Folhas de ginkgo biloba.
Ultima atualização: 12 de março de 2020

Como escolhemos

10Produtos analisados

18Horas investidas

6Estudos avaliados

71Comentários coletados

Ginkgo biloba é um dos suplementos alimentares mais populares no mundo. Acredita-se que ele melhore a saúde do seu organismo como um todo. Mas você sabe realmente para que serve o ginkgo biloba, como e quando consumir e quais os cuidados você deve ter?

Pois seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil! No artigo de hoje vamos explicar tudo sobre o ginkgo biloba, um suplemento extraído da planta de mesmo nome e conhecido por ter um alto poder antioxidante.




Primeiro, o mais importante

  • O Ginkgo biloba é conhecido por atuar na saúde do cérebro, coração, olhos e sistema circulatório.
  • As folhas do ginkgo biloba são processadas para que possam ser consumidas em formato de cápsulas ou chás.
  • Mas é preciso atenção para escolher a melhor composição e a dosagem mais adequada de acordo com o seu objetivo.

Você também pode gostar:

Melhores suplementos de ginkgo biloba: Nossas recomendações

Na hora de comprar o melhor ginkgo biloba, você vai se deparar com uma boa variedade de marcas fabricantes de suplementos. E o fato é que cada empresa desenvolve fórmulas, dosagens e formatos diferenciados. Para ajudar você a escolher a melhor ginkgo biloba nós listamos a seguir os melhores suplementos do mercado. Veja:

A opção de melhor custo-benefício

No products found.

O Ginkgo Biloba da Puritan's Pride contém 100 cápsulas. São 120 mg de extrato de ginkgo em cada comprimido, sendo 24% de Ginkgo Flavone Glycosides. A sugestão de consumo do fabricante é que você consuma uma cápsula por dia, de preferência juntamente com uma refeição.

O melhor ginkgo biloba como um todo

No products found.

Com 200 comprimidos divididos em dois frascos, o suplemento de Ginkgo Biloba da Piping Rock é ideal para quem vai suplementar por um longo período. Cada cápsula possui 120 mg, padronizado para conter 24% de glicosídeos de flavona de ginkgo e 40 mg de extrato de bacopa monnieri, com 20% de bacosídeos totais A e B.

O ideal para suplementar a longo prazo

No products found.

O suplemento de ginkgo biloba da Nature's Bounty vem em um frasco com 200 cápsulas. Cada comprimido conta com 60 mg de ginkgo biloba, padronizado para conter 24% de glicosídeos de flavona e 6% de terpene lactones. O fabricante recomenda a ingestão de duas cápsulas, duas vezes ao dia juntamente com as refeições.

Guia de Compra

Você certamente já deve ter ouvido falar no ginkgo biloba. Caso contrário, não se preocupe. Nesse Guia de Compra nós vamos mostrar a você tudo sobre essa planta que é tão antiga quanto os dinossauros e já sobreviveu até a uma bomba atômica.

Tamanho o seu poder de resistência, que os seus benefícios também são vistos no organismo humano. A seguir, você confere como funciona, como consumir e porque a ginkgo biloba é um suplemento que você deve considerar para melhorar a sua saúde.

Mulher segurando um comprimido.

O ginkgo biloba é uma suplemento usado há muito tempo em todo o mundo. (Fonte: puhhha/ 123rf.com)

O que é ginkgo biloba?

O Ginkgo biloba é o nome de uma planta medicinal originária da China, e que é rica em flavonóides e terpenóides.

Os flavonóides, comumente presentes em frutas, verduras e cereais, têm propriedades antioxidantes e ação anti-inflamatória. Por isso, são conhecidos por prevenir doenças e o envelhecimento precoce.

Já os terpenóides são compostos que contam com propriedades anticancerígenas, anti-inflamatórias, bactericidas, fungicidas, antidepressivas, entre outras.

Com todos esse benefícios presente em sua composição, é fácil entender a fama da ginkgo biloba em todo o mundo.

Mulher segurando folha de ginkgo biloba.

A gingko biloba tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. (Fonte: youzuowei1230/ Pixabay.com )

Não à toa, a ginkgo biloba acabou ficando conhecida por conter uma forte ação anti-inflamatória e antioxidante e, hoje em dia, é considerada uma grande auxiliar no combate à doença de Alzheimer e problemas de demências.

Mas, além disso, essa planta também pode ter efeito positivo em outras partes do nosso organismo.

Já existem estudos que apontam para os benefícios do consumo da ginkgo biloba na redução dos sintomas da TPM, na saúde dos olhos, na melhoria da circulação sanguínea e no combate da ansiedade e da depressão.

foco

Você sabia que a palavra Ginkgo tem origem chinesa e significa "damasco prateado"?

Já a palavra Biloba se refere ao formato bilobado das folhas da árvore ginkgo.

Porque a árvore ginkgo biloba é tão importante?

Diz a ciência que a Ginkgo biloba já existia no tempo dos dinossauros, há mais de 200 milhões de anos. E que, além disso é utilizada medicinalmente desde 2800 a.C.

Mas a árvore de Ginkgo biloba somente despertou o interesse de todo o mundo após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Isso porque, a Ginkgo biloba sobreviveu à radiação da bomba atômica de Hiroshima.

A bomba que devastou Hiroshima em 1945 e que matou mais de 140 mil pessoas, surpreendentemente não foi capaz de atingir a árvore de ginkgo biloba. E, um ano após a explosão da bomba, a árvore já brotava novamente.

Folha de Ginkgo biloba

É da folha da Gingko biloba, em forma de leque, que é retirado o extrato utilizado como suplemento. (Fonte: ulleo/ Pixabay.com )

Os pesquisadores então descobriram que a árvore de ginkgo consegue sobreviver em locais com pouca luz e mesmo com a falta de nutrientes. Além disso, foi constatado que a ginkgo biloba é altamente resistente a bactérias, fungos e a vírus.

Grande, atingindo até 50 metros de altura, e com folhas de formato característico de um leque, a árvore de ginkgo biloba é uma das espécies mais antigas no mundo e consegue viver até mil anos.

Hoje, a árvore de ginkgo biloba existe em quase todos os continentes, incluindo no Brasil.

Quais são os benefícios do ginkgo biloba para a saúde?

Os extratos feitos com a folha da ginkgo biloba prometem vários benefícios para a saúde, ainda que muitos estudos sejam necessários para comprovar os efeitos da suplementação.

Mas, de modo geral, os especialistas acreditam que as maiores vantagens do ginkgo biloba estejam relacionadas com a melhora do fluxo sanguíneo tendo, portanto, um efeito positivo no sistema circulatório, ocular e na saúde do coração.

Por isso, o extrato de ginkgo biloba é vendido como um suplemento alimentar para tratar diversos tipos de doenças incluindo a perda de memória, zumbido no ouvido e problemas circulatórios.

Mas para você ter uma noção mais ampla sobre esse assunto, confira a seguir os principais benefícios que o ginkgo biloba pode ter na sua saúde.

Melhora a concentração

O ginkgo biloba pode atuar no aumento da quantidade de oxigênio em vários locais do corpo, inclusive no cérebro.

Com mais sangue chegando ao cérebro, acredita-se que a suplementação com ginkgo biloba pode ajudar a aumentar a concentração.

Além disso, como possui ação anti-inflamatória e é antioxidante, o ginkgo biloba pode atuar na redução do cansaço mental.

Combate a ansiedade e a depressão

O uso de ginkgo biloba também pode ser benéfico para ajudar o organismo a lidar com os elevados níveis de cortisol e de adrenalina, que são produzidos quando ocorre muito estresse.

Além disso, acredita-se que essa planta pode atuar no equilíbrio hormonal, o que seria benéfico para quem sofre de alterações bruscas de humor.

Todas as funcionalidades poderiam ajudar pessoas que sofrem de ansiedade e que tenham risco de desenvolver depressão.

É bom para os olhos

Por melhorar a circulação sanguínea no organismo e eliminar os radicais livres, o ginkgo biloba pode ajuda a evitar problemas na córnea, na mácula e na retina.

Regula a pressão arterial

Ao melhorar a circulação sanguínea, o ginkgo biloba consegue diminuir a pressão sobre os vasos e o coração. Com isso, a pressão arterial tende a diminuir.

Melhora a saúde do coração

Além de diminuir a pressão arterial, o ginkgo biloba também pode ter uma boa atuação para evitar a formação de coágulos sanguíneos. Com isso, também diminuem as chances de ocorrer um infarto, por exemplo.

Aumentar a libido

Alguns estudos sugerem que a Ginkgo biloba pode aumentar a libido, já que a planta ajuda no equilíbrio hormonal e aumenta a circulação sanguínea para a região genital.

Ginkgo biloba é bom para a memória?

Ainda que esse pareça ser o maior benefício do suplemento de ginkgo biloba, o fato é que não há garantia de que essa planta seja de fato boa para a saúde da memória.

De fato existe uma crença de que a ginkgo biloba evita danos nos neurônios e combate a perda de memória. Tanto que esse suplemento é conhecido por ajudar a prevenir casos de Alzheimer.

Existem muitas controvérsias com relação à atuação do ginkgo biloba na memória.

Mas existem muitas controvérsias com relação à atuação do ginkgo biloba na memória.

Algumas pesquisas dizem que sim, a ginkgo biloba é boa para a memória; mas outros estudos afirmam que não há como provar essa relação entre a planta e a saúde mental.

O fato é que, hoje em dia, ainda não existem evidências suficientes de que a ginkgo biloba ofereça realmente benefícios para a memória.

Ginkgo biloba engorda?

Essa é outra dúvida que é muito frequente entre as pessoas que querem usar a ginkgo biloba como suplemento alimentar.

Isso porque, de modo geral, quando se inicia a suplementação de ginkgo biloba existe um consenso de que os usuários sentem uma melhora em sua condição de saúde. E, como consequência, pode ocorrer um aumento do apetite.

Daí provavelmente vem a preocupação de que a ginkgo biloba engordar. Mas isso não é verdadeiro. O simples consumo de ginkgo biloba não é capaz de fazer ninguém ganhar peso.

Comprimidos amarelos.

A suplementação de ginkgo biloba, por si só, nem engorda nem emagrece. (Fonte: Bru-nO/ Pixabay.com)

Na verdade, a maioria das pessoas que consomem ginkgo biloba o fazem com o objetivo de emagrecer. Mas aqui também vale destacar que ainda não existam estudos conclusivos que mostrem a relação entre o ginkgo e o processo de emagrecimento.

No entanto, alguns especialistas acreditam que o ginkgo biloba pode ser um auxiliar no processo de emagrecimento por conta de suas propriedades antioxidantes.

Isso pode ser possível, principalmente, se a suplementação for combinada com uma rotina de exercícios físicos e uma dieta balanceada.

Como tomar ginkgo biloba?

A forma de consumir ginkgo biloba pode variar de acordo com o objetivo que você pretende alcançar. Mas também pode depender da marca e do laboratório que produziu o suplemento.

Isso porque cada fabricante estabelece uma dose e dosagem diferente. Dessa forma, o melhor é sempre analisar as recomendações da marca e, de preferência, contar com o acompanhamento de um médico.

Mulher tomando comprimido com copo de água.

O ideal é ter uma aconselhamento médico antes de suplementar o ginkgo biloba. (Fonte: Puhha/ 123rf.com)

No entanto, é possível dizer que a dosagem padrão de consumo diário de extrato de ginkgo biloba varia entre 80 mg e 240 mg.

Além disso, o mais recomendado é que os suplementos de ginkgo biloba devam ser ingeridos juntamente com alguma refeição, para facilitar a sua absorção.

Quais são os efeitos colaterais do ginkgo biloba?

Não é comum que haja efeitos colaterais com o consumo de ginkgo biloba, especialmente quando o suplemento é utilizado na dose correta.

No entanto, é possível que algumas algumas pessoas possam sentir algumas reações incômodas como, por exemplo, dor de cabeça, reação alérgica na pele, enjoos, palpitações, sangramentos ou diminuição da pressão arterial.

Caso você sinta algum desses efeitos colaterais, suspenda imediatamente o consumo de ginkgo e procure um médico.

Existe contraindicação do uso de ginkgo biloba?

Embora seja uma planta e, de forma geral, o seu consumo seja seguro, os especialistas recomendam que o suplemento de ginkgo biloba não deve ser consumido por crianças com menos de 12 anos, grávidas, lactantes nem por pacientes com risco de hemorragia.

Além disso, o suplemento de ginkgo biloba é contraindicado para pessoas epilépticas e com riscos de ter convulsões.

Vale acrescentar ainda que também existem interações medicamentosas das quais é preciso ficar atento.

O ginkgo biloba pode interagir com alguns medicamentos o que pode aumentar o risco de sangramento, por exemplo.

Por isso, você não deve consumir ginkgo biloba se você fizer uso dos seguintes medicamentos:

  • Anticoagulantes;
  • Antiplaquetários;
  • Diluentes de sangue (Varfarina e Aspirina);
  • Antidepressivos SRS e IMAO (Prozac, Zoloft e Fluoxetina);
  • AINEs (Ibuprofeno e Tylenol).

Quais são as vantagens e desvantagens do ginkgo biloba?

Como vimos até aqui, o ginkgo biloba promete inúmeros benefícios para a saúde do organismo.

Mas sua grande vantagem é de fato a sua composição que confere propriedades anti-inflamatórios e antioxidantes, fundamentais para a saúde em geral.

Afinal, os antioxidantes são conhecidos por ajudarem a retardar o envelhecimento e previne doenças como Parkison e Alzheimer.

Além disso, como também atua na circulação sanguínea, a ginkgo biloba pode melhorar a concentração, a saúde ocular e a saúde do coração.

Casal de idosos na cozinha

O ginkgo biloba pode ser benefício para a saúde em geral. (Fonte: rawpixel.com/ Pexels.com)

Outra vantagem é que não foram constatados ainda efeitos colaterais graves com relação ao consumo moderado de ginkgo biloba.

Por outro lado, o mesmo não pode ser dito sobre o uso constante e indiscriminado desse suplemento. Como vimos, algumas reações sérias podem ocorrer com o consumo excessivo.

Além disso, existem contraindicações do uso dessa substâncias e interações medicamentosas que devem ser observadas para não agravar quadros clínicos.

Vantagens
  • Antioxidante e anti-inflamatório
  • Bom para concentração, depressão e ansiedade
  • Atua na saúde do cérebro, coração e olhos
  • Melhora a circulação sanguínea
Desvantagens
  • Não existe comprovação de sua atuação na memória
  • Pode ter efeitos colaterais
  • Tem contraindicações e interações medicamentosas

Qual o preço do ginkgo biloba e onde comprar?

O preço do suplemento de ginkgo biloba vai variar bastante dependendo da marca fabricante, da fórmula, da quantidade e da dosagem.

De modo geral, o ginkgo biloba pode custar entre R$ 15 e R$ 400.

No entanto, de modo geral, o ginkgo biloba pode custar entre R$ 15 e R$ 400.

Além disso, esse suplemento pode ser encontrado em farmácias, casas de produtos naturais e lojas de departamento e até mesmo em hipermercados como, por exemplo, Lojas Americanas e Carrefour.

Nossa recomendação é que você compre o ginkgo biloba pela internet, em lojas como a Amazon Brasil. Dessa forma, você adquire o suplemento sem sair de casa e ainda pode garantir ótimos descontos.

Critérios de Compra: Como escolher o melhor ginkgo biloba

Se você chegou até aqui, já sabe quais são os benefícios do ginkgo biloba e os cuidados que deve ter com a ingestão desse tipo de suplemento.

Mas na hora de escolher qual o melhor ginkgo biloba do mercado, muitas dúvidas podem surgir. Afinal, existe uma boa variação na qualidade e no preço.

Para ajudar você nessa etapa, nós listamos a seguir os critérios mais importantes que diferenciam um suplemento de ginkgo biloba de outro. São eles:

A partir daqui, nós vamos mostrar para você como esses critérios podem ser levados em conta na hora de escolher o melhor ginkgo biloba à venda.

Pó ou cápsula

O primeiro fator que você deve levar em consideração antes de comprar o ginkgo biloba é a forma como você pretende consumir o suplemento.

O ginkgo biloba pode ser encontrado, basicamente, de duas formas: Em pó ou em cápsulas. Ainda que raro, também é possível que você encontre o ginkgo biloba em sua forma líquida.

No entanto, de fato, o suplemento de ginkgo biloba em cápsulas é o mais fácil e comum de ser encontrado.

Frasco aberto com comprimidos.

O ginkgo biloba em cápsulas é o suplemento mais fácil de ser encontrado à venda. (Fonte: LaChrome/ Pixabay.com

Em forma de comprimido, o ginkgo biloba se torna mais fácil de ser consumido, já que você pode levá-lo com você para qualquer local e basta apenas um copo de líquido para ingeri-lo.

Por outro lado, há quem prefira consumir o ginkgo biloba em pó. De modo geral, o ginkgo biloba em pó é consumido como se fosse um chá.

Essa forma de consumo costuma ser mais sindicada para quem tem problemas de deglutição com cápsulas. Na dúvida, busque por uma orientação médica antes de iniciar o consumo.

Dosagem

Outro critério que recomendamos que você analise na hora de comprar o melhor ginkgo biloba é a dosagem do suplemento.

Como vimos, a dose de extrato de ginkgo biloba e a dosagem recomendada para ser consumida por dia, variam bastante de fabricante para fabricante.

Mas para você ter uma noção geral, confira a seguir as principais dosagens encontradas nos suplementos de ginkgo biloba e qual a recomendação de consumo.

  • Para a dosagem de 80 mg: O recomendado é ingerir um comprimido, no máximo, entre duas a três vezes ao dia;
  • Para dosagem de 120 mg: O indicado é consumir uma cápsula, no máximo, duas vezes ao dia.

Fórmula

A fórmula do suplemento também é outro ponto que merece a sua atenção na hora de escolher o melhor ginkgo biloba.

Isso porque, não raro, você pode, por exemplo, encontrar suplementos cuja fórmula é composta por ginkgo biloba em conjunto com outro composto. Uma das combinações mais comuns é a do suplemento de ginkgo com ginseng.

Como vimos, o ginkgo biloba melhora a circulação sanguínea, tem ação antioxidante e anti-inflamatória.

Já o ginseng é conhecido pela ação estimulante e revitalizante, e é muito utilizado para diminuir o cansaço e o estresse. Daí da combinação perfeita entre as duas substâncias.

No entanto, além da combinação de substâncias, também é importante verificar a fórmula do ginkgo biloba em si.

Isso porque, as cápsulas do suplemento devem conter o extrato de ginkgo biloba padronizado chamado “EGB761”, que possui um teor mínimo de 24% de bioflavonoides glicosilados e 6% de terpenoides.

Quantidade no frasco

Por último, não deixe de levar em consideração a quantidade de cápsulas ou de gramas/quilos de ginkgo biloba.

Essa informação é importante porque vai influenciar tanto no preço do suplemento quanto na duração de tempo que você poderá consumir.

Em geral, você vai encontrar o suplemento de ginkgo biloba contendo entre 60 e 250 cápsulas. No caso do ginkgo biloba em pó, você poderá optar por embalagens que tenham entre 200 mg e 5 kg.

(Fonte da imagem destacada: Marzena7/ Pixabay.com)

Por que você pode confiar em nós?

Gustavo Conceição Nutricionista
Na escola, Gustavo participava de todas as modalidades. Ele acabou não se tornando atleta profissional, mas manteve-se próximo do universo esportivo cursando nutrição e, depois de graduado, prestando consultoria a atletas de várias modalidades e clubes de futsal e vôlei pelo país. Pós-graduado em suplementação, compartilha online seu conhecimento sobre o que há de melhor em complementos alimentares.
Izabel Toscano Jornalista
Nômade digital, jornalista, leitora e questionadora compulsiva. Já trabalhou em jornais diários e sites de notícias no Brasil, e em plataformas online na Irlanda e na França. Hoje, roda o mundo escrevendo sobre temas variados, sempre atenta às novas tecnologias e a tudo que surge para trazer leveza à vida.