Seja bem-vindo ao ReviewBox Brasil. Hoje vamos falar sobre os blocos de montar favoritos de muitas crianças e adultos, um brinquedo que atravessa gerações: o Lego.

A popularidade do Lego é tão grande que esse brinquedo já ganhou franquia de games, com personagens originais, representações de estrelas do cinema e personagens icônicos, além de alguns filmes na telona do cinema.

E o Lego é muito mais do que um brinquedo, afinal, essas peças podem ser usadas para montar qualquer coisa que a mente da criança imaginar e isso é muito importante para o desenvolvimento cognitivo.

Primeiro, o mais importante

  • O Lego pode ser vendido com um kit de peças avulsas, em que a criatividade da criança que vai determinar as peças que serão construídas, ou como um kit em que o objetivo é montar uma determinada peça, que pode ser um veículo, criatura, construção, etc.
  • O Lego é mais do que uma diversão para as crianças. Este brinquedo auxilia no aprendizado de habilidades básicas de matemática, ciências, raciocínio lógico e, é claro, criatividade.
  • Este brinquedo também pode ser usado para permitir que a criança expresse seus sentimentos e sua maneira de pensar. Com o Lego ela pode criar um universo inteiramente seu, basta imaginar e encaixar as peças.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 6 melhores modelos de Lego

O Lego é um brinquedo que surgiu em 1932 e é um sucesso até hoje, tanto que está presente em mais de 130 países ao redor do mundo. Este jogo, que consiste em montar blocos de plástico para criar objetos, pode ser encontrado em versões com quantidades de peças, cores e temas diversos.

Para este ranking selecionamos os seis melhores modelos de Lego de acordo com as avaliações e notas que os usuários do site Amazon deram aos produtos. A tarefa foi difícil, afinal, a lista de modelos favoritos do público é enorme.

1º – Transporte de carga pesada Lego City

O Lego Transporte de carga pesada da linha City vem com um caminhão, um trailer de 27 cm de comprimento e um helicóptero com 21 cm de comprimento, além de duas minis figuras: o motorista do caminhão e o piloto do helicóptero.

O trailer pode ser conectado ao caminhão para transportar o helicóptero. Vem ainda com peças de detalhe (bastante realistas) como tubos de escape, caixa de ferramentas e cabine de abertura (no caminhão).

2º – Harry Potter o Grande Salão de Hogwarts Lego

Para os fãs de Harry Potter, o Grande Salão de Hogwarts pode ser adquirido na versão Lego. O brinquedo é bem completo, vem com mesas, assentos, lareira, dois banners reversíveis, quatro velas flutuantes, comida, vassouras, barquinho, troféu e bule.

Acompanha também várias minis figuras: Harry Potter, Ron Weasley, Hermione Granger, Draco Malfoy, Susana Bones, Hagrid, professor Quirrel (com o rosto do Lord Voldemort no verso), Nick quase sem cabeça, professora McGonagall e o diretor Dumbledore.

3º – Dragão Ninja Verde do Ninjago Lego

O Lego Dragão Ninja Verde do Ninjago vem com 544 peças, incluindo quatro minis figuras: Ninja Verde e o seu pai Garmadon (com uma espada laser), o sábio Wu e Charlie.

O dragão possui um cockpit para encaixar a mini figura, mandíbulas e corpo articulados, hastes e dois propulsores nas pernas dianteiras. Quando montado, o dragão mede 60 cm de comprimento. Este modelo é recomendado para crianças a partir dos 8 anos.

4º – Ônibus Espacial de Krennic Lego Star Wars

O Lego Ônibus espacial de Krennic é uma aventura Star Wars. Você pode montar a nave no modo de pouso ou em voo e as medidas impressionam: em voo são 45 cm de altura e 56 cm de largura enquanto em pouso são 33 cm de altura e 18 cm de largura.

Inclui também cinco minis figuras: diretor Krennic, Pao, Bodhi Rook, dois Imperial Death Troopers e um K-2SO. Vem também com as armas usadas pelos personagens: 2 blasters para os Death Troopers imperiais, o blaster de Krennic, a pistola blaster de Bodhi e o rifle blaster de Pao. Recomendado para crianças acima dos 9 anos de idade.

5º – Millennium Falcon Lego Star Wars

Mais uma aventura Star Wars, desta vez a nave Millennium Falcon, com a extraordinária quantidade de 1414 peças, incluindo seis minis figuras: Han Solo, Chewbacca, Qi’’ra, Lando, Calrissian, Quay Tolsite e os droid de operações Kessel e dd-bd.

Quando montada, a nave tem 11 cm de altura, 48 cm de comprimento e 30 cm de largura. O interior da nave inclui computador de navegação, sofá, mesa, um bar, beliche, compartimento de armazenamento de mísseis e uma área de carga com dois contêineres.

6º – Caixa de peças criativas Lego Classic

A caixa de peças criativas Lego Classic tem 484 peças em 35 cores diferentes. Além dos bloquinhos clássicos, esse kit vem com placa de base verde com mais de 7 cm de comprimento e 15 cm de largura. Também vem com peças diferentes como olhos, janelas e pneus.

Este kit pode ser usado por crianças a partir dos quatro anos. Vem em uma caixa para arrumar as peças de plástico e inclui ideias para montar as suas próprias construções. Também está disponível nas versões com 303 e 221 peças.

Guia de Compra

O brinquedo Lego tem infinitas possibilidades de combinação das peças e isso estimula a imaginação da criança e a encoraja a criar o seu próprio universo. O mais interessante é que essas peças podem ser montadas e desmontadas para que a criança crie novos projetos.

 Imagem de um menino brincando com Lego

O Lego é um brinquedo que estimula a criatividade, concentração e raciocínio lógico da criança. (Fonte: Kelly Sikkema/ Unsplash)

O que é um Lego?

O Lego faz parte do grupo de brinquedos que estimulam o desenvolvimento psicológico da criança. Construir estruturas, máquinas, automóveis, cidades, castelos, tudo é possível com Lego.

Durante a montagem a criança vai criando noções de espaço, padrões e proporções, pois ela raciocina sobre quais peças funcionam melhor juntas, como devem ser organizadas e qual será o tamanho final do brinquedo.

Joseph JoubertEnsaísta francês

“Quem tem imaginação sem instrução tem asas nos pés”

Quais as vantagens de brincar com Lego?

A primeira coisa que percebemos é que a criança pensa bastante enquanto constrói um Lego. Ela precisa ter uma ideia base, planejar antes de construir, resolver problemas que vão surgindo durante a montagem e chegar ao propósito pretendido.

Enquanto brinca, a criança usa o método de tentativa e erro, desenvolve habilidades de planejamento e organização e aprende como tirar um projeto do papel.

Neste momento as crianças também estão exercendo sua criatividade, principalmente nos kits de blocos livres ou naqueles em que há mais de uma possibilidade de montagem para as mesmas peças.

E, mesmo sem perceber, a criança aprende frações e divisão quando está separando os blocos que serão usados em algum projeto especial. Isso pode criar interesse por engenharia, pois quando a criança constrói um prédio ou casa ela precisa raciocinar sobre dimensões, apoios, peso e equilíbrio.

Imagem de um brinquedo LEGO de máquinas usadas na construção civil

Em modelos onde há a construção de veículos sobre rodas, a criança pode desenvolver noções sobre mecânica e mecatrônica. (Fonte: NeuPaddy/ Pixabay)

A capacidade de concentração também é observada, pois além de precisar pensar, muitos kits vêm com manuais de como a criança precisa montar os tijolos passo a passo para conseguir chegar ao resultado final.

Psicólogos também indicam usar o lego como um complemento ao tratamento de crianças que fazem psicoterapia, pois o jogo pode ajudar a criança a externalizar crenças e emoções e aprender a lidar com elas, desenvolvendo a inteligência emocional.

E não é só no desenvolvimento da inteligência emocional das crianças que o Lego pode ajudar. Adultos também podem ser beneficiados com as peças do Lego, tanto que muitas empresas estão colocando esses brinquedos em seus ambientes de trabalho.

Brincando com o Lego, a criança também desenvolve as habilidades motoras finas, ou seja, aquelas que envolvem pequenos movimentos musculares como os músculos dos dedos e das mãos.

Confira agora as principais vantagens e algumas desvantagens de comprar um Lego para o seu filho brincar:

Vantagens
  • Estimula o desenvolvimento do raciocínio lógico da criança
  • Desenvolve a criatividade
  • Esse brinquedo pode ser reinventado, basta montá-lo de formas diferentes
  • Alguns são de livre criação e outros para montar uma determinada peça
Desvantagens
  • As peças são bem pequenas, então há o risco de a criança engolir
  • A criança pode ficar um pouco solitária enquanto brinca com o Lego
  • O Lego é um brinquedo caro (embora a durabilidade justifique o preço)
  • As peças podem ser perdidas com facilidade

Como a empresa Lego se destaca?

A Lego é uma das empresas de brinquedos mais preocupadas em estudar a criação de um brinquedo que potencialize as habilidades das crianças e estimular a vontade nelas de criar novos projetos com as peças.

Tanto que a empresa tem em seu quadro de funcionários especialistas em desenvolvimento infantil e pedagogos que estudam as cores, formas e até o manual com o passo a passo de como a criança deve montar o brinquedo.

A Lego também foi pioneira em incluir padrões étnicos diferentes, tanto que as mini figuras têm vários tons de pele e tipos de cabelos.

Outra coisa legal é que a Lego tem propostas de modelos para todas as idades, desde o um ano e meio de idade (antes disso é muito perigoso a criança colocar o Lego na boca e engolir) até os adultos.

O que muda de uma versão para a outra é a quantidade de peças e a complexidade dos projetos. Há também o Lego técnico que é usado por adultos em universidades para criar projetos em disciplinas de exatas como mecânica e robótica.

Veja uma batalha de robôs Lego no canal technoandrew:

Qual a diferença entre o Lego e o Playmobil?

Um brinquedo bem parecido com o Lego é o Playmobil, também configurado por mini figuras de montar que acompanham cenários temáticos.

Veja como esses brinquedos são parecidos, (na imagem o Lego é a mini figura e o Playmobil a maior):

Mas, embora parecidos, eles possuem suas peculiaridades. A principal diferença entre eles é que, diferente do Lego, o Playmobil não tem bloquinhos, apenas peças para encaixar sempre da mesma forma.

Confira as principais diferenças e similaridades entre os dois modelos:

Lego Playmobil
Proposta do brinquedo O Lego é um conjunto de bloquinhos para montar e desmontar O Playmobil é um brinquedo para ser encaixado e desencaixado
Idade recomendada A partir de um ano e meio de idade A partir dos quatro anos de idade
Durabilidade As peças são muito resistentes e duram anos As peças são resistentes, mas é mais fácil quebrar um mini figura da Playmobil
Principal diferença Tem bloquinhos para montar, alguns são de livre criação e outros são pré-definidos Não tem bloquinhos, apenas peças para encaixar sempre da mesma forma

Qual é o Lego indicado para cada idade?

Todo Lego vem com a indicação de idade mínima e máxima recomendada na caixa. A informação é muito importante, tanto que fica estampada na tampa, ao lado do número de peças que vem na caixa.

Não é só a questão do nível de dificuldade (que em si só já é um fator bastante relevante), mas também o tamanho das pecinhas. Para crianças menores há o risco de ela engolir a peça se ela for muito pequena.

Veja qual jogo Lego é recomendado de acordo com a faixa etária da criança:

Acima de um ano e meio

Crianças acima de um ano e meio já podem começar a brincar com o Lego, mas neste caso é recomendada a coleção Duplo. Essas peças são maiores, mais arredondadas (para não machucar) e bem fáceis de encaixar e desencaixar.

Os temas também são mais simples e lúdicos como bolos, cidades, animais na fazenda ou zoológico, piratas em seus barcos e trens simples (por que há modelos mais sofisticados como o Expresso de Hogwarts do Harry Potter).

Há vários modelos de Legos da linha Duplo, a indicação varia de acordo com a idade, que vai de um ano e meio até os seis anos de idade.

Acima dos seis anos

Quando chega aos seis anos de idade, a criança já é mais consciente de que não deve colocar brinquedos na boca, por causa do risco de engolirem e sufocarem.

O ganho de consciência permite que a criança possa brincar com todos os tipos de brinquedos. Para esta fase o tipo de Lego recomendado é o Creator, que possui vários temas e permitem a construção de automóveis, imóveis e criaturas.

Apesar dos temas mais complexos, as peças do Lego Creator são básicas e fáceis de encaixar.

Acima dos oito anos

A partir dos oito anos de idade a criança já tem mais habilidades manuais e de raciocínio, por isso é importante começar a desenvolver essas características.

Neste caso, é recomendado comprar conjuntos ou coleções especiais mais difíceis de montar como os modelos de naves espaciais do Lego Star Wars (são bem complexos), os dinossauros do Lego Jurrassic Park ou mesmo a estação 9 ¾ do Harry Potter.

Quanto custa?

O Lego, em geral, é um brinquedo caro, tanto que os modelos mais baratos custam a partir de R$ 150. Há várias opções excelentes entre R$ 300 e R$ 500, mas alguns são mais caros. Um modelo com mais de mil peças e nível de dificuldade maior pode custar em torno de R$ 1.500.

Onde comprar?

Você pode comprar um Lego em lojas próprias que ficam localizadas em alguns shoppings de São Paulo, ou em lojas de brinquedos como Ri-happy e PBkids.

Também dá para comprar em lojas virtuais da própria Lego ou em sites como Amazon, Mercado Livre e Submarino.

Comprando online você tem mais chances de encontrar aquele modelo que tanto procura. Nem precisa sair de casa e recebe o brinquedo na porta.

foco

Você sabia que o nome Lego é uma abreviatura de duas palavras de origem dinamarquesa: “Leg” e “Godt”, que significa “jogar bem”?

A Lego é uma empresa fundada em 1932, que sempre foi reconhecida por fabricar brinquedos para montar e desmontar. No início, a empresa fabrica brinquedos de madeira, só depois de quase duas décadas é que ela passou a produzir peças de plástico. Hoje em dia, a Lego está presente em mais de 130 países e este brinquedo foi eleito o “brinquedo do século”.

Quais os diferentes tipos de Lego?

Existem vários tipos de Lego, cada um é indicado para uma determinada faixa etária (o nível de dificuldade é progressivo) e gênero já que, embora seja um brinquedo para ambos os sexos, alguns têm temáticas mais voltadas para meninas e outros para meninos.

Confira quais são os tipos de Lego preferidos das crianças e os modelos mais populares à venda.

Lego duplo

O Lego duplo é maior, para dificultar que a criança engula a peça, e mais fácil de manusear (encaixar e desencaixar as peças). Este modelo é indicado para crianças mais novas, em idade pré-escolar.

Você pode usar o Lego Duplo para contar historinhas para a criança. Desta forma, além de estimular a criatividade do seu filho, vocês vão criar um vínculo ainda maior.

Assim, a criança também começa a criar interesse pelo brinquedo, que poderá ser usado para auxiliar no desenvolvimento cognitivo quando ela for um pouco mais velha.

Imagem de uma criança pequena brincando com Lego

Crianças a partir de um ano e meio de idade já podem brincar com o Lego, mas existe um modelo indicado para cada faixa etária. (Fonte: Caleb Woods / Unsplash)

Lego Classic

O Lego Classic, como indica o nome, é o modelo tradicional da marca. Essa versão vem com peças de diferentes cores, formas e tamanhos que podem ser usadas para criar o que a criança conseguir imaginar (é de criação livre).

Esse modelo é indicado para crianças a partir dos seis anos de idade, pois as peças são menores e crianças dessa idade já sabem que não devem colocar o brinquedo na boca pelo risco de engolirem.

Com o Lego Classic seu filho vai poder soltar a imaginação e criar castelos, foguetes espaciais, prédios, dinossauros, robôs e tudo o que ele quiser.

Lego City

O Lego City traz como cenário as grandes metrópoles, com veículos e prédios icônicos. A criança pode brincar de montar o hospital da cidade, o supermercado, a estação policial, o corpo de bombeiros, a hamburgueria, ter uma base de comando móvel e muito mais.

Também dá para dirigir o carro de polícia, o caminhão dos bombeiros, a ambulância, um helicóptero de resgate, pilotar uma embarcação, um trator, buggy, trailer, caminhão de lixo, remover a neve da estrada, entre outros.

Lego Disney

O Lego Disney traz para a brincadeira os personagens criados por Walt Disney como o Mickey, Minnie, Pateta, Pato Donald e as princesas Bela (e a Fera), Cinderela, Elsa, Jasmine, Rapunzel, a guerreira Mulan, e muito mais.

Embora seja mais comum entre meninas, os meninos também podem brincar com o Lego Princesas da Disney se a criança se encantar com esse mundo mágico de príncipes e princesas, reis e rainhas.

Lego Creator

O Lego Creator tem esse nome por que é voltado a estimular a imaginação e a livre criação. Esses kits têm três possibilidades de montagem, e a criança pode desenvolver casas, veículos, criaturas e muito mais.

Essa linha é dividida em Lego Creator e Creator Expert.

A Lego Creator conta com peças e conjuntos de peças maiores, por isso é indicada para crianças acima dos cinco anos de idade. Os modelos mais legais são o Creator Montanha Russa, Casas Modernas e Jantar na cidade, mas existe uma infinidade de opções.

Lego Super Heroes

O Lego Super Heroes é uma das linhas de produtos mais populares da Lego pois traz os super-heróis mais famosos do mundo como Super Man, Capitão América, Batman, Thor, entre outros.

É uma ótima opção, pois, a criança se sente parte do universo dos personagens tão queridos e consegue aprender e desenvolver as capacidades cognitivas enquanto brinca de salvar o mundo dos vilões.

Além dos modelos que citamos acima, há muitas outras linhas da Lego como Harry Potter, Ninjago, DC Comics, Marvel, Jurrasic World, Marvel, Star Wars, entre outros. Ao todo são 24 temas e com certeza vai ter pelo menos um que o seu filho se identifica.

 Imagem de personagens clássicos do cinema (Batman e Super Man) na versão Lego

Personagens famosos da história do cinema e quadrinhos são representados na versão Lego. (Fonte: Aitoff/ Pixabay)

Critérios de Compra: Fatores para comprar e qualificar os diferentes modelos de Lego

Antes de comprar um Lego para o seu filho é preciso escolher um modelo que tenha o nível de complexidade adequado às capacidades da criança. Também é preciso prestar atenção a mais algumas características como:

  • Tema
  • Qualidade do plástico
  • Durabilidade
  • Item de colecionador

Vamos explicar cada um dos itens acima, para que você não fique com nenhuma dúvida e acerta na escolha do Lego para o seu filho.

Tema

Como já citamos na seção “No que prestar atenção”, há vários temas de jogos Lego: de arquitetura, cidades, amizade, com temática dos personagens da Disney, heróis dos quadrinhos (Marvel e DC Comics), da série Star Wars, Minecraft e muitos outros.

Alguns temas são tão complexos que ensinam noções de ciências exatas como física e mecânica enquanto a criança brinca. É o caso do Lego Techinic, que vai muito além da montagem de blocos.

Seu filho pode criar carros com suspensão nas quatro rodas, ou um caminhão com guincho hidráulico. O legal é que tudo isso pode ganhar movimento (alguns têm até motor que funciona de verdade), por que esse modelo de Lego vem com peças extras como rodinhas.

Há também opção de lego “sem tema”, que é a linha clássica da marca, que vem com vários bloquinhos coloridos que devem ser montados de acordo com a imaginação da criança, ou seja, não é preciso seguir um passo a passo.

 Imagem de peças Lego da temática Star Wars Guerra nas Estrelas

Dá para comprar Legos de diversos temas como Star Wars. (Fonte: www_slon_pics/ Pixabay)

Qualidade do plástico e durabilidade

As peças do Lego são feitas de plástico ABS (o melhor tipo disponível), coloridas com tinta atóxica, com arestas arredondadas, sem pontas e fáceis de montar e desmontar.

O mais legal é que esse material é bem fácil de moldar, não é à toa que existem mais de 2.000 tipos diferentes de peças de Lego. Além disso, elas são bem rígidas, tanto que se uma pessoa que pese até 100 kg pisar num bloco pequeno ele não racha, trinca ou quebra.

Uma coisa que nunca muda nos modelos de Lego é que as peças básicas (blocos, barras e placas) sempre vão encaixar umas nas outras, não importa se o kit é antigo ou atual. Apenas as peças desenvolvidas para montar modelos específicos que, geralmente são incompatíveis.

Dessa forma, o Lego pode ser considerado um brinquedo com longa vida útil, pois fora a resistência da peça, ele não é um brinquedo da moda e sim um brinquedo atemporal, que passa de geração em geração.

Item de colecionador

O Lego é um brinquedo colecionável, tanto que dentro da mesma linha existem vários kits complementares que combinam entre si e eles tanto podem ser vendidos em conjuntos como peças avulsas.

Se você já deu um Lego para seu filho e filha, procure saber se possui outras caixas de Lego complementares, que podem expandir o cenário que a criança já possui.

 Imagem de uma mini figura da Lego

Você também pode comprar peças avulsas de lego, como a mini figura da imagem. (Fonte: Aitoff / Pixabay)

Quantidade de peças

Você vai encontrar caixas de Lego com diferentes quantidades de peças. Dos mais simples, para quem está iniciando, aos mais elaborados para aqueles que precisam de desafios maiores.

É igual a um quebra-cabeça, você escolhe de acordo com o nível de dificuldade e experiência de quem vai utilizar.

Se seus filhos – ou ainda um adulto – estão iniciando, opte por um Lego que tenha poucas peças, seu nível de complexidade será baixo. Caso contrário, você pode frustrar a criança, e por se sentir incapaz, ela perderá o interesse no brinquedo.

O contrário também pode acontecer, se a criança ganhar um Lego muito fácil montar, e ela já possuir experiência, ficará desinteressada devido a facilidade do brinquedo.

Aposta sempre em algo que desafie um pouco, sem ser fácil ou difícil demais.

(Fonte da imagem destacada: Semevent / Pixabay)

Avalie esse artigo

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
26 Voto(s), Média: 4,38 de 5
Loading...