Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre o goniômetro, um instrumento de medida usado em diversas aplicações, desde cálculos matemáticos, até para analisar a mobilidade das articulações.

Existem dois tipos de goniômetro: um mais simples, chamado de transferidor de grau e o goniômetro de precisão (também chamado de Universal), sendo este último encontrado em dois tamanhos: convencional ou “de dedo”.

Saber quais são as características e aplicações deste instrumento e suas variações vão fazer toda a diferença na hora da compra. Portanto, se você está interessado em comprar um goniômetro, continue lendo este artigo.

Primeiro, o mais importante

  • A principal indicação de uso de um goniômetro é medir a amplitude e mobilidade das articulações. A medição da flexão e extensão de uma articulação é chamada de goniometria, uma técnica simples e muito eficaz.
  • O goniômetro de precisão, também chamado de goniômetro universal é um equipamento formado por dois braços: um fixo e o outro móvel, unidos por um eixo em formato circular.
  • O transferidor de grau, tanto o semicírculo de 180º, quanto o círculo de 360º, também é considerado um goniômetro, embora seu uso seja indicado para situações em que a necessidade de precisão é menor. O tamanho também varia, sendo que o convencional pode medir 20, 25 ou 35 cm, enquanto o goniômetro “de dedo” mede de 7 cm.

Você também pode gostar:

Melhores goniômetro: ReviewBox recomenda

Você encontra o goniômetro de uso manual ou digital, em diferentes tamanhos e materiais. Como existe uma grande variedade de modelos, selecionamos os melhores para este Ranking. Leia a descrição e confira as aplicações de cada um deles.

O melhor modelo universal

O goniômetro universal da Trident é em tamanho grande (mede 35 cm de comprimento), feito em acrílico importado, com 2 mm de espessura, transparente e com marcações feitas por gravação fotoquímica.

O instrumento é composto por duas réguas unidas por um forte rebite, que permite um giro de até 360 graus entre elas. Para evitar o desgaste das peças por atrito, este goniômetro é equipado com um espaçador elástico.

O goniômetro ideal entre os menores

O goniômetro de dedo da Trident é um modelo tradicional pequeno, composto por duas réguas feitas em PVC vulcanizado com 0,75 mm de espessura e unidas por um rebite que permite mobilidade em 360°.

A divisão é feita em mm e o transferidor abrange até 90°. Este acessório mede 7 cm de comprimento quando fechado. Possui um espaçador de plástico que impede o desgaste das peças.

O goniômetro ideal para os fisioterapeutas

A Carci é uma empresa especializada em equipamentos para fisioterapia. Um desses instrumentos é este goniômetro, que é feito em PVC, mede 22 cm de comprimento e 0,8 mm de espessura.

O sistema do transferidor vai de 0 a 360 graus. O goniômetro tem garantia de três meses contra defeitos de fabricação. Este modelo também está disponível na versão menor.

Guia de Compra

A escolha de uma ferramenta de medição depende de como você irá usá-la e qual é a precisão que você precisa para realizar o trabalho. Portanto é necessário prestar atenção, pois cada instrumento é específico para uma necessidade.

Um instrumento versátil, que vale a pena investir é um goniômetro. Dá para usá-lo na fisioterapia, carpintaria, marcenaria, construção civil, mecânica e até visagismo. Quer saber mais sobre o goniômetro? Então continue lendo este artigo.

Imagem de um fisioterapeuta utilizando um goniômetro para medir a mobilidade da articulação de uma paciente.

O goniômetro é um instrumento muito usado por fisioterapeutas. (Fonte: Elnur Amikishiyev / 123RF)

O que é um goniômetro?

O goniômetro é um instrumento usado na medição ou verificação de medidas angulares. Essa ferramenta pode ter o formato semicircular, circular ou se apresentar como duas réguas interligadas por um eixo.

O goniômetro é utilizado na medição e verificação de medidas angulares.

Entre os tipos de goniômetros está o transferidor de grau, um semicírculo ou círculo graduado, com ângulos de 180 ou 360º. Este instrumento é muito utilizado em medições de ângulos pouco rigorosas.

O transferidor de grau, seja semicírculo ou círculo costuma fazer parte do material escolar de crianças e adolescentes na aula de matemática ou geometria, mas também é uma ferramenta de trabalho para muitos profissionais.

Para aplicações em que são necessárias precisão e exatidão nos cálculos, utiliza-se um goniômetro de precisão (também chamado de universal), instrumento formado por um braço fixo ou estacionário, um braço móvel e um círculo.

O goniômetro apresenta as seguintes características: um rebite liga o braço móvel ao fixo e ao eixo central. Este círculo possui quatro graduações, de 0 a 90º (ou 110º, em alguns casos).

Quais são os usos do goniômetro na fisioterapia?

A mobilidade, amplitude e flexibilidade dos movimentos corporais são essenciais para manter a qualidade de vida, boa postura e prevenir lesões articulares, musculares e outras doenças ortopédicas.

A avaliação e mensuração da amplitude dos movimentos que cada articulação é capaz de realizar são feitas por um fisioterapeuta, através de uma técnica chamada goniometria, em que se usa um instrumento chamado goniômetro.

Os dados obtidos com o goniômetro podem estabelecer se há ou não disfunção nas articulações, quantificar as limitações dos ângulos articulares e servir de comparação entre a avaliação inicial e posteriores.

Com a goniometria é possível estabelecer um diagnóstico, traçar objetivos com o tratamento, avaliar a melhora ou recuperação funcional e fazer possíveis alterações no tratamento.

Para fazer essa medição, deve-se alinhar o braço fixo (do instrumento) com o segmento adjacente à articulação avaliada, na posição inicial de grau zero.

O braço móvel deve ser posicionado na região de movimento da articulação e o ponto de intersecção do goniômetro deve ser posicionado sobre o eixo da articulação.

Para que a avaliação seja correta e eficaz é importante:

  • Estabilizar o instrumento antes da avaliação.
  • Permitir a amplitude de movimentos completa e lenta.
  • Conhecer os pontos anatômicos.
  • Seguir os valores de referência para cada articulação.
  • Entender os limites ósseos.
  • Comparar com o lado contralateral do paciente fornece dados importantes.

É possível fazer a avaliação com o goniômetro nas articulações dos ombros, cotovelos, quadril e joelhos. Para cada articulação estudada, existem diferentes técnicas de avaliação: flexão, extensão, abdução e adução.

O goniômetro é um instrumento eficaz, durável, reutilizável (basta lavá-lo) e de baixo custo.

Vantagens
  • Diversas aplicações: de cálculos matemáticos simples a usos na medicina
  • Duas versões: transferidor de grau e goniômetro de precisão
  • Você encontra modelos de plástico, acrílico, metal ou aço
  • É um instrumento barato
Desvantagens
  • É frágil, por isso, evite quedas e não guarde com outros instrumentos
  • Você vai precisar de instrumentos de diferentes tamanhos de acordo com a medição

Quais cuidados devo ter com o goniômetro?

Por se tratar de um instrumento de precisão, o goniômetro não deve ser submetido a quedas. Outro cuidado que você precisa ter é quanto ao armazenamento do instrumento: evite guardá-lo junto a outros materiais.

Também é importante protegê-lo da poeira e da umidade. Com esses cuidados básicos, o goniômetro vai durar bastante.

Transferidor de grau ou goniômetro de precisão, qual é o melhor instrumento?

Conforme mencionamos anteriormente, o goniômetro de precisão faz parte da mesma categoria de um outro instrumento medidor de ângulos: o transferidor de grau, entretanto há algumas diferenças entre os dois.

Imagem de um transferidor de grau ao lado de uma régua.

O transferidor também é uma ferramenta de medição de ângulos. (Fonte: succo / Pixabay)

Embora ambos os instrumentos possuam a mesma função, o goniômetro vai além de visualizar, identificar ou marcar um ângulo… essa ferramenta possui movimento.

O braço móvel possibilita a medição da amplitude de um movimento, por essa razão essa ferramenta é amplamente usada por ortopedistas e fisioterapeutas. Além disso, o goniômetro é uma ferramenta versátil, com diversas aplicações.

Transferidor de grau Goniômetro
Grau de precisão Menor precisão Alta precisão
Formato Semicírculo ou círculo Braço fixo e móvel unidos por um eixo
Indicação de uso Uso escolar ou profissional Avaliação com fisioterapeuta e outros usos
Diferencial É muito fácil de manuseá-lo Vai além da medição básica, pois possui movimento

Quanto custa um goniômetro?

O preço de um goniômetro varia de acordo com o tamanho, material e marca, mas, em geral, esse instrumento tem um custo bastante acessível. Você encontra modelos em tamanho pequeno entre R$ 10 e R$ 25. Os instrumentos de tamanho maior são um pouco mais caros e custam entre R$ 25 e R$ 35.

Imagem de um fisioterapeuta utilizando um goniômetro para medir a mobilidade da articulação de uma paciente.

O goniômetro custa entre R$ 10 e R$ 35. (Fonte: Daniela Pelazza / 123RF)

Onde comprar um goniômetro?

Você encontra o goniômetro em papelarias, como Kalunga, em livrarias como Saraiva e Cultura e em lojas de ferramentas voltadas para o uso de profissionais de fisioterapia.

Se preferir, dá para comprar o goniômetro pela internet. Sugerimos que você dê uma olhadinha na Amazon, lá você encontra modelos de excelente qualidade, de boas marcas e com preços acessíveis.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de goniômetro

Depois de conhecer as características e aplicações de um goniômetro, você deve estar curioso para testá-lo. Pensando nisso, separamos algumas dicas sobre quais características você deve analisar no momento da compra:

  • Modelo
  • Material
  • Tamanho
  • Amplitude

Vamos explicar cada um dos tópicos ao longo desta seção.

Modelo

Além do goniômetro convencional, de uso manual, você também pode encontrar o goniômetro digital.

Com essa ferramenta, você consegue visualizar o ângulo em visor de LCD. Além de ser mais fácil a visualização e medição, a margem de erro é muito baixa (igual ou inferior a 0.1 graus) e você pode salvar as marcações.

Apesar das vantagens, este equipamento é muito mais caro do que um goniômetro convencional. Portanto, vale a pena avaliar se há a necessidade de fazer este investimento.

Material

Você encontra o goniômetro em plástico PVC, acrílico, metal e aço. A maioria dos modelos é de plástico ou acrílico, pois esses materiais são mais baratos, modernos e eficazes na medição da mobilidade das articulações.

Além de serem mais baratos, você encontra uma grande variedade de modelos de goniômetro de plástico ou acrílico e os encontra com mais facilidade do que os modelos em outros materiais.

Tamanho

Você encontra diferentes tamanhos de goniômetro, a escolha está diretamente relacionada ao uso que você fará do instrumento. Os tamanhos variam:

  • Pequeno: 7 cm
  • Médio: 20 ou 25 cm
  • Grande: 35 ou 38 cm
foco

Dica: Se for comprar o produto pela internet, verifique se o tamanho do goniômetro se refere ao instrumento aberto ou fechado. Essa é uma confusão comum, mas que pode levá-lo a precisar comprar outra ferramenta.

Também é possível encontrar goniômetros maiores, especialmente medir a mobilidade das articulações das pernas. O goniômetro é um instrumento dobrável, por isso é fácil de guardá-lo.

Amplitude

É importante estabelecer quais serão as aplicações com o goniômetro: se um círculo com amplitude de 360º é necessário ou se um semicírculo com 180º já é suficiente.

Ter isso em mente é importante, pois um dos critérios de compra é a amplitude do instrumento, alguns modelos abrem em 180º, enquanto outros abrem em 360º. Essa informação está disponível na descrição dos produtos.

(Fonte da imagem destacada: Wavebreak Media Ltd / 123RF)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
29 Voto(s), Média: 5,00 de 5
Loading...