Imagem mostra uma pessoa usando uma guilhotina.

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar sobre um equipamento fundamental em papelarias e gráficas, bem como nas mesas de artesãos que trabalham com papel e materiais similares: A guilhotina. Com ela, o seu trabalho ganhará muito em velocidade e em praticidade!

Escolher a guilhotina ideal pode parecer fácil em um primeiro momento, mas na verdade, existem muitas questões que podem ser analisadas. Por isso, nesse artigo reunimos todas as possíveis dúvidas sobre esse tão útil equipamento e as respondemos. É hora de se tornar um completo expert no assunto!

Primeiro, o mais importante

  • A função básica de uma guilhotina é cortar folhas de papel. Ela pode ser usada em áreas como artesanato, papelarias e gráficas.
  • Existem guilhotinas capazes de cortar desde uma até centenas de folhas de uma só vez, o que ajuda tanto quem faz uma pequena produção artesanal, como quem precisa de cortes em quantidade muito grande.
  • O manuseio da guilhotina é bastante simples, mas pode ser necessário um pouco de prática para alcançar a perfeição exigida para seu uso em artesanato.

Você também pode gostar:

Os melhores modelos de guilhotina: Nossas recomendações

Para começar o artigo, vamos te ajudar com o modelo ideal de guilhotina para o seu trabalho! Selecionamos alguns de primeiríssima linha e que realmente merecem um olhar mais atento!

O modelo para profissionais

Se você precisa diariamente de uma guilhotina em sua vida profissional, o ideal é ter um modelo completo e eficaz. A Copiatic 255 da Menno cumpre exatamente esses requisitos: Corta até 8 papéis de uma só vez, com comprimento de até 330 mm. Conta com serigrafia com escala milimétrica, o que pode ajudar em muitos trabalhos.

A guilhotina simples e eficaz

Pode ser que você não tenha a necessidade de cortar papéis em uma escala tão grande. Nesse caso, a melhor recomendação é a Precise Cut da Maped. Com excelente custo-benefício, trabalha com apenas uma folha por vez, mas é muito durável e resistente, conta com superfície antiderrapante e uma régua integrada.

A melhor para gráficas

Em uma gráfica, um modelo desenhado para papelaria ou artesanato não será suficiente, já que a demanda é muito maior. A GT825 da Lorben é uma ótima solução para o problema: Corta até 400 folhas de papel de uma só vez, com comprimento de até 440 mm. Ainda tem uma trava de segurança que impede acidentes!

Guia de Compra

Nós sabemos que, se você está procurando por todas as especificações de guilhotinas, é porque esse produto pode ser muito importante no seu trabalho. Nossa missão é te ajudar com respostas!

Em nosso guia de compra, traremos muitas questões pertinentes sobre a escolha e o uso de uma guilhotina!

Imagem mostra uma pessoa cortando uma grande quantidade de papéis de uma só vez em uma guilhotina.

Algumas guilhotinas têm enorme capacidade e são usadas em grandes gráficas. (Fonte: Jacek ZiÄ…bski / 123rf.com)

O que é uma guilhotina e para que ela serve?

A função primordial de uma guilhotina é bastante simples: cortar papel. Porém, ela o faz de maneira rápida e eficaz, requerendo apenas o manuseio de uma alavanca para isso, e sem deixar qualquer rebarba ou borda torta.

Seu nome, apesar de um pouco mórbido, vem justamente do mecanismo que usa. As folhas são posicionadas sobre uma superfície e a parte com a serra é baixada, fazendo todos os cortes necessários.

Ao lado de objetos como régua, furadora e cola, a guilhotina é uma das peças mais fundamentais para quem trabalha com artesanato e se dedica à produção de cadernos, scrapbooks e similares. Também é importantíssima em papelarias e, em suas versões maiores e mais industriais, em gráficas.

foco

Você sabia que o mecanismo da guilhotina foi realmente criado como método de decapitação?

Porém, isso aconteceu muito antes da Revolução Francesa: Há registros de seu uso até mesmo em Roma, aproximadamente em 340 a.c.

O uso do mecanismo na Revolução Francesa foi inspirado pelo médico Joseph-Ignace Guillotin, que passou a até mesmo a batizá-lo. Ele acreditava que essa era uma forma mais humana de execução que o enforcamento ou a simples decapitação por espada.

Quais as vantagens de uma guilhotina?

A guilhotina é capaz de agilizar um trabalho ao cortar várias folhas de papel de uma só vez. Tudo isso com precisão e perfeição, sem deixar qualquer tipo de rebarba ou dano.

Assim, independente de qual seja a sua área de trabalho, ela sem dúvidas irá te proporcionar duas coisas: Velocidade na execução e excelência no acabamento.

Trata-se de um equipamento seguro e de manuseio bastante simples, o que fará com que você esteja rapidamente familiarizado a ele.

As únicas desvantagens mais claras estão na vida útil da lâmina: Ela precisará ser afiada constantemente, e mesmo assim, não costuma durar muito (média de 800 cortes). Isso pode gerar alguns gastos adicionais.

Se a sua produção artesanal com papel não é tão grande, talvez o custo-benefício não seja tão positivo.

Veja na tabela abaixo as principais vantagens e desvantagens da guilhotina:

Vantagens
  • Velocidade e eficiência no corte de folhas de papel
  • Faz um corte perfeito, sem deixar rebarbas
  • O manuseio é bastante simples
  • O uso é seguro
Desvantagens
  • A lâmina precisa ser afiada constantemente
  • É preciso trocar a lâmina após um certo número de usos
  • Compra pode não valer a pena se você não trabalha constantemente com papel

Guilhotina ou refiladora de papel?

Uma dúvida que você pode ter no momento de sua compra é: Afinal, vale mais a pena optar pela guilhotina ou por uma refiladora de papel?

Guilhotina e refiladora funcionam de maneira similar e têm o mesmo propósito.

Os dois equipamentos funcionam de maneira bastante similar e têm o mesmo propósito. A diferença está na lâmina: Enquanto na guilhotina o funcionamento é de alavanca, na refiladora ela é como uma navalha, indo de forma reta e uniforme em direção ao papel.

A refiladora é um equipamento desenhado para produções um pouco mais em pequena escala e que requer um acabamento diferenciado. Ela consegue naturalmente cortar apenas algumas folhas por vez, mas permite diferentes tipos de cortes.

O grande diferencial é que os cortes podem ser feitos em posições e ângulos diferentes, permitindo que formatos mais artísticos sejam dados às folhas. Os valores são similares.

Comparamos abaixo os dois equipamentos:

Guilhotina Refiladora
Capacidade de corte Pode variar até 400 folhas por vez Raramente maior que 10 folhas por vez
Possibilidade de cortes Corte reto Corte reto, corte com serrilha, corte com ondas, corte com vinco
Indicações Produção simples e em maior escala Produção artística que requer cortes em formatos especiais

Como usar uma guilhotina de papel?

A princípio, o uso de uma guilhotina pode parecer bastante simples. Afinal, basta colocar as folhas na superfície do equipamento e descer a alavanca com a lâmina. Em uma papelaria ou gráfica, não há muito mais o que ser feito.

Porém, se você necessita de precisão e de perfeição nos mínimos detalhes, irá notar que a repetição pode ser complicada.

Afinal, manter sempre o mesmo corte, no mesmo ponto das folhas, não é tão simples, principalmente se não houver medidas na superfície da guilhotina.

Para te ensinar macetes do uso do equipamento, selecionamos um vídeo do canal Ju Cabral no Youtube. Ele mostra diversas técnicas que funcionam muito bem no corte artesanal:

Persuna utilizando guillhotina

A princípio, o uso de uma guilhotina pode parecer bastante simples. (Fuente: Rassameesritrakool: 54232090/ 123rf.com)

Quanto custa e onde comprar uma guilhotina?

O preço de uma guilhotina varia de acordo com o seu porte e dados básicos como capacidade de corte. Aquelas pequenas, para uma ou poucas folhas, podem custar abaixo de R$ 100, enquanto as industriais, que cortam centenas de papéis de uma só vez, passam de R$ 1.000.

Você pode encontrar modelos de bastante qualidade e com especificações suficientes para artesanato ou papelaria entre R$ 150 e R$ 200.

Lojas de artigos para papelarias, escritórios ou artesanato são boas opções para comprar uma guilhotina. Porém, recomendamos a aquisição pela Internet. A Amazon brasileira oferece grande variedade de marcas e modelos. Confira ainda Amazon internacional e Mercado Livre.

Critérios de Compra: O que levar em consideração ao comprar uma guilhotina

Agora que você já conhece aspectos e vantagens da guilhotina, é hora de falarmos sobre alguns quesitos técnicos que podem ser importantes no momento da sua compra:

  • Capacidade de folhas
  • Dimensão do tampo
  • Escalas
  • Acabamento

A seguir, entraremos em mais detalhes sobre cada um deles.

Capacidade de folhas

Você encontrará guilhotinas capazes de cortar desde apenas uma folha por vez até cerca de quatrocentas. A sua escolha precisará passar pela escala de produção que é necessária.

Caso trabalhe de forma artesanal, com comandas, cartões de visita ou cadernos, o número pode ser baixo. Porém, caso tenha uma gráfica e precise produzir sempre em alta escala, terá que escolher uma que corte muitas folhas de uma vez. A escolha deriva simplesmente da demanda!

Imagem mostra uma pessoa cortando pequenas fotografias em uma guilhotina.

Há guilhotinas que são menores e mais propícias ao trabalho artesanal. (Fonte: andreadonetti / 123rf.com)

Dimensão do tampo

A dimensão do tampo está relacionada com o tamanho máximo do papel que uma guilhotina consegue cortar. E, mais uma vez, o que determina qual é a ideal para você é justamente o seu trabalho.

Não há porque ter uma guilhotina capaz de cortar folhas A3, por exemplo, se você não trabalha com esse tipo de papel. É preciso saber as dimensões máximas usadas na sua produção para, a partir daí, escolher o equipamento ideal.

Escalas

Escalas na superfície da guilhotina ajudam na precisão dos cortes.

As principais marcas de guilhotinas sabem que escalas na superfície do equipamento ajudam muito na precisão dos cortes feitos de maneira recorrente. Por isso, colocam réguas ou esquadros desenhados no tampo para ajudar no processo de produção.

Procure por uma guilhotina com escalas e medidas que sejam capazes de ajudar no trabalho que você exerce com mais frequência. Assim, será mais fácil alcançar a perfeição de fazer sempre o mesmo exato corte.

Acabamento

Ao comprar um equipamento de trabalho, seja ele uma guilhotina, um triturador de papel ou um aerógrafo, você tem uma preocupação fundamental: Que ele dure por muito tempo, não te obrigando a gastar mais dinheiro em um novo.

Por isso, avalie a qualidade dos materiais usados em sua guilhotina, como a composição do tampão e a lâmina. Quanto mais duráveis e resistentes eles forem, melhor.

Avalie ainda a vida útil da lâmina, que normalmente vem especificada na descrição do produto. O ideal é que não seja necessário trocá-la tão cedo!

(Fonte da imagem destacada: Pablo Hidalgo / 123rf.com)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Carlos Massari
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.