que as mais duráveis e resistentes são também as mais caras.

De todo modo, criamos uma tabela que ilustra as vantagens e desvantagens. Confira:

Vantagens
  • Organiza e expõe frutas e legumes
  • Tem vários compartimentos
  • Pode ser usada como organizador de objetos diversos
  • Existem modelos, tamanhos e design variados
Desvantagens
  • Demanda espaço
  • As melhores são caras

Quanto custa uma fruteira de chão e onde comprá-la?

O preço de uma peça como essa vai depender do material de fabricação, do tamanho e da quantidade de compartimentos. Mas, geralmente, o preço de uma fruteira de chão varia entre R$ 20 e R$ 1 mil.

Para comprar um item como esse as opções são muitas. Seja em lojas de casa, de departamento ou supermercados, como Casas Bahia e Carrefour, é possível encontrar fruteiras para todos os gostos e bolsos.

No entanto, cada vez mais os consumidores têm preferido comprar a fruteira de chão em lojas online. Se você optar por realizar a compra pela internet, recomendamos que o faça na Amazon Brasil.

Critérios de Compra: Como comparar as fruteiras de chão

Vimos que existem diversos modelos de fruteira de piso. Porém, se você quer comprar a melhor de todas é preciso analisar alguns aspectos que variam de um modelo para outro.

Para isso, nós listamos a seguir os principais itens que devem ser levados em conta nessa comparação. Veja:

A partir daqui, nós vamos explicar cada um desses tópicos.

Material e estilo

O primeiro aspecto que você deve comparar na hora de escolher a melhor fruteira de chão é o material de fabricação.

O tipo de material vai influenciar na resistência e durabilidade da fruteira, assim como no estilo que a peça vai criar na decoração do ambiente. Assim, você vai pode escolher entre fruteiras feitas de: Plástico, inox, ferro, madeira, entre outros.

Inox, ferro e madeira são mais duráveis e resistentes, e ainda criam um estilo mais diversificado, que vai do moderno ao clássico.

Divisórias

Outro fator importante que merece a sua atenção é a quantidade de divisórias, o formato e o tamanho delas. De modo geral, a fruteira de chão costuma ter entre dois e quatro compartimentos.

Sua escolha deve ser basear, principalmente, na quantidade de produtos que você pretende acomodar nas cestas.

Maçãs em um cesto.

Quanto mais cestos tiver a fruteira de chão, mais alimentos ela irá comportar. (Fonte: congerdesign/ Pixabay.com)

Além da quantidade de compartimentos, analise também o formato, o tamanho e a profundidade deles. Dependendo da fruteira de chão, esses cestos podem ser quadrados, retangulares ou redondo.

Observe também que, em alguns casos, esses cestos são removíveis e podem até servir de fruteira de mesa.

Tampo superior

É importante avaliar se você prefere uma fruteira de chão com ou sem o tampo superior. Os modelos que possuem tampo são úteis porque essa parte se converte em uma bancada. De modo geral, no tampo é possível colocar objetos e eletrodomésticos.

Mas se essa for a sua opção, verifique também a resistência do móvel para suportar o peso de outras peças.

Com ou sem rodinhas

Outro ponto que não pode deixar de ser analisado é se a fruteira de chão possui ou não rodinhas. Não se engane, nem todos os modelos vêm com esse recurso.

E o fato é que a fruteira de piso que possui rodas é muito mais prática, já que é possível movimentá-la com mais facilidade sempre que necessário.

(Fonte da imagem destacada: Katarzyna Białasiewicz/ 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.