Imagem mostra um inflador amarelo sob uma superfície lisa e um fundo branco.
Ultima atualização: 5 de abril de 2020

Como escolhemos

15Produtos analisados

17Horas investidas

3Estudos avaliados

49Comentários coletados

Olá, seja bem vindo ao ReviewBox Brasil! Hoje vamos falar absolutamente tudo sobre o inflador, a máquina que não só mudou o jeito que encaramos os infláveis, mas transformou todo um esforço de mãos e pulmões em um apertar de um botão.

Balões de festa, bóias, colchões, até pneus, enfim, tudo o que o teima em estar murcho quando mais precisamos deles, com um inflador na sua casa, enchê-los passa a ser uma questão de minutos.

Neste Guia, não só iremos mostrar tudo o que você precisa saber sobre o inflador, como também vamos ajudar você a escolher o modelo ideal para sua casa e para os seus infláveis. Listas de produtos, de vantagens e desvantagens, entre outras dicas e informações, tudo está à sua disposição, logo abaixo.




Primeiro, o mais importante

  • Como com qualquer aparelho eletrônico, lembre-se de verificar a voltagem do modelo, entre 110 e 220, para não ter surpresas ao chegar em casa.
  • O inflador é tão versátil com o que infla quanto os adaptadores que têm para seu bico.
  • Seu valor pode variar bastante, entre R$ 45 e R$ 450, dependendo de sua potência, tecnologia e eficiência.

Você também pode gostar:

Melhores modelos de inflador: Nossos favoritos

A seguir, você verá a nossa lista com alguns dos melhores modelos de inflador do mercado, avaliados a partir de sua capacidade, tecnologia e custo-benefício.

Inflador Elétrico 127V - Western

O modelo da Western tem um dos melhores custo-benefício do mercado, um aparelho compacto, de menos de 15 cm de comprimento, de alto volume e baixa pressão e 150W de potência, tudo a um preço acessível.

O inflador, ainda por cima, é de plástico ABS e cobre, garantindo, ao mesmo tempo, leveza e resistência, além da versatilidade da função desinflar e o bico três em um.

Inflador Elétrico 12V Bivolt - Guepardo

O inflador da Guepardo é completo, do bico três em um ao carregador bivolt (110V-220V). Leve, com seu plástico ABS, e potente, com 12V e chegando a 0,52 psi, conta ainda com a função desinflar.

Inflador Elétrico Recarregável 220/12V - Nautika

O modelo da Nautika não deve ao de nenhum outro fabricante, a não ser a voltagem em 220, que limita levemente sua ação.
Tirando isso, é um inflador recarregável, com carregador de 12V para carro, tomada de três pinos e revestido em plástico ABS.

Guia de Compra

Não faltam situações cotidianas em que um inflador facilita, e muito, sua vida. Só num churrasco com a família, ele pode encher todas as bóias para a piscina e, mais tarde, os colchões infláveis. Fora as bexigas para um aniversário, ou até a bola para aquela pelada no domingo de manhã.

Com tanta oferta de produtos infláveis, os fabricantes acompanharam o mercado, e foram aumentando a variedade de infladores, para atender as mais diversas câmaras de ar, mas também em busca da máxima e eficiência, com o menor gasto de energia, tanto a elétrica como a do seu corpo também.

 Imagem mostra um grupo de seis pessoas fazendo rafting com um bote inflável.

Você não vai inflar o seu bote de rafting com a boca, vai?. (Fonte:Tom Fisk/ Pexels)

O que é o inflador?

O inflador é uma bomba de ar automática, que transfere, por meio de um motor, ar de sua câmara interna para a câmara de um objeto inflável, como uma bóia, por exemplo.

É uma máquina pensada para o manuseio comum, trabalhando com pressões e potências relativamente baixas, e equipadas com mangueiras finas e bicos que encaixem na maioria das câmaras dos produtos infláveis mais comuns.

Imagem mostra um close de uma série de balões de festa e seus cordões amarrados em suas pontas.

O inflador foi feito para lidar com infláveis comuns, como balões de festa. (Fonte:Adi Goldstein/ Unsplash)

Quais as vantagens e desvantagens do inflador?

Ter um dispositivo de uso e funcionamento tão específicos traz uma série de vantagens e desvantagens. Uma das vantagens, por exemplo, é a praticidade com que se enche um inflável, no sentido da velocidade que faz isso acontecer.

Outra vantagem é a versatilidade que o inflador apresenta, podendo calibrar uma grande sorte de produtos infláveis, como bóias, balões de festa, bolas em geral, bonecos infláveis, até pneus, dependendo do modelo.

Isso traz uma grande economia de tempo, especialmente para itens numerosos, como bexigas, ou volumosos, como colchões, e até de energia, a do nosso corpo mesmo, poupando algumas boas bombeadas para encher uma bola do zero, por exemplo.

Imagem mostra o que parece ser um desfile, com pessoas amontoadas no plano baixo, olhando para os grandes bonecos infláveis, no plano baixo.

O inflador é tão versátil que pode dar conta de bonecões infláveis. (Fonte:Adi Goldstein/ Unsplash)

As desvantagens, por outro lado, são uma espécie de preço que o inflador tem de pagar por essa facilidade. Um desses é o barulho que faz, alto e constante, na maioria dos modelos.

É desvantagem também o manuseio não muito prático da máquina, com seus cabos e fios e cuidados durante a execução. Uma criança, por exemplo, não é indicada para usá-lo.

Por fim, estamos falando de produtos que têm de 40 à 600 watts de potência, isto é, um grande gasto de energia em potencial, o que, convenhamos, é uma grande desvantagem, mas, como falamos, o preço a se pagar.

Vantagens
  • Praticidade
  • VersatilidadEconomia de tempo e energia
Desvantagens
  • Barulho
  • Manuseio pouco prático
  • Gasto de energia elétrica

Inflador elétrico, manual ou inflador de balão?

Por mais que o ar seja o mesmo, assim como o seu intuito, isto é, de transferir ar à uma câmara vazia, há uma certa variedade de modelos de inflador. Dentro da categoria em que estamos, há o inflador elétrico, o manual e o inflador de balão.

O inflador elétrico seria o padrão, com um motor em seu interior e um bico adaptável em seu exterior e um consumo que pode ir de 36 à 500 watts. É o mais versátil dos modelos, até por apresentar uma eficiência variável, mas que invariavelmente resulta num enchimento rápido.

Imagem mostra bóias de formatos diversos boiando sob a água de uma piscina, num dia de sol..

O inflador elétrico é, de longe, o modelo mais versátil, podendo inflar de balões à bóias. (Fonte:Toni Cuenca/ Pexels)

O inflador manual é como uma grande sanfona, em que você pressiona um grande fole, com volumes altos, de 5 a 10 litros, e libera o ar para a sua mangueira e bico. É útil para infláveis de baixa pressão e alto volume, como colchões, por exemplo.

O inflador de balão, como diz o nome, é desenvolvido para encher bexigas e balões de festa, com um bico especial para bexigas. Também são elétricos, e trabalham com uma faixa de potência até maior que os infladores padrão, visando ter máxima eficiência, isto é, encher o máximo de bexigas no menor tempo possível.

Elétrico Manual Balão
Pressão Média Baixa Média
Volume Médio Alto Baixo

Em suas pesquisas pelo inflador ideal, você pode topar com os compressores, e ficar numa natural dúvida. A questão é praticamente nominal e de porte, de certa forma.

Até porque infladores e compressores são usados para a mesma coisa: transferir ar de maneira prática e em alta velocidade. Seu funcionamento básico é o mesmo, inclusive.

Imagem mostra uma fileira de compressores, com tanques coloridos, ao fundo, as luzes e superfícies de um ambiente industrial.

O tanque é um elemento característico e definidor de um compressor. (Fonte:Pisit Khambubpha/ 123rf)

No fim das contas, são chamados compressores as bombas de ar que trabalham com altas pressões, para fins industriais, manutenção de maquinário, etc. Uma característica marcante dos compressores são os seus tanques, parecidos com pequenos bujões de gás acoplados à máquina.

Inflador Compressão
Produtos Infláveis de baixa e média pressão Infláveis de alta pressão e maquinário
Uso Civil e Eventos Industrial e Serviços

Quanto custa e onde comprar um inflador?

O preço de um inflador pode variar bastante. Sua potência, sua voltagem, sua eficiência, até periféricos como sua mangueira e seus bicos, tudo influencia no preço.

Assim, você pode encontrar modelos mais baratos a partir de R$ 45, e os mais caros por volta de R$ 450.

Por conta da variedade de produtos que “atende”, o inflador não tem um nicho específico. Assim, você pode encontrá-lo em vários tipos de loja física. Ainda assim, lojas de construção e utilitários para a casa, como a Leroy Merlin ou a Americanas, são as apostas mais seguras para buscar modelos variados e de qualidade.

Agora, pela internet você pode encontrar facilmente uma grande sorte de modelos e preços, principalmente se navegar em sites como a Amazon, Mercado Livre, que, ainda por cima, possibilitam a você fazer a compra no conforto da sua casa.

Critérios de Compra: como escolher o inflador ideal

Seguindo na nossa missão de ajudar você a escolher o modelo de inflador ideal, montamos uma lista de critérios de escolha, a serem aplicados na hora da compra:

Vamos, é claro, falar de cada um destes itens. Até porque é preciso estar muito bem informado para fazer a melhor compra possível.

Voltagem

Como falamos lá no começo do texto, sempre preste atenção na voltagem do modelo que você está escolhendo, entre 110V e 220V.

Escolha o modelo que corresponda às tomadas que você tem na sua casa. Lembre-se que quando as voltagens entre uma máquina e a tomada não correspondem, ou o produto funciona mal, ou pode até queimar.

Adaptadores

O inflador é tão útil quanto os adaptadores que têm, tanto de seu bico, como de sua fonte de energia. Assim, dê preferência aos modelos com bicos três em um ou com pelo menos dois tipos de bicos.

Da mesma maneira, procure optar pelo inflador com tomadas de dois pinos, com plugues para carro e/ou carregadores bivolt. Enquanto mais fontes de energia seu modelo encaixar, mais numerosas serão as oportunidades para usá-lo.

Modo Desinflar

Seguindo a pegada de procurar o modelo mais versátil possível, dê prioridade para os infladores que contam com a função desinflar.

Dessa maneira, o modelo não só deixa mais fácil o processo de, por exemplo, esvaziar e guardar colchões, como se torna mais útil, sendo quase um calibrador de infláveis.

Barulho

Por se tratar de máquinas, isto é, de aparelhos com motor, é inevitável que o inflador produza um certo barulho. Assim, busque os modelos menos barulhentos, ficando sempre atento às indicações de níveis de decibéis na embalagem.

(Fonte da Imagem destacada: Alberto Giacomazzi/ 123RF)

Por que você pode confiar em mim?

Samuel Chagas Profissional em Consertos
A vivência de Samuel com consertos em casas e estabelecimentos comerciais vem de décadas, desde quando ajudava seu pai, pedreiro, há mais de 30 anos. Seu gosto pelo assunto fez dele um profissional em consertos, e é assim que Samuel ganha a vida há 15 anos. Na internet, ele compartilha seu conhecimento sobre ferramentas e itens de segurança para casas e prédios.