Imagem mostra uma pessoa colocando um cartão de memória em um leitor conectado a um notebook.

Bem-vindo ao ReviewBox Brasil! Vivemos em uma era na qual volumes cada vez maiores de informação são armazenados em meios virtuais, ao mesmo tempo que dispositivos ficam menores e mais finos. Por isso, faz-se necessário ter um leitor de cartão!

Um bom leitor permite que se acesse os dados dos cartões de memória mesmo em eletrônicos que não têm entradas para eles. Além disso, suportam diferentes formatos e podem se conectar com variados sistemas operacionais.

Nesse artigo, discutiremos tudo o que você precisa saber para acertar na compra do seu leitor de cartão. Falaremos sobre especificações técnicas e demais características que são fundamentais para que a transferência de dados nunca mais seja um problema!




Primeiro, o mais importante

  • Hoje em dia, muitos notebooks e aparelhos eletrônicos não contam com entradas para cartão de memória. Para poder transferir dados, o leitor de cartão é uma boa opção.
  • Leitores podem ser ou compatíveis com apenas alguns tipos mais usados de cartão de memória, ou universais. Se você usar formatos diferentes dos tradicionais SD, optar pela segunda opção deve ser a solução.
  • Os modelos mais modernos já são compatíveis com USB 3.0, o que aumenta muito a velocidade de transferência de dados.

Você também pode gostar:

Ranking: Os 4 melhores modelos de leitor de cartão

Para te ajudar na escolha, selecionamos modelos de leitor de cartão que possuem muita qualidade. Abaixo, contamos um pouco mais sobre cada um deles. Assim, você saberá o que eles têm de tão especial!

1º – Leitor de Cartão Multilaser Super Speed USB 3.0

Um modelo pequeno, portátil e dentro das últimas tecnologias. O Super Speed 3.0 da Multilaser cabe no seu bolso, já conta com o que há de mais moderno em conexão USB e, com isso, alcança altas taxas de transferência.

O aparelho é fácil de ser instalado e é compatível com Windows XP e superiores, Mac OS e Linux. Além de ser compatível com o USB mais moderno, o 3.0, não deixa de poder ser usado com os anteriores. A fabricante oferece garantia de três anos.

2º – Leitor de Cartão Kingston MediaReader FCR-HS4

A Kingston oferece esse leitor de cartão extremamente versátil e potente. Conta com diversas entradas, sendo um modelo considerado “15 em 1”, ou seja, que lê 15 tipos diferentes de cartões.

Compatível com USB 3.0, apresenta alta taxa de transferência. Pode ser usado em todos os sistemas operacionais e, apesar de não ser portátil por definição, não é de difícil transporte. Trata-se de um modelo para profissionais e usuários domésticos!

3º – Leitor de Cartão Universal Multilaser AC121 + Hud

Como principal diferencial desse modelo, a Multilaser oferece um aparelho 2 em 1: Além de leitor de cartão universal (suporta mais de 40 tipos de cartões), também funciona como Hub USB, permitindo múltiplas conexões de eletrônicos.

Apesar de ser compatível apenas com USB 2.0, consegue alcançar taxas de transferência de dados de até 480 mb/s. Funciona com todos os sistemas operacionais, é extremamente leve e fácil de transportar para todos os lugares.

4º – Leitor de Cartão Universal + Dock Station Knup

Se você é um profissional da área de informática e precisa lidar com armazenamento e transferência de dados, esse é o produto ideal para você. Além de leitor de cartão universal, com suporte a cerca de 40 tipos de formatos, também serve como doca para HDs.

A conexão é feita por USB 2.0 e existe a função “One Touch Back-Up”, que copia as informações com o apertar de um botão. Compatível com Windows 98 e superior, Mac OS 9 ou superior. Sua taxa de transferência chega a até 480 mb/s.

Guia de Compra

Agora que você já conhece alguns dos principais modelos de leitor de cartão, é hora de descobrir mais sobre os aparelhos em si.

Por que você deveria ter um? Quais são as vantagens e desvantagens? Como escolher o seu? Vamos falar sobre todos esses aspectos!

Imagem mostra uma pessoa usando um leitor de cartão de memória com uma xícara de café ao lado.

Profissionais como fotógrafos e técnicos de informática usam leitores de cartão no dia a dia. (Fonte: Suwinai Sukanant / 123rf)

O que é um leitor de cartão e para que ele serve?

Você já passou pela desagradável experiência de precisar inserir um cartão de memória em um notebook ou tablet e perceber que não existe entrada?

Ou, pior, ter uma câmera fotográfica com cartão de memória que não se parece com nenhum outro que você já viu, e não fazer ideia de como inseri-lo em qualquer outro aparelho eletrônico?

É para resolver essas situações que existe o leitor de cartão! Ele é um aparelho com diversas entradas, compatível normalmente com dezenas de formatos de cartões de memória, e capaz de se conectar a qualquer outro aparelho via cabo USB ou micro USB.

Normalmente de pequeno porte, tornando fácil seu transporte para qualquer lugar, o leitor de cartão ajuda na transferência de arquivos entre câmeras fotográficas, telefones celulares, notebooks, tablets, tocadores de MP3 e similares.

Com ele, você saberá que sempre que precisar transferir dados de cartões de memória, poderá fazê-lo de forma rápida e segura!

foco

O cartão de memória é uma invenção relativamente nova. Seu desenvolvimento aconteceu na década de 1990, quando disquetes se tornaram obsoletos e precisavam ser substituídos.

A SanDisk foi a responsável por lançar, em 1994, o primeiro cartão de memória da história. Ele era do tipo Compact Flash (CF) e possuía capacidade e velocidade de transferência bastante limitada em relação ao que temos hoje à disposição.

Quais as vantagens e desvantagens de um leitor de cartão?

O leitor permite que dados contidos em cartão de memória sejam acessados mesmo em dispositivos que não tenham entrada para essas mídias. Isso é importante em uma era com aparelhos cada vez menores e mais finos.

Por serem muito versáteis e suportarem vários tipos de cartões, também ajudam a acessar dados de formatos que já saíram de linha e são pouco usados hoje em dia. Sem um leitor de cartão, pode ser impossível acessar algumas mídias.

Como ponto negativo, podemos destacar que já é comum que dados sejam armazenados na nuvem, bem como transferidos via wifi ou bluetooth. Isso torna o uso do leitor de cartão bastante específico.

Você pode usar o leitor para transferir dados de uma câmera fotográfica antiga para um notebook sem entrada de cartão, por exemplo. Como o modelo não conta com as tecnologias atuais, essa é a única maneira possível de transferência.

Mas se os dois aparelhos forem novos, provavelmente eles contarão com formas mais modernas e rápidas de transferência, o que faz do leitor de cartão um pouco obsoleto.

Veja na tabela abaixo as principais vantagens e desvantagens do leitor de cartão:

Vantagens
  • Permite a transferência de dados para aparelhos sem entrada para cartão de memória
  • Suporta variados formatos de cartão
  • É de pequeno porte e fácil de ser transportado
  • Uso é muito fácil
Desvantagens
  • Uso bastante específico: Não faz sentido comprar um se seus aparelhos têm entrada para cartão de memória
  • Com as novas tecnologias que surgem, a tendência é que se torne obsoleto

Quais os formatos suportados pelo leitor de cartão?

Quando lemos as especificações técnicas de um leitor de cartão, nos deparamos com a informação de suporte a vários tipos de mídias. “8 em 1”, “15 em 1” e até “40 em 1” são alguns dos números que encontramos.

Mas o que isso significa? Basicamente, existem vários tipos diferentes de cartão de memória.

Já nos acostumamos com as siglas cartão SD, Micro SD e Mini SD. Por estarem presentes quase sempre nos nossos telefones celulares, eles são os mais famosos. Também conhecemos bem o Memory Stick, usado em aparelhos da Sony.

Para entender melhor as diferenças entre cartões do tipo SD, CF, Mini SD e outros, além de suas especificações técnicas, recomendamos o vídeo a seguir do Canal Claquete:

Você deve estar se perguntando como saber se um leitor suporta os tipos de cartão que você necessita. Não há fórmula mágica. É preciso ler as especificações técnicas dos modelos escolhidos!

Podemos, porém, fazer uma estimativa. Lemos as especificações de vários cartões que se dizem “8 em 1”, “15 em 1” ou universais e montamos uma tabela demonstrando o que eles normalmente suportam:

Tipo do leitor de cartão Formatos normalmente suportados
8 em 1 CF, MS, SD, Micro SD, Mini SD, SM, MD, XDP
15 em 1 CF I, CF II, UDMA, SD, SDHC, UHS I, UHS II, Micro SD, Micro SDHC, Micro SDXC, MS Pro, MS Duo Pro, XDP
Leitor universal Todos os tipos de cartões

Mas não se esqueça que essa tabela contém apenas o que cada categoria costuma suportar. Para cada modelo de leitor, pode existir uma pequena variação. Confira nas especificações técnicas!

Quanto custa?

O preço de um leitor de cartão pode variar muito de acordo com a quantidade de formatos suportados, a multifuncionalidade e a tecnologia empregada para transferência. Modelos com USB 3.0, por exemplo, tendem a um valor maior.

Existem alguns modelos muito baratos, abaixo até mesmo de R$ 10, mas eles são bem simples. A maior parte dos bons leitores ficam entre R$ 30 e R$ 60, enquanto os mais completos, universais ou profissionais, passam de R$ 100.

Onde comprar?

Comércios especializados em informática e fotografia tendem a ter a maior variedade de modelos de leitor de cartão. Como não são itens muito usados pelo público em geral, eles devem ser encontrados apenas em lojas de grande porte ou de nicho.

Felizmente, você pode comprar o seu leitor de cartão pela internet. E a Amazon brasileira é a melhor opção, com vários modelos de muita qualidade. Também recomendamos a Amazon internacional e o Mercado Livre.

Critérios de compra: O que considerar ao comprar o seu leitor de cartão

Vamos falar agora sobre especificações técnicas. Selecionamos alguns critérios importantes nos quais você precisa prestar atenção no momento da sua compra:

  • Velocidade de transferência
  • Compatibilidade
  • Portabilidade
  • Multifuncionalidade

Abaixo, explicamos um pouco sobre cada um desses critérios!

Velocidade de transferência

Quanto mais avançada a tecnologia de um leitor de cartão, maior será a sua velocidade de transferência. Um modelo compatível com USB 3.0, por exemplo, será mais rápido que um que suporta apenas USB 2.0.

Mas não deixe de conferir os números de velocidade na embalagem. Muitos dos leitores de cartão trabalham com 480 mb/s, o que já é satisfatório. Evite modelos que fiquem abaixo disso!

Compatibilidade

Qual o sistema operacional do eletrônico para o qual você irá realizar a transferência? Windows, Mac, Linux, algum outro? Veja se existe compatibilidade do leitor escolhido para o determinado sistema!

Também preste atenção na versão. É difícil encontrar leitores compatíveis com sistemas mais antigos, como o Windows 98. E não deixe de ver se o modelo escolhido está atualizado e combina, por exemplo, com o Windows 10.

Portabilidade

Você usará o leitor de cartão apenas na sua casa ou presta serviços que podem necessitar dele? Pretende usar também em um ambiente de trabalho ou nas residências de amigos?

A maior parte dos leitores de cartão apresenta dimensões reduzidas, sendo fácil de ser transportado até mesmo no bolso. Mas alguns, principalmente os universais e multifuncionais, podem ser maiores. Fique atento com a facilidade de transporte do modelo escolhido.

 Imagem mostra dedos humanos segurando um leitor de cartão portátil.

Alguns modelos de leitor de cartão são muito pequenos e portáteis. (Fonte: adrianhancu / 123rf)

Multifuncionalidade

Alguns leitores de cartão contam também com outras funções, como Hub USB ou estação para discos rígidos. Para a maioria das pessoas, isso não tem importância, mas especialmente para quem trabalha no setor de informática, essa multifuncionalidade pode ser útil.

Portanto, se o preço valer a pena, em algumas situações comprar um aparelho multifuncional pode ser interessante. Avalie a possibilidade!

(Fonte da imagem destacada: Suwinai Sukanant / 123rf)

Por que você pode confiar em mim?

Carlos Massari Jornalista
Jornalista especializado em esportes e podcaster. Apaixonado por cinema, literatura e artes em geral. Curioso nato, pesquisa e escreve sobre diversas áreas, principalmente tecnologia, ferramentas, artigos esportivos e objetos que tornam a vida e o cotidiano mais fáceis.