Imagem de pessoas comendo comida chinesa.
Ultima atualização: 10 de março de 2020

Como escolhemos

10Produtos analisados

12Horas investidas

3Estudos avaliados

55Comentários coletados

Olá, seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre o hashi, os “pauzinhos” usados para comer comida japonesa, chinesa e coreana, populares aqui no Brasil.

O hashi pode ser descartável ou reutilizável, feito de diversas matérias-primas, ter diferentes tamanhos e formatos e essa variedade de modelos tem um motivo: cada um é adequado para determinados pratos da culinária asiática.

Neste artigo vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre os hashis, como manuseá-los, o que você deve e não deve fazer à mesa, como escolher o modelo ideal e dar algumas sugestões de compra.




Primeiro, o mais importante

  • O hashi pode ser feito de diferentes materiais. Há o modelo descartável, de madeira, e os modelos reutilizáveis que podem ser feitos de bambu, plástico, materiais de origem metálica, marfim e laca.
  • O hashi pode ter diferentes tamanhos, entre 13 e 36 cm de comprimento. Em média, os homens usam hashis de 23 cm, as mulheres de 21 cm e as crianças de 13 cm.
  • Os formatos também mudam, os hashis podem ser finos, grossos, retangulares e cilíndricos. Cada formato de hashi é melhor para comer determinados tipos de alimentos.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 3 melhores modelos de Hashi

Na cultura oriental, o hashi não é apenas um talher usado para se alimentar, e sim um objeto cultural. Por causa da importância há maneiras corretas de manusear o hashi e até algumas regras do que deve e o que não deve ser feito.

Embora os hashis descartáveis, feitos de madeira, sejam bastante populares até hoje na China e Coréia, o Japão já vem aderindo os hashis reutilizáveis, personalizados. Para este Ranking selecionamos os melhores modelos de hashis reutilizáveis, confira.

1º - Kit com 5 pares de Hashi Kyoto Yoi

O kit de hashis Yoi faz parte da linha Kyoto, que traz à mesa todo o charme do minimalismo oriental. Esse modelo conta com design tradicional e cinco opções de estampas: Gueixas, Modern Gueixas, Blue Graphic, Dark Floral e Tsurus Coloridos.

Esse kit vem com cinco pares de hashis produzidos em bambu, um material de alta qualidade e durabilidade, higiênico, que não absorve umidade e possui propriedades bactericidas naturais. Os hashis são laváveis e reutilizáveis.

2º - Conjunto 4 Pares de Hashi de Bambú Lyor

O conjunto de hashis da Lyor vem com quatro pares, feitos de bambu, ambos com 24 cm de comprimento (ideal para adultos), no tom amadeirado e com desenhos de carpas nas pontas.

Além de ser um produto de qualidade, esses hashis são reutilizáveis, basta lavá-los. Esse kit também está disponível na versão com pontas coloridas (amarelo, vermelho, azul claro e escuro).

3º - Hashi Star Wars Lightsaber Kotobukiya

O hashi da Kotobukiya é uma boa dica de presente para quem gosta de comida japonesa e do filme Guerra nas Estrelas, pois tanto o formato, quanto a cor (lilás), é inspirado no sabre de luz do Mace Windu de Star Wars.

Esse hashi é um modelo reutilizável, feito de acrílico e tem 23 cm de comprimento, ideal para adultos.

Guia de Compra

Para os admiradores da gastronomia oriental, o hashi (a pronúncia correta é háshi) é o grande destaque à mesa. O talher está ligado aos costumes asiáticos desde 2500 a.C. e sua importância cultural é muito grande.

Neste Guia de Compra, você vai aprender muito mais do que apenas escolher um hashi, vamos falar sobre a origem do talher, dicas de como você deve manuseá-lo, qual formato escolher de acordo com a culinária e quais modelos existem.

Mulher segurando uma pequena bandeja de sushi e manuseando o hashi com a outra mão.

Embora o descartável seja mais comum, está crescendo a procura por hashi
reutilizável. (Fonte: racorn / 123RF)

O que é um hashi?

O hashi é o tipo de talher usado no Oriente, em países como Japão, China, Coréia e Vietnã. Esses “dois pauzinhos” servem para comer de tudo: arroz, legumes, verduras, todos os tipos de carne e até sopas.

Embora a maioria das pessoas associe hashi à comida japonesa, não podemos esquecer que esse tipo de talher também é usado na China e na Coréia, e cada um tem suas próprias características, pois foram desenvolvidos para os pratos típicos de cada região.

Qual tipo de hashi usado em cada país?

O hashi chinês (Kuài zi) pode ser feito de bambu, madeira ou plástico, tem a ponta superior quadrada e a extremidade inferior arredondada. Ele também é mais comprido (entre 22 e 24 cm), pois na China, o alimento fica no centro da mesa e a pessoa precisa esticar o braço para pegá-la.

O hashi coreano (Jeotgarak) é feito de metal, pois na Coréia as pessoas comem muito churrasco, e os hashis de madeira ou bambu não resistem às fortes temperaturas (podem queimar) e pegam cheiro.

Imagem de um hashi de material metálico.

O hashi feito de materiais metálicos é muito usado na Coréia. (Fonte: Pixabay / Pexels)

Esse tipo de hashi geralmente é plano, para não escorregar com facilidade do prato. O hashi coreano também costuma vir com uma colher, pois na culinária da Coreia, é consumida muita sopa.

O hashi japonês (Hashi ou Ohashi) é feito de madeira, é mais pontudo (para facilitar pegar peixe cru e remover os espinhos) e é menor, pois no Japão, as pessoas consomem porções individuais.

Quais as vantagens e desvantagens de usar um hashi?

O interessante é que existem diferentes tipos de hashi, especificamente para culinária de cada país. São diferentes formatos, tamanhos e materiais.

Uma vantagem é que existem modelos reutilizáveis, que além de ajudar o planeta com menos descartes, você possui seu próprio par de hashi. E pode até mesmo levar com você para diferentes restaurantes. É um item muito barato e, se tomado os devidos cuidados, pode ser bastante durável.

Como desvantagem, algumas pessoas podem ter dificuldade de manuseá-los.

Vantagens
  • Tem diferentes formatos, de acordo com a culinária de cada país
  • Existe o modelo descartável e o reutilizável
  • Você pode personalizar o hashi de acordo com seu gosto pessoal
  • É barato
Desvantagens
  • É difícil manuseá-lo no começo

Como manusear o hashi?

Embora pareça complicado, comer com hashi é bem simples. Siga o passo a passo, pratique um pouco e logo você saberá manusear perfeitamente.

  • O primeiro passo é posicionar o hashi entre o polegar e o dedo indicador, usando o dedo anelar para dar o apoio.
  • Com esses três dedos, segure o hashi como se você estivesse manuseando uma caneta esferográfica.
  • Com o polegar aperte o hashi para baixo enquanto o dedo anelar empurra para cima.
  • Movimente o hashi com os dedos médio e indicador, abrindo e fechando-o sempre com as pontas bem alinhadas.

Se você tiver muita dificuldade, dá para usar o clip para hashi, que é feito de plástico flexível ou silicone e que se ajusta às mãos e garante firmeza no manuseio dos palitinhos, basta encaixar suas cavidades nas extremidades do hashi.

Regras de etiqueta: O que fazer - e não fazer - com o hashi?

Além do jeito correto de manusear o hashi, há um conjunto de práticas para a utilização do talher (principalmente no Japão), que funcionam como regras de etiqueta. Você nunca deve:

  • Apontar para a comida usando o hashi;
  • Cruzar o hashi;
  • Pegar a comida pela vertical, sempre pela horizontal (laterais);
  • Espetar o hashi nos alimentos;
  • Usar o hashi para cortar os alimentos.

Outras dicas de etiqueta são:

  • Segure o hashi mais próximo da extremidade inferior, nunca no meio ou no começo;
  • Mantenha o hashi paralelo entre as pessoas e os recipientes da mesa, que ficam apoiados sobre um suporte, o hashioki;
  • Quando tiver terminado de comer, coloque o hashi na sua frente, apoiado sobre o hashioki e com a ponta virada para a esquerda.

Quais são os diferentes tipos de hashi?

Hoje em dia é possível encontrar uma grande variedade de materiais, cores e tamanhos de hashi. Inicialmente feito de bambu, você pode encontrar hashis de madeira (ideal para os iniciantes) que é descartável.

Hashi descartável: O uso do hashi descartável (waribashi) é uma das tradições mais fortes no Oriente. O talher é feito de madeira e é considerado mais higiênico e eficiente do que o hashi feito de outros materiais.

Imagem de uma pessoa comendo comida japonesa com hashi descartável.

O hashi descartável é feito de madeira. (Fonte: Cristhian_davalos / Pixabay)

O formato do hashi descartável é diferente em cada país: no Japão ele possui a ponta mais fina, na China ele é mais longo e na Coréia ele é mais achatado.

O uso do hashi descartável, entretanto, vem sendo questionado pelo impacto ambiental que causa, e o uso de hashis reutilizáveis passou a ser incentivado, embora essa opção não seja muito aceita pela população.

No Japão, uma nova tradição está surgindo: que cada pessoa tenha seu próprio hashi, feito de materiais com maior durabilidade e customizado. Mas na Coréia do Sul e China, as pessoas não querem abrir mão do hashi descartável.

Hashi personalizado: Quando ter seu próprio hashi ainda não era uma tradição no Japão, os hashis já podiam ser encontrados em outros materiais diferentes da madeira descartável usada no waribashi.

Exemplos desses materiais são o bambu, plástico, acrílico, marfim (popular na Coréia), materiais de origem metálica como ferro, aço, metal e metais preciosos como ouro e prata.

Hoje em dia, o hashi personalizado pode ter diferentes cores, tamanhos (de 13 a 36 cm), estilos e pinturas como símbolos, desenhos e mensagens japonesas.

Hashi descartável Hashi personalizado
Material Madeira Bambu, plástico, materiais metálicos, entre outros
Por quem é usado Em restaurantes de culinária oriental, por chineses e coreanos Por famílias de origem japonesa
Vantagem Por ser descartável, costuma ser mais higiênico É reutilizável, por isso não polui o meio ambiente
Desvantagem Gera acúmulo de lixo É mais caro

Quanto custa?

O hashi é um talher bem barato, você encontra opções de plástico já com clip para facilitar o manuseio por menos de R$ 10. Existem algumas opções de conjuntos com quatro ou cinco pares de hashi de bambu com valores entre R$ 20 e R$ 30.

Se você quer um hashi com decoração temática, você encontra opções de até R$ 100. Para quem quer comprar hashis descartáveis em um volume maior, dá para encontrar sacos com até 100 pares por R$ 15.

Onde comprar?

Você pode comprar hashi em lojas de artigos orientais e supermercados como o Hirota Food. Dá para encontrar algumas opções em lojas de artigos para casa como Camicado, mas você vai encontrar esse produto com mais facilidade pela internet.

Se você procura uma recomendação, sugerimos a Amazon Brasil, lá você encontra hashis descartáveis e modelos personalizados de excelente qualidade, marcas nacionais e importadas a preços baixos.

foco

Você sabia que estima-se que o hashi surgiu no ano 2500 a.C. como uma criação dos chineses?

Inicialmente, o hashi era usado como suporte para grelhar carnes na brasa. Mas o hábito de comer pratos típicos da culinária oriental usando o hashi surgiu no Ocidente, já que os japoneses costumavam comer com as mãos.

Os samurais comiam com hashis de prata, pois se houvesse veneno na comida, o material mudava de cor.

Critérios de compra: Fatores para comparar os diferentes modelos de hashi

Ao ler este artigo, você pôde notar que hashi não é tudo igual. Para você escolher o modelo ideal, essa última seção do Guia de Compra é dedicada a explicar quais características diferenciam um modelo do outro:

  • Tipos
  • Material
  • Tamanho
  • Formato

Vamos explicar cada um dos itens para que você não fique com nenhuma dúvida e escolha um hashi para você.

Tipos

Existem quatro tipos de hashis, eles variam conforme o formato, tamanho, materiais e usos indicados:

  • Waribashi: É o hashi descartável, feito de madeira. É muito usado em restaurantes de comida oriental.
  • Toribashi e Saibashi: Esses tipos de hashi são usados para montar pratos de sashimi. São um pouco maiores, cerca de 35 cm e podem ser feitos de madeira ou inox.
  • Aguebashi: Esse hashi tem a ponta de metal. É usado na cozinha para virar frutas.

Material

Os hashis podem ser feitos de diferentes materiais como madeira extraída de diferentes tipos de árvores e de plantas como o bambu.

Alguns hashis são confeccionados de diferentes tipos de metais como ferro, aço, titânio, cobre, prata e até ouro. Há as versões feitas de ossos de animais como o marfim, materiais frágeis como porcelana e vidro e os hashis de plástico.

Os mais usados são os hashis de madeira (descartável), bambu (fácil de usar) e de plástico (fácil de lavar). Se for iniciante dê preferência para os hashis de bambu e madeira, pois eles são mais aderentes.

Imagem de um hashi de bambu em cima de um prato de comida oriental.

O hashi de bambu é personalizado e reutilizável. (Fonte: Juliano Kochhann / Pexels)

Os de laca são muito suaves, tanto para manusear, quanto em contato com a boca, entretanto devem ser evitados para comer alimentos escorregadios. O hashi artesanal, que geralmente tem textura irregular e ponta quadrada é um modelo coringa.

Os de marfim são os mais suaves, mas também são mais caros. Os feitos de vidro são usados apenas para servir comida, pois são muito frágeis e quebram com facilidade.

Os feitos de materiais metálicos como aço, prata e titânio raramente são usados, pois, a sensação na boca não é boa e esses materiais são térmicos, ou seja, esquentam muito e esfriam demais, depende da temperatura do alimento.

Tamanho

Os hashis podem ser de diferentes comprimentos, sendo no mínimo 13 cm e no máximo 36 cm.

Os hashis usados para comer têm, em média, 23 cm de comprimento para os homens, 21 cm para as mulheres e 13 cm para as crianças e os usados para cozinhar têm 35 cm.

Para descobrir o tamanho exato que o seu hashi deve ter, faça um “L” com o polegar e o indicador e meça a distância entre eles, depois multiplique esse número por 1,5 e você saberá quanto deve medir seu hashi.

Imagem de um hashi com a ponta skid.

O hashi pode ter diferentes formatos. (Fonte: Pixabay / Pexels)

Formato

Você também pode encontrar os hashis em diferentes formatos: finos, grossos, cilíndricos e retangulares. Cada um é chamado de uma forma:

  • Ponta skid: Extremidade quadrada com ângulos arredondados. A vantagem é que por causa do formato, a comida não escorrega do talher. A desvantagem é que o toque na boca não é suave.
  • Ponta quadrada: Esse formato de hashi é ideal para comer massas, pois com ele, a comida não escorrega.
  • Ponta circular ou oval: Esse tipo de hashi é ideal para comer peixes cozidos. É muito fácil de manusear e o toque na boca é bastante suave, entretanto a comida escorrega com facilidade.

(Fonte da imagem destacada: rawpixel.com / Pexels)

Por que você pode confiar em mim?

Apaixonada por ler e escrever, empenha-se em produzir conteúdo relevante sobre áreas pelas quais tem muito interesse, como tecnologia, qualidade de vida, beleza e lazer.